BrasileirasPeloMundo.com
Alugar/Comprar Imóvel Pelo Mundo Inglaterra

Dicas Para Alugar Casa em Londres

Como é bom encontrar uma casinha para morar! Melhor ainda quando ela é do jeitinho que a gente sempre quis e com um preço acessível. Infelizmente, em Londres, o bom e barato não andam de mãos dadas. Não é novidade que o mercado imobiliário está aquecido e que o custo de vida é um dos mais altos do mundo, mas nunca imaginei que minha busca pelo lar perfeito seria tão desgastante.

De longe, o planejamento financeiro é a etapa mais importante, no entanto, fiz uma listinha com algumas dicas e informações:

Conheça onde você vai morar:

• A cobrança de impostos em Londres é diferente do Brasil. O site Listen to Taxman ajuda a calcular o salário líquido mensal, com base no valor bruto anual e, assim, você consegue definir o valor de aluguel;

• Revire sites como: Right Move,   Zoopla e Prime Location;

• Visite as regiões que mais te interessam.

• Acesse o site Metropolitan Police ou Police e pesquise sobre a segurança na região escolhida;

• Informe-se sobre as escolas disponíveis para o código postal, caso tenha filhos;

• Verifique as despesas com transporte público ou privado.

 Lidando com as agências:

• 80-90% das residências encontradas na internet ou em vitrines não estão disponíveis;

• É comum o agente não ligar ou enviar e-mails com as diversas opções. A alta procura faz com que sejam um pouco negligentes com seus clientes;

• Seja específico sobre a região e as características do imóvel. Visitar as propriedades é bem cansativo e quando elas não estão de acordo com suas expectativas a tarefa fica estressante;

• Você pode optar por alugar com ou sem mobília. Às vezes eles apresentam o apartamento vazio e prometem colocar os móveis. Evite esse acordo;

• Gostou de uma casinha, mas quer conferir outras? Pague a taxa de reserva. Eu passei pela infeliz surpresa de ver o meu imóvel preferido ser alugado em um dia.

Escolhi. E agora?

• Você deve fazer um depósito de aproximadamente um mês de aluguel. É dele que será cobrado qualquer avaria na residência;

• Leia o contrato e tire qualquer dúvida com o agente antes de assiná-lo;

• Confira o inventário. Se não for fornecido um, faça você um e envie por e-mail;

• Verifique se todas as lâmpadas estão funcionando, tire fotos de paredes sujas, machas em carpetes, riscos em pisos e móveis. Finalmente, registre tudo que possa ser usado contra você no momento do check-out e envie por e-mail;

• Em caso de qualquer problema, reporte para o agente responsável por e-mail: Goteiras, problemas elétricos, marcas de mofo. São coisas que não ocorrem por uso, mas problemas estruturais;

• Guarde em lugar seguro os e-mails trocados

Algumas dicas de como manter a casa como você a encontrou:

• Use protetor de colchão. Isso é até uma medida de higiene;

• Evite usar sapatos dentro da casa;

• Proteja os móveis que ficam em contato com a parede e o chão (pés de cadeiras e mesas) com protetores de espuma ou veludo que você encontra em supermercados e lojas como Poundland e B&Q;

• Se possível troque as cortinas e capas de sofás. Guarde as que foram fornecidas e apenas recoloque quando for devolver as chaves. Aproveite e coloque seu estilo na casinha;

• No caso de pias que ficam encostadas em paredes que não possuem azulejos, use contact para proteger a área dos respingos da louça que. Vale até escolher um “coloridinho” e transformar o visual;

• Jamais fure uma parede, a não ser que você tenha conhecimento de como fechar depois. A 3M (Command, aqui) possui soluções maravilhosas para ganchos e quadros que não danificam as paredes. Basta usa-los como indicado;

• Tenha no banheiro um rodinho para limpar a água, pois ao secar, deixa manchas brancas que com o tempo, formam pequenas crostas;

• Use produtos de limpeza apropriados para cada superfície;

• Evite malas com rodinhas no piso;

• Tome cuidado com as quinas de paredes.

Para devolver:

• Contrate limpeza profissional e de preferência a empresa indicada pela agência;

• Verifique se é preciso trocar lâmpadas. Chegam a cobrar £30 por cada uma queimada;

• Se você for bom de retoque e a parede for branca, compre uma pasta fina pronta e uma espátula na B&Q e concerte qualquer pancada de parede;

• Remova todos adesivos da Command e recoloque todos os tecidos da residência uma semana antes da entrega para que desamasse;

• Se o cômodo for de carpete e você tiver móveis sobre ele, tire-os um mês antes. Se a marca for muito forte, deposite pedras de gelo e aos poucos ele vai subir novamente;

• Se alguma coisa quebrou, procure o substituto compatível (da mesma marca e modelo) e troque;

• Use a esponja mágica (Sponge Eraser) para remover manchas de parede, mas cuidado, nem todas as paredes são laváveis e quando ela é colorida, a possibilidade de dano à pintura é maior.

Essas foram algumas precauções que tomei no meu primeiro aluguel. Pode parecer chato, mas quando você receber 100% do seu deposito de volta, vai ver que valeu a pena.

Se você tiver alguma dúvida ou sugestão, deixe um comentário que eu vou procurar esclarecer.

 

 

Related posts

BPM recebe o prêmio Brazilian International Press Award

Ann Moeller

O sonho de morar fora do Brasil

Monique Giuliani

Quanto custa o aluguel em Hong Kong ?

Ana Paula Macklin

17 comentários

Monica Bateman Setembro 27, 2013 at 3:36 pm

Oi Aline, muito bom seu texto, eu voltei ha 10 anos atras quando procurei apto em Londres! Pela minha experiencia, se voce conseguir um Landlord Pessoa Juridica é muito melhor. No caso de qualquer problema eles ja tem uma empresa “faz tudo” que vem e resolve o problema. Quando o Landlord eh Pessoa Fisica muitas vezes fica aquela novela para resolver qualquer coisa. Outra coisa que é diferente para Brasileiro é que muitas vezes o aluguel é oferecido por semana, então pra chegar no valor mensal tem-se que multiplicar por 52 e dividir por 12. Sei que parece simples, mas muita gente não sabe isso!! E nunca tenha vergonha de fazer uma oferta bem mais baixa. O apto que gostamos era acima do nosso budget. Nossa relocation agent falou que estava chegando perto do final do ano quando é mais difícil alugar um imóvel (para o landlord). Então fizemos uma oferta bem mais baixa, meu marido( típico inglês) ficou meio sem jeito. Eles rejeitaram, mas subimos so um pouquinho e eles toparam! Claro que depende das condições do mercado, oferta/demanda, mas vale a pena tentar.

Resposta
Aline Setembro 30, 2013 at 3:29 pm

Monica, muito bem lembrado! esqueci de mencionar sobre o aluguel semanal, Obrigada por fazer esse adendo =o)
Concordo com você sobre o Landlord Pesso jurídica, ele também tem mais experiência com os procedimentos. Hoje o apartamento que moro é aluguel direto com o proprietário, que é nosso conhecido (e brasileiro). Ainda assim fizemos um contrato, com todas as informações necessárias e quando reportamos algum problema ele resolver tranquilamente. Mas isso é uma exceção. É uma faca de dois gumes, ja vi agência tratar mau seus “tenants” e não cumprir com o contrato. Haaa você também acrescentou outro tópico importantíssimo: Não ter medo de fazer uma oferta menor! Infelizmente no primeiro aluguel a gente aceitou o valor pedido.
Super Obrigada pela sua ajuda, Mônica!
beijinhus

Resposta
Rosemeire Ribeiro Setembro 27, 2013 at 5:16 pm

Adoro quando voce escreve, é como se estivessemos conversando!

Resposta
Aline Setembro 30, 2013 at 3:38 pm


Saudades de você!

Resposta
karla Setembro 29, 2013 at 10:23 am

Quando morrei na hungria tambem foi um historia so para sair do apartamento!!!nao recebemos todo o deposito pois saimos um mes antes do contrato terminar!!! Isso q a mesma disse me avisa um mes antes!!! Mas acredito q todos os locais pelo menos uma pintura basica esconde algum defeito!!!

Resposta
Aline Setembro 30, 2013 at 3:37 pm

Karla, que triste saber que você teve problemas.
É frustrante quando as coisas não saem como esperamos. Eu pelo menos fico bem estressada, leio e releio o contrato até ver onde foi que deu errado. Quando saímos do nosso primeiro apartamento eu fiquei preocupada desde o amassadinho no tapete até os retoques que eu havia feito. Acho que eu tive sorte, porque a nossa locadora aceitou a devolução e só cobraram um machucado no azulejo que eu realmente fiz (derrubando um pote pesado de azeitonas no chão). Haaa, tivemos que solicitar “limpeza” no carpete a pedido deles e no dia seguinte fui checar se estava tudo certinho e tenho a certeza que não fizeram nadinha… não tinha cheiro de limpeza, não estava úmido e estava exatamente igual. Foram 120 pounds a mais para empresa que eles recomendam (acho que eu posso acrescentar isso nas perdas do depósito, né?) Triste mas a realidade.

Resposta
Barbara Poplade Schmalz Setembro 30, 2013 at 7:39 pm

Esse drama Londrino eu conheço de perto hihihi. Adorei o texto por ser tão rico em infos!
Parabéns mesmo e mta energia positiva para o seu novo lar! 🙂

Bjs

Resposta
Tati Sato Outubro 3, 2013 at 2:31 am

Oi Aline!!! Raiva desses corretores de imóveis! Haha! Lembro-me que quando vivi na Irlanda, perdi meu depósito porque saímos antes que o contrato acabara… A verdade é que sempre que pago um depósito por um apartamento ou casa considero que não vou recebê-lo de volta para não ter que me decepcionar e me estressar; se o recebo, agradeço muito, como se fosse, de fato, um presente…

Acho essa relação landlord-tenant muito estressante… No apartamento que moro em Manila, renovo o contrato a cada seis meses. Acho que essa é a pior parte de não se ter raiz em um país: você nunca sabe se vai ficar lá muito tempo e, se algo acontecer antes que o tempo do contrato acabe, adeus depósito (até vejo as notas voando). Sempre que temos que renovar o contrato, ficamos estressados pensando se vamos continuar no país e por quanto mais tempo… Afff!

Nas Filipinas, quando me mudei do meu apartamento pequeno para um maior, deduziram TUDO que puderam… Aliás, lá se paga de dois meses de depósito (mais dois meses de aluguel adiantado) a dois meses de depósito mais UM ANO de aluguel adiantado (pasmem!)! Tipo, hello, eu NÃO tenho um ano de aluguel, pessoas…

Mas parabéns pelas dicas! Vale muito a pena ver o que temos que fazer para termos a chance de receber nosso abençoado dinheiro de volta! Hehe!

Beijos!

Resposta
Ana Cristina Kolb Outubro 23, 2013 at 6:41 pm

Aline, so posso dizer que vc é o tipo de inquelina que todo proprietario sonha em ter! Adorei as dicas! inclusive dos produtos e onde comprar! Lendo seu post me senti uma ignorante na arte de procurar imoveis e como me comportar! Nunca fui tao cuidosa como vc pra ser sincera! mas sempre deixei as coisas atras de mim como encontrei ou melhor! Amei as dicas! Namasté!

Resposta
Cingapura – Hora de Mudar – Onde Morar? Junho 8, 2014 at 11:48 pm

[…] Depois de escolhido o lugar, há alguns itens que devem ser levados em conta independente do lugar do mundo onde for morar e que foram muito bem descritos pela a Aline aqui no blog, passe no texto dela para conferir,  Inglaterra – Procura-se um Lar Doce Lar. […]

Resposta
Escócia – Conexão em Londres Junho 24, 2014 at 7:14 pm

[…] O maior estresse é esbarrar nas burocracias de sempre – procurar imóveis, abrir contas e entender como funcionam os planos de serviços como água, luz, internet, etc. Lidar com corretores de imóveis está na minha lista de coisas mais desagradáveis do mundo, em qualquer parte dele. No Reino Unido não é diferente, principalmente quando você não tem histórico de crédito no país. Veja mais informação sobre alugar casa em Londres aqui. […]

Resposta
Inglaterra – Escala em Londres Junho 24, 2014 at 7:19 pm

[…] O maior estresse é esbarrar nas burocracias de sempre – procurar imóveis, abrir contas e entender como funcionam os planos de serviços como água, luz, internet, etc. Lidar com corretores de imóveis está na minha lista de coisas mais desagradáveis do mundo, em qualquer parte dele. No Reino Unido não é diferente, principalmente quando você não tem histórico de crédito no país. Veja mais informação sobre alugar casa em Londres aqui. […]

Resposta
paty Março 18, 2015 at 6:12 pm

muito boas dicas….mas agora esta dificil alugar casa em londres ainda mais quando tem filhos, eles nao querem criancas na casa, aqui quase todos que tem filhos pegam ajuda do governo, eles tambem nao estao aceitando, querem renda de 30/40 mil por ano comprovada, um terror…..sem contar que os alugueis estao um absurdo….

Resposta
Roberto e Zorilda Abril 27, 2016 at 10:00 pm

Boa noite Aline.
Moramos no ABC paulista.
Eu e minha esposa estamos querendo morar em Londres ou nas cidades próximas.
Pretendemos alugar uma casa com vários quartos para abrir uma hospedagem.
Você pode nos dar orientações?

Resposta
Ann Moeller Abril 28, 2016 at 6:05 am

Ola Roberto, a Aline não colabora mais com o BPM. Siga os textos das outras colunistas da Inglaterra. Equipe BPM

Resposta
Roberto e Zorilda Abril 29, 2016 at 9:28 pm

Não entendi.
Pode me explicar melhor, por favor.

Resposta
Roberto e Zorilda Abril 29, 2016 at 9:26 pm

Boa noite pessoal alguém pode me dá algumas dicas de casa p alugar em Londres setor pouco afastado do centro
Eu e minha esposa tamos com umas idéias de alugar casa ou apartamento para alugar p estudantes ou turistas.
essa são boas ideias?
Abraço. Roberto e zorilda

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação