Suíça – Dicas úteis para quem deseja turistar no país em 6 dias

0
246
Advertisement

Se a sua ideia é fazer turismo na Suíça mas você não dispõe de muito tempo nem de muito dinheiro, vale a pena conferir algumas dicas.

Como a maioria das cidades principais fica na Suíça alemã, compensa hospedar-se nesta parte, porém evite Zurique que é uma cidade muito cara. De trem você pode viajar para onde desejar e como o país é pequeno, é completamente possível fazer bate-e-volta para variadas cidades, tanto da parte alemã quanto da francesa e da italiana.

100_1109
Rio Limmat em Zurique

Se você deseja ter uma rica visão geral do país, é importante visitar as cidades listadas abaixo:

Parte alemã: Zurique, Berna, Basel, Lucerna

Parte francesa: Genebra

Parte italiana: Lugano

Obviamente existem muitas outras cidades lindas por todo o país, mas se o tempo e dinheiro são escassos, estas 6 cidades lhe darão um panorama geral da Suíça.

Zurique é a cidade mais importante da Suíça e da parte alemã. Genebra é a segunda principal cidade e a primeira da parte francesa. Lugano é a terceira cidade suíça mais importante e a principal da parte italiana.

Berna, apesar de pequena, deve ser visitada pois além de linda, é a capital do país. Basel é uma cidade extremamente importante e liga a Suíça à França e à Alemanha. É possível ir para muitos lugares, inclusive para Paris, pegando o trem em Basel. É uma cidade grande, com importantes associações brasileiras.

100_0356
A linda capital suíça: Berna

Lucerna é uma cidade altamente turística e charmosa que dá acesso a importantes montanhas como Titlis, Monte Pilatus e Rigi. Se você vai no verão porém deseja conhecer neve, opte por Titlis – esta montanha tem neve durante o ano todo. Se você pode visitar apenas uma montanha, aconselho a descartar Pilatus porque o clima é muito instável e quando fui, subi escadas infinitas para no final me deparar com névoa e mais névoa. Ouvi dizer que quando o clima está bom a vista é muito bonita.

100_0386
A ponte da Capela em Lucerna: passeio imperdível

Se você se hospedar em uma cidade bem pequena como Baden, além de ter a oportunidade de conhecer um lugar lindo, poderá economizar em hospedagem. Baden também é cara, entretanto menos que Zurique e fica a apenas 24 km da mais importante cidade suíça.

Vale a pena adquirir por aproximadamente 100 francos uma carteira que dá 50% de desconto para viajar de trem e passear nas montanhas. Apenas para ter uma ideia, uma entrada para Titlis custa quase 70 francos – isto é, num simples passeio paga-se mais ou menos um terço do que você investiu na sua carteirinha. O valor de aproximadamente 100 francos tem validade anual. Você também pode optar por fazer uma carteirinha mensal.

O inverno é uma boa época para visitar a Suíça se você gosta de esquiar ou curte muito neve e dias frios como eu. Caso contrário, a grande vantagem do verão é ter a possibilidade de se divertir desembolsando pouco.

No verão, fazer passeios a pé é muito bom porque as paisagens são de cair o queixo e de graça. As cidades sempre têm um lago lindo e muita gente aproveita julho para nadar e pegar um solzinho, ambas atividades gostosas e gratuitas.

Evite peixes, frutos do mar e carne bovina nos restaurantes. São os pratos mais caros e a carne bovina não tem a mesma qualidade que a nossa. No restaurante da montanha Titlis um bife com batatas fritas custa mais de 80 reais e a carne é um pouco dura.

Opte por massas, carne suína, frango ou salsichas. Se você gosta de salsichas, poderá comer bem sem gastar muito em qualquer uma das cidades, principalmente nas alemãs. Há cerca de 2 anos, em Basel, gastei mais ou menos 20 francos (cerca de 80 reais) com duas canecas grandes de ótima cerveja e uma salsicha gigante que poderia alimentar três pessoas. Juntamente com a salsicha, serviram variados tipos de mostrada e pães.

100_0481
Basel

No verão, uma boa opção também para quem quer se divertir e economizar é comprar algumas guloseimas em um supermercado e fazer um piquenique à beira de um lago. No inverno, experimente a raclette e em qualquer época o rösti.

Evite caipirinhas também. São caras e fracas. Procure pesquisar lugares mais frequentados por suíços e residentes. Lugares muito turísticos, como em qualquer outro país, costumam ter preços abusivos.

Fuja dos souvenires. Eles são escandalosamente caros. Se quiser agradar a algum parente ou amigo, compre uma caixinha de bombons variados.

A rede de supermercados Migros também possui restaurantes que oferecem refeições mais em conta.
Se você gosta de arte e quer economizar, deixe para ir a Zurique na quarta-feira. Toda quarta o Museu de Arte tem entrada franca.

Visitando as seis cidades listadas no início do post você poderá passar 6 dias no país. Use um dia para cada cidade, que é tempo suficiente para sentir e apreciar a aura de cada uma destas preciosidades.

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui