BrasileirasPeloMundo.com
Austrália Turismo Pelo Mundo

As praias da Austrália Ocidental (Western Australia)

As praias da Austrália Ocidental (Western Australia).

A Austrália é um país incrível. Norte ou sul, leste ou oeste, as paisagens são lindas. A costa inteira é maravilhosa e muda tanto de um estado para o outro, de uma região para outra, que parece que são vários países em um só.

Perth é uma cidade isolada. Um voo para Sidney dura 5 horas e custa $500; Melbourne, 4 horas por $400. Então, acabamos viajando muito por aqui mesmo, pelo estado que é o maior do país, Western Australia (WA), a Austrália Ocidental. Do lado de cá, temos a chamada “Coral Coast”, a lindíssima costa dos corais, de areia mais amarela e mar azul transparente; um visual de tirar o fôlego!

Fiz uma viagem de Perth até Monkey Mia (600km) em 2014 com meu marido e uns amigos. Foi incrível! A primeira coisa que se nota é como a paisagem é diferente do sul, principalmente a vegetação. Como escrevi no meu post sobre as praias do Sul de WA, a vegetação – saindo de Perth para o sul – é bem diferenciada. No sul, as árvores são mais altas e mais abundantes, enquanto as do norte são baixas, por conta do clima mais desértico e quente.

O roteiro da minha viagem foi: Perth – Lancelin – Cervantes – Kalbarri – Monkey Mia – Geralton – Perth. 10 dias de carro.

Primeira parada: Lancelin. Lancelin é uma cidade a uma hora de Perth, famosa pelas suas dunas e sandboard. Primeiro visitamos lindas praias de água verde e um vento propício para praticar windsurfe, o que o faz ser tão popular na área. Lancelin Bay é a praia mais famosa.

Cervantes: Um pouco mais ao norte (20 quilômetros de Perth), Cervantes é chamada “a cidade do camarão local”, com vários restaurantes especializados. Jurien Bay é a praia mais famosa, com uma plataforma no meio do mar (eu nadei até lá; é o máximo!) e um píer com escada para pular no mar. A minha praia favorita de Cervantes é Dinamite Bay. É uma pequena baía de águas calmas a partir deste ponto a água começa a ficar mais quente, ou, melhor dizendo, menos gelada.

Ainda em Cervantes, vale a pesa visitar os estromatólitos. Eles estão localizadas no Lagos Tétis, e são um dos únicos lugares do mundo que as contém; são chamadas de “living fossil ” (fósseis com vida). O microrganismo que constrói os estromatólitos são uma espécie de cianobactéria.

Outra atração imperdível são os Pinnacles, que estão localizados já no considerado deserto – ou outback. De acordo com uma teoria, aquela região já foi mar, há milhares de anos. Outra teoria aponta que a área era repleta de árvores.

Arquivo Pessoal: Pinnacles.

Geraldton: A segunda maior cidade da Australia Ocidental é uma cidade bem antiga, portuária e recheada de cultura aborígene. A sensação de andar na cidade é voltar no tempo. Muito lindinha e bem preservada.

Passeio sugerido: voar até as ilhas de Abrolhos, um complexo de ilhas a 30 minutos de Geraldton. Nas ilhas, dá para ver os restos de um navio naufragado e muitos animais. A cor da água é turquesa.

Arquivo Pessoal: Abrolhos. Olha a cor dessa água: 40°C fora, -8°C dentro.

Dirigindo mais para norte, a paisagem começa a mudar. É mais árido, muito mais quente (em um lugar na estrada chegou a 48°C) e menos plano. Montanhas começam a aparecer até chegarmos na grande atração e minha favorita: Kalbarri. Um pouco antes de chegar em Kalbarri, passamos pelo “Pink Lake ”, um lago cor-de-rosa que tem essa cor devido a presença de betacaroteno. Aqui a cor da água é rosa mesmo, diferente do outro que há no sudoeste australiano.

Arquivo Pessoal: Pink Lake.

Kalbarri:  A 592 quilômetros de Perth, Kalbarri tem de tudo um pouco. Uma das paisagens mais lindas de WA, com os cânions e a paisagem rochosa na costa que leva a praias maravilhosas. Venta muito em Kalbarri e aqui, finalmente, a água do mar é quente! As rochas são vermelhas e as praias, lindas. Algumas delas ficam no meio das rochas, então, desce-se uma escadinha para chegar lá.

Outra atração de Kalbarri é visitar o Parque Nacional e fazer esportes, como caminhada, rapel, canoagem. É muito quente, a temperatura dentro do parque é 10°C, mais quente que na costa.

DSCN2287
Arquivo pessoal: Kalbarri.

Após a aventura de Kalbarri, Shark Bay (baía dos tubarões), onde está localizada Monkey Mia.

Shark Bay: ou baía dos tubarões – porém a grande atração são os golfinhos que vimos no Hotel em Monkey Mia – é um famoso resort conhecido por atrair golfinhos.

A praia mais linda, na minha opinião, é Little Lagoon, uma lagoa de água morna, sem profundidade e, milhares de moscas! (lembram-se delas?). Sheel Beach (praia das conchas) é outra maravilhosa da região. A areia é coberta de conchas branquinhas.

Para ver os golfinhos tem que chegar bem cedo no resort. Um instrutor faz uma pequena palestra e oferece peixes para os golfinhos que vem comê-los. É muito legal. Os pelicanos ficam à espreita também, e depois da palestra, podemos ir para água e torcer para um golfinho vir nadar pertinho de você (o que frequentemente acontece).

Um detalhe: as árvores na estrada que parecem ocas indígenas. Viajei, imaginando os aborígenes vivendo nelas e cultivando a cultura local.

Minha viagem acabou aqui. Porém, mais ao norte ainda, Exmouth, tem como grande atração nadar com o tubarão-baleia, mas essa ficará para uma próxima viagem.

Related posts

Rzeszów e a região da Subcarpácia

Vivian Kulpa

Convivendo com a natureza na Austrália

Aline Arruda

Agente de imigração na Austrália

Mariana Camargo

2 comentários

Gabriel Fevereiro 1, 2017 at 1:02 pm

Oe, gostei muito de ler, gostoso saber as coisas de outros países, eu gosto muito do Canada também (além da Austrália claro) sempre tive uma duvida em relação aos dois países, um é muito frio e o outro muito calor certo ? eu gosto de frio mais os frios que peguei ate hoje são os frios de SP, n sei qual seria minha opinião depois de conhecer um inverno canadense, por outro lado eu já detesto o calor paulistano imagina o calor australiano ‘-‘ emfim, eu sou uma pessoa que adora aventura, sair por ai sem rumo,explorar a mata kk pegar o carro e viajar o país todo (amo viajar de carro) n sei se tu conhece o Canada mais talvez tenha uma base melhor que eu, qual tu acharia melhor para mim ? um país que te permite viajar/explorar ??? outra pergunta meio que sem noção, se tu fosse rica, continuaria escolhendo a Austrália ??

Resposta
Aline Arruda Fevereiro 2, 2017 at 2:03 am

Ola Gabriel, tudo bem?
Eu conheço toronto no Canadá, mas só fui no inverno. Sei que no verão faz bastante calor também. A experiência de visitar é totalmente diferente da de morar. Pense nisso antes de mudar. Eu só posso falar na Austrália e aqui o que não falta é possibilidade de aventuras. O país é lindo e tem de tudo: praia, deserto, montanha, floresta, até neve tem. Uma coisa é fato: Canadá faz 8 meses de frio por ano, a Austrália, 8 meses de calor. 3 muito quentes, mas mesmo assim. Escolha pessoal.

Eu escolhi morar na Austrália, ou pelo menos continuar aqui, por qualidade de vida. Na minha opinião, nem todo dinheiro do mundo te compra isso no Brasil. Viver em carros blindados, condominios com cameras de segurança, estresse ao sair de casa, etc. Aqui a diferença dentre as classes não é tão gritante, tornando uma sociedade mais equivalente :-).

Boa sorte,

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação