Manias e hábitos alemães que eu adquiri

1
4552
A louca do supermercado, à espera do apocalipse zumbie todos os domingos.
Advertisement

Quando a gente chega em outro país, com uma cultura totalmente diferente, costumes, manias, jeitos de ver e viver a vida, a primeira coisa que acontece com a cabeça da gente é o chamado: choque cultural. Chega a dar um nó no cérebro – além da língua, obviamente – pois tudo que conhecíamos e estávamos acostumados por toda a nossa vida no Brasil se vai pelo ralo; é tudo diferente, e agora?

Ao mesmo tempo que isso dá um tremendo medo e assusta, é uma das partes mais legais que vivemos quando nos mudamos para outro país e, hoje, eu posso dizer que adoro, pois é um crescimento e aprendizado instantâneo, mesmo que a gente não queira.

Quando cheguei aqui em Hamburgo, há 1 ano e meio (sei que não é muito tempo, mas para mim o suficiente para aprender MUITO), eu vi de cara um MONTE de manias e costumes super estranhos dos alemães que, para mim, como brasileira, não faziam sentido. E como boa julgadora cultural que sou (todas nós somos um pouco, admitam!), eu torcia o nariz e dizia para mim mesma: “até parece que um dia farei isso, que coisa de gente doida, esses alemães são todos loucos, nunca vou pegar essa mania.

Pois bem, estou eu aqui, 1 ano e meio depois, despida de julgamentos, sem vergonha nenhuma de admitir e assumir que peguei MUITAS manias e costumes deles que antes eu achava bizarro e que, hoje, alguns eu amo e não vivo sem.

É sobre eles que falarei nesse texto, vamos lá!

A primeira mania, ou costume, como prefiram chamar, que eu de cara observei que o povo aqui tem é de tirar os sapatos para entrar dentro de casa, seja na sua própria ou de qualquer outra pessoa. Quando eu ainda morava no Brasil e lia em blogs e matérias sobre a vida na Alemanha e citavam isso, eu já falava: “sério, que frescura tirar os sapatos pra entrar em casa, onde já se viu, pra quê isso?” Pois bem, o motivo, pelo que pesquisei e conversei com alguns alemães a respeito é muito pela higiene mesmo, pois os sapatos trazem sujeiras da rua e eles não gostam disso dentro das suas casas. Hoje vocês me perguntam: “E ai Mah, pra entrar na tua casa precisa tirar o sapato?” E eu respondo com todas as letras: “S-I-M!” As coisas mudam, não é mesmo!? Eu peguei esse hábito e hoje acho maravilhoso, não entendo como as pessoas entram dentro de casa com sapatos, e quando vejo alguém fazendo isso, me dá até aflição, pra vocês verem o quão eu me adaptei e amei esse hábito.

Mania ou costume número dois: Essa não é mania, e sim mais um hábito mesmo, que é a coisa mais linda e maravilhosa que eu acho nessa vida: jogar o papel dentro do vaso! Sério gente, não ter papel sujo dentro do lixo do banheiro trás uma leveza para o ambiente, tirando que melhora até a limpeza, o cheiro e tudo! Isso eu sei que é um hábito, pois aqui a maioria dos banheiros tem estrutura e são feitos para isso, o encanamento funciona, etc. No nosso Brasil, em alguns lugares, isso não teria como acontecer e talvez por isso temos a mania de colocar papel dentro do lixo, não é culpa nossa, e sim dos malditos canos!

Outra mania da galera aqui é fazer um rancho no supermercado no sábado, pois como algumas já sabem, aqui na Alemanha, tudo fecha aos domingos, tudo mesmo, supermercados, farmácias, padarias, shoppings… É o dia de descanso, como eles costumam falar, e com isso, um dia antes, no sábado, o povo vai ao supermercado e compra GERAL, como se estivesse prestes a acontecer o apocalipse zumbi (sem exageros!). Eu, como antiga julgadora cultural, (pois hoje não julgo mais NADA, apenas aceito) achava muito louco e engraçado, as pessoas desesperadas comprando tudo que viam pela frente sendo que é só um dia de supermercado fechado, sabe? Então vocês me perguntam: “E ai Mah, como tu faz no sábado? Compra muito no super?” E eu respondo: “SAI DA FRENTE QUE A LOCA DAS COMPRAS CHEGOU, O APOCALIPSE ZUMBI ESTÁ CHEGANDO!” Brincadeiras a parte, mulherada, sim, eu hoje fico igual ou pior que eles, preciso ir ao mercado e encher o carrinho no sábado para não passar fome no domingo, mais ou menos por ai.

Outra mania que eu peguei com tudo da galera daqui – e para mim é muito boa – e no fundo acredito que eu já tinha ela guardada dentro de mim lá no Brasil, é a mania de levar lanche e marmitas para todo lugar. Aqui se olhar o povo na rua eles tão sempre comendo, seja um pão (como comentei no meu texto sobre os doces aqui) ou sua própria comidinha. Eu AMO essa mania, acho ela saudável, prática, econômica e divertida, pois parece que sempre estamos fazendo um piquenique, seja para irmos viajar, ou apenas para sair para o trabalho. Organizar um lanchinho para sair de casa virou um hobby para mim, e agradeço aos alemães a me incentivarem a isso.

Eu poderia seguir citando mais um monte de manias, costumes e hábitos que eu adquiri ao longo desse tempo aqui, mas acredito que esses são os mais diários mesmo, que eu queria compartilhar com vocês.

E a melhor coisa nessa história toda de adquirir hábitos de outras culturas é que isso nos torna cada vez mais cidadãos do mundo, sabe?

A gente pega um hábito bom daqui, junta com um antigo bom dali, tira os hábitos que achamos ruins e não se adaptam mais a nossa rotina, e seguimos na construção de cidadãos mais completos e cheios de cultura. Quer coisa melhor que isso? Que venham novos hábitos e manias, que eu tô prontinha para adquiri mais uns novos e bacanas por aí.

E vocês, quais foram os hábitos que adquiriram no país onde moram ou já moraram?

Leia sobre o Norte da Alemanha e suas peculiaridades

1 COMMENT

  1. Tudo uma questao cultural mesmo. Sem sapatos dentro de casa, achei que era só coisa de japonês. Hum….não sei se concordo. Agora aqui, temos um péssimo hábito que eu sempre critiquei que é guardar os sapatos dentro de armários, perto das roupas e quase sempre tudo isso fica no quarto de dormir. Fazer compras aos sábados acho que é pq em muitos países o pagamento de salários é semanal.

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui