BrasileirasPeloMundo.com

Related posts

O famoso sotaque de Glasgow

Narister Oliveira

Deserto alimentício nos EUA: Oásis do Fast Food

Alessandra Ferreira

Como é estudar Arte em Budapeste

Mariana Bortolini

3 comentários

Augusto December 10, 2017 at 4:41 am

Estive em Budapest em Fevereiro de 2015, mas não achei a cidade um espetáculo, menos ainda os húngaros um povo acolhedor e educado – bem ao contrário, achei-os rudes, desonestos e mal-humorados, com bem poucas exceções.
Minha dúvida mesmo é saber se você já está falando húngaro e em que nível de compreensão e desenvoltura.

Resposta
Liliane Oliveira December 10, 2017 at 2:52 pm

Olá Augusto,
A Yeda Maria parou de colaborar conosco, mas temos outra colunista na Hungria.
Você pode entrar em contato com ela deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Fernando Ferreira September 21, 2018 at 11:13 am

Eu acrescentaria um ítem para a língua magiar. Trata-se de uma língua única a nível mundial e não deixa de ser impressionante como se conseguiu impor e resistir durante mais de mil anos num local daqueles, isto é, rodeada de línguas eslavas, germânicas e latinas.

Resposta

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação