BrasileirasPeloMundo.com
Suíça

Como é morar em Zurique?

As dores e as delícias de morar em Zurique, na maior cidade da Suíça.
Mudar para um novo país é quase como ser uma criança novamente. São muitas descobertas e novas experiências ao longo do caminho. O desafio de se adaptar aos costumes locais, clima, fazer amigos, encontrar um trabalho, aprender o novo idioma, entre tantas outras coisas, pode trazer ansiedade e preocupações. Mas não era a minha primeira vez a enfrentar isso! Na minha mente eu pensava: não vai ser fácil, mas vou tirar de letra! E foi com esse pensamento que em outubro de 2017, fiz as malas e me mudei de Dubai para Zurique.
Morei em Dubai de 2014 até o final de 2017. Foi lá que conheci meu marido, que é alemão, mas já morava em Zurique há 7 anos. Ele sempre adorou o estilo e qualidade de vida que a cidade proporciona e me contava sobre todas as vantagens de morar na Suíça.
Cheguei em Zurique no dia primeiro de novembro de 2017 com algumas malas, caixas e muitas expectativas. Apesar de ter visitado o país algumas vezes antes da mudança, nunca me passou pela cabeça que um dia viria morar aqui.
Enfrentar o primeiro inverno após morar por quatro anos num país onde o sol brilha praticamente todos os dias do ano não foi fácil. Dias cinzas, chuvosos e frios me faziam duvidar que um verão espetacular estava a caminho. O dias quentes finalmente vieram em maio e se estenderam até o final de setembro, trazendo um clima super especial para a cidade, com diversas opções de bares e restaurantes ao ar livre, os famosos barbecues (churrascos) nas margens do lago, pessoas de biquíni, tomando sol no Chinagarten (Jardim Chinês) e boias gigantes para descer o rio Limmat flutuando.
Desde o inicio, uma das coisas que mais me encantaram na vida em Zurique foi morar na cidade e, ainda assim, estar tão próximo da natureza e das montanhas. É muito fácil chegar em outras cidades de trem, ou carro. A beleza natural do país é estonteante e as paisagens são incríveis. As pessoas na Suíça são muito esportivas e é uma delícia pegar uma das bicicletas públicas, sair pela cidade e visitar seus lindos parques. A Suíça respira esporte e aventura e oferece opções para todos os gostos!

A atmosfera da cidade

Zurique tem uma atmosfera tranquila, pouco trânsito, muitos parques, museus, igrejas históricas, o maravilhoso lago de Zurique e o rio Limmat. Aqui os grandes shoppings centers não são comuns, o comércio é de rua, com lojas, butiques lindas e uma grande variedade de lojinhas exclusivas com produtos diferenciados. Porém, o custo dos produtos (e de vida, em geral) é alto quando comparado com cidades alemãs localizadas próximas da fronteira.
A gastronomia local tem influências dos países que são fronteira como Alemanha, França e Itália, com uma pitada diferenciada de queijos fortes no famoso fondue ou raclette e deliciosos chocolates. O supermercado oferece produtos de alta qualidade e uma grande variedade de frutas, legumes e hortaliças orgânicas.
Transporte público excelente, pontualidade, organização e limpeza são outras características maravilhosas da cidade de Zurique.
Um ponto excelente também é a preocupação com o meio ambiente e as políticas de reciclagem. Reciclar papéis, papelão, plásticos e PETs, vidro, alumínio e até mesmo embalagens de produtos de limpeza, está totalmente inserido no cotidiano da cidade.

A busca por emprego

Comecei a procurar emprego desde que cheguei, com a convicção de que Zurique fosse uma cidade muito internacional, o que é realmente verdade! Pessoas de diferentes partes do mundo moram e trabalham aqui. Porém, por ser formada em Comunicação Social, ao longo dos meses, pude perceber que o alemão seria crucial para minha recolocação profissional. Matriculei-me no curso imediatamente e comecei a estudar e, consequentemente, tentar me integrar e fazer amigos.
Apesar da língua oficial ser o alemão, o mais comum de se ouvir pelas ruas é o “Schweizerdeutsch”, ou seja, o suíço alemão, que é o dialeto local, capaz de deixar qualquer pessoa que está aprendendo a língua de cabelo em pé! Por sorte, a maioria das pessoas falam inglês, o que torna a comunicação totalmente viável.
Pode ser apenas uma impressão pessoal, mas acredito que os diplomas adquiridos ao longo da vida, são muito mais valorizados aqui na Suíça se a universidade for europeia. Como fiz faculdade e pós no Brasil, sinto que isso também tem impactado a dificuldade na recolocação.
Acervo pessoal

 

As pessoas

Os suíços são pessoas extremamente educadas e reservadas. Conversar com um estranho no transporte público ou no elevador, é uma coisa muito improvável de acontecer. Todas as vezes que precisei de algum serviço aqui, tanto do governo, quanto privado, fui muito bem atendida. Quando falamos de relações mais pessoais, como amizades, a barreira da língua, diferença cultural e a falta de oportunidades de contato, dificultam a amizade com pessoas locais. Devido à nova rotina de ir para escola de alemão, a oportunidade de pessoas de outros países é mais fácil e flui com mais naturalidade. Mas acredito que depois dos 30 anos, realmente o processo de fazer novos amigos fica mais difícil mesmo (risos).

Aprendizados e Frustrações

Nesse primeiro ano morando aqui, aprendi muitas coisas, me frustei com outras. A dificuldade em se recolocar no mercado de trabalho e em conhecer pessoas fazem os dias serem mais longos e, por vezes, tristes. Morar em outro país é como deixar todo seu passado para trás e começar do zero em várias coisas. É sentir saudade da família, chorar sozinho numa noite e acordar no dia seguinte com as esperanças renovadas de que tudo vai ficar bem, saber que é preciso ter paciência e abrir o coração para reconhecer o super privilégio de morar num lugar localizado no coração da Europa, com excelente qualidade de vida, organização, segurança e uma belíssima natureza ao redor. Seguimos!

Related posts

Como transferir a carteira de motorista na Suíça

Janaína Abreu

O que fazer com mil dólares na Suíça?

Lúcia Bastos

Os encantos do Lago Genebra

Teca Hungria

2 comentários

Juliana Imthon Zweifel Abril 16, 2019 at 9:29 pm

Olá! Gostei do seu texto e queria fazer algumas perguntas por e-mail. É possível? Agradeço desde já.
Juliana Zweifel

Resposta
Daniela Mares Abril 16, 2019 at 9:43 pm

Que bom que gostou! Te enviei um e-mail. Tks 😉

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação