BrasileirasPeloMundo.com
EUA Seattle

EUA – Vem chegando o verão

Depois de alguns anos longe do Brasil, as pessoas perguntam: do que você mais sente falta? Respondo: além da família e amigos, sinto saudade do sol, praias e feriados prolongados! Só que olhar para trás cria uma barreira para ser feliz num país diferente. Por isso, o lance é conhecer os hábitos da população local e se jogar em novas experiências.

A chegada do verão é antecipada pelo ciclo bem definido das estações do ano, indicadas pelas cores de cada período: tons de laranja e marrom das folhas secas do outono; o acinzentado das árvores e plantas desfolhadas no inverno, a primavera rosa e branca graças ao florescimento das cerejeiras, e finalmente o colorido do verão graças às flores das plantas anuais.

Por ficar no Puget Sound – baía do Oceano Pacífico que contorna a costa noroeste do Estado de Washington – Seattle tem praias que ficam às margens de lagos e de água fria (para não dizer gelada). Durante metade do tempo, chove. E a temperatura média no verão é de 24°C, podendo chegar a 32°C – clima ameno se comparado ao Brasil. Em contrapartida, o verão é uma estação seca (chega de chuva!) e os dias, longos.

Assim, quando chega o calor gostoso do verão, dá vontade de aproveitar cada raio de sol. Aliás, é incrível como a gente passa a valorizar o sol – no Brasil, muitas vezes nem percebemos, talvez porque temos um dos maiores índices de radiação solar do mundo. O lance, portanto, é sair de casa: encarar uma caminhada no calçadão da praia, piquenique (farofada mesmo!) e hiking nos inúmeros parques da região.

unnamed (2)
Alki Beach, em Seattle: para fazer piquenique, jogar vôlei de praia e caminhar

Diferente de muitas regiões dos Estados Unidos, as pessoas que moram na Grande Seattle têm tendência fitness e natureba. Sem exageros. Muita gente pratica esporte ou curte uma atividade outdoor. Seja para andar com seu pet, andar de bicicleta, tomar sol, fazer um churrasco, há diversas opções e muitos lugares gostosos para curtir. Portanto, a única desculpa para não sair de casa… é a preguiça.

Aqui listo algumas atividades para fazer durante a primavera e verão. São poucas, perto da variedade de coisas que estão à disposição.

Hiking

A Washington Trails Association mantém uma lista de trilhas e parques. Há mais de 3 mil opções para todos os níveis e perfis: montanhas, lagos, cachoeiras, trilhas curtas e longas, íngremes, para ir com cachorro ou crianças, e por aí vai. É só escolher e enjoy the ride!

Praias e lagos

As praias ficam à beira de lagos ou localizadas no Puget Sound. A água é gelada, mas calma. Caiaque e stand-up paddle (dá para alugar por hora) tornam a água mais convidativa. Para os esportistas, tem vôlei de praia, caminhada, bike e corrida. A infraestrutura nas praias é bacana: banheiros limpos, churrasqueiras e mesas estão disponíveis para quem quiser fazer um piquenique ou churrasco. Sim, aqui a “farofa” não é uma coisa baranga. Na verdade, é um jeito bem norte-americano de se divertir, e é simples, barato e gostoso.

Algumas das muitas praias: Alki Beach, em West Seattle, que tem calçadão com vista para Seattle, restaurantes e cafés; Golden Gardens Park, no bairro de Ballard, em Seattle, mistura praia e parque, com trilhas, local para pesca, vôlei de praia; as praias da cidade de Kirkland, a leste de Seattle, com ótimas opções de bares e restaurantes.

Marina de Kirkland: no verão a criançada encara a água fria e há aluguel de stand-up paddle
Marina de Kirkland: no verão a criançada encara a água fria e há aluguel de
stand-up paddle

Ilhas

Ah, as ilhas! Há um complexo de ilhas acessíveis de balsa e bacanas de visitar tanto na primavera quanto no verão. Por exemplo: a apenas 35 minutos de balsa, partindo de Seattle, fica Bainbridge, com opções de parques e praias – mas gostoso mesmo é curtir a cidade, incluindo o centro histórico Winslow. Há também o complexo de San Juan Islands que reúne inúmeras ilhas – as principais são Orcas, San Juan, Lopez e Shaw Islands. Vale um final de semana, pois há bons restaurantes, atividade aquáticas, trilhas e uma paisagem maravilhosa! Outro exemplo é Whidbey e Camano Islands onde dá para visitar vinícolas, e há atividades outdoor, parques, além de lojinhas de antiguidades e restaurantes.

unnamed
Gorge: O público se espalha pelo gramado do Gorge Amphitheatre para assistir aos shows e, de quebra, apreciar a paisagem

Shows!

Além das atrações nos parques, como cinema ao ar livre no Marymoor, em Redmond, vale uma ida ao Gorge Amphitheatre, a 240 km de Seattle. Os espetáculos acontecem somente no verão. O espaço é ao ar livre e tem uma vista maravilhosa. Os mais conservadores podem comprar o acesso a cadeiras marcadas. Mas legal mesmo é estender uma esteira, farofar e tomar seu lugar no enorme gramado que rodeia o palco. Lá de cima, além do show, vê-se um pôr do sol lindo. Vai gente de tudo quanto é tipo, mas é importante estar animado – o estacionamento é num pasto e tem que andar bastante. Vale a experiência! Ah, Dave Mathews Band bate cartão todo ano, e em 2015 tem Foo Fighters.

Esportes

Em vários parques, tem-se acesso a quadras de futebol, tênis, vôlei, basquete. Em alguns lugares, há times treinando sério, mas em outros, a galera se junta para brincar. Um esporte muito praticado é o ultimate frisbee. Seattle tem um dos melhores times do mundo. Sim, o esporte é profissional e pouco tem a ver com o frisbee que jogamos na praia – tem jogadas aéreas lindas. Para quem já pratica, é só chegar num dos vários pick-up games em que não precisa ser parte de um time. É chegar e jogar.

Bem, essas são algumas dicas para aproveitar o sol por aqui.

Não se trata de um guia de viagem. Longe disso. É que só quando veio o primeiro verão parei para pensar como aproveitar o calor numa região tão diferente do Brasil. E foi um alívio quando descobri que há atividades locais bacanas, e ajuda quem vem de fora a se sentir em casa.

 

Related posts

Um passeio pelos museus em Washington DC

Gabriela Albuquerque

Entrevista com a designer de joias, Claudia Lobão

Thais Amaral Tellawi

Rota 66 “A Rota Mãe” dos EUA

Lorrane Sengheiser

3 comentários

Elizabeth Alves Maio 21, 2015 at 10:45 am

Ah Seattle, como amei morar nesta cidade, o verão então, nem se fala…Um dos melhores em todos os lugares em que já morei 😀
Obrigada Flávia pelo seu excelente post 🙂
Bjinhos,
Elizabeth

Resposta
Jessica Março 31, 2016 at 4:04 am

Estivi aí começo do ano e simplesmente amei tbm. Fiquei Bellevue, mas conheci bem Seattle. Estou pra voltar agora e ficar até setembro. Você sabe me dizer se eh muito quente ou eh menos calor que aqui no Brasil?!

Resposta
Cristiane Leme Abril 2, 2016 at 1:52 pm

Jessica, a Flávia parou de colaborar com o blog.
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação