Croácia – Dieta Mediterrânea

14
376
Advertisement

Muito se houve falar no Brasil  sobre a Dieta do Mediterrâneo, antes de me mudar, eu mesma já me peguei várias vezes pensando em fazer essa dieta. Quando a gente chega em um país do Mediterrâneo, no meu caso a Croácia, a gente percebe que tudo é bem diferente. A dieta não é realmente uma dieta,  é um costume alimentar da população baseado na agricultura local que sofre influencia de tudo: circunstância do solo, clima, temperatura, estações do ano entre outros. Sim, aqui se respeita as épocas de colheitas!

Existem aquelas verduras que se comem apenas no inverno, outras comidas tradicionais são servidas apenas no verão ou na primavera, isso garante o frescor e a qualidade de se comer aquilo que está naquele momento pronto em em seu melhor estado para ser servido, e que muitas vezes foi colhido no próprio quintal das casas ou mesmo na pequena horta,  em grande parte, apenas para subsistência.

Aqui se come  batata,  cebola, as folhas colhidas e plantadas pelas próprias famílias, tudo é na maioria das vezes cozido ou assado na churrasqueira a lenha e o óleo, grande vilão, não é utilizado, o que predomina é o azeite de oliva que é adicionado frio após o preparo dos alimentos para não perder suas características nutricionais “boas”. Até mesmo a cebola (que no Brasil a gente frita o tempo todo)é adicionada muitas vezes crua, à mesa. Claro que o sabor não é o mesmo. É diferente, mas não necessariamente pior.

10155610_10203729819588777_7770470024201031823_n

As verduras (kupus, blitva) e legumes são na maioria das vezes servidos crus ou, no máximo, cozidos com água, sal e nada mais! O azeite, como disse, é adicionado depois, com o fogo já desligado.

IMG-20140121-00564

Não é habito aqui, produtos industrializados como refrigerantes, frituras e o leite condensado ainda não chegou, não é vendido. Acredita?!

Doce nunca é muito doce e fast-foods também são pouco comuns e nada baratos, somente a pizza está em todo lugar e é o mais não saudável que se pode encontrar.

IMG-20140129-00591

E eu acredito que as pessoas são mais conscientes aqui também, ninguém sai por aí comprando coisas de preços exorbitantes, eles ficam “no local”, comem o que tem e comem em casa, cozinham. Sabem o que estão comendo, se preocupam com a qualidade. Quando eu estava no Brasil ou em qualquer lugar, muitas vezes  comia fora. Comer fora, beliscar e ainda tomar cerveja não nos ajuda muito ,não é?

Outra curiosidade legal sobre o modo de comer no mediterrâneo, é que eles bebem muito vinho, isso faz parte da cultura deles, o ‘Gemišt’ (vinho com água mineral gasosa) está presente simplesmente todos os dias na alimentação, e as qualidades do vinho todos conhecemos: antioxidante e aliado na redução do risco de doenças cardiovasculares etc etc.

IMG-20140211-00717

Os grãos: lentilhas, feijão, vagem, são muito comuns. O peixe é fresco e a carne é comprada do açougue direto para mesa. Difícil se ver congelar e descongelar alimentos como existe por aí.

Castanhas como: amêndoas e nozes são muito bem aproveitadas aqui, não apenas consumidas sozinhas, mas usadas no preparo de sobremesas, bolos e também na comida.

IMG-20140214-00749

Eu resolvi escrever um pouco sobre esse assunto, não para dizer que todos devemos seguir a “dieta do mediterrano” para assim perdermos peso etc, também não sou nutricionista e nem especialista no assunto, não! Acredito apenas a mudança de alguns hábitos alimentares pode ajudar muito a nossa saúde, e é isso que estou aprendo aos poucos aqui.

À primeira vista, alguns cozidos de carne e os peixes não limpos (sim, aqui se limpa grande parte do peixe, na mesa) pode assustar, mas penso que aderir aos bons costumes de uma nova cultura, pode fazer bem, é muito viável.

Isso é a verdadeira dieta do mediterrâneo, um habito alimentar, baseado na ausência ou diminuição da absorção de gorduras trans, produtos industrializados, congelados, açúcares de mais e óleos malignos ou frituras no dia a dia. Mas mudar nossos costumes não é nada fácil e nada deve ser radical também.

IMG-20140314-00873

E assim, aos pouquinhos vou abrasileirando a dieta daqui e colocando um pouco do mediterrâneo na minha alimentação, também tentando aproveitar o que cada uma tem de melhor.

Tatiane mora na ilha de Korcula, Croácia, com o marido. Aos poucos aprendendo sobre a cultura local e “tentando me incluir mais nesse mundo que é tão novo para mim”.

14 Comentários

  1. COMO ASSIM NAO TEM LEITE CONDENSADO??? E o brigadeiro??? kkkkk brincadeiras à parte, o normal seria ter esse tipo de alimentaçao, que respeita as temporadas e os produtos nacionais e cultivados em casa, mais economia e mais saúde. Aqui no Chile é de manha ainda, mas já me deu água na boca ver tuas fotos!! Adorei!!

  2. Tatiana, que delícia! Todo esse papo de culinária mediterrânea abriu meu apetite! Tenho um amigo em Zagreb que sempre me falava da culinária local mas nunca pensei que a comida na Croácia fosse tão saudável. Sobre o leite condensado, até o início de 2012 ele também não existia nas prateleiras dos supermercados dinamarqueses… Beijos e obrigada por nos servir esse texto tão saboroso! 🙂

  3. Tatiana parabéns pelo texto!
    Eu adorei esses pratos, parece tudo delicioso. Eu AMO comer o que plantei,não que eu plante lá muita coisa, problema de falta de espaço..rss..
    Mas isso é muito saudável, é muito bom e nada melhor que comida fresca hein??!!
    Agora me conta, muito estranho essa coisa de vinho com água não?? ou fica bom??!!
    bisous!!

  4. Tatiana, muito boa explicação da dieta “Mediterranea”, eu gosto de quase de tudo, somente cebola sem cozinhar não é bem minha praia, ja soube que tem lugares incríveis e praias maravilhosas por ai, ainda não conheço mas quero ainda conhecer! Este aspecto de comer coisas da estação é maravilhoso pra saúde, pois o biorritmo do corpo e os alimentos da estação estão sempre em sintonia. Seja bem vinda ao BPM, e ja me alegro de ler seus próximos textos. Namasté 🙂

  5. Oi Tatiana, que texto legal. Confesso que fiquei com um pouco de inveja do acesso aos alimentos frescos que você comentou. Por aqui (na Rep Tcheca) é bem difícil escapar as comida gordas…a culinária pesada, talvez própria para o inverno, se estende pelo ano todo. Quem sabe no futuro não rola dar umas receitas/dicas pra gente?! 😉

  6. Oi gente! Que bom que vocês gostaram do texto! Preciso acrescentar apenas, que tudo isso depende muito de onde a pessoa mora (campo, cidade grande, ilha…) e da condição financeira de cada família, claro. No meu caso, moramos em uma vila pequena em uma ilha e a família do meu marido sempre prefere a tradição e alimentação mais saudável, às novidades, por isso tenho experimentado de perto tudo isso. Sim, não existe leite condensado nos supermercados, consigo comprar apenas em uma lojinha de produtos importados quando vou à capital: Zagreb. Vou tentar escrever mais textinhos legais para vocês e até mesmo enviar receitinhas. Uma dica bem legal que aprendi por aqui foi: cozinhar folhas (como couve, espinafre, acelga etc) ao invés de fritar no olho e alho como costumava fazer em Minas no Brasil, uma alternativa bem mais saudável. Este vídeo no youtube (Krumpir i blitva – https://www.youtube.com/watch?v=6gtiwSsQbfQ&feature=share) explica bem o que estou tentando dizer e o resultado é um acompanhamento delicioso para carnes e peixes, e pode até substituir o carboidrato (como a batata, arroz etc), caso queiram cortar um pouco as calorias das refeições no dia a dia, ou até mesmo variar. Façam o teste depois e deixem o comentário aqui dizendo se aprovaram! Abraço e muito obrigada por lerem, pelos elogios e comentários. xoxo

  7. Olá Tati, que delícia seu texto, parabéns! Estou adorando conhecer sua nova vida e essa nova cultura. Por aqui estamos com muitas saudades de vc e seu modo alegre de viver.Quando estiver por aqui venha nos ver. bjs e Galoooo!!!!1

  8. Bom dia Tatiana, minha esposa vai participar do Dance Star 2015 daqui a dois meses. Conhece empresas brasileiras que atuem lá ou viceversa? Pois queremos pedir patrocínio. Muito obrigado

  9. Tatiana adorei seu texto!! Meus parabéns!!
    Estou morando em Zagreb e gostaria muito de saber onde fica essa lojinha de produtos importados que vc compra o leite condensado.. se puder me ajudar me dando o endereço eu agradeço…..

  10. Oie! Estou namorando um Croata e provavelmente serei eu que mudarei do Brasil para Croacia…gostaria de saber um pouco de vocês como é o processo de adaptação, se dá pra arrumar trabalho, como é o custo de vida, o idioma…enfim.
    Estou com viagem marcada para conhecer a Croacia em Maio/2017. Quero trocar figurinhas pois em breve terei que me decidir….hoje trabalho em uma multinacional e tenho uma vida estabilizada aqui…não sou “novinha” mais..rsrsrsrs….decisão dificil… sempre é né…
    ….podem me ajudar?
    meu email: [email protected]

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui