BrasileirasPeloMundo.com
Curiosidades Pelo Mundo Portugal

Noite Branca em Portugal

Noite Branca, Braga

 Noite Branca em Portugal. Conheça essa tradição.

Se você esteve em Porto, Guimarães e até Lisboa durante o mês de Setembro pode ter olhado em volta e percebido muitas pessoas andando de branco na rua. Seria esse mês um ano novo fora de época?  Não é bem assim! Trata-se da Noite Branca. 

Origens da Noite Branca

Não se sabe ao certo qual motivo deu origem a esse evento cultural, mas o primeiro festival deste tipo aconteceu em Paris há alguns anos. Uma noite com muita música, bebidas típicas e gente na rua não poderia ter outro resultado: essa tradição acabou se espalhando por diversas cidades em toda a Europa. 

Em Portugal, o formato original conta com 24 horas de muita diversão para toda a família. Geralmente durante esse evento os museus, bibliotecas e outras entidades públicas têm a entrada gratuita, além de promoverem outras atividades como apresentações, tours, intervenções artísticas e workshops. Além disso, existem palcos com shows dos mais diversos estilos musicais: desde os tradicionais fados portugueses até as músicas portuguesas e brasileiras mais atuais. 

Atualmente a Noite Branca mais longa acontece em Braga, terceira maior cidade de Portugal, localizada ao norte de Porto. A última edição aconteceu entre os dias 6 e 8 de setembro e tinha atrações para todas as idades e gostos! No entanto, nota-se uma mudança no público no cair da noite: até a meia noite é mais comum ver pessoas mais velhas e famílias com crianças rondando pelas ruas da cidade, mas após esse horário os jovens se tornam maioria e tomam conta das festividades. 

Organização, segurança e limpeza

E isso não quer dizer baderna não viu? Da mesma forma como durante o dia, toda a curtição é feita de forma muito educada e limpa. Isso mesmo, limpa! Eram três horas da manhã quando eu olhei em volta e me dei conta que as ruas estavam praticamente intactas, com poucos (poucos mesmo!) plásticos e papéis no chão. A organização do festival ajudou nesse aspecto ao oferecer copos reutilizáveis em todas as barracas de bebida ao preço de 1€. Mas mesmo assim, fiquei realmente impressionada! 

Quanto a educação, posso dizer seguramente que foi uma das poucas festas de rua que eu não presenciei absolutamente nenhum tipo de briga, provocação ou coisas desse tipo. Se você costuma ir a festas de rua no Brasil deve saber bem do que eu estou falando! 

Leia também: Como viajar para Portugal pela primeira vez

Da mesma forma que no Brasil, as bebidas alcoólicas vendidas não eram das mais baratas. Elas estavam variando entre 3€ e 7€. Naturalmente muita gente havia levado a sua própria bebida no cooler, como já estamos acostumados a fazer nos carnavais e festivais de rua. Se for fazer isso, só não se esqueça de colaborar com a limpeza e levar todo o lixo produzido com você, ok? 

Prepare sua roupa branca

Outra coisa que pude perceber é que a festa é levada realmente muito a sério e vai além das vestimentas brancas. A decoração e os enfeites pela cidade não deixaram a desejar, além da infraestrutura de luz e som montadas para não deixar ninguém ir embora cedo! Falando em palcos, fiquei realmente impressionada com a quantidade de música brasileira. Mas acho que isso não é muita novidade para quem está há mais tempo aqui em Portugal né? Rsrs 

Uma das coisas que eu mais gostei da Noite Branca em Braga é que, da mesma forma como em outros restaurantes, parques e baladas, a festa era democrática. Era possível perceber que havia todas as classes sociais, origens e histórias diferentes simplesmente curtindo a música e os espetáculos de luz e som. Apesar das diferenças sociais em Portugal não serem tão “gritantes”quanto no Brasil, nunca deixa de ser lindo observar essa heterogeneidade. Porém isso será assunto para uma outra ocasião… 

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar em Portugal

Se você é novo(a) na cidade ou mesmo um turista curioso, aproveite essa oportunidade para conhecer o Centro Histórico da cidade durante a noite e no ritmo dos moradores. Mesmo que você já tenha percorrido o Centro de Braga durante o dia, não deixe de apreciar as sombras e luzes especiais que se formam no cair da noite. É um verdadeiro espetáculo! 

Agora, caso você tenha chegado tarde demais, sinto dizer que terá que esperar até o ano que vem. Enquanto isso, que tal tomar um vinho do Porto enquanto delicia um bacalhau fresquinho? 

Related posts

Expressões portuguesas que você precisa aprender

Gabriela Monteiro

Porta 65 – auxílio para pagar aluguel em Portugal

Gabriela Monteiro

As principais festas populares em Braga

Giselle Costa

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação