BrasileirasPeloMundo.com
Alemanha

Bicicletas em Munique

Bicicletas em Munique.

Assim que nos mudamos para Munique, vimos que a bicicleta aqui não é só para lazer, mas realmente pode ser usada como um meio de transporte! Morei em São Paulo por 2 anos e já não tinha carro por lá, andava a pé, de metrô ou Uber, além de caronas dos amigos. Mas por conta da geografia da cidade, a bike não era viável para mim como transporte do dia a dia, só lazer mesmo.

Em Munique, compramos nossas três bicicletas em Flohmarkt (as grandes feiras de venda de itens de 2ª mão na Alemanha). Super em conta, bicicletas muito boas, trocamos alguns pequenos itens (banco, lanternas) e começamos a pedalar!

Munique tem ciclovia para todo lado, com mais de 1.200 km para as bicicletas e muitas vagas de estacionamento destinadas a elas. Achei muito fácil andar de bike aqui, a cidade é bem plana, tem bastante árvores no caminho e a questão de que as pessoas respeitam as regras de trânsito, tornando tudo mais previsível, foi o que me impulsionou. Sou medrosa, sei que uma pessoa de bicicleta está vulnerável em comparação aos carros. Mas percebi que o trânsito de bike é quase sempre separado dos carros e me senti segura.

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar na Alemanha

Depois de algumas idas a lugares próximos de casa, decidi ir para o trabalho de bicicleta (4 quilômetros para ir + 4 quilômetros para voltar, 40 minutos ao total de esforço físico) todos os dias. Estou amando! De lá, ainda faço outras atividades e a bicicleta proporciona uma liberdade de ir e vir e uma qualidade de vida que eu não esperava tanto!

O que eu comecei a reparar é que existem diversos acessórios muito bons (e alguns extremamente necessários) para quem quer viver esse estilo de vida:

  • Cestinhas de vários tamanhos;
  • Carrinho que você engatilha para carregar crianças ou também um tipo de porta-malas;
  • Cadeira para levar crianças pequenas;
  • Locker para travar as bicicletas com segurança onde você estacionar;
  • Capacete (não é obrigatório, mas é super importante!);
  • Porta celular.

Como eu falei antes, as pessoas, em geral, respeitam as leis de trânsito. Por exemplo, mesmo que não venha ninguém no cruzamento, nem o pedestre nem o ciclista atravessam, esperam o sinal verde aparecer. Essa previsibilidade é muito boa! Confesso que de início, para mim foi complicado, porque no Brasil eu sempre passava se o sinal estava fechado mas dava para atravessar. Porém, já me acostumei e acho que é melhor assim.

Falando em regras, existem algumas importantes para o ciclista, podendo até ser multado e inclusive perder pontos na carteira de motorista, ou até mesmo perder a carteira de motorista! Li que até se você ainda não tem uma carteira, esses pontos podem ficar guardados. Algumas regras importantes:

  • Respeitar os sinais de trânsito;
  • Velocidade máxima de 20 km/h;
  • Ter as lanternas da frente e atrás funcionando;
  • Não ficar mexendo no celular (pode atender ligações com fone);
  • Não andar pela calçada de pedestres (desça da bicicleta e carregue até ter a ciclovia de novo);
  • Embriaguez, nem pensar! Multa bem alta!

Leia também: Carteira de motorista alemã

Dicas importantes:

  1. As ciclovias funcionam na mesma direção dos carros, ou seja, não ande no sentido contrário! Atravesse a rua para o lado certo sempre! (Previsibilidade: o tempo todo).
  2. Ande na direita na ciclovia. Se quiser cortar, vá para a esquerda e depois volte. Isso facilita muito!
  3. Sinalize quando for entrar à esquerda e à direita: aqui se faz um sinal com o braço pro lado que você quer entrar, ajuda muito quem está por perto (previsibilidade mais uma vez!).
  4. O Google Maps sempre te coloca na rota mais rápida, mas eu já vivi situações em que eu estava na ciclovia e tinha um parque maravilhoso ao lado! Fiz o caminho por dentro do parque e pude assistir um lindo pôr do sol, ver plantações de girassóis, etc. Use o benefício de não estar em um carro, isso é maravilhoso!

Sem falar que nos ajuda bastante a ficar em forma, não é? Não se esqueça de um protetor solar, água e um chapéu. Já peguei chuva também (de leve), coloquei a capa e continuei.

Espero encorajar-te a andar mais de bicicleta e aproveitar mais a cidade!

P.S.: Para ler mais sobre as regras para ciclistas, deixo este artigo muito bom em inglês.

Related posts

A cultura alemã no trabalho

Beatriz Morgado

Dicas para a comunidade brasileira na Alemanha

Nathalia Vitola

Seis cafés imperdíveis em Berlim

Raquel Muniz Barreto

2 comentários

Chayene Outubro 16, 2019 at 9:30 am

Parabéns pela postagem, Márcia Belmiro. A mudança de hábitos para favorecer a saúde é sempre muito bem vinda. Muito esclarecedoras as informações para quem quer andar de bike na Alemanha.

Resposta
Jane Laura Augusto de Souza Outubro 16, 2019 at 2:07 pm

Parabéns cunhada, muito boa essa dica, pena que em outros lugares não pode fazer osso

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação