Canadá – Casamento civil em Alberta

0
275
Advertisement

O Canadá é um país democrático dividido em 10 províncias e três territórios. Cada unidade federativa tem as suas próprias leis e regulamentos, por isso é difícil falar do Canadá em um modo geral. Com relação ao casamento civil, cada província tem as suas próprias regras e procedimentos.

Mas uma coisa é comum no país: o casamento entre pessoas do mesmo sexo é permitido e super normal. No texto deste mês explicarei o passo a passo para realizar um casamento civil em Alberta.

Marriage license 

O primeiro passo é comprar uma “licença para casar” em algum cartório (registry). Para isso é preciso que ambos estejam presentes com um documento oficial com foto (carteira de motorista, passaporte ou outro equivalente). Caso um dos dois seja divorciado(a) ou viúvo(a) é preciso apresentar certidão de divórcio/óbito.

A licença contém dados básicos como nome, endereço, telefone, religião (para fatos exclusivamente estatísticos), data e local de nascimento; assim como os nomes dos pais de ambos. Uma taxa é paga ao cartório (cerca de $100) e depois de assinar e jurar que todas as informações são verdadeiras, já se sai de lá com a licença em mãos. A licença tem validade de 90 dias.

Commissioner 

O segundo passo é arranjar um commissioner, que é a pessoa qualificada para celebrar casamentos. Qualquer pessoa pode se tornar um commissioner, basta fazer os cursos específicos para tal.

A lista dos commissioners de Alberta é bem grande e é dividida por cidades. Eu mandei emails para 11 pessoas diferentes mais por curiosidade e para fazer uma pesquisa de preços. Apenas 8 me responderam. Alguns foram mais gentis e prestativos que os outros. A média de preço varia entre $175 e $300, sendo que a grande maioria cobra $200.

Outros detalhes 

Para celebrar o casamento é necessária a presença de duas testemunhas com mais de 18 anos de idade. As testemunhas podem ser qualquer pessoa. Depois disso é só escolher a data (dentro dos 90 dias) e o local (que pode ser qualquer lugar, desde uma igreja, parque ou até a própria residência).

Casamento celebrado, papéis assinados e, finalmente, declarados “marido ou mulher”, o commissioner é responsável por encaminhar os documentos para os lugares certos (não tenho a menor ideia de quais sejam, desculpem-me, risos). Reforço aqui o fato de que o casamento entre pessoas do mesmo sexo é legal, permitido, bem visto e lindo, lembrando também que toda forma de amor é linda! Feio é não amar.

O primeiro documento emitido é o atestado de casamento (statement of marriage) que é a primeira prova do matrimônio. Ele pode ser usado para mudança de sobrenomes e para a carteira de motorista.

Depois de 10 dias úteis é possível requerer a certidão de casamento oficial em algum cartório de Alberta. Ela é a prova legal do casamento e pode ser usada para mudança de nomes em passaportes e outros documentos federais.

Eu e meu noivo, agora marido, nos casamos no mês de dezembro de 2016 em Alberta. A cerimônia do casamento civil foi extremamente simples: compareceram apenas as testemunhas e o commissioner e foi super rápida, em menos de 15 minutos já havia acabado. Papéis assinados e fomos comemorar nosso casamento em um restaurante local, um tradição dos casamentos civis daqui.

img_2099
Foto: arquivo pessoal

Wedding Reception

As festas de casamento daqui são bem mais simples do que as festas do Brasil. Eu ainda não tive a oportunidade de ir em nenhuma, mas estava conversando com uma amiga, a Priscila Carda, que também é colunista  no BPM, e ela me contou várias curiosidades interessantes.

Presentes

As pessoas não fazem listas extensas de presente, o mais comum é presentear os noivos com um cartão de felicitações pelo casamento e com uma quantia em dinheiro. Não existem regras para o valor, cada um presenteia com quanto pode.

Garter Belt wedding e Bouquet

As noivas usam uma cinta liga na perna e durante a festa o noivo deve tirá-la com a boca e jogar para os convidados homens solteiros. Segundo a tradição, quem pegar a cinta liga será o próximo a se casar.

A tradição da noiva jogar o bouquet para as convidadas solteiras também se repete por aqui.

Padrinhos e Madrinhas

No Canadá, as figuras dos padrinhos e madrinhas não são tão tradicionais, apesar de existirem as figuras de bridesmaid  e groomsmen . O mais comum e que não pode faltar são as figuras da maid of honor e do best man.

Maid of honor, que em português é “dama de honra” geralmente é a melhor amiga da noiva e é responsável por ajudá-la na preparação e organização do casamento. No dia da festa ela é responsável por ajudar a noiva e se manter calma e a se vestir.

Best man é o melhor amigo do noivo e é responsável por ajudar na organização da festa de casamento e da despedida de solteiro.

Discursos

A parte mais tradicional da festa é, sem dúvida, a dos discursos, por aqui chamados de speeches. Antes do jantar, a maid of honor, o best man e os pais do noivo e da noiva fazem um brinde pelo casal e apresentam um breve discurso com os melhores momentos e memórias dos recém-casados.

Sem dúvidas, as tradições das festas de casamento aqui no Canadá são bem diferentes das do Brasil. Acho que por aqui são bem mais simples, mas não menos bonitas.

Compartilhe
Texto anteriorQatar – A nova lei trabalhista
Próximo textoAlemanha – Dirigindo no inverno
Elisa se formou em Direito pela PUC-Goiás aos 21 anos e se tornou advogada aos 22. Aos 23 se mudou de Goiânia para tentar uma vida nova num país onde qualquer temperatura acima de 0°C já é vantagem. Atualmente mora no Canadá com seu marido. Típica leonina, é apaixonada por viagens, conhecer culturas diferentes, cachorros, bons livros, séries de TV e alimentação natureba. Super conectada, acredita que a internet pode transformar vidas (tanto que até conheceu o seu noivo através de um aplicativo de paquera). É autora do blog Casei e Mudei.

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui