10 coisas que talvez você não saiba sobre a Escócia

5
2485
Advertisement

Todo mundo já ouviu falar do monstro no Lago Ness, já escutou o som da gaita de foles ou viu imagens mostrando que a Escócia é um país de natureza grandiosa, com imponentes vales e lagos. Vou listar 10 coisas que talvez você não saiba sobre a Escócia:

1. Não é a Inglaterra

Isso parece super óbvio, mas a confusão é frequente. Eu perdi a conta das vezes em que me perguntaram como estão as coisas aqui na “Inglaterra”, se os “ingleses” são legais, etc. A composição política do Reino Unido é complicada mesmo, e acaba sendo comum as pessoas pensarem em tudo como sendo a Inglaterra. Não parece grave, mas é mais ou menos como confundir Mato Grosso do Sul com Mato Grosso ou achar que catarinense é gaúcho… E acho que sul-mato-grossenses e catarinenses dirão: é grave sim!

2. Se fala outras línguas

O inglês é a língua oficial, apesar de o sotaque, às vezes, exigir um esforço maior do ouvinte. Mas também se fala gaélico escocês e scots. O gaélico escocês, apesar de ter sido proibido por muito tempo, sobreviveu e é falado por cerca de 60 mil pessoas em toda a Escócia. Existem algumas escolas e clubes exclusivamente gaélicos e o canal de TV daqui, o BBC Alba, frequentemente transmite programas nessa língua. O scots é mais falado ainda, e frequentemente misturado com o inglês. Palavras como wee (little), bonnie (beautiful), loch (lake), e outras do vocabulário comum nacional têm origem nesse dialeto.

3. Se vê a Aurora Boreal

Devido à alta latitude da Escócia, é possível ver a Aurora Boreal, principalmente mais ao norte do país e na costa leste. Quando ela é forte e a noite está clara, pode ser vista por todo o país e até no norte da Inglaterra. Para quem mora aqui, existem aplicativos de celular, como o Aurora Watch UK, que emitem alertas quando a radiação está alta e existem mais chances de avistamento desse fenômeno.

4. Não se usa kilt todo dia

Infelizmente, não está cheio de homens de kilt andando pelas ruas da Escócia. Muitos fazem questão de usar mas, de modo geral, é uma vestimenta reservada para ocasiões especiais, como festas, casamentos, formaturas ou celebrações nacionais. A Daniela, que mora em Aberdeen, escreveu um artigo bem interessante sobre o uso do kilt.

5. É a terra do golfe

Os escoceses amam esportes, principalmente futebol e rugby, mas o golfe é o esporte nacional da Escócia, foi inventado aqui e é jogado, pelo menos, desde 1457. Eles praticam bastante, e existem campos por todas as partes. É comum que mesmo pequenas vilas, como a minha, possuam um grande campo de golfe.

6. O dinheiro é diferente

A moeda é a mesma de todo o território britânico: a libra britânica. Mas os bancos escoceses a imprimem com desenhos diferentes, com referências nacionais. Essas notas têm o mesmo valor das notas da Inglaterra, e devem ser aceitas por lá também, assim como a libra de lá é aceita aqui. Mas, na prática, frequentemente acontece de algum escocês ir para a Inglaterra, tentar pagar algo com nota escocesa, e ela ser recusada (geralmente porque a pessoa nunca viu a nota mesmo, pura falta de informação). E eu tenho a impressão que eles adoram quando isso acontece, porque aí eles têm a chance de praticar todo um discurso de legal tender (valor legal), que todo escocês tem na ponta da língua.

Notas escocesas à esquerda e inglesas à direita. Fonte: Alamy Stock Photo

Um fato interessante sobre isso é que o Banco da Inglaterra foi fundado por um escocês, e o Banco da Escócia foi fundado por um inglês.

7. Maior percentual de ruivos do mundo

Pesquisas indicam que pelo menos 40% da população escocesa possui os genes responsáveis por cabelos ruivos. Isso faz com que o país tenha o maior percentual de ruivos do mundo.

8. Existem 790 ilhas

A Escócia é uma país rico em ilhas. São cerca de 790, mas apenas 99 delas são habitadas. Isso acontece tanto pelo fato de o país ser pouco povoado como também pela natureza de muitas das ilhas: rochosas, gélidas, de difícil acesso, etc.

9. O Hogmanay é mais importante que o Natal

Aqui na Escócia, as festas de Ano Novo são chamadas de Hogmanay, e duram 3 dias. O motivo dessa celebração ser tão grandiosa é que, por mais de 300 anos, o Natal foi proibido no país. Isso aconteceu porque a Reforma Protestante foi mais radical aqui que no resto da Europa. Os escoceses, então, transformaram a virada do ano em um super evento, para compensar. O Hogmanay, hoje em dia, reúne tradições antigas e contemporâneas, com festas de rua e shows pelo país todo.

10. O unicórnio é o animal nacional

O animal nacional da Escócia é o unicórnio. A mitologia escocesa, de origens celta e viking, é muito rica, e esse imaginário mágico está em toda parte. O Brasão de Armas Real Escocês é composto pela figura de dois unicórnios, e o Brasão de Armas do Reino Unido também possui um unicórnio, junto com o leão (símbolo inglês) e outros símbolos dos demais países (Irlanda do Norte e País de Gales). Ninguém sabe ao certo como ou por que o unicórnio se tornou o animal nacional, existem apenas especulações.

E você? Já sabia dessas coisas ou se surpreendeu com alguma? Me conta nos comentários!

5 Comentários

  1. Minha gente, como não se apaixonar por um país que tem o UNICÓRNIO como símbolo?
    ❤️

    Anelise, parabéns pelo post e as lindas fotos do insta!

    Bjs

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui