Turismo na região de Turíngia, na Alemanha

0
256
Fonte: Acervo pessoal
Advertisement

Quando se fala em Alemanha, quais lugares vêm primeiro à sua cabeça?

Berlim, Frankfurt, Hamburgo e Munique? Talvez ainda Colônia, Düsseldorf, o Castelo de Neuschwanstein e Baviera. Mas já ouviu falar no estado de Turíngia, o “coração verde da Alemanha”? Muitos alemães também não. Por incrível que pareça, já encontrei muitas pessoas daqui que, ao se depararem com o nome ‘Turíngia’, não sabiam que se tratava de um Estado. Não raro, pensam ser um local que faz parte da Saxônia (estado vizinho). E não consigo entender bem o motivo.

No geral, a antiga Alemanha Oriental é menos popular entre os turistas. Principalmente por ter uma estrutura econômica ultrapassada, conservadorismo e o estilo de vida imposto pelo antigo regime comunista na época em que a Alemanha era dividida, entre outros fatores. No entanto, não é pouco o que esse pequeno estado no centro-leste do país tem a oferecer.

Os preços são um bom começo. Mesmo Erfurt, a capital de Turíngia, não pode ser comparada nesse quesito com cidades do oeste ou sul alemão. Seja para hospedagem, restaurantes ou opções de lazer, os ‘Ostpreise’ (preços do leste) são imbatíveis.

Neste lado do país, o custo de serviços e produtos podem custar até a metade do que custaria em Munique, por exemplo. Outro ponto super positivo é a culinária local. Pessoalmente, os melhores restaurantes que conheci na Alemanha estão em pequenas cidades da Turíngia.

Os pratos típicos como Klöße, Bratwurst e Rostbrätel são ainda mais deliciosos por essas bandas.

Mais atrativo do que os preços e a comida, é o que a região tem a oferecer.  A Turíngia tem o apelido de “coração verde” do país: 33% da área total é apenas floresta. Sem a presença de grandes cidades industrializadas ou conglomerados urbanos, o estado possui áreas vastas de natureza pura. A paisagem de conto de fadas é completa com os incontáveis lagos, montanhas, castelos e fortes que podem ser encontrados por todos os lados. Uma das mais importantes figuras da literatura alemã, Goethe já dizia:”Em que outras terras alemães encontram-se tantas coisas boas em uma área tão pequena?”

Para não ficar apenas na imaginação, aqui vão alguns exemplos de lugares de tirar o fôlego que podem ser encontrados no incrível estado de Turíngia:

Erfurt

Fonte: Acervo pessoal

Começando pela capital do estado, Erfurt não é uma cidade muito grande em comparação a outras capitais como Stuttgart e Düsseldorf. Na verdade, talvez seja por isso mesmo que mantenha essa característica tão fofa. É possível ver praticamente tudo andando a pé. Além da imperdível Catedral de Erfurt e toda a praça ao entorno, aquelas casinhas típicas em estilo enxaimel podem ser encontradas em vários cantos da cidade. Krämerbrücke, a rua em forma de ponte mais longa da Europa, é um dos pontos mais bonitos para apreciar essa arquitetura. São várias casinhas coloridas alinhadas acima do pequeno rio. A Cidadela Petersburg e o Egapark (exposição de jardinagem com uma área de 36 hectares) são outras atrações que valem muito a pena.

Eisenach

Fonte: Acervo pessoal

Aqui o principal é, sem nenhuma dúvida, o Castelo de Wartburg. Localizado no alto da cidade, é patrimônio mundial da UNESCO desde 1999. Além da arquitetura e história do local, a vista lá de cima é encantadora. O centro de Eisenach, onde o Palácio da Cidade e a Prefeitura podem ser encontrados, também é muito bonito e, novamente, as casas em estilo enxaimel estão presentes. Além do famoso compositor Johann Sebastian Bach ter nascido nessa pequena cidade, também foi lá onde Martinho Lutero traduziu o Novo Testamento para o alemão. Por isso, devido aos 500 anos da Reforma Protestante completados em 2017, o Castelo de Wartburg e outros locais da Turíngia contam com programações especiais durante este ano.

Weimar

Não é possível falar sobre a Turíngia sem mencionar Weimar. Não apenas os diversos museus, mas a cidade inteira respira arte, cultura e história. Uma lista de locais para visitar nem sequer é necessário. Um simples caminhar pelas ruas já é suficiente para se encantar. O Castelo e Parque Belvedere, a praça principal (Markt), o Castelo Verde e Parque Ilm são algumas das belezas a serem encontradas pelo caminho. Para quem quiser se aprofundar na cultura local, Weimar é o lugar perfeito: mais de 25 museus estão à disposição para todos os gostos.

Saalfeld

Fonte: Acervo pessoal

Apesar das outras cidades também serem pequenas (característica da Turíngia), Saalfeld tem um ar ainda mais provinciano. Rodeado de natureza pela Floresta da Turíngia, este é o local certo para quem procura tranquilidade, ar puro e a diversidade do meio ambiente. Para completar, é em Saalfeld onde podemos encontrar as “Grutas das Fadas” (em alemão: Feengrotten). Lá estão cavernas de uma antiga mina, onde inúmeras formações minerais coloridas podem ser vistas. Aparentemente esses minerais foram formados ao longo de muitos anos por água escorrendo através de rochas relativamente macias.

Enfim, só mesmo estando lá para absorver a magia de um local tão bonito e com tanta natureza ao redor.

Drei Gleichen

Esse é um dos lugares mais interessantes na minha opinião. Traduzindo o nome, os “Três Iguais” são um grupo de 3 castelos na Turíngia. Eles são chamados assim devido à semelhança entre si e estão no alto de montes que ficam entre as cidades de Erfurt e Gotha. Apesar da altura e dos muitos quilômetros, algumas pessoas fazem uma caminhada passando por todos eles. Dependendo da rota escolhida, o percurso pode variar entre cerca de 12 até mais de 30 km. Apesar de particularmente ainda não ter feito isso, acredito que deve valer muito a pena.

Thüringer Wald

Por falar em caminhada, o melhor ficou para o final. Como uma das maiores áreas verdes da Alemanha, a Floresta da Turíngia é um prato cheio para todos os gostos: tanto para quem gosta de apenas relaxar e aproveitar a natureza quanto para aqueles que precisam da adrenalina dos esportes. Nos meses mais quentes, não tem nada melhor do que caminhar ao ar puro, fazer um piquenique, apreciar os castelos e toda a diversidade da natureza. No frio, com montes cobertos de neves e a água congelada, o paraíso dos esportes de inverno também é aqui.

Na verdade, a minha principal dica é fazer um tour de carro pelo estado, pois a paisagem é mesmo de tirar o fôlego. São tantos os lugares encantadores encontrados pelo caminho que não acredito ser possível resumir em nenhum guia turístico.

Sou completamente apaixonada pela Turíngia e tenho certeza que muito mais gente também seria se fosse conhecer. Ir além do óbvio de vez em quando pode trazer muitas surpresas, ainda mais quando se trata de turismo.

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui