BrasileirasPeloMundo.com

Colabore

Ann Moeller

 

colabore-header

O Brasileiras pelo Mundo é uma plataforma colaborativa feminina e está procurando por mais Brasileiras Pelo Mundo para fazerem parte do grupo crescente de colunistas.

Se você morar fora do Brasil e quiser colaborar com o BPM escrevendo sobre a vida e a cultura local do país onde está, envie um e-mail para [email protected] com um resumo falando sobre você (incluindo onde mora e profissão) e um texto-teste com máximo de 900 palavras.

bpm-map

Sobre a colaboração

Cada colunista deve enviar, no mínimo, uma matéria por mês. Em retorno fará exposição de links para o blog/business/site pessoal e páginas de várias redes sociais resultando num aumento de visualizações e seguidores.

Não é necessário ser blogueira para participar. A colaboração também é perfeita para quem gosta de escrever e quer ver os seus artigos lidos e apreciados por milhares de leitores todos os meses. Entretanto, é necessário ter uma escrita clara e fluente e disponibilidade de enviar 1 texto por mês, como mencionado acima.

Por que eu deveria colaborar?

  • O BPM é seguido por milhares de pessoas todos os meses. Você terá o seu artigo lido e apreciado por pessoas no mundo inteiro, destacado na fanpage do BPM no Facebook que já conta com mais de 45 mil seguidores, e poderá ter suas fotos no galeria do Instagram do BPM, que já tem mais de 12 mil seguidores. Siga @brasileiras.pelo.mundo e use a nossa hashtag #BrasileirasPeloMundo
  • Várias colaboradoras têm sido convidadas a colaborar com outros blogs/sites devido à exposição no BPM. Uma colunista terá um texto reproduzido e publicado em livros didáticos no Brasil e outras já apareceram nos programas Fantástico e Globo Repórter.
  • Você fará parte de um projeto totalmente feminino.
  •  Oportunidade de informar de maneira atualizada todas as mulheres que estejam procurando informação sobre determinado país.
  • Chance de dividir experiências com milhares de leitores, pessoas que possam se relacionar com a sua estória e textos.

Comentários de algumas colunistas do BPM

“Eu comecei a escrever para o Brasileiras pelo Mundo com o intuito de melhorar minha escrita e ser uma voz brasileira compartilhando experiências e informações sobre esse pequeno país Báltico chamado Estônia. Além disso, as visitas ao meu blog pessoal aumentaram e muitas pessoas chegaram até mim para pedir ajuda ou apenas bater um papo – ajudar os demais é uma tarefa muito gratificante e tenho a sorte de ter criado amizades por esse meio! Colaborar com o BPM também me deu a oportunidade de conceder entrevistas para jornais brasileiros como o Zero Hora, e mais recentemente para a rede Globo nos programas Sem Fronteiras e no Fantástico, em uma reportagem sobre a vida na Estônia.” Ana Carolina Policolunista da Estônia

 

“Quando li sobre o Brasileiras Pelo Mundo, tive a certeza de que queria fazer parte deste time. Mudei de país e perdi um pouco da minha identidade, precisava agir, precisava compartilhar minhas reflexões e percepções. E a cada texto que escrevo me sinto mais empoderada a continuar em busca do que acredito. O BPM só me trouxe bons frutos. Conheci pessoas incríveis, ganhei de presente para a vida toda amigas que me inspiram e me fazem ser uma pessoa melhor. Além disso, fui entrevistada por dois PodCasts: um foi o ONDEM no qual falei sobre minha relação com brasileiros no exterior. E outro foi o Kia Ora Brazil, da Nova Zelândia, no qual falei sobre minha experiência com educação de filhos bilíngues. Tive também o privilégio de ver um dos textos que mais gostei de escrever, o “Essa nova geração de brasileiros gringos”, ser publicado em um livro didático e ter seus direitos autorais comprados pela editora. E foi, com muita alegria, que optei por doar o valor para uma Instituição dedicada à educação de crianças no Brasil. Recentemente, fui convidada para escrever para o site Saúde em Contexto, no qual escreverei mensalmente sobre minha área de atuação. Sinto uma gratidão enorme por fazer parte do BPM. Passei por Inglaterra, Portugal e agora, Estados Unidos, sempre com muitas histórias para dividir com vocês.” Ana Tavela – colunista dos EUA

Há quase 2 anos escrevo pro BPM, e desde a primeira vez que li um texto soube que queria fazer parte desse time e rede de mulheres incríveis. Sou comunicadora por profissão, mas mais por natureza e instinto, adoro escrever e estar sempre compartilhando tudo. O Brasileiras pelo Mundo foi e é uma forma de atingir mais pessoas e mulheres por esse mundão. Eu me sinto diariamente grata e emocionada em receber feedbacks de leitoras, poder ajudar quem está com dúvidas de como é a vida morando no exterior, as vezes uma simples mensagem faz toda diferença na vida da outra que nem imaginamos. Além disso, a visibilidade do BPM me trouxe alguns momentos de “fama” muito gostosos, fui chamada pela Band RS a fazer parte do programa de TV “ Gaúchos pelo mundo” que foi ao ar em dezembro pra todo o Rio Grande do Sul, onde eu contei minha vida aqui em Berlim na Alemanha em 1mim. Eu sou só e inteira gratidão por poder ser um pedacinho desse projeto maravilhoso e que eu acredito tanto. Mulheres juntas são poderosas.” Marcela Vieira – colunista de Berlim, Alemanha

Colaborar com o BPM me permitiu dar asas à minha veia investigativa e jornalística, além de me ajudar a entender melhor a dinâmica do país pra onde me mudei. O contato com as pessoas e o retorno que obtenho com o blog também são muito recompensadores, sobretudo do ponto de vista pessoal. Através do blog eu tive a oportunidade de exercer meu lado criativo e altruístico, e acabei virando meio que referência para a comunidade brasileira que mora ou que vai se mudar para a Dinamarca, por assim dizer, por fornecer informações consistentes e em português e apresentar a Dinamarca do ponto de vista de uma brasileira. Eu me envolvi de corpo e alma nesse trabalho e através do BPM tive contato com pessoas maravilhosas, tanto as colegas de blog quanto as que me contataram através dele, às quais pude ajudar, aconselhar e com quem aprendo a cada dia. Nesse período também ajudei algumas garotas brasileiras que me contataram a se livrarem de problemas sérios como violência doméstica e assédio moral envolvendo um dinamarquês e foi muito significativo na minha vida e na delas. Sobre as colunistas, elas se tornaram amigas e confidentes dessa aventura que é ser expatriada e me sinto como parte de uma família. Obrigada Ann pela oportunidade e obrigada a todas as leitoras que fazem do BPM o que ele é! É uma honra poder fazer parte desse time. Cristiane Leme Høg –  colunista de Holstebro, Dinamarca.

Toda a colaboração é voluntária e não remunerada. Cada colunista deve enviar uma matéria por mês.

Venha fazer parte do nosso time e ser mais uma Brasileiras Pelo Mundo!

Material sobre o BPM na mídia.

1 comentário

Fernanda Felício Guimarães Lisboa Janeiro 25, 2019 at 1:04 pm

Quero fazer parte e compartilhar historias nao sei como fazer ainda para participar.quero compartilhar historias de vida de paris e italia .

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação