BrasileirasPeloMundo.com
Qatar

Logo da Copa do Mundo de 2022 no Qatar

Logo da Copa do Mundo de 2022 no Qatar

Quem mora no Qatar não precisa ser fã de futebol para respirar Copa do Mundo todos os dias. Para onde quer que você vá, irá se deparar com construções para o evento. Doha e arredores mais parecem um eterno canteiro de obras!

Primeiro anfitrião da Copa do Mundo da FIFA no Oriente Médio, o Qatar está bastante adiantado em seu cronograma. Todas as obras relacionadas ao mundial têm conclusão prevista ainda em 2020, dois anos antes da bola rolar… Não tem nada mais a cara do Qatar que isso: organização, disciplina e muita beleza arquitetônica!

A Copa acontecerá entre os dias 21 de novembro e 18 de dezembro, em razão do severo verão da região. As temperaturas ultrapassam os 50 graus, o que inviabiliza a execução do campeonato na época regular. Mesmo no inverno, o ar condicionado nos ambientes do país ainda é indispensável e poderá ser desfrutado durante os jogos (olha que chique!).

Os oito estádios que sediarão os jogos estão sendo construídos em localizações estratégicas. Isso permitirá que torcedores comprem ingressos para mais de um jogo no mesmo dia, já que eles serão ligados por estações de metrô, em que a viagem não passará de uma hora de um lugar para o outro.

Vale comentar também que o país corre contra o tempo para maximizar a oferta de acomodações (a FIFA exige 60 mil quartos). O receio é que não haverá demanda para tal número imediatamente antes e após o torneio. Em razão disso, será muito explorada a hospedagem em cruzeiros e até mesmo em campings no deserto!

Mas vamos à novidade mais comentada dos últimos dias: o emblema oficial da 22ª edição da Copa foi lançado no dia 3 de setembro, às 20h22min (horário do Qatar). Aqui em Doha a agitação era notável. Muitas pessoas se dirigiram aos principais pontos da cidade para conferir em primeira mão a projeção da figura nos monumentos, uma grande festa!

Foto: www.thepeninsulaqatar.com

 

Leia também: 5 motivos para morar no Qatar

A divulgação ocorreu simultaneamente em mais dez cidades pelo mundo. A escolha da data e da hora não foi por acaso! O horário forma o número 2022 e a data representa a comemoração dos qataris pelos 48 anos de independência do país!

Como tudo no Qatar, o emblema nas cores da bandeira do país veio cheio de significados. Acompanhe a seguir a descrição de cada detalhe, segundo explicações da FIFA:

  •  As curvas da parte superior representam as ondulações das dunas do deserto;
  • O formato ininterrupto retrata o número oito – uma referência aos oito estádios e o símbolo do infinito, demonstrando a visão de um evento que conecta o mundo inteiro;
  • No cantinho esquerdo, a bola de futebol aparece em estilo geométrico, envolta de dois pontinhos (usados acima e abaixo das letras no idioma árabe –olha o nível do detalhe!);
  • A forma central da figura foi inspirada em um xale de lã tradicional. Durante os meses de inverno, os xales são usados ​​em todo o mundo (outra forma de destacar a cultura árabe, sem deixar de envolver todos os povos!);
  • O xale também remete às datas de início do torneio e ao fato de ser a primeira Copa a ser disputada em novembro e dezembro;
  • Os padrões florais no cantinho direito remetem aos bordados dos xales qataris (essa decoração reflete a riqueza da cultura do Oriente Médio);
  • Por fim, mais um detalhe interessante: o texto na parte inferior conta com uma fonte inspirada na caligrafia árabe manuscrita (foi inserida uma “kasheeda”, aquela linha entre as letras “t” e “a”). A letra “Q” também ganhou um toque especial.
Em poucas horas, o lançamento do logo se espalhou nas redes sociais entre locais, guias e expatriados (como eu!), cada um comentando suas impressões! Particularmente gostei bastante, me pareceu simples, sofisticado e nada óbvio, pois acredito que muitos esperavam por algo mais extravagante.
E que tal conhecer um pouco mais dos estádios? Antes de comentar suas peculiaridades, tenha em mente que alguns deles são “fora” de Doha… Mas é como se fossem bairros mesmo, de tão pertinho!

Leia também: onde morar no Qatar

Outra curiosidade: Os estádios terão capacidade para 40 mil pessoas, à exceção do estádio de Lusail, que contará com 80 mil lugares, e o estádio de Al Bayt, que receberá 60 mil espectadores. Entretanto, o país não tem demanda regular de público nas partidas para mais de 20 mil torcedores. Por isso, ao término do mundial, metade dos assentos de cada construção será doada a países em desenvolvimento filiados à FIFA.
  1. Khalifa: Foi o primeiro a ser inagurado. É também o primeiro no mundo a ter refrigeração ao ar livre na história das Copas e o primeiro a utilizar iluminação LED na região;
  2.  Al-Wakrah: O estádio, também conhecido como Al Janoub, possui cobertura principal com arcos que lembram ondas. O teto é retrátil e a parte interna também foi desenhada para que lembrasse um barco de pesca;
  3.  Al Bayt: Será a terceira arena inaugurada. O design conta com tendas brancas com listras pretas, conhecidas historicamente por serem usadas por povos nômades na região do Golfo;
  4.  Lusail: O estádio receberá a abertura e o encerramento da Copa do Mundo. Após o evento, será transformado em um espaço comunitário, incluindo escolas, lojas, cafés, instalações esportivas e clínicas de saúde;
  5. Ras Abu Aboud: Terá estrutura feita com uma série de contêineres recicláveis. Será desmontada após o término do mundial, o que garante menos produção de lixo e maior sustentabilidade;
  6. Al Thumama: Sua fachada imita o gahfiya, uma touca tradicional usada por homens árabes e tem a intenção de priorizar a história local;
  7. Education City: Cercado por universidades e instalações de pesquisa, o estádio possui um design que se assemelha a um diamante;
  8. Al Rayyan: A casa do Al Rayyan Sports Club foi totalmente demolida e a nova construção está prevista para ser inaugurada ainda em 2019.
E você, o que está achando da Copa do Mundo da FIFA no Oriente Médio?

Related posts

Natal no Qatar

Gisele Pezente

Qatar – Pólo cultural do Oriente Médio

Thais Cunha

Qatar – A crise do petróleo e as demissões em massa

Thais Cunha

5 comentários

Fabiana Ferraz de jesus Silva Outubro 30, 2019 at 12:48 am

Todos deveriam ler , que diferença do nosso Brasil que gastou tanto na copa que foi cediada , e tem até hoje obras que não concluída , ver um país como Qatar da esperança , quem sabe algum dia vamos ter essa disciplina. Parabéns
Baby

Resposta
Bárbara Araújo Outubro 30, 2019 at 7:28 pm

Obrigada! Desejo o mesmo ao nosso país, que pode se inspirar no que funciona melhor em outros países, né? Nenhum lugar é perfeito, mas em todos, podemos sempre melhorar! Um beijo!

Resposta
Rose Santana Outubro 31, 2019 at 7:58 pm

Adorei o texto. Muito informativo com uma linguagem bem agradável e que nos prende do início até o final. O Qatar é uma incógnita ainda pra nós do ocidente. é uma cultura bem diferente da nossa e essa diferença é intrigante e ao mesmo tempo nos traz a vontade de conhecer mais. Eles estão dando um show de organização, disciplina e planejamento.

Resposta
Dany Gualberto Março 10, 2020 at 10:00 pm

Texto maravilhoso!!!! Você como sempre supera todas as expectativas com tudo que faz. Quero conhecer logo esse Quatar mas precisávamos mesmo era que todos os Brasileiros conhecesse e aprendesse a viver em um pais civilizado como esss. Sucesso, quero mais textos assim do mundo todo.

Resposta
Dany Gualberto Março 10, 2020 at 10:01 pm

Texto maravilhoso!!!! Você como sempre supera todas as expectativas com tudo que faz. Quero conhecer logo esse Quatar mas precisávamos mesmo era que todos os Brasileiros conhecesse e aprendesse a viver em um pais civilizado como esse.Sucesso, quero mais textos assim do mundo todo.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação