Serviço Latino-americano de Direitos da Mulher na Inglaterra – LAWRS

0
109
Advertisement

Conheci o LAWRS (Latin American Women’s Rights Service) – Serviço Latino-americano de Direitos da Mulher, participando de um workshop organizado para gestantes e mães brasileiras. Desta forma, fui me envolvendo com algumas atividades do grupo.

Esta é uma organização feminista e de direitos humanos que trabalha há mais de 32 anos para fornecer às mulheres migrantes latino-americanas no Reino Unido, ferramentas para reivindicar seus direitos e buscar o empoderamento pessoal e mudança social.

O LAWRS apoia diretamente mais de 4.500 mulheres por ano com programas de luta contra a pobreza e luta contra a violência, incentivando o empoderamento das mulheres migrantes e à sua integração social.

O trabalho é centrado no reconhecimento e nos direitos das mulheres migrantes.

Muitas vezes, ao se mudarem para outros países, as mulheres não sabem ou não tem a quem recorrer em caso de alguma violência (física ou verbal), ou em caso de estar vivenciando alguma situação de vulnerabilidade. A barreira da língua também é um fator que pode agravar esta situação, fazendo com que a mulher se sinta perdida e tenha uma tendência a se recolher ainda mais diante de certas dificuldades.

Portanto, acho importante divulgar para a comunidade brasileira e latina a existência desta organização gerida e cuidada por mulheres e somente para as mulheres.

Foi aí que surgiu a ideia de entrevistar a Marina Comandulli, coordenadora do programa de outreach (divulgação) e integração de Haringey, para que ela possa nos esclarecer melhor as ações do LAWRS.

BPM – O que é a LAWRS ?

Marina – É uma ONG de direitos humanos criada por mulheres latino-americanas que oferece serviços voltados às necessidades específicas das mulheres latino-americanas. Todos os serviços são oferecidos em espanhol e português. Através desses serviços, o LAWRS busca fornecer as ferramentas necessárias para que as mulheres conheçam os seus direitos, além de contribuir para o seu desenvolvimento pessoal e social e empoderamento.

BPM – Como o LAWRS pode ajudar as brasileiras que estão no Reino Unido e quais são os serviços e atividades oferecidas?

Marina – Oferecemos diversos tipos de ajuda, dentre elas:

  • Apoio holístico a mulheres vítimas de de violência (doméstica, sexual ou qualquer outro tipo).

  • Programa ANAHI, o qual oferece acompanhamento psicólogico a qualquer mulher latino-americana.

  • Programa de assessoria em questões de housing (habitação), benefits (benefícios) e debts (dívidas).

  • Programas de outreach (divulgação) e integração: Estes programas organizam atividades como workshops, assessoria individualizada, além de grupos temáticos, por exemplo, para mulheres grávidas ou idosas, em áreas de Londres com uma alta concentração de mulheres latino-americanas (Southwark e Haringey).

  • Atendimento especial às mulheres jovens (14 a 21 anos), através do programa Sem Fronteiras, o qual desenvolve um trabalho com estas jovens, através de expressões artísticas como música, pintura, fotografia, documentários, entre outros.

  • Programa de voluntariado, para a capacitação e desenvolvimento de uma experiência de trabalho no Reino Unido.

  • Levamos informações através da organização de workshops com temas diversos e oferecemos eventualmente cursos de inglês, Yoga, entre outros.

  • Apoio legal em temas de direito de família, trabalho e imigração.

  • Nas segundas feiras, a partir das 9h, o LAWRS oferece um serviço de drop in (visita sem agendamento), no qual o atendimento é feito por ordem de chegada. Durante este atendimento, as mulheres recebem assessoria na área em que estão buscando, desde problemas relacionados à habitação e benefícios até apoio psicológico. Este serviço possui uma alta demanda, e por isso é importante chegar cedo (antes das 9h), para garantir uma vaga.

BPM – Quem são os parceiros da LAWRS? A organização recebe algum apoio do governo britânico ou de algum país latino?

Marina – Nossa ONG é financiada por várias agências e fundações e também contamos com o financiamento de algumas autoridades públicas, como Southwark Council, por exemplo. Além disso, contamos com o apoio de doações individuais e estimulamos as mulheres latino-americanas a afiliar-se a nossa organização. O custo de adesão é de £10 por ano, e permite a afiliada a votar na Assembleia Geral Ordinária para eleger os membros da junta diretiva, além de receber informação sobre as atividades do LAWRS.

BPM – O que a LAWRS sugere para uma brasileira que esteja vivendo em situação de risco aqui no Reino Unido?

Marina – Em caso de violência, sugerimos que ela saiba identificar se ela corre um risco imediato, e em caso afirmativo, que entre em contato diretamente com a POLÍCIA através do número 999. Para tal ação ela pode até conseguir um intérprete na ligação, porém é importante que saiba dizer em inglês palavras básicas como: HELP (socorro), DOMESTIC VIOLENCE (violência doméstica) e o POSTCODE (que é o código postal correspondente ao seu endereço) ou o próprio endereço completo.

Caso a mulher não esteja correndo um risco imediato, porém esteja passando por uma situação de violência (física/ verbal/ sexual/ exploração no trabalho), ela pode recorrer ao LAWRS, através dos contatos deixados no fim desta entrevista.

BPM – Uma informação no site do LAWRS, relata que é crescente o número de mulheres latinas recém chegadas, muitas chefes de família vindas para o Reino Unido para escapar de dívidas e pobreza e que chegam sem nenhum conhecimento da língua inglesa. Como este fator pode influenciar sua vivência aqui?

Marina – Este é um ponto muito importante de ser falado, pois as mulheres que vêm para o Reino Unido desta forma, muitas vezes possuem a ilusão de que receberão algum benefício financeiro do governo e muitas vezes, estão vulneráveis a algum tipo exploração, principalmente quando não têm o domínio da língua inglesa. Neste caso, a exploração pode ser bem abrangente, como exploração do trabalho, onde ela pode receber menos do que deveria, trabalhar em condições insalubres ou não ter os seus direitos reconhecidos, entre outros. As mulheres sem documentação, especialmente, podem ser vítimas de tráfico e exploração sexual, e não são incomuns os casos em que essas mulheres buscam regularizar a sua situação migratória através de um casamento arranjado, e acabam sendo vítimas de abusos.

BPM – Como integrante do LAWRS, qual seu principal conselho para mulheres latinas recém chegadas no Reino Unido?

Marina – Caso ela tenha conhecimento da língua inglesa, sugiro que busque o Citizens Advice Bureau (CAB) mais próximo da sua casa. CABs são agências governamentais que oferecem assessoramento gratuito em temas de habitação, benefícios, emprego, entre outros.

Em caso de ainda não estar familiarizada com a língua inglesa e a cidade, ela pode buscar ajuda do LAWRS, através do serviço de drop in, mencionado anteriormente.

BPM – Como você vê a importância da mulher latina buscar por seus direitos aqui?

Marina – É de extrema importância, pois pode evitar situações de exploração no trabalho e na vida pessoal.  Além disso, pode desmitificar e esclarecer quais são exatamente os direitos e os benefícios aos quais as mulheres têm acesso por aqui. Por exemplo, a lei trabalhista aqui é muito diferente da lei no Brasil, e portanto as pessoas podem se surpreender com isto. Não podemos presumir que os diretos aqui no Reino Unido serão os mesmos do Brasil.

BPM – Quais são os projetos futuros do LAWRS?

Marina – Nossa ONG cresceu muito nos últimos anos e nosso objetivo, neste momento, é manter os serviços que oferecemos hoje em dia. Sabemos que com a questão do BREXIT, muitas coisas podem mudar, e portanto a nossa principal preocupação é assegurar que todos os nossos serviços se mantenham durante este período.

Fonte: Pixabay

BPM – Como brasileira como posso ajudar outras brasileiras e mulheres latinas?

Marina – Como brasileira que já reside no Reino Unido, você pode ajudar a outras brasileiras e mulheres latinas de várias maneiras:

  1. Através da divulgação boca a boca dos serviços do LAWRS para as mulheres que precisam de suporte.

  2. Denunciando situações de risco.

  3. Realizando um trabalho voluntário no LAWRS, que além de contribuir para a organização, contribui para o seu próprio desenvolvimento profissional.

  4. Associando-se a organização.

  5. Participando de grupos de mulheres organizados por LAWRS para compartilhar as suas experiências aqui no Reino Unido, e para formar uma rede de apoio às mulheres latino-americanas.

  6. Contatos LAWRS:

Latin American Women’s Rights Service (LAWRS)
Tindlemanor, 52-54 Featherstone Street.
Londres, EC1Y 8RT
Telefone: 020 7336 0888, 084 4264 0682

Horário de funcionamento:

De segunda à sexta, das 10h às 18h. Fechamos entre 13h e 14h.

Todas as segundas-feiras, oferecemos um serviço sem agendamento, a partir das 9h.

Como chegar:
Nosso escritório está localizado próximo à estação de metrô de
  Old Street (Linha preta). Saída  3

Ônibus: 21, 43, 50, 55, 76, 141, 205, 214, 243 e 271. O ponto de ônibus mais próximo é City Road.

 

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui