BrasileirasPeloMundo.com
Austrália Empregos Pelo Mundo

O ambiente de trabalho nos escritórios na Austrália

O ambiente de trabalho nos escritórios na Austrália.

Chegou finalmente o dia, fui chamada pra minha primeira entrevista de trabalho para uma empresa australiana! Depois de muito buscar emprego na área em que sempre trabalhei no Brasil, estava muito ansiosa por essa primeira grande oportunidade desde que me mudei pra Austrália.

A mensagem dizia “Me ligue quando chegar aqui”, e assim o fiz. Então meu futuro chefe veio me receber à porta mas não me levou para uma sala para ser entrevistada, e sim pra um café, na esquina de onde o escritório ficava. Foi assim que percebi que o trabalho, a rigidez e a seriedade com as quais estava acostumada no Brasil eram bem diferentes aqui do outro lado do mundo.

Na Austrália existe o Fair Work Act (Ato de Trabalho Justo) e as Fair Work Regulations (Regulamentos de Trabalho Justo) de 2009 que definem as regras mínimas e as condições para as relações de trabalho no país.

Algumas das regras básicas de trabalho:

  •  A semana de trabalho tem no máximo 38 horas e apenas é permitido um número razoável de horas extras;
  •  Todos os funcionários têm o direito de solicitar horário flexível de trabalho;
  •  É permitido 1 ano de licença maternidade não paga, e o direito de solicitar mais 1 ano depois do primeiro;
  • Em casos de adoção, a licença permitida é a mesma aplicada para a licença maternidade;
  •  4 semanas de férias pagas por ano (proporcional a quantidade de meses já trabalhados até o momento em que as férias são solicitadas) folga para ir à juri, folga por motivos de saúde, e outras;
  •  Após dez anos trabalhando para a mesma empresa o funcionário adquire direito a mais folgas devido ao Long Service Leave (Folgas por longo tempo de trabalho, é um direito extra concedido a funcionários fiéis que estão há tanto tempo na empresa).
  • Aviso prévio: a duração do aviso prévio varia de acordo com a quantidade de anos trabalhados para a empresa. Se o funcionário tiver menos de 1 ano na empresa só precisa cumprir aviso prévio de 1 semana.
  • Redundancy pay (pagamento de redundância), é o pagamento das folgas e férias acumuladas mas não utilizadas quando do momento do fim do contrário. É direito de todos os funcionários.

Com certeza várias dessas regras fazem com que o ambiente de trabalho e a rotina nos escritórios australianos sejam bem diferentes das do Brasil.

사본 -20150101_123650-01

Vários funcionários no escritório em que eu trabalho têm agenda flexível: alguns chegam mais cedo todos os dias e por isso saem mais cedo, outros trabalham as 38 horas semanais em apenas 3 dias úteis e há também os que trabalham de casa um dia por semana. Esse foi um dos meus maiores choques aqui. Não existe aquela rigidez do chefe controlando todos os seus passos e verificando a que horas você bateu o ponto.

A Austrália é um país multicultural com imigrantes de todas as partes do mundo e é normal que isso seja refletido no escritório. Australianos, indianos, neozeolandeses, ingleses, brasileiros, colombianos, paquistaneses, chineses, gregos, coreanos e tantos outros formam a rede de trabalhadores. As empresas estimulam a contratação de pessoas de várias nacionalidades porque reconhecem as vantagens de ter trabalhadores com diferentes culturas e conhecimentos.

Os chefes são mais líderes do que gerentes, te fazem sentir importante e motivado para atingir as metas da empresa. O líder sabe engajar o grupo sem precisar se impor. Com habilidades no dia a dia ele mantém o grupo focado e disposto a trabalhar, onde cada um se sente parte importante do time. É claro que isso varia entre cada escritório e nem todos têm a mesma cultura organizacional, porém, no geral são sim mais flexíveis e informais do que os do Brasil.

No escritório onde trabalho o rádio fica ligado durante todo o expediente, há salas para relaxar com TV, mesa de sinuca e pufes pra descansar durante o expediente. As salas de reunião têm nomes engraçados como “A caverna do Batman”. As pessoas saem algumas vezes por dia para comprar café nas lojinhas das redondezas, sem problema. Existem plantas espalhadas em cima das mesas o que faz o ambiente ficar ainda mais agradável.

Toda sexta-feira 1 hora antes do final do expediente, os chefes abrem garrafas de cerveja e vinho com salgadinhos e servem todos os funcionários. Sim, exato: álcool no trabalho! Também existe uma churrasqueira em uma área aberta e de vez em quando eles fazem churrascos para comemorar alguma data importante ou algum objetivo atingido. É claro que não foi difícil me acostumar com essa maneira de trabalhar e sentir menos pressão no trabalho.

Os chefes australianos sabem cobrar o resultado, mas deixam os funcionários livres para administrar suas rotinas, contanto que eles não os deixem na mão. Com certeza pode-se dizer que é uma cultura de trabalho de primeiro mundo, e ainda pode melhorar bastante. Muitas empresas australianas já estão implementando outras técnicas como não deixar gerentes e funcionários em um mesmo ambiente ou aderir à rotação das mesas, onde um funcionário não pode sentar no mesmo lugar por mais de 3 dias seguidos, tudo para aumentar a dinâmica e aliviar a pressão, em troca de mais produtividade, logicamente.

É claro que com toda essa flexibilidade e descontração poderia ser fácil perder o foco dos objetivos do trabalho e do que realmente precisa ser feito. Todos no escritório entendem que a flexibilidade e descontração são condicionais e é claro que serão canceladas caso os funcionários se distraiam muito do trabalho e diminuam a produtividade.

Related posts

Quer imigrar para a Austrália? Conheça as listas de profissões em demanda 2017-2018

Tasla La Pastina Worth

Austrália – Universidades em Perth

Aline Arruda

O ambiente de trabalho nas empresas chilenas

Isabela Vargas

3 comentários

Alana Duarte Agosto 2, 2016 at 10:32 am

Oi Mariana! Que legal! Muito bom saber 🙂 Em que área você trabalha? Arquitetura ou Administração?
🙂 bjs

Resposta
Mariana Loureiro Agosto 30, 2016 at 11:46 am

oi Alana, trabalho na area de ADM, com Supply Chain para uma empresa local.

Resposta
Maria Forni Outubro 11, 2016 at 3:15 pm

Olá Mariana,

Sou advogada e atualmente trabalho na área de comércio exterior, logística e direito aduaneiro em um escritório no Rio de Janeiro.

Estou me mudando para a Austrália em um mês e sem grandes expectativas ainda.

Estou indo com a cabeça aberta para as oportunidades que podem surgir. O plano inicial seria fazer um Mestrado em direito internacional, com foco em international trade e customs law, mas estou pesquisando outras formas de entrar no mercado de trabalho.

Gostaria muito de saber como foi sua inserção no mercado de trabalho, quais cursos você fez.e etc.

Qualquer ajuda vai ser muito bem vinda.

Obriagada!
Beijos.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação