Irlanda e Malta – uma comparação entre os países

1
2252
Advertisement

Olá! Eu escrevo para o Mamãe Tagarela, meu projeto pessoal, e agora vou colaborar com o Brasileiras para o Mundo.

Morei de 2008 até 2016 na Irlanda, em diferentes lugares: Dublin, Dundalk (na fronteira com a Irlanda do Norte) e Gorey (mais para o sul de Dublin).

Desde o início de 2017 eu moro em Malta e, como conheço esses dois países, decidi fazer uma comparação para ajudar quem está na dúvida de qual país migrar.

Se você quer somente estudar inglês ou se está mesmo migrando sozinha ou com a sua família, essa comparação poderá te ajudar.

Moradia

A primeira coisa que pensamos quando falamos em ir morar em outro país é “onde vou morar” ou “quanto vou pagar de aluguel”. Definitivamente a Irlanda é um país onde a moradia é mais cara do que Malta.

Irlanda – Para vocês terem um exemplo, em 2016 uma casa de dois quartos em Swords, que é uma área boa, perto do aeroporto, mas não é uma das áreas mais nobres, saía por  ‎1.500 euros em média. Swords fica mais ou menos há 40 minutos do centro de Dublin.

Malta – No início de 2017 você conseguia, pelo mesmo valor, um apartamento bem grande de 3 quartos em uma das áreas mais nobres da Ilha, Sliema/St Julians.

Mercado

Nesse quesito tenho que confessar que Malta sai perdendo, já que a ilha produz poucas coisas, não tem muito espaço para o cultivo. Os produtos em Malta são em sua maioria importados, o que encarece o valor final.

Irlanda – Para dar a vocês um exemplo, na Irlanda eu comprava um sabão chamado Persil, para lavar roupas de bebê. Nos grandes mercados como Tesco e Dunnes, ele custava 6 euros o preço cheio, mas na maioria das vezes eles faziam promoção de compre um, leve outro, ou seja, eu pagava 6 euros em duas embalagens grandes. Além disso, esses dois mercados sempre fazem promoções de compre um e leve outro, ou de compre um e pague a metade do preço no segundo, de diversas marcas, que dá para pagar baratinho.

Para economizar beeem, tanto o Tesco quanto a Dunnes têm uma estante de produtos que estão para vencer no dia ou no dia seguinte. Nessa sessão do mercado dá para comprar coisas absurdamente baratas perto da data de validade. Eu já comprei um saco de tangerinas a 3 centavos de euros para serem consumidas até o dia seguinte. Mas é preciso ficar de olho se o produto ainda está com uma “cara” boa.

Malta – Aqui em Malta o mesmo sabão custa 8 euros e ponto final. Nunca achei promoção dele e por isso tivemos que mudar de marca, pois não dava para continuar pagando esse valor. Em Malta é bem mais raro achar promoções compre um e leve outro, por exemplo.

Além disso, os produtos são vendidos mesmo com a validade vencida (uma amiga já comprou produto fora da validade sem querer). Nunca vi nenhum mercado remarcando o preço do produto porque a validade estava perto do vencimento.

Comer fora

Irlanda – É possível comer fora com a família de vez em quando, mas não é um dos lugares mais baratos. Porém, a comida vem muito bem servida, já que os irlandeses gostam de comer bastante. Um pint (500ml de chopp) custa por volta de 7 euros, e um prato por volta de 18 euros.

Malta – Comer fora em Malta é muito mais barato. Um pint custa cerca de 4 euros e um prato aproximadamente 11 euros. A não ser que você queira comer um prato de carne, aí você vai pagar 25 euros por ele. Bife aqui em Malta é muito caro, até mesmo nos mercados o preço da carne é alto.

Clima

Irlanda – Lembro-me que todos esses anos que eu morei na Irlanda, eu ficava o inverno inteiro com esperanças de que o verão seria bom. Aliás, acredito que a esperança de ter um bom verão sempre existiu e existirá no país, pois todo inverno é a mesma conversa “quanto pior o inverno, melhor será o verão”. Não era, mas eles são irlandeses e não desistem nunca.

O problema da Irlanda são as chuvas. Chove muito o tempo todo, o ano todo. Não é à toa que o país é tão bonito e tão verde. O segundo problema são os ventos.

Nos meses de novembro e dezembro chove bastante. Em janeiro e fevereiro é mais frio e mais seco. O resto do ano dá para suportar, mas ainda chove e venta muito. Nos meses de verão… bem, não tem verão. Entre junho, julho e agosto, a Irlanda tem no máximo uma ou duas semanas de sol e muito calor de, pasmem, 20 graus! Eu costumo dizer que esse é um dos poucos defeitos da Irlanda.

Malta – O clima aqui é muito melhor. Mas nos meses de julho e agosto chega a ficar insuportável porque o clima é seco, não cai uma gota de água, muitas vezes chegando a chover areia do Saara. Isso mesmo que você leu! Quando chove, por diversas vezes, a chuva vem carregada de areia do Saara também.

O país é seco e, para piorar, as casas e construções têm cor de terra. Segundo uma amiga que mora aqui há 7 anos, isso é “lei”, você não pode colorir a sua casa. Aliás, casa é difícil de se encontrar. Em Malta tem muito prédio, é um país que cresce para cima porque não tem muito espaço para crescer para os lados.

Mas as praias são absurdamente lindas. Foi em Malta (Gozo e Comino) que eu encontrei praias e o mar mais lindo que eu já vi na vida. Quem já visitou a Lagoa Azul em Comino sabe do que eu estou falando.

Roupas e compras de produtos

Irlanda – Para encontrar tanto roupas baratas como roupas de marca, na Irlanda é mais fácil. Roupas baratas você encontra em lojas como Dunnes ou Penneys (no Reino Unido chamam de Primark). E roupas de marca são fáceis de serem encontradas no centro de Dublin como em Grafton Street, no Shopping Ilac, no Jervis, no Shopping Dundrum (mais afastado do centro) e no Shopping Pavillion que fica em Swords (perto do aeroporto). Há muitas opções boas, baratas e caras, de todos os gostos e para todos os bolsos.

Malta – Já em Malta só existem duas opções de shoppings fechados: o Tigne Point e o Pavi, que fica perto do mercado Pamma. A maioria das lojas são de rua, mas você acha marcas. Nem tantas quanto na Irlanda, mas acha.

Lojas como Mothercare, Next e Clarks, onde eu costumava comprar sempre na Irlanda, também encontrei em Malta. Mas os preços das mesmas roupas são levemente mais altos. Um vestido para a minha filha, que paguei 13 euros na Next da Irlanda, aqui encontrei, no mesmo modelo e tamanho, por 16 euros.

Para roupas baratas não tem Penneys e não tem Dunnes, mas tem Kiabi, que é uma loja francesa. Eu gostei das roupas para crianças, mas para adultos achei de gosto duvidoso.

O povo

Irlanda – O povo irlandês é inigualável. Por vários anos foram considerados os mais simpáticos de toda a Europa. Eles são realmente felizes, estão (quase) sempre com um sorriso no rosto, fazem piada o tempo todo de tudo. São extremamente bem educados: é “bom dia”, “desculpa” e “com licença” o tempo todo. Fiz amigos para a vida toda na Irlanda, inclusive os padrinhos da minha filha.

Malta – O povo em Malta é mais sério, mais fechado. Estranhei no início quando eu dava bom dia para o motorista do ônibus e ele nem olhava na minha cara. Eles não sorriem, não pedem desculpa, não pedem licença. Vivem brigando nas ruas, no trânsito – não têm muita paciência uns com os outros. Meu marido diz que é porque o salário mínimo em Malta é baixo e o povo ganha mal. Realmente dessa forma não tem como estar feliz o tempo todo.

A língua

Irlanda – Na Irlanda as duas línguas oficiais são o irlandês (gaélico) e o inglês. Mas a verdade é que, apesar de você encontrar nas placas e nas comunicações oficiais do governo, o irlandês gaélico é uma língua morta. Muito raramente, no interior, você vai encontrar uma família falando gaélico entre si.

Malta – Na República de Malta as duas línguas oficiais são o maltês e o inglês. Porém, eles não falam muito bem inglês. Eles falam o tempo todo maltês entre si (que tem a sonoridade de uma língua árabe) e também se fala muito italiano, apesar de não ser uma língua oficial. O maltês é uma língua viva, falada e ensinada nas escolas. Nos encontros de família eles só falam maltês entre si. Você está na festa de família e não fala maltês? Você que se vire para entender então, porque ninguém vai falar inglês por sua causa. Algumas pessoas mais idosas não falam um bom inglês, cometendo erros gramaticais o tempo todo (meu inglês não é excelente, mas até mesmo eu percebi).

Por fim, escolher em qual ilha morar eu acredito que depende muito do seu objetivo de vida. Os dois lugares são maravilhosos tanto para estudar quanto para migrar com a família. Tudo é questão de gosto.

O vídeo abaixo compara saúde e educação nos dois países:

1 COMMENT

  1. Olá Thais! Adorei seu comparativo, pois realmente é uma de minhas dúvidas. Preciso fazer um intercâmbio para aprender o inglês, meu nível é básico e tenho bastante dificuldade com o idioma. Se optar por Malta é possível aprender corretamente já que os nativos cometem erros e falam muito o maltês? Obrigada.

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.