BrasileirasPeloMundo.com
Rússia Sistemas de Saúde Pelo Mundo Turismo Pelo Mundo

Sputnik Tour – Turismo de vacinação na Rússia

“SPUTNIK TOUR” – O TURISMO DE VACINAÇÃO NA RÚSSIA

Sputnik Tour – Turismo de vacinação na Rússia.

Combinar férias com um tratamento de saúde não é tão incomum quanto se imagina. Porém, a pandemia do novo coronavírus deu origem a um novo tipo de viagem: o turismo de vacinação na Rússia.

Apesar de, oficialmente, as fronteiras da Rússia estarem fechadas em razão da pandemia, algumas agências de turismo internacional criaram pacotes para Moscou, oferecendo passeios e a vacina Sputnik V.

Aparentemente, essa inovação do turismo tem o apoio tácito do Kremlin, que tem permitido a entrada de viajantes em busca da vacina russa, como um tratamento de saúde.

Divulgação nas redes sociais

“SPUTNIK TOUR” – O TURISMO DE VACINAÇÃO NA RÚSSIA
O novo programa do Sputnik V de viagens à Rússia, para turismo de vacina contra a Covid-19 (Foto: Facebook / sputnikvaccine.)
Com a #SputnikVaccinated, a página oficial da Sputnik V no Facebook publicou o lançamento de um programa de viagem para divulgar o turismo de vacinação na Rússia.

A página convida os estrangeiros a visitarem o país e, de quebra, se vacinarem contra a Covid-19.

Leia também: Como foi “pegar” o coronavírus na Sibéria.

A empresa convidou os usuários da rede social a seguir sua conta, dizendo: “Diga aos seus amigos para seguirem Sputnik V no Facebook! Os nossos seguidores nas redes sociais serão os primeiros a serem convidados a obter #SputnikVaccinated na Rússia quando o programa começar.” (tradução livre)

A vacina está disponível na Rússia, gratuitamente, para seus próprios cidadãos e também para estrangeiros com autorização de residência permanente ou temporária.

Apesar disso, a tendência é de ampliação de pessoas autorizadas a se vacinarem.

Primeiros turistas da vacinação na Rússia

Os primeiros turistas de vacinação que chegaram em Moscou e foram vacinados com a Sputnik V. (Vídeo: https://youtu.be/-Tk3GEt05NU.)

Para muitos, a viagem de vacinação é uma solução muito atraente para a falta de vacinas em seus países, como ocorre na Europa, inclusive, com a suspensão do uso da vacina da AstraZeneca.

Então, embora a vacina Sputnik V ainda não tenha a aprovação da União Europeia, os europeus viram nas viagens à Rússia uma possibilidade de imunização mais rápida.

Uma das primeiras agências a lançar o “pacote vacinação” foi a empresa norueguesa World Visitor, que também tem agências na Alemanha.

Leia também: 5 pontos sobre a vacina russa Sputnik V.

A agência oferece uma variedade de pacotes de viagens, todos incluindo o recebimento da vacina russa Sputnik V.

Por exemplo, por € 1.599 o cliente pode fazer duas viagens em um mês, uma para cada dose.

Já por € 2.599, os viajantes podem desfrutar de uma estadia de 22 dias em um luxuoso spa russo, com uma dose da vacina no início da viagem e outra no final.

De acordo com as informações contidas no site da empresa, os pacotes turísticos incluem consulta médica, exames e a aplicação da vacina em uma clínica médica privada.

Sputnik Tour – Turismo de vacinação na Rússia

Segundo a agência, as viagens da vacinação com destino a Moscou estão abertas para qualquer estrangeiro.

No mês de abril, os alemães foram os primeiros turistas a chegarem em Moscou para tomar a vacina.

Além dessa, outras empresas turísticas localizadas em países como Itália, Áustria, República Checa e Moldávia, estão de olho no turismo da vacinação na Rússia e também oferecem pacotes de viagens incluindo a imunização com a Sputnik V.

Contudo, algumas dessas agências têm enfrentado objeções de seus governos, justamente pela limitação de entrada dos estrangeiros na Rússia, bem como pela falta de aprovação da Sputnik V em seus países.

“Corrida” pelos turistas

Sputnik Tour - turismo de vacinação na Rússia
Posto de vacinação no Shopping GUM, localizado na Praça Vermelha, em Moscou.

Se, de fato, o governo russo oficializar o turismo da vacinação (a exemplo de Nova Iorque) isso poderá ser uma jogada de marketing para atrair os estrangeiros e, assim, fomentar o turismo abalado mundialmente pela crise provocada pela pandemia.

Na corrida espacial no período da Guerra Fria, os russos lançaram no espaço o primeiro satélite do planeta, chamado de Sputnik. Daí, a origem do nome da primeira vacina produzida contra o coronavírus no mundo.

Geopoliticamente falando, isso não foi diferente em relação à vacina Sputnik V, que se tornou o orgulho nacional.

Leia também: 7 motivos para estudar na Rússia.

A Sputnik V foi lançada em 2020 e desde então já foi aprovada em mais de 55 países. Além disso, a Rússia está produzindo outras duas vacinas. 

O turismo de vacinação na Rússia pode contribuir para o objetivo comum global de acabar com a pandemia do novo coronavírus. Claro, para quem tem recursos financeiros para isso.

Em países como a Sérvia, por exemplo, que oficialmente aplica vacina em turistas, a vacinação está desacelerada e estão sobrando doses dos imunizantes (incluindo a Sputnik V).

Com isso, permitir o turismo de vacinação contribui para evitar o desperdício e ajuda a imunizar o maior número de pessoas possível.

Você já pensou em viajar para se vacinar?

Пока-пока! (Tchau-tchau!)

 

Quer saber mais sobre o BPM? Siga-nos também no Instagram e no Facebook

 

Related posts

Cinco programas imperdíveis na Suíça

Teca Hungria

Passeios alternativos em Hong Kong

Ana Clara Oliveira Garner

Dicas de passeio em Oslo

Débora Veloso

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação