Croácia – Estudando na Universidade de Zagreb

14
623
Fonte: Unplash
Advertisement

A Universidade de Zagreb (em croata, Sveučilište u Zagrebu) foi fundada em 1669 e é uma das mais antigas da Europa. Tem mais de 75 mil alunos e possui um orçamento anual de mais de 200 milhões de euros. Em 2006, a Croácia aderiu ao sistema de Bolonha, que é um conjunto de acordos e regras que visam a compatibilidade e a qualidade do ensino superior na maioria dos países na Europa.

Qual a diferença entre o sistema brasileiro e o de Bolonha?

A principal diferença é a quantidade de anos necessários para se graduar. Por exemplo, os cursos de engenharia no Brasil geralmente duram 5 anos, sendo obrigatório fazer estágio no último ano. Na Croácia, a graduação dura somente 3 anos, não é obrigatório fazer estágio e obtém-se o título de graduado. Se o aluno quiser, pode ainda continuar os estudos por mais dois anos, e sairá da faculdade com título de mestre na área escolhida.

O sistema de Bolonha também dá a possibilidade da realização de provas parciais durante o semestre letivo, geralmente três. Se o aluno não obter a pontuação necessária, ele ainda tem a possibilidade de fazer uma prova com todo o conteúdo do semestre no final do mesmo. Pode-se fazer tal prova até três vezes. Porém, se mesmo assim o aluno não obter a pontuação mínima, ele ainda pode ir à frente de uma comissão composta por professores que lhe farão perguntas sobre a matéria.

Quanto custa estudar na Universidade de Zagreb?

Para os alunos que possuem cidadania croata ou de qualquer país da União Europeia, todos os cursos, da graduação até o pós-doutorado, são gratuitos. No entanto, os alunos devem pagar as matérias repetidas, ou seja, aquelas nas quais não foi obtida a pontuação mínima mesmo após a prova em frente à comissão de professores. Paga-se por pontos que cada matéria possui. Por exemplo, a matéria “Estatística” possui 7 ECTs (pontos) e por cada ponto se paga 140 kunas (em torno de 20 euros). Assim, o aluno pode cursar a matéria novamente no próximo ano letivo.

Os alunos estrangeiros devem pagar o valor de acordo com o curso escolhido. A maioria dos cursos, como engenharia, direito, línguas, etc, custam 8.400 kunas (em torno de 1.120 euros) por ano letivo. Medicina, no entanto, custa 9.600 kunas (1.280 euros) por ano letivo.

Além disso, os alunos não croatas devem comprovar o conhecimento da língua croata a fim de participar do processo de seleção de alunos, já que a maioria dos cursos são nesta língua.

Existem cursos em língua inglesa na Universidade de Zagreb?

Claro! Por enquanto, existem dois cursos de graduação, quatro de mestrado e dois de doutorado. Esses cursos são pagos e deve haver um número mínimo de estudantes para a abertura do curso. Além disso, a Universidade de Zagreb participa do programa Erasmus (programa de intercâmbio para alunos europeus) e tem convênios com várias universidades do mundo, inclusive do Brasil. Para maiores informações, visite o site da Universidade.

Quais são os benefícios e infraestrutura da Universidade de Zagreb?

A Universidade de Zagreb tem faculdades espalhadas por vários pontos da cidade e isso é muito bom pois não contribui para o aumento do trânsito. Também oferece várias bolsas de estudo para alunos de excelência acadêmica, estrangeiros ou não.

Algo muito bom sobre ser estudante na Croácia é o fato de podermos trabalhar através de um “contrato de estudante”. Esse contrato possibilita que o empregador pague menos impostos sobre o trabalhador (nesse caso, o estudante) e faz com que mais estudantes tenham experiência de trabalho antes mesmo de terminarem a faculdade.

Há também quatro dormitórios estudantis na cidade, que são muito baratos (cerca 50 euros/mês) e bem equipados, porém são direcionados para alunos croatas e àqueles que estão fazendo intercâmbio. Os alunos também têm direito a refeições subvencionadas pelo governo nos vários restaurantes universitários espalhados pela cidade. É possível fazer uma refeição completa por menos de 1 euro, com entrada, prato principal, pão e sobremesa.

Além disso, como a Universidade usa o sistema de Bolonha, o diploma obtido na Croácia é válido em praticamente toda a Europa.

Afinal, como é estudar na Universidade de Zagreb?

Como ainda não há muitos estrangeiros estudando na Universidade de Zagreb, os professores, funcionários e alunos ficam meio chocados quando descobrem algum aluno estrangeiro na faculdade. Isso não quer dizer que eles são preconceituosos, muito pelo contrário! Todos os meus professores até agora foram super simpáticos e entendiam o fato de eu ter dificuldades em falar a língua croata, inclusive me ajudavam em muitas coisas no começo, como permitir que eu fizesse alguns trabalhos e provas em inglês.

Eu estudo engenharia têxtil na Faculdade de Tecnologia Têxtil. Como não é um curso de graduação comum no Brasil, eu não sabia muito sobre o que esperar dele. Me surpreendi! No primeiro ano e meio tive as matérias básicas de engenharia, como matemática, física, química, estatística, mecânica, termodinâmica, eletrônica, etc. Na metade do segundo ano começamos a ter matérias mais específicas da profissão, como fibras, melhoramentos de tecidos, técnicas de coloração, ecologia na indústria têxtil, análise de tecidos, entre outros.

Posso dizer que o meu curso é muito técnico. Não é como na maioria das faculdades do Brasil, que formam engenheiros “administradores” que têm um conhecimento muito abrangente sobre muitas matérias diferentes. Praticamente todas as matérias incluem aulas em laboratórios, onde podemos ver na prática o que aprendemos em sala de aula. Aqui o conhecimento é específico e técnico, e prepara os alunos para trabalharem em pesquisa, indústrias, desenvolvimento, etc.

Outra vantagem é que o custo de vida em Zagreb é muito barato, o que facilita a vida dos estudantes, principalmente nos primeiros anos da faculdade quando é difícil arranjar trabalho por causa das obrigações e aulas.

Espero que eu tenha conseguido explicar um pouco sobre como funciona a Universidade de Zagreb e que isso atraia muitas pessoas esforçadas e estudiosas que tenham interesse em estudar aqui.

Pozdrav!

14 Comentários

  1. Nathalia, quanto ao idioma croata, quanto tempo voce levou para aprender? Digo, nivel A1…? Estou na Croacia ha quase 9 meses e nao consigo aprender esse idioma dificil.

    • Oi Daniella!

      Comecei realmente a entender e falar croata bem depois de 1 ano aqui. O que mais me ajudou foram as aulas de croata, o convívio com pessoas croatas e as aulas na faculdade. O importante é não ter medo em falar! Você tem que tentar falar croata o tempo todo, pois os erros são comuns e com o tempo você vai eliminá-los! Boa sorte!

  2. Nathalia, você tem alguma escola de idiomas para indicar ai na Croácia? Chego dia 25 de janeiro, mas já queria estar com alguma indicação para fazer a matrícula e de repente, conseguir uma carta de recomendação para matricula.

    • Oi Suzzany, obrigada pelo comentário! O melhor curso para aprender croata, na minha opinião, é o Croaticum (croaticum.ffzg.hr/). O semestre de verão começa em março, então você pode se matricular em fevereiro. Para se matricular no Croaticum não é necessária uma carta de recomendação. Boa sorte!

      • Nathália, por favor, estudando o idioma croata eu posso me manter no país, estou certa ?
        Estou tentando contato por email com a escola q vc indicou e não obtenho resposta.
        Estou pensando em efetuar a matrícula pelo Brasil.
        Poderia me ajudar c informações ?

        Obrigada !

        • Oi Katia! A Croácia segue as mesmas regras de imigração que outros países da União Europeia, ou seja, você pode ficar até 90 dias como turista e sem visto. Se você planeja fazer somente um semestre de curso de língua croata, sugiro ficar só no visto de turista mesmo pois o semestre escolar na verdade dura 3 meses e meio. Se for ficar mais de 90 dias, você pode aplicar para um visto de estudante, que é possível obter com um comprovante de matrícula no curso de croata. O Croaticum geralmente não responde aos emails (até hoje não sei o motivo) e não é possível fazer a matrícula no Brasil, você pode ir pessoalmente ou pedir para alguém que mora aqui ir fazer a matrícula para você. Espero ter ajudado!

  3. Oi Nathalia, pretendo ir no segundo semestre desse ano, ou primeiro do próximo ano pelo Erasmus. As disciplinas serão oferecidas em inglês e gostaria de saber se dar pra se virar bem ai só falando inglês? E a respeito de festas, baladas e afins… Como funciona? E os ritmos musicais mais ouvidos por ai? Gostei muito das suas publicações, bem esclarecedoras, parabéns !

    • Oi Dayvson!

      Obrigada pelo comentário! Aqui em Zagreb a maioria dos jovens fala inglês, então não vai ser um problema se comunicar na faculdade, por exemplo. Mas sempre é bom saber pelo menos o básico da língua croata para poder se comunicar no dia a dia. Zagreb não é muito conhecida pela vida noturna pois infelizmente não há muita variedade nas baladas. Há muitas baladas de “cajke”, que é tipo a música sertaneja brasileira. O que os croatas curtem mesmo é ir aos cafés!

      • Entendi. E em relação a oportunidades de emprego/estágio? Curso Engenharia Mecânica e já conclui o ciclo básico e mais da metade do ciclo profissional. E em relação a conciliar, trabalho/universidade, eles dão suporte/apoio para que os jovens trabalhem e adquiram experiência profissional?

        • Oi Dayvson. O mercado de trabalho aqui na Croácia está bem ruim, principalmente para recém formados. Não há muito (quase nenhum) apoio para os jovens adquirirem experiência profissional antes de terminar a faculdade. Acredito que isso acontece também porque nos cursos de engenharia daqui não é obrigatório fazer estágio para se formar (pelo sistema de Bolonha). Acredito que somente nos cursos da área de saúde, como medicina e enfermagem, é obrigatório fazer estágio. Espero não ter te desanimado, mas é necessário ter as expectativas certas ao vir estudar aqui.

  4. Oi, Nathália. Como você fez o contato com o curso? Porque como posso tirar um passaporte de estudante se eu não posso fazer as coisas do Brasil?

    • Oi Erika!No primeiro semestre eu não entrei em contato com o curso diretamente porque eu ganhei uma bolsa de estudos, então o escritório que resolveu toda a papelada. Para tirar um visto de estudante, vc tem que estar matriculada no curso, ter um seguro saúde, e comprovar fundos para se sustentar durante o período do curso. Até onde eu sei vc pode aplicar para o visto de estudante aqui na Croácia mesmo, mas entre em contato com a embaixada da Croácia para informações oficiais. Boa sorte!

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui