Uruguai – Recomeço profissional morando fora do Brasil

26
2070
Advertisement

Quando decidimos mudar de país sabemos que estaremos expostas a um turbilhão de novidades e desafios que teremos que reconstruir absolutamente tudo ao nosso redor.

Com o tempo vamos nos acostumando com o clima, a comida, a saudade e gradativamente parece que uma rotina saudável se instala outra vez. Mas, se tem algo que pode ser difícil de se acostumar é com a possibilidade de não poder exercer sua profissão no novo país.

É bem verdade, que há muitos casos de mulheres que estão insatisfeitas com a atual escolha profissional e a mudança de país acaba servindo como facilitador na troca do rumo laboral. Sem dúvida, nesses casos há maior facilidade de recolocação no mercado, já que a pessoa está experimentando de tudo para ver no que se encaixa.

A história costuma ser um pouco diferente quando a gente já se encontrou em uma profissão e não se vê trabalhando para o resto de nossas vidas em outra função.

512d9973-a39f-49c9-a8b4-eb4b667af334

Eu sou psicóloga e sabia que seria infeliz se não pudesse clinicar de novo. Por isso, no último ano que passei no Brasil, pesquisei bem sobre trâmites e documentos que teria que providenciar para revalidar meu diploma no Uruguai, país no qual vivo há 4 anos.

Foi um pouco custoso e demorado, mas deu certo!

Tramitar a revalidação na Universid de La Republica (Udelar), universidade uruguaia responsável por este processo, é gratuito. Já os diversos carimbos e selos do consulado e do Ministério das Relações Públicas são pagos e os preços variam. Os valores iniciavam em torno de 20 reais.

49226c4b-debd-4a2a-a339-6d10d807486d

Os documentos mais caros foram sem dúvida as traduções juramentadas, que custaram 1000 pesos cada folha, um pouco mais que 110 reais e dependendo do tamanho do seu histórico pode ficar uma bela fortuna.

Abaixo tem a relação dos documentos que levei:

  •  Histórico detalhado da graduação em Psicologia. Assinado pelo reitor ou diretor da universidade brasileira, com firma reconhecida. Consularizado no Brasil e reconhecido no Ministério de Relações Exteriores no Uruguai.
  •  Tradução simples (não juramentada) desse conteúdo.
  •  Histórico resumido, com carga horária, nome das matérias e notas. Também assinado pelo reitor ou diretor da universidade brasileira, com firma reconhecida. Consularizado no Brasil e reconhecido no Ministério de Relações Exteriores no Uruguai.
  •  Tradução juramentada do histórico resumido.
  •  Diploma consularizado no Brasil e reconhecido no Ministério de Relações Exteriores no Uruguai.
  •  Tradução juramentada do diploma.
  •  Cópia comum da cédula de identidade uruguaia.

Estes documentos foram pedidos para revalidação do curso de Psicologia. Cada curso poderá solicitar documentos diferentes dos que foram pedidos a mim.

Neste link há maiores informações e telefones para contato direto na Udelar.

Depois que esses documentos são entregues na Bedelia da universidade uruguaia, passarão por uma análise que definirá se a carga horária das duas universidades é equivalente ou se será necessário cursar alguma matéria complementar.

No meu caso foram equivalentes, mas demorou quase dois anos para a revalidação ficar pronta. Normalmente o prazo é de um ano.

Ufa! Depois de tanto esperar tudo o que eu mais queria era por a mão na massa, mas ainda havia mais uma permissão a ser pedida.

A licença para atuar como psicóloga é fornecida pela Caja de Profesionales, que funciona como uma mistura entre Conselho Regional e INSS. É necessário agendar hora para fazer o cadastro da profissão neste órgão público, levando cópia do diploma já revalidado e documentos pessoais.

Depois de devidamente inscrito e declarado como atuante, o profissional deverá pagar uma cota todos os meses, sem ela não há licença para trabalhar e ao mesmo tempo funciona como aporte para a aposentadoria, o que eu acho bem legal.

efbe24f2-73db-4246-a148-3b420ba3a89d

No primeiro ano se paga mensalidades a partir de 2500 pesos, pouco mais de 280 reais. O valor das mensalidades vai aumentando de acordo com uma estimativa do salário em relação ao tempo de formado ou com o valor do salário declarado. Mais informações aqui.

A Caja de Profesionales não é obrigatória somente para os psicólogos, existem várias profissões que necessitam de inscrição neste órgão. Há uma relação delas aqui.

Agora sim, com tudo regulamentado é hora de começar a construir, mais uma vez, nosso lugar no novo mercado de trabalho.

Esperar que o diploma seja revalidado para poder trabalhar na maioria das vezes não é uma opção, como não foi para mim. Trabalhei em várias coisas até poder voltar a ser psicóloga. Descobri muitas facetas minhas que não sabia que tinha, ser professora foi uma dessas doces descobertas. Foram experiências importantes que com certeza me ajudaram a entender melhor o funcionamento do país e da minha própria profissão nele.

Tudo o que vivemos irá contribuir para esse novo recomeço. O importante é ter calma para firmar cada passo  necessário rumo ao objetivo profissional.

Boa sorte!

26 Comentários

  1. Uma grande lutadora e persistente no que faz. É muito bom poder conhecer alguém tão íntegra e parceira no trabalho e na vida. A sua experiência e colaboração para outros que pretendem validar o título e começar um novo caminho é de grande valia.
    Sucesso sempre e conte comigo.
    Abraços

  2. Vanessa, obrigada pelas informações. Muito valiosas. Estou começando amadurecer a ideia de me mudar para o Uruguai. Como você foi professora, talvez possa me ajudar com uma dúvida: sou professora no Brasil, formada em Letras com habilitação para ensinar português e inglês. Tenho mestrado também. Você conhece algo sobre esse mercado aí? Ou sabe onde eu poderia conseguir informações?

  3. Olá! Eu curso Licenciatura em História. Saberia me dizer se há possibilidades de validação neste área? Salário médio? Qualquer informação que possa passar é de grande valia.
    Desde já, muitíssimo obrigado!

    • Oi Pablo, não sei muito sobre sua área, mas vou te passar o link da universidade que faz as reválidas aqui Udelar. Também te passarei o link do IPA que é o instituto de formação de professores e provavelmente lá terão as informações completas quanto a documentação, valor da hora de trabalho e situação do mercado. Espero que ajude. Boa sorte!

  4. Vanessa, adorei seu texto, foi bastante esclarecedor. Estou naquela famosa fase de buscas por informações uteis quanto a uma possivel mudança de país. Seria possivel trocarmos emails sobre informações uteis? Minha busca no momento se resume ao custo de vida no pais, como se manter, como estudar, esse tipo de informação. Obrigada.

  5. Oi Vanessa, Muito bom seu blog adorei !!!
    gostaria de saber como foi sua experiencia como professora. Eu tenho licenciatura aqui no brasil como que funciona para poder lecionar no uruguai? Abraços.

    • Oi Wellington, obrigada pelo comentário! Eu também cursei licenciatura paralelo ao curso de Psicologia no Brasil. Mas a experiência em já ter dado aulas abre mais portas que a licenciatura em si. Você pode dar aulas em institutos de idioma, mas não em escolas. O único curso que te habilita para dar aula nas escola é o ministrado pelo IPA – Instituto de Professores Artigas, entra nesse link para conhecer. Mesmo quem é formado em letras não tem o título revalidado para dar aulas nas escolas, por isso é muito comum que ao virem morar aqui cursem o IPA para obter a habilitação. Pode parecer chato, mas por outro lado, mesmo antes de se formarem os alunos costumam estar empregados. Espero ter ajudado. Abraço!

  6. Olá Vanessa!
    Sou bacharel em Enfermagem recém formada,gostaria de saber se é fácil trabalhar ,digo,de conseguir emprego na minha área por aí e quanto é mais ou menos o salário? Abraços…

    • Detalhe, Vanessa eu moro na fronteira (Uruguaiana),mas não tenho ideia de como faço pra morar e trabalhar no Uruguai, quero recomeçar minha vida…

      • Oi Vera, acho que seria importante começar checando a disponibilidade de datas na Imigração para o agendamento do pedido da documentação de residente, sem esses documentos fica difícil trabalhar aqui. Tenho recebido notícias de que nos próximos dois anos não há vagas para a tramitação destes documentos pelo governo uruguaio devido a alta demanda. Boa sorte!

  7. Olá, Vanessa!
    Estou no último ano de Psicologia aqui no Brasil. Em um futuro não muito distante, planejo ir morar no Uruguai. Gostaria de saber se há como resolver essas questões de validação de diploma ainda estando aqui no Brasil.
    Desde já, agradeço!

    • Oi Jorge, você pode irá precisar fazer vários trâmites pessoalmente no Uruguai, pois assinará alguns documentos. O que você poderia ir adiantando no Brasil são os procedimentos de consularizar os documentos da faculdade (histórico, diploma) e reconhecimento de firmas desses mesmos documentos. Boa sorte!

  8. Olá, Vanessa. Sou psicóloga clínica recém formada e moro em Brasília-DF. Você diria que a realidade do mercado daí para a Psicologia é melhor que a do Brasil? Por aqui está muito difícil, principalmente pela realidade dos convênios.

  9. Oi, Vanessa… Muito bom o seu texto! Sou psicóloga/psicanalista e em breve de mudança para Montevidéu. Vi que vc deixou seu email, gostaria de entrar em contato. Abraços

  10. Olá Vanessa…Parabéns pela ousadia e coragem de tomar a decisão de mudar do Brasil.
    Estou na iminência a tomada por essa decisão também. E por felicidade, hoje encontrei sua postagem à qual muito lhe agradeço pelas preciosas informações contidas.
    Sou profissional do direito (Advogado) e gostaria de saber se tem mercado para minha pessoa no Uruguai. Acredito que uma excelente oportunidade seria na área das relações exteriores entre Brasil/Uruguai/Mercosul (penso em me especializar).
    O que você me diria minha querida?
    Agradeço,

  11. Olá Vanessa, gostei muito do seu post e da sua forma de escrever, parabens e muito obrigada por compartilhar conosco. Tambem sou psicóloga, recem formada, e estou pensando em fazer cursos de extensão ou até mesmo uma especialização no Uruguai. Sou da abordagem Cognitivo-comportamental e a área hospitalar me chama muita atenção, voce tem algumas dicas de cursos, universidades, institutos para que eu possa pesquisar? Se puder me dar algumas dicas e mandar links agradeceria muito. Beijos

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui