BrasileirasPeloMundo.com
Canadá Vistos & Cidadanias Pelo Mundo

Como requerer um visto de estudante no Canadá

Quando se fala em imigração para o Canadá, uma das primeiras coisas que vem à cabeça é o programa do governo chamado Express Entry. Confesso que sei muito pouco sobre o assunto, sobre pontuações e outros requisitos necessários, mas a última mudança no programa do EE me interessou bastante.

O que mudou no dia 19 de novembro de 2016 é que estudantes internacionais agora acumulam mais pontos caso tenham um diploma ou grau adquirido em alguma universidade canadense. Calma que não é tão simples assim, ainda existem alguns pré-requisitos de elegibilidade e outras coisas um pouco mais complicadas. Vamos as pontuações:

  • 15 pontos, se o aplicante tiver uma credencial elegível de um programa de ensino superior que seja de 1 a 2 anos;
  • 30 pontos, se o aplicante tiver:
    –  uma credencial elegível de um programa de ensino superior de 3 anos ou mais;
    –  uma credencial elegível de um programa de mestrado ou programa de entrada para uma ocupação listada no NOC Skill Level A (National Ocupational Classification – que são profissiões que requerem um diploma universitário) e que requeira licença de um órgão regulamentador provincial. Lista completa das profissões aqui.

Elegibilidade:

  • Um grau, diploma, certificado, diploma técnico profissional (trade) ou aprendiz de uma instituição canadense de ensino superior, pública, ou de uma instituição que opere sob as mesmas regras e regulamentações que uma instituição pública;
  • Um diploma de estudos profissionais (DEP) ou um atestado de especialização profissional (ASP) adquirido por um programa de estudos que tenha no mínimo 900 horas de uma instituição de ensino superior do Quebec; ou,
  • Um bacharelado, mestrado ou doutorado de uma instituição canadense de ensino superior privada, desde que um estatuto provincial autorize aquela instituição a conferir tal credencial.

O importante é que essa nova mudança acaba sendo um incentivo a mais para quem tem vontade de vir estudar no Canadá. Antes de requerer um visto de estudante é preciso se matricular e ser aceito em alguma Universidade ou College no Canadá, e claro, se planejar bastante. Depois é só seguir esses passos:

1. Teste de Elegibilidade

Antes de qualquer coisa, você deve saber se você é elegível para requerer algum tipo de visto. O Canadá disponibiliza um teste gratuito, que faz algumas perguntas e ao final lhe dirá se você é elegível ou não para qual tipo de visto. O resultado do teste lhe dará um código para você criar uma conta e então seguir para os passos seguintes.

2. Requisitos do Visto de Estudante

Para estudar no Canadá por mais de 6 meses, você deve primeiramente ser aceito em alguma Designated Learning Institution, que são as Universidades que oferecem cursos para estudantes internacionais, a lista das DLI de todo o país se encontra aqui. A lista é bem grande e para saber o que você precisa fazer para ser aceito em alguma dessas instituições é só ler esse post aqui.

3. Preenchendo o seu requerimento

Com o seu cadastro online você deverá comprovar 3 coisas importantes:

  1. a)Proof of Acceptance:comprovar que você foi aceito na escola, através da LOA – letter of acceptance;
  2. b)Proof of Means of Financial Support:comprovar que você tem dinheiro para se manter no Canadá durante o período dos estudos e de pagar pela sua educação;
  3. c)Proof of Medical Exam:comprovar que você realizou o exame médico exigido pela imigração. Lembrando que o seu exame só será aceito se for feito por um médico registrado com o governo daqui. A lista de médicos aptos para realizar o exame no Brasil se encontra aqui.

4. IMM 5709

Você deverá preencher o formulário de número 5709. É um formulário extenso que lhe fará perguntas pessoais. Seja completo e sincero, até porque é crime mentir para o governo. Para não ter nenhuma dúvida na hora de preenchê-lo, é só ler com muita atenção ao GUIDE 5552 que dá o passo a passo.

5. Outros dados

Além disso você também deverá incluir uma cópia do seu passaporte e uma foto sua seguindo esses padrões. Você ainda poderá adicionar documentos opcionais ou alguma carta de explicação, caso você sinta necessidade para tanto.

6. Pagamento de Taxas

Ao final você deverá fazer o pagamento das taxas para requerer o visto. Cada visto tem um valor diferente e o visto de estudante é um dos mais baratos. O pagamento pode ser feito online através de um cartão de crédito internacional.

7. Revisão

Antes de enviar os seus documentos, reveja tudo que você escreveu, se está tudo certo e se não falta nada. Tudo que você não quer é que seu visto seja negado, não é mesmo? Para isso existe uma checklist com todos os documentos e exigências necessárias.

8. Submeter seu requerimento

Você poderá fazer o requerimento online caso tenha um escaner para criar cópias eletrônicas dos seus documentos, ou aplicação em papel, na qual você deverá enviar por correio todos os seus documentos ao seguinte endereço:

Citizenship and Immigration – Study Permit
Case Processing Centre
6212 – 55
th Avenue, Unit 101
Vegreville, AB
T9C 1X5

9. Próximos passos

Depois de enviado, você deverá checar com frequência a sua caixa de e-mail e o seu requerimento no site do governo para qualquer atualização. Hoje, o prazo de resposta para quem requere do Brasil é de 10 semanas, mas esses prazos variam bastante. Aí é só ter paciência e aguardar. Boa sorte!

Eu sei que existem profissionais que realizam esse processo para você, pois é algo bem delicado e você quer muito que dê certo, mas não é tão complicado quanto parece. Tudo o que você precisa saber e fazer está bem mastigado no site e se você tiver plena confiança no seu inglês, eu te digo que dá sim para fazer sozinho e economizar bastante.

Quando tudo der certo e você tiver o visto de estudante em mãos, imagino que irá querer saber como é a vida de um estudante internacional no Canadá, por isso, não deixe de ler esse post aqui

books-1012088_960_720-846x564
foto: www.pixabay.com

Related posts

Meios de transporte no Canadá

Elisa Rabello

Novos desafios profissionais no Canadá: o que aprendi!

Priscila Carda

ETIAS – A nova autorização para entrar na Europa

Mel Barbieri

4 comentários

Gabriela Rodrigues valentim Novembro 20, 2018 at 6:05 pm

Queria as informações por e-mail

Resposta
Liliane Oliveira Novembro 21, 2018 at 3:59 pm

Olá Gabriela,
A Elisa Rabello, infelizmente parou de colaborar conosco.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Leticia Fevereiro 21, 2019 at 2:03 am

Olá,
gostaria de saber se os documentos de comprovação financeira que devem ser anexados na aplicação precisam ser traduzidos?
Obrigada

Resposta
Liliane Oliveira Fevereiro 22, 2019 at 12:35 am

Olá Leticiala,
A Elisa Rabello parou de colaborar conosco e, infelizmente, não temos outra colunista morando no país.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação