BrasileirasPeloMundo.com
Empregos Pelo Mundo Nova Zelândia

Como procurar emprego na Nova Zelândia

Como procurar emprego na Nova Zelândia.

A vontade de conhecer outras culturas, aprimorar a fluência em inglês, turbinar a carreira ou até mesmo mudar para outro país é um assunto popular atualmente. Muita gente busca esses ideias associadas a possibilidade de encontrar um trabalho que financie ou, pelo menos, contribua com a concretização desses planos. A Nova Zelândia é um desses destinos populares entre jovens intercambistas e profissionais das mais diversas áreas.

Nesse post conto como foram minhas experiências em minhas primeiras buscas por trabalho, e dou algumas sugestões que poderão ajudar a pessoas que já possuem um visto com autorização para trabalho e não sabem por onde começar. Na verdade minha experiência de busca por trabalho na Nova Zelândia foi muito diferente do que você estava acostumada no Brasil. Eu cheguei muito receosa e insegura, como a maioria das pessoas, e isso atrapalhou um pouco, mas com o tempo percebi que tudo funciona muito harmonicamente e se você seguir as dicas com base na minha experiência, poderá ter boas respostas em suas buscas.

Para ficar claro desde o início é obrigatório um visto que lhe permita trabalhar, não existe autorização para se trabalhar com visto de turista, isso é ilegal. Caso você queira saber mais sobre os tipos de vistos que permitem trabalhar na Nova Zelândia, visite o site da imigração e saiba mais detalhes sobre o assunto. Mas vamos começar do início. No princípio, tive a sorte de ter a orientação da escola onde estava fazendo um curso de inglês, e eles me ajudaram bastante na primeira parte do processo pela busca por trabalho, que é a preparação do seu CV e Cover Letter (carta de apresentação).

É muito importante a orientação de quem entende da realidade local. Dentre as coisas que eu aprendi na hora de elaborar meu CV, foi a importância de ser objetivo. Isso significa: nada de encher linguiça com detalhes que não interessam ao cargo para o qual você está se candidatando, quanto mais sucinto melhor. Também percebi que eles prezam pelas suas qualidades, que não estão necessariamente ligadas a qualificação. Ser criativo também foi algo que a profissional da área nos mostrou que pode fazer a diferença, eu sempre fui muito clássica nessas horas, e ela mudou minha forma de pensar quando disse, em meio a centenas de CV preto e branco, os coloridos e criativos são os que recebem uma atenção ocular no primeiro momento.

Leia também: tudo que você precisa saber para morar na Nova Zelândia

Claro, com moderação e bom senso, e isso não significa que vá garantir algo, mas certamente irá chamar a atenção no primeiro momento, e poderá lhe render a oportunidade de ser entrevistado.

O Cover Letter, foi algo que só conheci na Nova Zelândia. Já até tinha ouvido falar, mas nunca havia usado anteriormente e muito menos entendido seu real sentido. Para quem não sabe do que se trata, o Cover Letter é uma carta que acompanha o CV, nela você tem a oportunidade de se apresentar, explicar o seu propósito em relação a posição em voga, destacar algumas das suas experiências ou habilidades, e principalmente, solicitar uma oportunidade de se encontrar, pessoalmente, com o potencial empregador.

Quando estiver com todo esse material pronto, chegou a hora de dar o pontapé inicial na busca. E, essencial para que não haja frustração, você saiba o que quer e o que é possível diante da sua realidade. Por exemplo: na época que comecei, tinha um inglês capenga e um visto que me obrigava a mudar de trabalho a cada 3 meses, o Work Holiday Visa, mas eu era consciente de minhas limitações.

Por isso me matriculei em uma escola de inglês para superar essa falta e procurei por oportunidades que estavam dentro das minhas possibilidades. Mas conheci muita gente que se frustrou com isso, e começou a colecionar várias entrevistas sem sucesso, pois não conseguiram enxergar suas restrições e nunca passavam das entrevistas.

Se você já tem essa questão bem resolvida, CV e Cover Letter prontos, é hora de começar a explorar as oportunidades de trabalho. Os empregadores neozelandeses usam bastante sites especializados para promover vagas.

Os principais são:

Trade Me

Seek

Backpackboard

Career Jet

Working in New Zealand

Work here

My Job Space

Work Pool

SJS

Uma coisa super importante é dar atenção à descrição do anúncio da vaga de trabalho. Por isso, leia direitinho e, se está de acordo com o perfil, use esses detalhes de apoio ao escrever o seu Cover Letter. Por exemplo, se na descrição da vaga o empregador exige que você tenha carteira de motorista, ou tenha uma habilidade específica, não adianta perder o seu tempo atirando no escuro, eles são bem objetivos nisso, então não adianta tentar enrolar, só se candidate se você realmente se enquadra.

Depois que achamos um trabalho perfeito, daí surge a dúvida: será que eu devo deixar o meu CV pessoalmente, ou enviar por e-mail? Eu tive várias experiências, principalmente na área hoteleira, de ir deixar o CV pessoalmente e não aceitarem e me pedirem para enviar para um e-mail específico, ou cadastrar o meu CV no site. Mas isso não é uma regra. Se possível, faça uma pesquisa entre os profissionais do ramo e entenda como as coisas funcionam.

Principalmente na área de Hospitality, você pode cadastrar o seu currículo no banco de dados dos hotéis. As grandes franquias possuem páginas específicas para cadastro de candidatos potenciais e, quando surge algo, eles entram em contato. Já aconteceu várias vezes comigo, até hoje recebo vários e-mails sendo convidada para entrevistas, devido a vários cadastros que fiz numa dessas épocas que procurava por trabalho. Ou seja, esses cadastros funcionam, muitas vezes sendo super cansativos de preencher, devido a quantidade de informações solicitadas, mas sem dúvida valem a pena, nesses caso não poderá usar aquela história da criatividade que havia sugerido anteriormente.

Distribuídos ou cadastrados os currículos é a hora de aguardar o tão esperado contato dos empregadores. Na maioria das vezes eles são bastante educados, e mesmo que você não se enquadre te enviam um e-mail agradecendo a aplicação e informando que o seu cadastro ficará no banco de dados. Mas geralmente quando eles ligam, desejam marcar uma entrevista, ou até fazer algumas perguntas já por telefone. Eu particularmente já passei tanto sufoco de receber uma ligação e ficar tão nervosa a ponto de não entender a data ou o horário da entrevista. Isso pode acontecer com qualquer um, por isso use minha tática infalível que é sempre falar o seguinte: – No momento não tenho como anotar, você pode me enviar todas essas informações por sms ou e-mail? Nada mais simples!

Para entrevista, minha dica é para se portar como em qualquer outra entrevista não há detalhes diferentes do que estamos acostumados, apenas saber o nome da pessoa que entrou em contato com você, se vestir adequadamente, ser pontual e analisar se as condições oferecidas são favoráveis. Não se desespere e não se jogue na primeira  oportunidade que aparecer, se necessário peça um tempo para pensar, na Nova Zelândia isso é comum.

Boa sorte nas buscas por trabalho! Adorei falar sobre o tema, se tiverem interesse em aprofundar-se mais no assunto deixem seu comentários com dúvidas e sugestões e vou ficar feliz em ajudar.

Related posts

Permissão de Trabalho no Panamá

Carolina Giudice

Queenstown: um cartão postal da Nova Zelândia

Natália Souza

Além do arco íris

Vanessa Coelho Trajano

2 comentários

Vitor Outubro 7, 2016 at 1:41 am

Tenho 19 e meu sonho é me mudar para a Nova Zelândia .. Meu inglês é beem mais ou menos kkk .. Gostaria de saber se há a possibilidade de fazer um curso de inglês com uma oportunidade de emprego ( e assim podendo pensar mais seriamente em me mudar de vez e tentar a sorte no país em questão?

Obrigado!!

Resposta
Ligs Abril 8, 2017 at 10:16 pm

Juliana Richter, boa noite. Trabalhei durante 5 meses na Irlanda no setor hoteleiro. Seria interessante que eu tivesse uma carta de recomendação de minha ex-chefe irlandesa para quando eu comece a procurar emprego na Nova Zelândia? Obrigada e continue nos escrevendo! Abraços! Ligia

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação