BrasileirasPeloMundo.com
Canadá

8 coisas para fazer no Banff National Park

8 coisas para fazer no Banff National Park, no Canadá.

O inverno no Canadá é extremamente rigoroso e, por isso, durante os meses de verão os canadenses aproveitam para viajar e fazer todos os tipos de atividade outdoor (ao ar livre). Nós que moramos do lado oeste do país temos a vantagem de estar a poucas horas de carro do famoso Banff National Park, o primeiro parque nacional do Canadá, com 6.641 quilômetros quadrados de vales, montanhas, geleiras, florestas, campinas, rios e muitos lagos.

Nesse post vou contar 6 atividades para fazer no Parque Nacional de Banff, lembrando que o parque é fantástico, enorme e tem dezenas de outras atividades imperdíveis.

1. Curtir a cidade de Banff

No coração do parque está a cidadezinha de Banff, localizada no meio das montanhas, a 126 km de Calgary. Cheia de hotéis, restaurantes e muitas lojinhas, a cidade é extremamente turística e movimentada o ano inteiro. Achar uma vaga em algum hotel pode ser bem trabalhoso durante o verão; dessa forma, muitos turistas se hospedam nas cidades próximas.

IMG_3907
Foto: acervo pessoal

A rua principal, chamada de Banff Avenue, é super charmosa; tire algumas horas para caminhar por ela, comprar lembrancinhas em alguma lojinha e desfrutar de um belo jantar num restaurante local.

Leia também: dicas para recém chegados em Toronto

2. Vislumbrar os lagos glaciais da região

Os lagos da região de Banff têm a cor turquesa porque são formados através do degelo das geleiras das montanhas ao redor. Ao derreter, as águas das geleiras transportam para o lago alguns metais, como o flúor, que resultam nos seus tons de azul. Próximo a Banff fica o Vilarejo de Lake Louise, ao redor do lago de mesmo nome. Para sentir as montanhas de perto, é possível alugar uma canoa e navegar pelo lago.

Em frente ao lago fica o famoso Fairmont Hotel, um hotel château super imponente e tradicional que vale a pena a visita.

IMG_3930
Foto: acervo pessoal

A 4 km do Lake Louise está o Moraine Lake, lago de 500 mil m² que fica na região do Vale dos 10 picos. A região montanhosa é um pouco perigosa e o acesso ao lago é fechado durante o inverno por causa do risco de avalanches.

Leia também: dicas para recém chegados em British Columbia

IMG_3623
Foto: acervo pessoal

Outro lago maravilhoso é o Peyto lake, que na minha opinião é o mais lindo de todos. O acesso a ele é bem fácil, através da rodovia Icefield Parkway.

IMG_3410
Foto: acervo pessoal

3. Fazer trilhas e caminhadas pelo parque

Além dos lagos, a região é cheia de trilhas entre as montanhas, vales e cânions. A caminhada mais famosa é pelo Johnston Canyon. O acesso ao local se dá pela BowValley Parkway, a trilha de 3 km até a cachoeira mais alta é bem fácil.

O local é bem movimentado e por isso é aconselhável que chegue cedo e leve bastante água e alguns lanches. Para os mais aventureiros, a trilha continua por mais 3 km até a região dos Ink Pots, um vale lindíssimo que vale a longa caminhada.

IMG_3929
Foto: acervo pessoal

Como o local é território de ursos e outros animais selvagens, é extremamente recomendado que os turistas levem consigo spray de pimenta.

4. Relaxar em uma piscina de águas termais

Outra atividade imperdível do parque são as hot springs, que são piscinas de águas termais naturais extraídas diretamente das montanhas. Nos arredores da cidade fica a Banff Upper Hot Springs, que é uma ótima pedida para descansar e relaxar no final do dia após uma longa caminhada.

A água da piscina é 100% natural e por isso cheia de minerais, como sulfato, cálcio e magnésio. Sem falar que o local tem uma estrutura incrível, com chuveiros, e ainda oferece aluguel de toalhas e roupas de banho.

5. Passear pelo Athabasca Glacier

Um dos passeios mais famosos e imperdíveis de Banff é a caminhada por cima do Athabasca Glacier, uma geleira de milhares de anos. Esse passeio só é possível de ser feito no verão e com uma empresa de turismo especializada, porque a região é perigosa e requer um veículo específico e precisa ser feito através de uma agência de turismo, todas  as informações desse passeio se encontram aqui.

6. Caminhar pelo Glacier Skywalk

Imaginem caminhar em uma passarela de vidro na beira de um penhasco a 280 metros de altura, e ainda de quebra ter uma visão indescritível das montanhas rochosas? Esse passeio só é recomendado para aqueles que não tem medo de altura.

7. Ver animais selvagens em seu habitat natural

Por ser uma área de parque nacional em meio a tanta natureza, a região é habitada por diversos animais selvagens, como ursos pretos e castanhos, veados, alces, linces, lobos, carneiros das montanhas e muitos outros. Ao dirigir por Banff, não deixe de ficar de olho na rodovia, na nossa última viagem, demos a sorte de ver um Grizzly Bear de pertinho. O mês de julho é a temporada das berries, que são frutinhas e o alimento principal da dieta dos ursos.

IMG_3731
Foto: acervo pessoal

8. Ter uma visão panorâmica da região

Para vislumbrar a região de cima, um passeio super famoso é a Gôndola de Banff, um teleférico todo de vidro  que leva até 4 passageiros  ao topo da montanha a mais de 2.280 metros acima do mar. No topo da montanha é possível ter uma visão panorâmica de quase todo o parque, o Bow river e a cidade de Banff.

Uma alternativa mais barata e menos movimentada é dirigir até a Estação de Esqui localizada no topo do monte Norquay, que também garante uma vista maravilhosa da região. Para quem quiser ir mais ao alto, também é possível subir no teleférico da estação de esqui.

IMG_3940
Foto: acervo pessoal

Related posts

Um retrato franco-canadense da condição feminina

Ana Carolina Sommer

Como é trabalhar na área de TI em Québec? – Parte 1

Ana Carolina Sommer

Feriados no Canadá

Flávia Bartholo

1 comentário

Kootenay National Park - Casei e Mudei Agosto 30, 2016 at 8:29 pm

[…] Nesse último verão alguns parentes do Brasil vieram passar férias com a gente e nós viajamos bastante! Contei para vocês todo o nosso roteiro por Toronto (clique aqui para conferir as partes 1, 2, 3 e 4). Nós também passamos alguns dias no Banff National Park, e para contar sobre a viagem, eu fiz um post mais compacto, publicado originalmente no blog em que sou colaboradora Brasileiras Pelo Mundo. […]

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação