Peru – Ônibus: uma opção econômica para viajar

0
240
Foto: arquivo pessoal
Advertisement

Apesar de muitos comparativos, viver no Peru nos dá uns confortos não encontrados no Brasil como, por exemplo, fazer uma viagem fantástica e o melhor, com um custo bem baixo.

Apesar de o Peru ser um país relativamente pequeno, algumas cidades mais conhecidas por turistas ficam distantes da capital, Lima. Por esta razão, muitas pessoas acabam indo apenas para uma delas e comprando passagens aéreas diretas para estas cidades, com um custo bem significante.

Praticamente todas as companhias aéreas do país cobram uma taxa extra em dólares para viajantes estrangeiros, o que encarece a viagem. Por esta razão, como ainda não possuo documentos de residente, sou considerada turista, e então, resolvi viajar de ônibus.

Tudo bem, você pode me dizer: as cidades são longe, você é louca? Digo-te, em partes sou louca sim, porque adoro uma aventura… rsrs. Mas depois de muito pesquisar sobre empresas de ônibus (no quesito conforto e segurança), a melhor em minha opinião foi a empresa Cruz Del Sul.  A empresa oferece ônibus de dois pisos, com assentos em couro e reclináveis de 130º ou 160º, dependendo da distância, kit viagem com cobertor e travesseiro, climatização, TV com filmes e músicas, carregador de celular e também alimentação durante a viagem (café da manhã, almoço ou jantar). E o melhor, um preço ótimo!!

Meu roteiro foi Lima – Ica – Arequipa – Cusco – Lima, e o custo total destas passagens foram de S./ 180,00 (cento e oitenta soles).

Para se ter parâmetros de valores x distância, Cusco a Lima são praticamente 1.110 km em 20 horas de viagem e paguei por esta viagem       S/. 69,00 (sessenta e nove soles). Lembrando que, a conversão do soles está em R$ 0,97 reais, praticamente 1 para 1.

Para se ter tarifas a preços mais em conta, a empresa oferece algumas passagens promocionais que chegam até a metade do valor original. Porém, estas passagens não dão direitos a trocas; se não viajar, perde a passagem. As demais passagens, caso deseje, até uma hora antes da viagem, é possível mudar o horário sem nenhum custo. Todas as minhas passagens foram em viagens noturnas e promocionais.

É recomendável que se compre as passagens com certa antecedência para ter acesso às promoções e também garantir sua viagem, pois normalmente os ônibus viajam lotados. A empresa disponibiliza a compra on line, com cartões de crédito internacionais. Mas como os peruanos são um pouco enrolados em quesito organização, pode-se ter uma dorzinha de cabeça, pois já ouvi casos de pessoas que compraram on line e a empresa vendeu o mesmo assento no balcão. Mas caso isto aconteça, eles darão um jeito de resolver, em último caso, te colocando no próximo horário.

Importante resaltar que esta empresa nunca registrou um acidente grave pelas rodovias, mesmo a rodovia de Cusco a Nazcar sendo considerada por alguns sites, uma das mais perigosas do mundo. Com mais de 662 km de curvas perigosas, a beira de precipícios sem para- peito, um erro e a queda é de até 4.400 metros! Mas cruzar estas montanhas é fantástico, e a vista é linda!

Foto: arquivo pessoal
Foto: arquivo pessoal

Uma curiosidade sobre o transporte no Peru é que quase não existe rodoviária (terrapuerto em espanhol..rs), somente em cidades pequenas com pouca estrutura. Normalmente, as empresas possuem uma sede própria, como se fossem realmente um mini-aeroporto. É preciso chegar no local com até uma hora de antecedência, se apresentar e despachar a mala (eles mesmo levam as bagagens para o veículo correto) e para ingressar no ônibus, eles examinam a bagagem de mão e as pessoas passam por detectores de metais.

Vale ressaltar que estou apenas informando para vocês uma experiência que tive, que realmente eu achei superinteressante, apesar de eu pegar um acidente na rota Lima – Cusco. Esse acidente atrasou a minha chegada em 10 horas, totalizando 30 horas de viagem, uma vez que demoraram 7 horas para remover um caminhão que errou a curva e tombou no meio da rodovia.

Há também outras empresas de ônibus parecidas, com os mesmos benefícios, mudando apenas valores e como disse, históricos de viagens.

Claro que sempre tem desvantagens fazer uma viagem mais em conta. Uma delas é o tempo perdido no trânsito, o que resulta em cansaço. Apesar de toda comodidade, é uma viagem bem cansativa.

Um ponto ruim, e que é relatado por todos que passam por esta experiência, é que, os peruanos não são os melhores motoristas. Mesmo com todas estas dificuldades da rodovia e tempo de viagem, em todas as viagens vão apenas dois motoristas que se revezam a cada 4 horas. Eles tem esse mesmo tempo para dormir no próprio ônibus antes de novamente revezar. Acredito que isto faz com eles acelerem muito para que a viagem seja mais rápida, e  eles fazem as curavas em alta velocidade. É possível sentir o ônibus dar uma curvadinha. É de dar medo!

Um fator que também se torna preocupante é que as leis trabalhistas de motoristas não são tão rígidas como no Brasil. Eles não têm obrigatoriedade de pausa entre uma viagem e outra, e isto faz com que o motorista do seu ônibus possa estar emendando duas ou três viagens seguidas, dormindo relativamente mal nas 4 horas que tem de repouso em seu revezamento.

Mas em resumo, é uma grande oportunidade para se conhecer um país rico em cultura e paisagens espetaculares, e sem a desculpa de que é caro!

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui