BrasileirasPeloMundo.com
Nova Zelândia Turismo Pelo Mundo

Nova Zelândia é um país para se aventurar

A Nova Zelândia é um lugar seguro para mulheres viajarem sozinhas? Se alguém me fizesse essa pergunta responderia: – Sim! Rapidamente sem pestanejar.

Morei durante um ano lá e senti o gostinho bom da segurança e qualidade de vida. No ano anterior minha casa no Brasil havia sido roubada 5 vezes em um único mês, a Nova Zelândia me curou do trauma da insegurança, e me mostrou que é possível viver em tranquilidade.

Além das belezas naturais, o País também é reconhecido pelas altas posições no que se refere a qualidade de vida e segurança. Segundo as pesquisas Mercer empresa renomada na área, no Quality of living city rankings a Nova Zelândia se destaca, e Auckland, uma das cidades mais conhecidas, ocupa o 3º lugar em nível mundial, e Wellington, a capital, fica em 12º. Dai você pode estar pensando, mas qualidade de vida e segurança estão diretamente ligados?

Os números mostram que sim, e nessa categoria a Nova Zelândia se mostra mais uma vez bem colocada, e Auckland e Wellington compartilham o 9º lugar no Personal Safety Ranking. Na mesma categoria o Brasil na posição 121º, uma realidade muito diferente de um lugar para o outro.

O país também tem avanços interessantes em relação as causas feministas, para quem não sabia a Nova Zelândia foi o primeiro país a conceder o direito ao voto feminino, e desde 1893 as Neozelandesas votam.

9f9a4902-27df-49f6-8242-8e4243df79bb

Muito se tem falado sobre questões relacionadas a segurança das mulheres, e sempre me perguntam sobre como tratam essa questão na Nova Zelândia. Eu diria que é um pais preparado para o turismo e segurança no geral, sem distinção de gênero, e isso faz dele um dos principais destino do turismo de aventura.

Porém mesmo tendo baixas taxas de criminalidade e violência, o país tem um histórico triste em relação a desastres naturais. A ilha está localizada em uma área sensível, chamada o Círculo de Fogo do Pacífico, considerada a área do planeta onde ocorrem mais atividades sísmicas e de vulcanismo, e reúne cerca de 80% dos vulcões do mundo.

Leia também: tudo que você precisa saber para morar na Nova Zelândia

Trata-se de uma região geologicamente ativa, em propícia a Terremotos, Erupções Vulcânicas, Ciclones, Tsunamis, Tempestades de Neve e afins. Porém, mesmo com toda essa vulnerabilidade, a Nova Zelândia tem um dos mais modernos sistemas de previsão e monitoramento de desastres naturais no mundo, sem falarmos nos eficientes planos de ação e evacuação. Em todos os lugares que trabalhei no primeiro dia de trabalho já recebemos um treinamento especifico de evacuação e primeiros socorros.

Após o desastre ocorrido em 2011 em Christchurch, que matou mais de 185 pessoas e devastou a segunda maior cidade do país, os cuidados e investimentos redobraram. Atualmente todos as construções são projetadas e implementadas para aguentar terremotos de altas magnitudes e muito se investiu em treinamento e preparação da população para lidar com eventos como esse.

 

Mesmo com todo esse lado sensível, a Nova Zelândia é famosa pela sua ampla gama atividades ao ar livre e experiências ligadas a natureza. Acampar, Viagens de carro ou campervans, trilhas pelas florestas são comuns no lazer das famílias neozelandesas e turistas em geral. Eu mesma, já dormi em barraca na floresta, já fiz trilhas de 7 horas para chegar ao Vulcão Tongariro, já pulei de uma avião de 12.000 pés de altura em uma Aventura de Skydive, já tive a oportunidade de fazer Paragliding, passear de helicóptero e pousar no topo de uma montanha, dirigir pela Skippers Canyon Road, uma das estradas mais perigosas do mundo, e muitas outras aventuras que me orgulho como mulher.

Entre uma das coisas que mais me deixou feliz em minhas primeiras pesquisas sobre a Nova Zelândia foi saber que não existiam cobras por lá, você consegue imaginar isso, um lugar sem cobras?

Além das paisagens deslumbrantes, a hospitalidade também é uma dos pontos fortes dos kiwis (como são chamados os neozelandeses) que sempre são prestativos e amigáveis. Por isso a integração acaba sendo muito fácil para os imigrantes, eu rapidamente me senti confortável no país e em pouco tempo decidi que esse é o lugar onde desejo viver.

ff2f7052-c7b8-45f7-add6-afd76d48a980

O governo Neozelandês também oferece várias oportunidades e estímulos para imigração e estadia legal no país, entre os principais estão o Visto de Turismo, Visto de Trabalho e Férias, Visto de Estudante, Visto de trabalho e Visto de Residência para profissionais que tenham a profissão na lista de demanda Skills Shortages List.

Todas essas opções e facilidades, atraem não apenas turistas, mas estudantes e profissionais que buscam carreiras sólidas, qualidade de vida e segurança.

Concluindo, se você é mulher e gostaria de fazer uma viagem sozinha ou em família, certamente a Nova Zelândia seria um ótimo destino. Para aqueles que planejam imigrar, o país está totalmente preparado para a imigração responsável, para saber mais sobre o assunto visite o site da imigração neozelandesa, e se aprofunde no assunto.

Caso queira saber mais detalhes sobre o meu primeiro ano viajando pela Nova Zelândia, deixe suas perguntas nos comentários que vou adorar responde-las, também aceito sugestões para os próximos posts.

Related posts

Dica de turismo na Grécia: Épiro

Clarissa Gaiarsa

Top 10 lugares para visitar em Taiwan

Gisela Melo

Nova Zelândia – Turistando em Hawkes Bay

Rosana Melo

25 comentários

Giselle Freitas Junho 4, 2016 at 6:25 am

Adorei o post, continue escrevendo sobre a Nova Zelândia, adoro esse lugar!

Resposta
Juliana Richter Junho 10, 2016 at 8:01 am

Vou continuar sim Giselle Freitas! Obrigada

Resposta
Lilian Junho 4, 2016 at 6:46 am

A Nova Zelândia é apaixonante!!! Adorei o post.

Resposta
Juliana Richter Junho 10, 2016 at 8:04 am

Oh Querida, sabemos bem o quando a Nova Zelândia e fantástica!

Resposta
Liete Junho 4, 2016 at 7:27 am

Wouwwww bruxinha do mundo!ARRASOU!!!!! ENCHEU MEU CORAÇÃO DE ORGULHO????????

Resposta
Juliana Richter Junho 10, 2016 at 8:05 am

Liete, obrigada! Xero Grande

Resposta
Raquel Junho 4, 2016 at 10:46 am

Fotos lindas e relato maravilhoso, mas não esqueça que seu país de origem também não é um mal lugar para se viver, apesar dos pesares o Brasil é lindo e cheio de riquezas naturais!! Seus relatos nos deixam com vontade de ir a Nova Zelândia e de passar longe do Brasil!!kkkkk

Resposta
Juliana Richter Junho 10, 2016 at 8:07 am

Esse é o sentido de viajar pelo mundo, ter oportunidade de reconhecer o lado bom de cada parte dele! Obrigada por passar aqui e deixar sem comentário.

Resposta
Tayse Junho 4, 2016 at 12:39 pm

Boa sorte Ju por esse mundo a fora; lindas fotos bjs.

Resposta
Juliana Richter Junho 10, 2016 at 8:09 am

Obrigada pelo carinho Thayse!

Resposta
Vera Brasolin Junho 4, 2016 at 12:46 pm

Adorei o relato, deu muita vontade de conhecer a Nova Zelãndia. E o custo de vida? Valeu!

Resposta
Juliana Richter Junho 10, 2016 at 8:14 am

Vera, não tenho duvidas que a Nova Zelândia será o seu próximo destino! A parte mais cara do custo de vida e a moradia, principalmente para aqueles que escolhem viver em cidades grandes. Obrigada pelo comentario!

Resposta
Raunira da Costa Araújo Junho 4, 2016 at 4:00 pm

Parabéns Juliana!
Tenho acompanhado sua trajetória e fico feliz que esteja realizada. Pelas fotos e postagens, tenho me apaixonado por esses países que você tem andado. Sucessos e boa sorte.
Um abraço

Resposta
Juliana Richter Junho 10, 2016 at 8:17 am

Obrigada Raunira, quando voltarmos a Nova Zelândia aguardaremos a sua visita, Um abraço!

Resposta
Ana Beatriz Junho 4, 2016 at 5:56 pm

Muito bom Juliana. Parabéns.

Resposta
Juliana Richter Junho 10, 2016 at 8:18 am

Obrigada Ana Beatriz!

Resposta
Janinho Junho 5, 2016 at 1:39 am

Muito interessante! Obrigado!

Resposta
Juliana Junho 10, 2016 at 8:00 am

Obrigada Jan!

Resposta
Uwe Richter Junho 8, 2016 at 8:07 pm

Deine Berichte und Schlussfolgerungen werden vielen Frauen auf der Erde Mut geben und nach ihren Möglichkeiten Deinem Beispiel folgen. Weiter so Juliana.

Resposta
Henrique Lucas Junho 10, 2016 at 4:19 pm

Parabéns. O artigo está perfeito!

Resposta
Evie Julho 14, 2016 at 11:17 pm

Olá Juliana, as informações que você postou me deixaram muito feliz. Estou iniciando (2º dia) minhas pesquisas para ter certeza que vale a pena sair de mala e cuia para trabalhar e morar em Nova Zelândia. No que diz respeito ao clima, belezas naturais, stilo de vida na ilha, qualidade de vida e apoio do governo ao cidadão, já estou segura de que é este o meu lugar! Falta ainda resolver para qual profissão vou me candidatar, pois acho tenho mais de uma possibilidade. Mas há um item muito importante: pretendo fazer esta mudança sozinha, sem família, sem namorado…sozinha mesmo e não conheço ninguém, ninguém em Nova Zelândia. Você acredita que é uma boa escolha…eu serei bem recebida, terei boas chances de me adaptar e construir logo um círculo social??…E quanto a segurança por estar morando sozinha, o que você poderia me dizer, pela sua experiência? Se você puder responder-me pelo e-mail e assim deixar eu conhecer o seu, para tirar mais algumas dúvidas, seria ótimo (caso contrário, entendo perfeitamente). Muito obrigada, Juliana.

Resposta
Juliana Richter Julho 14, 2016 at 11:57 pm

Pedido Atendido!

Resposta
Ícaro Henrique Julho 18, 2016 at 1:09 am

Olá, Juliana!

Primeiro, queria dizer que seus textos são de enorme valia (todo o site é maravilhoso, na verdade)!

Pretendo ir para a NZ quando terminar minha graduação em Psicologia. Eu e minha esposa (também graduando em Psicologia) pretenderíamos morar aí. Você acha sem uma oferta concreta de emprego é difícil conseguir o visto pra NZ, mesmo Psicologia estando entre as profissões da lista?
Agradeço desde já!

Obs: Somos paraibanos também. Aí tem cuscuz? Haha =p

Resposta
Juliana Richter Julho 18, 2016 at 11:53 am

Olá Conterraneo! Tenho um post onde falo especificamente sobre imigração (Nova Zelândia – Como imigrar para terra dos Kiwis), e se você se enquadra no perfil exigido pela imigração, não tenho dúvidas que boas oportunidades de trabalho surgirão, despois de uma olhada no site do governo onde são disponibilizadas vagas na área de saúde Health and Community . Minha dica principal é priorize o aprendizado da lingua, se programe e siga os procecedimentos orientados pela imigração, e não tenho dúvidas que oseu processo imigratório será de sucesso! Ah, sobre o nosso amigo cuscuz, esse me fez muita falta, até existe um tal de cuscuz marroquino que particulamente não me agradou muito! Ah,tenho um blog de viagens que aborda uma pouco do lado turístico da Nova Zelândia: http://www.buladeviagens.com ! Obrigada pelo comentário, são elogíos como o seu que nos estimulam a continuar dividindo nossas experiências.

Resposta
Luna Agosto 3, 2016 at 9:30 pm

Olá Juliana <3 ,parabéns pelo texto ele é maravilhosoo!

Gostaria de saber algumas coisas se puder responder:

1- Com o VISTO DE ESTUDANTE Se pode fazer UM CURSO TÉCNICO?

A nova Zelândia valoriza esse tipo de curso ?e como são os salários?

-Você sabe quantas vezes no máximo se PODE RENOVAR O VISTO DE ESTUDANTE?

2- Eu estou terminando o CURSO SUPERIOR DE NUTRIÇÃO , como são os salários? altos ou baixos?

Será que seria possivel para mim imigrar como um profissional qualificado? tendo inglês avançado?

Ou o melhor seria eu terminar a faculdade, GASTAR MUITO DINHEIRO TENTANDO VALIDAR MEU DIPLOMA E TRADUZIR DOCUMENTOS COMO: HISTÓRICO ESCOLAR,CERTIDÃO DE NASCIMENTO E OUTROS ,IR PARA NOVA ZELÂNDIA e:

Ou estudar um curso de inglÊs para aprimorar mais ainda e trabalhar com o que aparecer
ou
fazer um curso técnico e trabalhar com o que aparecer?

Penso em fazer um curso técnico na minha area que estudei no Brasil como uma possibilidade pq infelizmente nem sempre todo mundo obtem sucesso na validação do diploma,é burocrático ,caro e as vezes vc não consegue nada na area.

Eu gostaria de um conselho seu,que é uma pessoa experiente e boa , o que acha melhor eu fazer,tendo base no que eu disse?

Já agradeço, Sucesso sempre !!! bjjsss

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação