Chegada em Houston: por onde começar?

0
449
Advertisement

Chegar a um novo país, até mesmo em uma nova cidade, requer uma dose extra de paciência e atenção às novas regras, documentação e vários outros.

Darei aqui uma visão geral  da documentação necessária a ser emitida, como abrir conta em banco, construir a famosa história de crédito, tudo ou quase tudo para você não se sentir tão estrangeiro na terra do Tio Sam, em particular no Texas.

Ressalto que cada estado tem a sua própria regulamentação. Então, vamos lá:

Social Security Number (SSN)

Aqui nada se faz sem o Social Security Number (SSN), que é o seguro social ou o CPF, como chamamos no Brasil. Parece exagero, mas não é. Esse cartão é o seu “passe livre” no país.

O SSN é utilizado para informar o seu salário ao governo americano e para comprovar a elegibilidade da pessoa para os benefícios do mesmo. Você precisa do Seguro Social para trabalhar, obter seus benefícios e receber algum outro serviço do governo.

Para emitir o seu SSN você precisará de:

  • passaporte
  • documentos que provem seu estado imigratório, que podem ser:

– Formulário I-551;

– Formulário I-94 (Arrival/Departure Record, Registro de Chegada/Partida); ou

– Formulário I-766 (Employment Authorization Card, Cartão de Autorização de Emprego).

  • Formulário SS-5-INST-PE

Se você é um portador do visto J-1 ou J-2, também irá precisar do seu DS-2019, Certificate of Eligibility for Exchange Visitor Status (Certificado de Elegibilidade para Estado de Visitante de Intercâmbio). Se você é um estudante com J-1, estagiário, ou visitante internacional, precisa ter uma carta do patrocinador do seu visto.

Estudantes internacionais: Se você é um estudante F-1 ou M-1, precisará do Formulário I-20, Certificate of Eligibility for Nonimmigrant Student Status (Certificado de Elegibilidade de Estudante Não-imigrante).

O pedido desse documento é gratuito e pode ser feito nos escritórios do SSN.

Carteira de habilitação (Driver’s license – DL)

Como citei, cada estado tem as suas próprias leis, aqui no Texas funciona assim:

A carteira brasileira não pode ser automaticamente transferida, apesar de poder ser utilizada por 90 dias após a sua entrada no país sem problemas. Então, não importa há quantos anos você dirige no Brasil, precisará se submeter aos testes escritos e de direção como se fosse a sua primeira carteira. Dirigir sem esse documento, ou fora do período permitido após sua chegada no país, acarreta em multas altíssimas.

Documentos necessários para emitir a DL:

Passaporte, documento e seguro do carro, número do seguro social, 2 comprovantes de endereço. O seguro social não é obrigatório, mas se tiver precisa ser apresentado. Pagamento da taxa de 25 dólares, que é feita no local.

Teste escrito: você pode estudar pela internet ou visitar um dos centros para emissão da carteira e retirar o seu livro com as leis de trânsito e assuntos importantes, sobre como dirigir no estado. O teste e o livro são disponibilizados em inglês e espanhol.

O teste pode ser feito em casa, mas leva cerca de 5-6 horas, pois há vídeos que precisam ser assistidos, o melhor mesmo é ir até um departamento de trânsito e fazê-lo no computador: são 30 questões, onde você pode errar no máximo 9. Acabando o teste escrito você pode no mesmo dia fazer o teste prático, caso tenha disponibilidade, ou marcá-lo para um dia mais conveniente. São possíveis três tentativas para cada um dos dois testes. Caso você fique reprovado depois das três tentativas, um novo processo precisa ser aberto e novo pagamento de taxa deverá ser efetuado.

O teste de direção é simples, você faz no seu próprio carro ou em um carro alugado, mas você precisa ter toda a documentação do veículo, incluindo o seguro. Antes de chegar a um escritório do departamento de trânsito, verifique se buzina, setas, luzes e lanternas estão em funcionamento, caso algo esteja queimado ou com mau funcionamento, o teste é cancelado.

A prova consiste, basicamente, em uma baliza, que diga-se de passagem estaciona-se um caminhão, e um teste na rua, geralmente uma volta no quarteirão. O que mais reprova os brasileiros são: não parar completamente na placa de STOP (Pare), não preparar os espelhos antes de partir com o carro e vícios de quem já tem experiência no volante.

Sendo aprovada(o), tira-se a foto no próprio local e um documento atestando a sua aprovação é emitido e você pode dirigir livremente. A carteira definitiva chegará no seu endereço em um prazo de no máximo 15 dias.

Ressalto que portadores de visto de turista não são elegívies para nenhum dos dois documentos.

Conta bancária

Abrir conta em banco com esses dois documentos que descrevi (SSN e DL) em mãos não é uma tarefa difícil, mas conseguir um cartão de crédito é uma peregrinação, tudo porque aqui os consumidores são classificados de acordo com as suas dívidas e como as pagam.

O que mais se escuta é qual a sua credit history (história de crédito), que você que acabou de chegar não tem nenhuma, e o seu credit score (pontuação de crédito). Quanto mais dívidas bem pagas você tiver, melhor. Por exemplo: você tem carro financiado, casa financiada, vários cartões de crédito, contas de água, luz, telefone e todas pagas em dia sem atraso, você tem uma alta história de crédito com uma ótima pontuação. Se você tem poucas dívidas, contudo pagas em dia, você provavelmente estará no nível mediano.

Fonte: Creative-Commons

E como começar a construir essa história? É simples: todos os bancos oferecem um cartão chamado de “secured” ou “bonded“. E ele funciona assim: você deposita um valor nesse cartão que será o seu limite de gastos por 1 ano (esse valor fica retido), pagando todo mês a sua fatura você começa a ser alguém para os sistema financeiro americano e após esses doze meses pode solicitar qualquer cartão que certamente será aprovado.

Ressalto que é mesmo tentador quando se vai às compras e as lojas oferecem seus cartões com descontos que vão até 50% do que você está levando. Não caia em tentação e tente fazer o cartão, pois toda vez que você submete um pedido para um novo cartão, ainda sem essa história construída, isso conta negativamente para você.

Os cartões de débito e cheques, quando a conta é aberta, são emitidos sem problemas.

Mudar de país não é uma tarefa fácil, mas aos poucos vamos nos adaptando e descobrindo que somos mais capazes do que imaginávamos. E para tentar tornar essa adaptação mais fácil e menos dolorosa é que nós, do Brasileiras pelo Mundo, tentamos levar sempre as nossas experiências para, quem sabe, quando chegar a sua hora, você já esteja mais familiarizada com o que vai encontrar.

Ainda tem dúvidas? Deixe seu comentário que “conversamos” mais!

See you soon

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui