BrasileirasPeloMundo.com
Alugar/Comprar Imóvel Pelo Mundo Austrália

A luta pela casa (quase) perfeita na Austrália

Todo mundo que vem morar na Austrália sonha em morar na praia, de frente para o mar. Todos. E nós, como todos, pensávamos isso. Fechamos uma kitnet na escola de inglês por duas semanas e depois iríamos procurar (e achar) a casa dos sonhos (na praia).

A primeira coisa que aprendemos: aqui na Austrália não existe corretor como no Brasil. Você não vai na imobiliária com seus requisitos para uma casa e eles tem ligam com uma lista e os horários que você pode ver o imóvel. Aqui, você vai atrás, você descobre quando terá o tal “viewing” e aparece lá. Você acha a sua casa, normalmente pelo site das imobiliárias ou pelo site geral das imobiliárias: Real Estate.

Unit Sub frente
Unit Sub frente

Os “viewings” são outra experiência surreal. A imobiliária marca um dia para abrir a casa para pessoas interessadas darem uma olhada. Dura 15 minutos. Pode ter gente morando na casa ou não. Você chega no endereço e normalmente, tem um monte de gente esperando para ver a casa também. Lembro que fomos em um viewing de um apartamento meio studio e tinha umas 30 pessoas esperando para ver o imóvel.

Bem, ai você foi e viu o imóvel e gostou. O que fazer agora? Você “aplica”. Isso significa que você pega o “application form” com a corretora (você e a torcida do Flamengo em alguns casos), preenche os mil dados e aplica.

Preencher os mil dados significa dar referências pessoais e profissionais, e para quem acabou de chegar na Austrália essa pode ser uma tarefa bem complicada. Para nós foi. Tivemos que pedir para escola de inglês dar referência e para amigos que tínhamos acabado de conhecer. Sem histórico, sem referência fica, muitas vezes, bem complicado conseguir um imóvel logo de cara.

sala Subi
sala Subi

Algumas imobiliárias exigem que você pague para aplicar para um imóvel. A razão é que muitas pessoas aplicam para um monte, eles perdem tempo selecionando e ai quando te avisam, você escolheu outro e eles tem começar o trabalho novamente. Algumas você paga o valor de uma semana de aluguel, algumas um valor determinado.

Se você é selecionado (ja entro nesse mérito) o valor pago fica como primeiro aluguel ou descontado do valor. Se você não é selecionado eles devolvem. Se você é selecionado e recusa, eles retém o valor. Isso faz você pensar muito se vai ou
não aplicar.

Quanto ao ser selecionado: você aplica, preenche as mil informações, coloca referência (e aqui eles ligam mesmo para as referências) e com alguns documentos enviam para o dono que escolhe. Tem casas que estão meses sem alugar porque o dono é super exigente. Passamos por uma situação de não ser selecionado, perguntamos o porquê, e a corretora disse “o dono não gostou de ninguém que aplicou”. O critério além de subjetivo é totalmente dele.

 Casa Como pe direito
Casa Como pe direito

Os preços. Perth é uma cidade cara. E aqui tudo (na Austrália) é por semana, não por mês. O valor do imóvel depende da proximidade do centro (chamado de CBD), do trem e claro, do tamanho (quantos quartos, banheiros). Um studio em Subiaco (bem próximo a city) pode custar $300 por semana, porém um studio em Victoria Park (mais longe) $210 e Beckenham $180. Uma casa em Como, com dois quartos e um banheiro custa $400 por semana, em Victoria Park $320.

Um detalhe: aqui eles contam banheiro e banheiro e meio. Normalmente a privada é separada do chuveiro. Quando se lê que a casa tem 1 1⁄2 banheiros significa um chuveiro e dois separados com privada. Townhouse (dois andares) é bem comum.

Você então aplicou, pagou a taxa, o dono te adorou e você recebe aquela ligação maravilhosa te avisando que a casa é sua. O contrato é assinado na imobiliária, momento que você paga o “bond”, uma espécie de calção exigido pelo governo que será devolvido quando você se mudar. Ele normalmente equivale a 4 semanas de aluguel.

 Casa Como mudanca
Casa Como mudanca

Quando recebi a ligação da nossa primeira casa, uma unit (apartamento com quintal) no Subiaco (um bairro super perto do CBD) a sensação foi um alívio imenso e um sentimento de que finalmente a vida iria começar aqui na Austrália. A casinha era minúscula, mal cabiam as nossas malas. Segundo ano optamos por uma casa com dois quartos e uma sala grande para receber os amigos em um bairro um pouco afastado. E estamos indo para nossa terceira casa, agora, finalmente a casa “completa” como meu marido disse. Perto do Swan River e a minutos (de bike) dos nossos trabalhos.

E quanto a morar na praia? Ficou no sonho, na expectativa daquela Austrália perfeita que existe só na nossa cabeça. Dá para morar na praia sim, mas nós optamos por morar mais próximos aos nossos trabalhos e ter mais a tal qualidade de vida que buscávamos ao sair do Brasil. Não é pela praia, é pelo rio, mas irei de bike para o trabalho em breve.

A maioria das pessoas que conheço que mora na praia, mora longe de transporte público e longe de seus trabalhos ou em shared houses. Tem pessoas que alugam aquelas casas imensas, maravilhosas com 5 quartos e sublocam os quartos e dividem as despesas.

Pode ser interessante, mas eu estou velha para isso. Só queria achar um cantinho para chamar de nosso e cozinhar meu feijão em paz.

Related posts

O que dá para fazer com 1000 dólares em Sydney

Lívia Campos

Quando imigrar está no sangue

Sheyne Tanaka

Onde morar em Los Angeles

Natália Baldochi

29 comentários

Daniela Madureira Setembro 15, 2014 at 7:48 pm

Nossa Aline, reconheci muita coisa no seu texto que eh igualzinha ao que acontece no UK! Eh realmente bem diferente do que acontece no Brasil (em algumas coisas eh melhor e em outras eh pior), mas eh engracado perceber essa similaridade.
Acho bizarros esses viewings com um monte de gente. Fica ate um clima meio de competicao, um olhando pro outro quase como inimigos, eh bem ruim.

Felizmente meus ultimos 3 apartamentos eu consegui com os proprietarios direto, sem envolvimento de imobiliaria, e foi a melhor coisa que aconteceu 🙂

Resposta
Aline Arruda Setembro 19, 2014 at 1:41 pm

Daniela, vou te falar que eu gosto de ter a imobiliaria no meio. Qualquer coisa que precisa de manutenção na casa, a imobiliária ajeita com o dono e só nos ligam para agendar um horário. Tipo, o lustre da sala da casa nova esta fazendo barulho. A imobiliária já ajeitou o eletricista e ele vai semana que vem no meu horário de almoço. E outra, não tenho proprietário batendo na minha porta para receber aluguel e checar a casa como muitos aqui fazem. Tem inspection a cada três meses e aluguel vai em débito automático.

Mas os viewings ainda são os mais bizarros para mim. 🙂

Obrigada por ler 🙂
Bjs

Resposta
fabiana mesquita Setembro 16, 2014 at 11:43 am

E a gente reclama aqui no Brasil, né? NOssa que mão de obra! E essa coisa da subjetividade do dono ao escolher é um component a mais. Complicado ! Mas que bom que a casa pra fazer feijão chegou e agora vcs podem receber os amigos 🙂

Resposta
Aline Arruda Setembro 19, 2014 at 1:43 pm

OBrigada Fabiana. Pois é, a grama do vizinho sempre é mais verde, até você viver lá rs. Tem casas que não somos aprovados e não ideia por que. E casa que amamos. Mas Deus faz tudo na hroa e lugar certo, Era para ser essa e o feijão já esta na panela :-).
Beijos

Resposta
Tati Sato Outubro 30, 2014 at 3:52 am

Adorei!!! Lembrou muito do meu tempo em Dublin, que buscava pelo meu apartamento. Lembro que as filas eram imensas e eu e minha amiga íamos aos “viewings” com envelopes contendo todos os documentos necessários: as cartas de recomendações, as cartas de vínculo de emprego (contendo o salário), as informações pessoais e tudo mais… Um pesadelo! E nem alugamos um super apartamento assim: era bom e era central. Mas acho que é a lei da oferta e da procura… Pelo menos, não tínhamos que pagar! 😉

Resposta
Aline Arruda Outubro 31, 2014 at 4:04 pm

Tati, o começo é tenso, ne? Olhamos para trás agora, 2 anos depois e é inacreditável tudo que passamos. Os viewings, ir em tudo de onibus, correr para imobiliária aplicar, ficar na expectativa…. fica mais a casa te escolhe que vc escolhe a casa rsrs.

Resposta
Karine Valverde Dezembro 7, 2014 at 2:30 am

Oi Aline, Poxa achei super bacana você dividir todas essas informações, pra nós marinheiros de primeira viagem é um alívio. Eu e meu esposo já estamos contando os dias pra conhecer Perth, também estamos em busca de qualidade de vida e segurança. A princípio vamos pra fazer o curso de inglês e com a intenção de ficar de vez por ai mesmo. E assim fazer outra faculdade e ele uma pós, pois já trabalha a muitos anos na área de TI. Estou lendo praticamente todos os seus post pois o que mais temos são dúvidas, enfim muito obrigada por tantas informações.
Bj

Resposta
Aline Arruda Dezembro 7, 2014 at 9:13 am

Karine, muito obrigada por acompanhar o blog. Fico imensamente feliz em saber que estou ajudando. Lembro bem dessa fase antes de vim para cá, tinha um milhão de dúvidas. Viemos na cara e coragem sem conhecer nada nem ninguém. Quando escrevo os posts penso nisso, em tentar passar um pouco da minha experiência e ajudar.
Me conta mais, vcs vem quando? Perth é o máximo, eu amo morar aqui.
Se tiver dúvidas mais específicas, pode mandar, eu ajudo no que consigo.
Beijos

Resposta
Karine Valverde Janeiro 19, 2015 at 4:01 am

Oi Aline! Estamos tentando decidir a data, pois temos muitas dúvidas sobre tipos de vistos, custos por pessoa em relação a moradia e cursos. Acredito que seja entre Julho ou Setembro deste ano. Você tem alguma escola de inglês com preço mais em conta pra indicar? Li em outro post que o valor de aluguel mais barato fica mais próximo do centro, correto?

Obrigada pela prestatividade,
Bj.

Resposta
Aline Arruda Janeiro 22, 2015 at 2:00 am

Oi Karine 🙂 Que máximo saber que os planos estão se concretizando. Que frio na barriga 🙂 :-).
Olha, sobre escola de inglês, eu posso indicar a que eu fiz que é muito boa. Já indiquei para um monte de gente e todo mundo concorda que é a melhor. O nome é Milner (http://www.milner.wa.edu.au/). A agência deles no Brasil é a Australia Brasil http://australiabrasil.com.br/, que foi a mesma agência que me ajudou. Pode falar com a Priscila lá ela é um amor ([email protected]).
Quanto ao aluguel ficar mais barato perto do Centro, acho que é o oposto. Quanto mais afastado do centro mais barato. Dá uma olhada no site de imóveis que esta no post e dá uma pesquisada. Você pode pesquisar por bairro. Talvez no começo, vocês possam alugar um quarto em uma casa (shared house) até achar a casa de vcs. Foi o que eu fiz.

Imagina, pode mandar as dúvidas e no que eu conseguir ajudar, ficarei muito feliz :-).

Beijos

Resposta
katley Janeiro 24, 2015 at 11:35 pm

Oi aline, adorando o blog…estamos pensando em ir para Perth eu marido e 2 filhis de 6 e 3 anis, e tenho dúvidas sobre o inglês que não falamos inclusivemeus filhos , que fico com medo de não acomparem a escola por nao saber o idioma. ..vc acha q vai ser dificil pra eles? E as escolas infantis sao públicas?

Resposta
Aline Arruda Janeiro 25, 2015 at 11:57 am

Oi Katley, tudo bem?
Acho que respondi tudo no outro post :-). Dá uma olhada lá.
Beijos

Resposta
Austrália – A vida em Perth Maio 20, 2015 at 10:11 am

[…] veja meu outro texto sobre o […]

Resposta
Vitor Aguiar Esteves Pires Agosto 31, 2015 at 12:14 pm

Olá Aline parabéns pelo texto e por compartilhar sua experiencia.
Estamos pensando em nos mudar para Sydney eu minha esposa e nossa filha de 2 anos e fiquei muito interessado em saber mais sobre Educação Ambiental ai na Austrália pois sou formado em Engenharia Ambiental e gostaria de saber se existe alguma especialização ou mestrado nessa área em Sydney. Sei que voce esta em Perth mas se souber de algo nessa área em Sydney eu tenho muito interesse. Eu e minha esposa temos ingles avançado entao acho que isso ajuda bastante.
Desde já muito obrigado!
Abraço!

Resposta
Aline Arruda Setembro 1, 2015 at 8:48 am

Ola Vitor,
Tenho certeza que tem sim, basta pesquisar. Entra nos sites das universidades em Sidney e da uma olhada. Otimo que tem bom ingles, vai ajudar na nota do IELTS :-).
Boa sorte,
Abracos

Resposta
Camila Fevereiro 2, 2016 at 1:21 am

Aline, obrigada pelas informações! Seu blog têm me ajudado bastante….

Resposta
Aline Arruda Fevereiro 2, 2016 at 12:22 pm

Imagina. Precisando, sabe onde me achar 🙂

Resposta
Talita Março 28, 2016 at 9:30 pm

Oi Aline! Como sempre seus posts são ótimos.
Vc sabe,por acaso, o aluguel em Murdock? Meu marido vai morar lá e depois eu vou com meu bebê de 9 meses. De que forma,podemos morar lá? Com uma criança
Obrigada

Resposta
Aline Arruda Março 29, 2016 at 2:32 am

Oi Talita,
Você diz o bairro Murdoch? Ou a universidade?
Se for o bairro, dá uma olhada nos sites de busca de imóveis: http://reiwa.com.au/ ou http://www.domain.com.au/
Da universidade, entre em contato com eles e pergunte, mas até onde eu sei você poderia sim morar com bebê nos dormitórios da universidade. Sobre detalhes eu não sei, a universidade te ajyudará melhor.
Boa sorte,
Aline

Resposta
Alicia Junho 6, 2016 at 1:28 pm

Oi Aline, tudo certinho contigo? Espero que sim, e pelo que leio nos seus post, está tudo bem obrigada, não é?

Com relação a montagem de uma casa, existe lugares aonde se compram produtos usados em boas condições? Ou existe alguma facilidade para compra de eletros e móveis que não fazem valer a pena a outra opção? Os produtos de limpeza ajudam no dia a dia? não tão evoluídos quando nos EUA?

Um grande abraço

Resposta
Aline Arruda Junho 7, 2016 at 4:35 am

Oi Alicia:
Tudo tranquilo comigo, obrigada por perguntar ;-).
Sim, existem. Tem o gumtree que é um site que as pessoas vendem seus usados, e tem lojas também.
Não entendi sua segunda pergunta, facilidade, como assim? Parcelar, vc diz?
Produtos de limpeza são bons sim, eu não consigo opinar muito porque não uso, uso produtos “verdes” para limpar a casa, mas nunca ouvi meus amigos reclamarem.
Abraços

Resposta
Alicia Junho 13, 2016 at 5:22 pm

Oi Aline,

Quando perguntei de facilidades, era com relação a descontos especiais para quem está mobiliando uma casa. Com relação a limpeza da casa, produtos verdes, são sem produtos químicos, isso?

Beijos e Boa Semana pra você

Resposta
Aline Arruda Junho 14, 2016 at 7:44 am

Oi ALicia, até onde eu sei, não.
Para residente existe empréstimos, uns cartões de crédito que dá para comprar parcelado, mas para estrangeiro tem que ser tudo à vista.
E sim, produtos sem quimicos. Aqui em casa é tudo na base do vinagre branco, oleo de eucalitpo e lavanda, limão, agua quente com sabão hehe.

Beijos, boa semana 🙂

Resposta
Patricia Lourenço Julho 9, 2016 at 1:43 pm

Olá Aline,

excelentes esclarecimentos sobre Perth, adorando seus comentários tem ajudado muito no planejamento.
Eu (36 anos)e mau namorado (31 anos) chegaremos em Perth no final de Janeiro de 2017, ficaremos 2 semanas no alojamento da escola e posterior a isto pretendemos encontrar o nosso cantinho :), vi nos seus comentários a luta que é para encontrar e ser aceito para alugar uma casa e este é um item que nos preocupa um pouco, assim como conseguir o quanto antes um trabalho. Iremos com algumas economias, mas o foco é trabalhar para se manter sem mexer muito nas economias. Iremos com o visto de estudante com isso poderemos trabalhar por 20h, acredito que os dois trabalhando dê para se manter tranquilamente certo? Não estamos em busca de luxo e glamour e sim em busca da fluência no inglês, conhecer novas culturas e pessoas e também viajar um pouco se possível :).

Gostaria muito do seu auxilio no quesito de conseguir um lugar para morar se possível, já demos uma olhada nos sites que indicou, É possível alugar uma casa ou apartamento já mobiliado? pois a principio ficaremos 7 meses, dependendo de como for as coisas pretendemos ficar mais, com isto não gostaríamos de mobiliar uma casa neste primeiro momento.
a escola que iremos fazer inglês fica em Scarborough Beach Road, Scarborough WA 6019. O sonho seria morar perto da escola, mas morar perto da praia como comentou não é barato, então pretendemos morar nos arredores.

desde já agradeço por todos os seus posts.

Abraços.

Resposta
Aline Arruda Julho 12, 2016 at 2:56 am

Oi Patricia, obrigada por acompanhar o blog. Vcs vão estudar na Milner?
Olha, sim, é possível se manter. Depende do quanto vcs gastarem e o quanto de economias tem no Brasil. A Austrália é muito cara, viajar por aqui é muito caro. Se vcs comprarem um carro (e eu recomendo, ainda mais se querem morar em Scabrough), dá para fazer muita coisa por aqui. Os arredores de Perth são lindos. Eu escrevi sobre isso, dá uma olhada: https://fuilogoali.com/2016/03/08/australia-turistando-em-perth/.
Sim, é bem comum. Tem bastante lugar mobiliado para quem, como vocês, vem por pouco tempo. Ontem mesmo vi uma (estamos vendo casa para mudar também).
O mercado agora está ótimo para nós, tem MUITA casa disponível por conta da crise.
Procura por “fully furnished” nos anúncios :-). Até em Scabrough tem. Não deve melhorar muito até janeiro.
Viu, mas é cedo para vcs se preocuparem com isso. Vcs vão achar casa, Não se preocupe. O mercado esta muito bom.
Boa sorte e manda as dúvidas que tiver.
Abraços
Aline

Resposta
Roberto Gueler Março 4, 2017 at 9:22 pm

Olá; poxa, que legal a luta de vocês. A escolha realmente do imovel mais perto do trabalho é bem interessante e digo inteligente; pois passear a lugares como a praia será parte do contexto de voces. Eu moro no Rio de Janeiro e tenho muito interesse em me mudar para a Austrália, mas surgem muitas duvidas e algumas informações que não consigo obter direito para ter uma plano e a tão – tomada de decisão – da hora de ir. Sou professor de educação fisica no Brasil, trabalho com avaliação fisica, prescrição de exercicios de forma individualizada, treinamento para corredores, cursos e palestras, inclusive na area de esportes de aventura, escalada e rapel. Tenho duvidas da minha colocação aí no mercado profissional na Austrália, li muita coisa de Perth e gostei, escolhi como opção, meu ingles é iniciante. Como disse, muitas duvidas…. Será que pode me responder algumas delas e me dar alguns caminhos para informações que preciso?
Desde já obrigado pela leitura deste e parabens pelo exito de voces e pela contribuição para todos nós que queremos sair do Brasil…

Resposta
Aline Arruda Março 5, 2017 at 4:16 am

Oi Roberto, obrigada por acomapmnahr o blog.
Eu não trabalho com agência, não sei especificamente sobre mercado de trabalho para você. Aconselho, fortemente a procurar um agente de migração, procurar nos sites de busca e de empregos.
Se for dúvidas genéricas sobre Perth, sim, consigo. Específica sobre sua área, não consigo ajudar.

Boa sorte,
Aline

Resposta
Roberto Coutinho Dezembro 12, 2017 at 7:14 pm

Olá Aline
Estou acompanhando seu blog, e achei muito interessante…..
Estive em Perth, em 2008, em COMO…..
Pretendo voltar e ver a possibilidade de fixar moradia……. estou pesquisando como comprar um imóvel……
Como está a vida por aí……. sei que vale a pena!!!
Até mais
Roberto Coutinho

Resposta
Aline Arruda Dezembro 13, 2017 at 12:20 am

Ola Roberto, tudo bem?
Eu morei no COmo, na Axford Street. Adorei, super tranquilo, ne?
As coisas est~ao melhorando por aqui. Voc^e conhece meu blog pessoal? Fica de olho l’a, pq estou escrevendo um post sobre comprar imóveis (estou nesse processo agora): http://www.fuilogoali.com.
A vida esta bem melhor, voltando aos eixos depois da crise.
Abra’cos
Aline

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação