Porta 65 – auxílio para pagar aluguel em Portugal

2
2132
Advertisement

Existe um programa do governo, aqui em Portugal, dirigido exclusivamente para os jovens onde eles podem receber uma ajuda de até 60% do valor do aluguel, esse programa é o Porta 65.

Se você tem entre 18 a 32 anos e vive sozinho ou com seu companheiro(a) legalmente no país e cumpre com alguns requisitos obrigatórios, esse artigo pode te ajudar.

Quem pode se candidatar?

Como dito mais acima, todos os jovens entre os 18 e 30 anos (32 se for um casal; apenas um pode ter 32) que residam legalmente no país e que não tenham uma renda financeira muito alta.

É necessário também que o jovem ou jovens (casal) cumpram com alguns requisitos:

  • Nenhum dos membros pode receber alguma ajuda do governo
  • Nenhum dos membros pode ser o proprietário de uma residência
  • Nenhum dos membros pode ter nenhum vínculo com o proprietário da residência que será beneficiada pelo Porta 65
  • É necessário ser titular de um contrato de aluguel ou contrato promessa

Veja todos os requisitos aqui

Como se candidatar?

As candidaturas são feitas por internet, no site das Finanças, na data fixada.

As datas são fixadas cada ano e existem quatro períodos de candidaturas: dois períodos consecutivos em abril, um período em setembro e um período em dezembro, no mínimo de 15 dias cada um.

Para fazer a candidatura você precisa criar uma conta com o seu NIF (número de contribuinte)  no site da Autoridade tributária  e logo será enviada uma carta com a senha para a confirmação de tal.

Logo depois, você inicia sessão e espera pelas datas fixadas para fazer a candidatura, mas antes você precisa ter preenchido todos os seus dados corretamente, senão a candidatura não será enviada.

De quanto é a ajuda?

Dependendo da sua renda, da tipologia da sua casa, da região e de outros fatores, se você for selecionado para usufruir do beneficio, você receberá “x” para a ajuda do aluguel. A duração do beneficio é de 12 meses e você pode se candidatar após o término, podendo se beneficiar de até 36 meses de beneficio, ou seja, 3 candidaturas.

É muito importante que o rendimento mensal do jovem ou do seu agregado não seja superior a quatro vezes o valor da renda máxima admitida para cada zona. Por exemplo, se um casal ganha 700€ ao mês,  não poderá concorrer com uma casa de  uma renda superior a 2mil.

Para ter uma ideia de quanto seria seu beneficio, você pode fazer uma simulação ,de acordo com os seus requisitos. Fazer simulação

Não será também o mesmo valor da ajuda em Lisboa como no Porto ou em Aveiro, por exemplo, ou para um T0 como para um T2.

Veja nesse documento os aluguéis máximos permitidos referentes a localização e a tipologia da residência

Resultado das candidaturas:

A análise de todas as candidaturas pode demorar bastante, e a lista de resultados pode sair até 60 dias após o termino das candidaturas de abril e de 45 dias após o termino das candidaturas de setembro e dezembro.

Se estima também que em 2017  mais de 2100  jovens irão ter apoio na prestação da renda da casa. A maioria são Lisboa e do Porto.

Lisboa foi onde se registrou grande parte das candidaturas aprovadas (511) seguida do Porto (341) e Aveiro (105). O T2 foi o que mereceu mais candidaturas (933), seguido do T1 (345) e do T3 (94).

Mais como são selecionados?

Bom, pra escolher no meio de tantas pessoas, o governo segue uma ordem de preferência, estabelecida como:

A – Dimensão e composição do agregado 
B – Proporcionalidade da taxa de esforço (renda igual ou inferior a 60% do rendimento bruto do teu agregado.

C – Rendimento mensal 
D – Proporcionalidade da renda 
E – Situação financeira dos candidatos

Esse programa não só ajudam os jovens, como também os incorpora no mercado imobiliário de uma forma mais rápida.

Portugal sendo um dos países europeus com o menor salário mínimo e uma taxa de desemprego importante, dificulta bastante a independização dos jovens que iniciam sua carreira laboral.

É bastante complicado para um casal que ganha o salário mínimo pagar uma renda de mais de 400€, contando os dois primeiros meses de adiantamento, fora as despesas. Imagina para os que trabalham em meio período? Caso de muitos casais que ou estudam e trabalham ou não conseguem ofertas de emprego melhores.

Como direito do cidadão, é importante conhecer todos os seus benefícios, e usá-los.

A próxima candidatura será em Setembro, se você preenche com todos estes requisitos, não deixe de tentar, pois querendo ou nãoé uma ajuda importante no final do mês, e você poderá até economizar para outras coisas também importantes.

Não esqueça de ter tudo certinho! Todas as informações e dúvidas você pode encontrar no site do Porta 65. Para saber mais

2 Comentários

  1. Olà Gabriela ! Estou tendo dificuldades para tirar minhas duvidas e as da minha namorada sobre realizar o ensino superior em Portugal , como eu poderia falar para tirar minhas duvidas ?! Concorrencia , metodo de seleção , cursos mais concorridos … poderia ser um email ou por face ?!
    Muito Obrigado !

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui