BrasileirasPeloMundo.com
Austrália Criando Filhos Pelo Mundo

Trabalhar com crianças na Austrália

Trabalhar com crianças na Austrália.

Como tenho recebido muitas perguntas em relação a trabalhar em Early Learning Centre, resolvi antecipar esse post.

Trabalhar com crianças para mim surgiu como uma opção para parar de trabalhar como garçonete. Só que uma coisa que eu nunca iria imaginar era me apaixonar pelo trabalho. O primeiro passo de quem está pensando em trabalhar com criança é pensar, repensar e pensar mais um tantão se você gosta mesmo de criança. O trabalho não é fácil, é muito puxado e emocionalmente exaustivo. Ser mãe não ajuda: é totalmente diferente.

IMG_6315

O que é Early Learning centre?

Early Learning centre são escolinhas para crianças de 0 a 6 anos. Seria equivalente ao maternal ou jardim da infância no Brasil, aquela primeira escolinha antes de começar o primário.

Como funciona?

Na maioria dos centros as crianças são separadas em salas de acordo com a sua idade: sala dos bebês (de 0 a 2 anos), toddlers (de 2 a 3 anos) e kindy (de 3 a 6 anos). A quantidade de educadoras por sala varia de acordo com a legislação específica: Baby room, uma educadora para 4 bebês; toddlers, uma educadora para 5 crianças e kindy, uma educadora para 10 crianças. Não existe período fixo para a criança ficar. Os pais podem optar por deixar as crianças de 1 até 5 vezes por semana. No centro onde eu trabalho, não existe meio período. Os pais podem vir buscar na hora em que quiserem, mas paga-se pelo dia. O preço varia de 90 a 110 dólares australianos por dia, com refeições inclusas.

Cada childcare tem a sua filosofia e linha pedagógica e isso muda bastante a rotina de cada lugar. Onde eu trabalho a filosofia é Reggio Emilio: a criança aprende brincando e a educadora é vista como uma “pesquisadora”. O ambiente é o terceiro educador, ou seja, as educadoras fazem observações escritas diariamente sobre as crianças e organizam os ambientes de acordo com os interesses das crianças. As crianças são livres para escolher o que querem fazer, de acordo com as atividades que estão disponíveis. Clique aqui para saber mais a respeito dessa filosofia de trabalho pedagógico.

Quais os cargos?

Existem alguns tipos de cargo para quem quer trabalhar em early learning centre: assistente de sala, educadora qualificada, líder da sala, supervisora, coordenadora e diretora. Claro que tem os cargos de suporte: cozinheira, jardineiro, administração etc, mas esses não são diretamente relacionados à educação.

Cada cargo tem responsabilidades específicas:

Assistente de sala (Certificate III in Early childhood education and care) é, como o nome diz, assistente.

Educadora qualificada (Diploma em early childhood education and care) pode ser assistente também, mas por ter uma qualificação maior, sua responsabilidade perante a líder da sala é maior.

Líder da sala é a responsável pelo conteúdo pedagógico, pela programação de atividades, por arrumar os ambientes.

Supervisora, Coordenadora e Diretora são cargos administrativos e com mais responsabilidade. Uma supervisora tem que ter 2 anos de experiência como Líder; a coordenadora, 3 anos e a Diretora, 5 anos.

Quais as qualificações necessárias?

Para ser assistente de sala é necessário fazer o curso Certificate III Early Childhood Education and Care. A duração é em média entre 6 meses a 1 ano e o custo varia muito entre as instituições.

Para o diploma em Early Childhood Education and Care é preciso fazer um curso com duração de 1 a 3 anos. Ou para quem faz Universidade para ser professora de primário, há uma matéria específica para estender para childcare. Existem diversas escolas que qualificam pessoas para early learning centre, por isso não indicarei uma específica. Educadora qualificada e lider da sala precisam cursar Diploma ou Universidade.

E necessário tirar o Working With Children Check, uma espécie de antecedentes criminais.

Salário

Assistente de sala ganha em média 19 dólares australianos por hora se é part-time ou full-time, e 23 dólares australianos se for casual. Uma educadora qualificada recebe de 22 a 25 dólares australianos por hora. Há um aumento a cada ano de serviço. O governo tem um mínimo que se pode receber.

Como é o trabalho?

O trabalho é pesado, estressante e muito cansativo. Ano passado no Baby Room eram em média 20 fraldas por dia, choro de criança o dia todo. Pense em lidar com birra de 15 crianças por dia, em saber a rotina de 20 bebês, em lidar com os pais, em fazer um relatório para cada tombo. Hoje trabalho com toddlers e uma parte do trabalho é desfraldar criança e trocar mais um monte, além de educar e impor limites quando os pais são permissivos. Sem falar da limpeza: limpo banheiro todo dia, passo pano na sala, janelas e vidros, etc.

Na Austrália cada Early learning centre tem uma série de legislações a cumprir e uma parte imensa de conteúdo pedagógico a cumprir. Há observações, relatórios, fotos para preparar. É muito diferente do que sempre imaginei, não é simplesmente chegar lá e brincar com as crianças o dia inteiro. Tem-se mil responsabilidades, não só com as famílias mas com o governo, com a equipe e com a lei.

Ai você deve estar pensando: se tem todas essas responsabilidades e é tão estressante e complicado, por que você trabalha lá e adora?


Digital Camera

A minha experiência

O centre onde eu trabalho abriu ano passado. É um centro comunitário, ligado a uma igreja Batista. Quando fui contratada para meu atual trabalho, o centre não estava nem construído. Eu vi tudo acontecer, ajudei a montar os móveis e a dar uma carinha para a sala; conhecer as crianças uma a uma, receber os pais. Foi muito difícil começar do zero mas dá uma sensação imensa de pertencer ao lugar.

Ver as crianças crescerem, o relacionamento com os pais, ouvi-las dizendo “bom dia, beijos e tchau”; conhecer cada criança e a honestidade do relacionamento com cada um daqueles seres humanos incríveis com quem eu convivo todos os dias faz toda essa loucura que é meu trabalho valer tanto a pena. Eu amo cada criança e me sinto privilegiada em poder acompanhar o crescimento delas e fazer parte da educação de alguma forma. Cuido deles com o maior amor do mundo e respeito cada criança e sua individualidade. Um sorriso, um abraço deles me faz lembrar porque adoro tanto meu trabalho.

Que recomendações que eu tenho para quem pensa em trabalhar nessa área?

– Pense mais de 10 vezes antes de começar um curso porque é uma delícia, mas não é fácil;

– O trabalho não é brincar com as crianças;

– Lembre-se do tanto de limpeza que eu comentei que se tem de fazer;

– Pense também na quantidade de relatórios e documentação a fazer;

– Pesquise, fale com educadoras, vá a childcares;

– Lembre-se de que criança é honesta, então se ela diz que gosta de você, é verdade.

Related posts

O Brasil fora do Brasil em Sydney

Letícia Hughes

Experiência do meu filho na Übergangsklassen

Márcia Belmiro

Kings Park, em Perth, na Austrália

Aline Arruda

58 comentários

Cintia Junho 23, 2015 at 6:27 pm

Otimo texto e bastante realista. Gostei da sua objetividade e “pés no chão” Aline, é super importante na hora de se escolher um emprego, principalmente aqueles que envolvem cuidados infantis. Abs

Resposta
Aline Arruda Junho 24, 2015 at 4:22 am

Ola Cintia, obrigada.
Acho super importante ter o pé no chão e planos b,C e d.
As pessoas veem de fora e acham que a vida aqui é perfeita e não é. Essa é meu grande objectivo aqui. Mostrarque sim, é possível, mas é caro, é trabalhoso e nada fácil :-).
Abraços

Resposta
RAFAEL PESSOA SABINO Dezembro 16, 2015 at 7:33 pm

PRIMEIRO, PARABÉNS PELO TEXTO!EXTREMAMENTE EXPLICATIVO E ÚTIL.

UMA DÚVIDA: UM DIA COMUM COMO GARÇONETE TENDE A SER MENOS ESTRESSANTE PARA MENTE, BRAÇOS E PERNAS DO QUE UM DIA COMUM EM UMA DESSAS CRECHES?

PERGUNTO ISSO PORQUE GARÇONETE ANDA O TEMPO TODO, CARREGA BANDEJA, ETC. SÓ NÃO LIMPA BANHEIRO.

NÃO SEI SE FIQUEI COM A IMPRESSÃO ERRADA, MAS ME PARECEU, PELOS RELATOS, QUE TALVEZ UM TRABALHO COMO CLEANER OU GARÇOM/GARÇONETE SEJA MENOS DURO PRO CORPO (PERNAS E BRAÇOS) QUE O TRABALHO DE CHILDCARE.

O QUE ME DIZ, AMIGA?

MUITÍSSIMO OBRIGADO PELA ATENÇÃO.

Resposta
Aline Arruda Dezembro 23, 2015 at 4:50 am

Oi Rafael, obrigada :-).
Olha, são esforços diferentes. COmo garçonete é o dia inteiro de pé, com meia hora de almoço, sem poder apoiar na parede que tinha alguém gritando na minha orelha.
Como educadora, é o dia inteiro correndo para cima e para baixo, troca fraldas, limpa sim (após as crianças comerem os banheiros, etc), tem que lidar com pais, com birra e choro de criança.
Não posso te dizer o que é mais desgastante pq é pessoal. Tem pessoas que preferem trabalhar como cleaner do que com criança pq não gostam de criança. E tenho amigos que amam trabalhar como garçom (que aqui é uma carreira).
Eu amo meu trabalho então para mim, todo esforço vale a pena.
Abraços
Aline

Resposta
Alessandra Junho 26, 2015 at 3:02 pm

Aline, como vai tudo bem?
Li alguns de seus posts e achei muito interessante. Você já é mãe?
Conheço a Austrália e morei como intercambista nos anos 90. Voltei para o Brasil e fiz minha vida, casei, tive filho, trabalho na área de saúde.
Mas tenho pensado na possibilidade de voltar para a Austrália, gostaria de ter seu contato para tirar dúvidas.
Especialmente na questão de crianças, como meu filho não fala inglês, como é a adaptação das crianças e mais informações sobre trabalho.
um abraço
Alessandra

Resposta
Aline Arruda Junho 27, 2015 at 2:07 am

Oi Alessandra, tudo bem?
Não sou mãe não. So se cachorro conta como filho rsrsrs
Qual a idade do seu filho? Eu consigo dividir com você a minha experiência com criancas que não falam nada de inglês no meu trabalho.
Quanto mais velho, mas tempo demora, mas eles aprendem e se viram super bem. Falamos no trabalho que comunicacão não depende só de palavras. Conheço tão bem meus pequenos que consigo entender o que eles querem sem falar.
Não sou de agência, sou uma pessoa que como você, queria sair do Brasil e recomecou a vida na Austrália. Posso dividir minha experiência :-).
Pode me mandar suas dúvidas e eu tento responder se conseguir :-).
Abracos

Resposta
Lucimar Julho 15, 2015 at 7:33 pm

Olá Aline! Adorei seus textos! Estamos nos preparando para ir para a Austrália, e Perth foi a escolhida!
Muito legal vc trabalhar com crianças, minha maior preocupação é nesse sentido, já que tenho uma pequenininha de quase 2 anos!

Vc teria algum outro contato que eu pudesse tirar algumas dúvidas nesse sentido?
Desde já, muito obrigada!!

Um abraço
Lucimar

Resposta
Aline Arruda Julho 16, 2015 at 4:31 am

Lucimar, talvez eu consiga ajudar, quais as suas duvidas?

Abracos,
Aline

Resposta
Fernanda Julho 18, 2015 at 3:33 am

Aline, vc não tem ideia da alegria que foi encontrar seus textos assim, por acaso! Vc me ajudou ABSURDAMENTE! Estou querendo ir pra Austrália no inicio do próximo ano (estou entre Perth e Melbourne) e pretendo estudar algo relacionado à educação infantil também, que é mais ou menos o que faço no Brasil – para poder trabalhar por aí. Mesmo seus textos tendo me esclarecido muita coisa, ainda tenho muitas dúvidas. Queria saber se poderia me corresponder com vc e fazer algumas perguntas.
Te agradeço IMENSAMENTE!!!!!
Abraço,
Fernanda

Resposta
Aline Arruda Julho 18, 2015 at 5:39 am

Oi Fernanda, que delicia receber sua mensagem, obrigada.
Por pessoas como você que eu adoro escrever :-).
Fico muito feliz em poder ajudar, e pode sim me mandar as perguntas o que eu conseguir responder, vou ficar feliz.
Abraços
Aline

Resposta
Vanessa Agosto 8, 2015 at 8:56 pm

Oi Aline, tudo bem?

Estou pensando em ir para Perth para estudar inglês durante 6 meses, porém tenho um pequeno de 2 anos. Pretendo ir em 2017 Janeiro. Mas não sei exatamente como vou fazer com ele. Não sei se posso coloca-lo em uma escola publica ou se vou ter que deixa-lo em algum Early Learning centre. Você poderia me dar uma amud

Resposta
Aline Arruda Agosto 13, 2015 at 4:45 am

Oi Vanessa, tudo bem?
Janeiro de 2007 ele tera 3 anos? Criancas so vao para escola com 4 anos (kindy) e a partir com 5 anos é obrigatório. Você até pode coloca-lo em escola pública, se tiver idade, mas para estrangeiro não é de graça. Tem que pensar com calma e se programar bem :-).

Abraços
Aline

Resposta
Vanessa Agosto 13, 2015 at 3:43 pm

Ele terá 3 para 4 anos. Ele fará aniversário em 29 de abril. Estou pensando se espero ele completar os 4 anos. Você sabe mais ou menos o valor que os estrangeiros pagam numa escola pública em Perth?

Resposta
Aline Arruda Agosto 14, 2015 at 4:47 am

Vanessa, perguntei para uma amiga que tem uma filha de 5 anos na escola, ela disse $6mil por semestre.

Resposta
Fernanda B. Setembro 6, 2015 at 12:50 am

Olá Aline, tudo bem? Adoro seus textos! Sua história é muito legal e a forma como você descreve tudo é muito bacana e realista!

Queria te fazer uma pergunta: Qual a qualificação necessária para ser líder de sala? Precisa ter faculdade? Estou cursando Pedagogia e trabalho em uma escola bilíngue canadense aqui no Brasil. Sou Teacher Assistant de Toddlers. Sei de todas as dificuldades e stress de se trabalhar com crianças tão pequenas, mas o retorno é muito compensatório. Tenho planos de imigrar para a Austrália, mais especificamente, Perth, e gostaria de saber se você teria o contato de alguma agência que conheça bem os cursos nesta área de educação infantil que possa me auxiliar e orientar no que seria melhor para mim.

Só uma outra curiosidade: o salário de nanny costuma ser maior ou menor do que de uma assistente?

Muito obrigada! Beijos

Resposta
Aline Arruda Setembro 6, 2015 at 6:03 am

Ola Fernanda, obrigada por acompanhar o blog :-).

Para ser líder você precisa ter o Diploma ou Universidade. A diferença, basicamente, é que quem fazer universidade em Early Learning Years pode dar aula em escolas e primário. Com o Diploma, só pode trabalhar em Childcare.

Você diz agência de intercambio ou de imigração?

Sempre que eu babysit, eu cobro $25/h, dá uma olhada no gumtree quanto as meninas cobram, deve te ajudar :-).

Boa sorte,
Beijos
Aline

Resposta
Fernanda B. Setembro 6, 2015 at 10:47 am

Oi Aline! Super obrigada pela resposta tão rápida! Estou no processo de busca de informações e sua ajuda está sendo ótima!

Então, eu precisaria (caso você possa indicar) da indicação de agência de intercâmbio e de imigração. Deixa eu te explicar o porquê: ano que vem irei para a Austrália passar 8 meses e depois terei necessariamente que voltar ao Brasil. Queria aproveitar este tempo e já fazer um curso nesta área, talvez o Certificate. Segundo meu planejamento, 3 anos depois poderei voltar à Austrália de forma definitiva e, então, fazer o Diploma. Por isso precisaria de uma agência de intercâmbio para ano que vem e uma de imigração para depois.

Algumas outras dúvidas:

Segundo o que vc falou, o tempo de curso varia bastante (6 meses a 1 ano o Certificate e 1 a 3 anos o Diploma). A que deve esta variação? Cada escola é de uma forma? Os que duram mais são mais bem vistos pelo mercado?

Para ser líder ou educadora qualificada, o diploma é o mesmo. O que faz a pessoa ser um cargo ou outro é puramente o critério da escola em escolher?

Você poderia indicar escolas para o Certificate e o Diploma em Perth?

Obrigada mais uma vez! Beijos

Resposta
Aline Arruda Setembro 7, 2015 at 12:17 pm

Oi Fernanda, sem problemas. Consigo te indicar as agências que me ajudaram.

Agência de Intercâmbio, entra em contato com a Priscila Campos da Austrália Brasil. Ela é uma fofa, super atenciosa e competente. Agência de Imigração, comecei o processo com a Bravo Migration e agora estou usando uma agência local. Sei que uma bem conhecida em educação infantil é a Visa Ways. Falei lá com o Cristian Aguirre .

O que varia na duração do curso é você e a escola. O Certificate III eu fiz online e demorei uns 8 meses para fazer. Não tinha experiência nenhuma na área e tem um estágio obrigatório que tem que fazer, o meu foi 100 horas. Jä o Diploma eu fiz em 6 meses porque era basicamente o tempo que eu tinha. Ia começar meu PhD e tinha que terminar antes. Fiz uma forma chamada “trainneeship” que é bem prático. Se você precisa do visto, não pode fazer esse. Na verdade, se precisa do visto de estudante, precisa fazer um curso presencial. Não existe nenhuma diferença em que escola você fez ou a duração, o que importa é ter o curso para trabalhar.

Sobre indicar escola, posso só te falar da que eu fiz, que é a que eu conheço. Não sei se é melhor ou pior http://ftta.com.au/.

Normalmente para ser ;íder da sala o que conta é a sua experiência na área. Mas não é regra, a escola pode te escolher líder sem experiência nenhuma. A líder da sala que eu trabalho saiu da Universidade e foi ser líder da sala. Sem critérios.

Boa sorte na sua busca 🙂
Beijos
Aline

Resposta
Fernanda B. Setembro 27, 2015 at 8:29 pm

Muito obrigada!!! Vou correr atras de todas essas dicas que vc me passou! Beijos

Aline Arruda Setembro 28, 2015 at 2:47 am

Imagina, boa sorte.
Beijos

Ana Paula Setembro 27, 2015 at 1:36 pm

Oi! Adorei seu post. Super realista e com ótimas dicas!!!
Estou morando em Sydney, e super na dúvida se volto para o Brasil ou se fico por aqui e faço o Chilcare.
Já morei em Perth 7 anos atrás, e caso decida ficar, estou pensando em voltar a morar ai!
Será que vc sabe me dizer como anda a questão de empregos ai?
Eu sou formada em Pedagogia, mas não sei se isso me ajudaria a encontrar trabalho em escolas (sei que tem a questão do visto, já que o meu é do estudante mesmo).. Vc tem ideia se eles contratam com visto de estudante para casual e como está a demanda em Perth?
Obrigada desde já!!

Ana Paula

Resposta
Aline Arruda Setembro 28, 2015 at 2:46 am

Oi Ana Paula, tudo bem?
Olha, em Educação Infantil tem uma demanda muito grande. Mas como falo no post, a sua qualificação do Brasil não vale nada aqui se você não validar seu Diploma e fazer o Certificate III. Ser pedagoga no Brasil não vai te fazer conseguir emprego aqui.
Como estudante vc arruma sim emprego part time de boa. Mas tem que ter a qualificação mínima.
Boa sorte 🙂
Abraços

Resposta
kelly Outubro 12, 2015 at 2:51 am

Olá Aline tdo bem? Quero agradecer a todas as informações, são muito importantes para nós mamães.
Estou pretendendo ir para a Austrália em Brisbane, no início do ano, porém estou ainda com muitas dúvidas, pois meu filho de 9 anos vi junto.Eu vou com visto de estudante, será que ele vai poder estudar em escola publica??E ele vai com inglês básico, a escola tem algum auxilio para filhos de brasileiros?
Desde já agradeço a atenção.
Obrigada.Kelly

Resposta
Aline Arruda Outubro 12, 2015 at 4:50 am

Oi Kelly, obrigada pelos elogios, fico muito feliz em saber que estou ajudando.
Eu já respondi essa pergunta algumas vezes, ele pode sim estudar em escola pública, mas você não é de graça como é para australiano.
Eu acredito que a escola não tenha reforço, talvez você possa procurar escolas biligues que ajudem com o inglês mas a escola pública australiana, certamente não ajudará., já que o inglês é a lingua oficial.
Mas criança pega rapidinho, talvez um professor particular o auxilie? Uma amiga que tem dois filhos aqui grandes, falou que os dela fora para escola bilingue até ter o inglês melhor. Dá uma olhada em Brisbaine como é. Uma agência deve ter mais informação,
Boa sorte,
Aline

Resposta
talita oliveira Outubro 25, 2015 at 6:21 pm

OLá Aline! não sei se vc já respondeu pras meninas, mas ainda tenho uma dúvida! se eu sair formada em pedagogia daqui do brasil, eu tenho que fazer algum curso a parte? tenho que cursar de novo? o meu diploma vale aí na austrália? obrigada, bjos!

Resposta
Aline Arruda Outubro 26, 2015 at 4:38 am

Oi Talita, respondi em outro post :-).
Abraços

Resposta
talita oliveira Outubro 25, 2015 at 9:08 pm

Olá Aline! que maravilha suas respostas!! AGRADEÇO! Lendo os posts com calma, penso que estou começando a entender….pode confirmar pra mim se entendi direito? Para quem chega na austrália formada em pedagogia no Brasil é necessário validar o diploma e fazer o Certificate III. no seu caso, como não tem a graduação, vc só não poderia dar aula em primários, é isso? e quem tem a validação mais o curso pode trabalhar em todas as áreas, como líder e as demais? é mais ou menos o que compreendi lendo os posts, seria isso?…obrigada!! A qui no Brasil, vc indicaria a Australia BRASIL PARA DAR MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O TEMA?

Resposta
Aline Arruda Outubro 26, 2015 at 4:37 am

Oi Talita, tudo bem?
PUxa, obrigada. Fico muito feliz em conseguir ajudar :-).
Sim, a sua formação no Brasil só vale se é reconhecida aqui na Austrália.
E sim, você precisa fazer o Certificate III para trabalhar com criança. Eu Não sei que equivalência que eles te darão, mas acredito que você terá que fazer o Diploma também. Para ter certeza, você teria que entrar em contato com o órgão responsável pelo reconhecimento do seu diploma, da uma pesquisada para ver qual é, emanda email.
Sobre agência, eu indico a Australia Brasil, eles foram fantásticos comigo. O nome do meu contato lá é a Priscila Campos. Ela é ótima, já morou aqui então sabe a realidade e é uma pessoa incrível. Pode falar que eu indiquei.

Boa sorte,
Abraços

Resposta
talita oliveira Outubro 29, 2015 at 8:00 pm

OLÁ aLINE!! obrigada pela resposta! pela agência aqui no Brasil eu conseguiria algum pacote para fazer o curso com hospedagem e visto ou teria que fazer tudo separado sozinha? já teria que me matricular aqui no Brasil? bjoss!!

Resposta
Aline Arruda Outubro 30, 2015 at 4:57 am

Oi Talita, a ag^encia pode sim fechar tudo isso para voce. Você até pode fechar tudo daqui ou dai sozinha, se quiser, mas a escola é diretamente relacionada ao visto. Vc precisa de um visto para vim para cá, se não fecha escola, pode vim com de turismo, mas esse não te dá direito de trabalhar.
Deu para entender? Uma agência de intercâmbio consegue explicar tudo isso certinho para você, com mais detalhe :-).
Boa sorte,
Beijos

Resposta
talita Novembro 10, 2015 at 3:44 pm

obrigada querida!! me ajudou muito!!! bjos!!

Resposta
Bruna Janeiro 18, 2016 at 2:20 am

Olá Aline, tudo bem?
Primeiramente, muito obrigada por todas as informações! Você escreve de uma forma muito clara e atenta aos detalhes que está muito difícil de encontrar hoje em dia…
Bem, eu sou formada em Pedagogia e entendi que terei de fazer o curso se quiser trabalhar na área… Ficou bem claro em suas respostas anteriores, muito obrigada!
Eu tenho uma dúvida relacionada ao Mestrado que vi em outro post seu. Eu tenho o interesse de ir para Perth e fazer um Mestrado na área de Educação. Vi que seu marido frequentou a Curtin. Eu fui em uma palestra aqui no Brasil onde tinha um representante da Curtin e gostei muito dela. Você teria como me dizer se eu realmente consigo alguma coisa, ou se primeiro eu teria que fazer o curso ou então o diploma?
Outra dúvida, caso você consiga me ajudar. Eu tenho uma paixão muito grande pela parte de alfabetização, como é essa parte da educação aí? Qual curso teria de fazer para poder atuar nesta área? É mais difícil do que Early Childhood?
Ufa! Acho que é isso por enquanto!
Muito obrigada desde já,
Beijos,
Bruna.

Resposta
Aline Arruda Janeiro 18, 2016 at 5:37 am

Oi Bruna, tudo bem?
Puxa obrigada, fico muito feliz em ajudar :-).
Os requisitos para Mestrado e para trabalhar com crianças é diferente.
Alfabetização você ensina, nornmalmente, no primário e até onde eu sei para ser professora primária você precisa ter grau universitário. Entra em contato com o orgao de classe dos professores que eles devem te ajudar :-).
http://www.aitsl.edu.au/assessment-for-migration
Talvez sua qualificação no Brasil só precisa ser reconhecida aqui.
Se você quiser fazer um MEstrado, entra em contato com o International Office da Curtin e veja no site e eles te ajudam exatamente com o que você vai precisar.
Dá uma olhada, ve se responde suas dúvidas senão me escreve, ok?
Beijos
Aline

Resposta
Livia Janeiro 18, 2016 at 7:08 am

Oi Aline, tudo bem?

Sou pedagoga e estou morando em sydney. Você teria alguma indicacao de agencia de imigracao paara area da educacao?

Resposta
Aline Arruda Janeiro 18, 2016 at 7:20 am

Oi Livia, tudo bem?
Ai em Sidney n~ao conheco, mas vou te passar o contato das agencias que me ajudaram aqui em Perth.
O Domenic Calabro esta cuidando do meu processo do PR. Email dele: [email protected]
O Cristian Aguirre ‘e especialista em childcare e educacao e ele fica em Brisbaine.
Boa sorte,
Abracos
Aline

Resposta
Carolina Montagner Fevereiro 16, 2016 at 10:51 pm

Aline, você é um anjo que caiu do céu! Adoro a forma como escreve, sempre sendo muito clara e objetiva. Estou cursando Ciências Biológicas na UNICAMP aqui no Brasil e me formo daqui 2 anos. Estou planejando com meu namorado aos poucos nossa saída do país. Quero muito trabalhar com Educação Ambiental e já tinha planos de fazer pedagogia aqui no Brasil e trabalhar com crianças, pois meu real objetivo é ser professora. Estou encantada com a quantidade de informações preciosas que pode nos passar e agora me sinto muito mais confiante e tranquila, pois sei que vou conseguir trabalhar com crianças e também com a parte ambiental que é uma das minhas paixões também. Eu e meu namorado estamos em contato com um amigo já estabelecido aí em Perth a anos na área de TI (área em que meu namorado é formado) e então, se Deus quiser, em 2018/2019 estaremos chegando por aí. Só gostaria mesmo de agradecer de coração todas as informações que passou. Obrigada!!!

Resposta
Aline Arruda Fevereiro 18, 2016 at 1:25 am

Carolina, você que é uma fofa :-). Obrigada pelo elogio. Fico muito feliz em conseguir ajudar.
Trabalhar tanto com criança como com educação ambiental é possível sim. E são suas áreas que tenho muito conhecimento. Quando estiver mais próximo e precisar de ajuda, mais informação, etc, me escreve e nos falamos. A área ambiental é, como no BRasil, bem fechada mas quando se esta dentro é incrível. Foca no inglês, viu. Quanto mais fluente, melhores as chances.
Boa sorte para vocês dois e espero conhece-los em alguns anos.
Abraços
Aline 🙂

Resposta
Rafael Março 11, 2016 at 11:54 am

Sou formado em turismo aqui no Brasil , já dei recreação muitas vezes durante a faculdade e também tive projetos sociais com crianças e crianças especiais . Sou professor de
Jiu jitsu . Penso em ir morar ai ainda este semestre , acha que consigo trabalho em Perth ?

Resposta
Aline Arruda Março 12, 2016 at 2:30 pm

Rafael, sua pergunta é muito vaga. Trabalho em que?
Se tiver dúvida se alguma das profissões tem mercado de trabalho, pesquisa nos sites de busca de emprego que recomendo no meu post sobre emprego.
Garantia de emprego só tem quem já vem contratado ou transferido pela empresa.
Boa sorte,
Aline

Resposta
Alicia Abril 1, 2016 at 8:46 pm

Alineeeeeee! Parabéns pelo blog, confesso que desde que meu marido começou a falar sobre mudança de país, fiquei meio sem rumo , ele vai fazer pôs em TI , e eu inglês, minha graduação é Pedagogia e tenho um MBA em gestão empresarial , mas não via nada além de lavar pratos e trabalho de garçonete , minha experiência de 17 anos de varejo , iria pro lixo , até eu ler esse post!!!
Obrigada! Estou começando a ver uma luz!

Resposta
Aline Arruda Abril 3, 2016 at 6:20 am

Oi Alicia, que bacana fico feliz em conseguir ajudar.
Se tiver algo que possa ajudar, pode me mandar.
Abraços e boa sorte
Aline

Resposta
Alicia Abril 7, 2016 at 3:53 pm

Aline, obrigada pelo retorno, no post você comentou que não recomendaria instituições, mas se pudesse me ajudar na indicação, seria ótimo.
Eu estarei fazendo primeiro o inglês, pra depois buscar as escolas que qualificam para o early learning centre.
Farei inglês teoricamente na Curty, ainda estamos fechamento os últimos detalhes, minha pergunta é, você indicaria outra instituição para o inglês , achei o custo elevado, mas como eu não falo inglês, estou achando mais seguro estudar onde meu marido vai fazer a POS, Tudo o que eu li sobre a Curty também fez valer a escolha como um investimento, já que a pessoa não fala a lingua, queria sua opinião.
Outro ponto é, o nível de inglês que as escolas formadores para os cursos de 6 a 1 ano pedem e quais instituições ficam mais centrais em perth.

Desde de já agradeço

Resposta
Aline Arruda Abril 8, 2016 at 9:01 am

Oi ALicia
Então eu não recomendo, porque eu não conheço com propriedade. Posso recomendar a escola que eu estudei, a Milner. Eu amei, fiz três meses de inglês preparatório para o IELTS e adorei. Eu Não sei se a Curtin é boa em inglês, é uma excelente universidade então acredito que sim. ë claro que é mais fácil estudar onde seu marido vai estudar, fica mais facil para casa, vcs podem morar nos bairros proximos da Curtin.
Sobre o nivel de inglês para o curso em Centre’s, cada escola tem uma exigência, mas a média, é inglês intermediário.
Espero ter ajudado,
Aline

Resposta
Alicia Abril 11, 2016 at 7:55 pm

Obrigada pelo retorno Aline.

HeLen Abril 23, 2016 at 4:25 pm

Ola Aline! Parabéns pelo texto.
Pretendo ir para a Austrália, e como sou professora de educação infantil aqui no Brasil, tenho muito interesse em continuar nessa aérea quando for.
Você conhec brasileiros que fizeram isso? Sera que é necessário fazer o curso de early childhood?
Agradeço a atenção!

Resposta
Aline Arruda Abril 24, 2016 at 3:40 am

Oi Helen
tudo bem?
Eu já respondi perguntas como a sua. Você precisa verificar com o órgão de classe de Educação, se você consegue reconhecer sua qualificação do Brasil aqui, pois é bem diferente. Aqui você com curso técnico é educadora infantil. Tem legislação específica, curriculum específico. POr exemplo, no Brail você não aprende a linkar o desenvolvimento da criança ao Early Learning FRamework que é a base da papelada aqui.
Tenho uma amiga que era professora no Brasil e reconheceu o diploma dela aqui, mas só poderia dar aula para crianças de 5-12 anos. Teve que fazer o Diploma in Early Childhood para poder cuidar dos pequenos.
Espero ter respondido.
Att,
Aline

Resposta
Mariana Maio 12, 2016 at 5:30 pm

Olá, estou pensando em fazer o curso early childhood education and care 3, gostaria de saber como está a demanda de trabalho, vou fazer na Tafe, mas achei meio caro 7 mil dólares o semestre. Pbrigada

Resposta
Aline Arruda Maio 13, 2016 at 9:00 am

Oi Mariana, tudo bem?
A demanda continua alta. Como todos os setores, childcare esta sendo afetado pela crise também, mas continua bacana. Você pode conferir dando uma olhada no http://www.seek.com.au.
O TAFE é bem caro mesmo, dá uma olhada em outras escolas, pois, honestamente, não faz a menor diferença para conseguir emprego onde você estudou.
Tem mais baratas. Veja com a agência para te ajudar :-).
Abs

Resposta
Geovan Costa do Carmo Junho 12, 2016 at 7:49 pm

Olá Aline tudo bem?
Gostei do seu texto é bem esclarecedor…
Estou pensando em ir morar fora do Brasil em 2017, porem estou pesquisando alguns países específicos, sou professor faixa preta de Jiu jitsu, sei que não é sua area, mas de repente Vc Poderia me informar sobre o mercado de trabalho e também como devo fazer pra entrar e trabalhar legalmente no País. Obrigado!!

Resposta
Aline Arruda Junho 13, 2016 at 5:42 am

Oi Geovan,
Não se sobre o mercado de trabalho na sua área, dê uma olhada nos sites de busca de emprego que ajuda bastante.
Sobre vim para Austrália e trabalhar no país, tudo vai depender do seu visto. No meu blog pessoal, tem um post sobre estudar inglês aqui que é um dos caminhos mais populares: https://fuilogoali.com/2016/06/10/australia-cursos-de-ingles-na-australia/
Boa sorte,
Aline

Resposta
Marcelle Outubro 26, 2016 at 1:10 am

Menina sua fofa! Parabéns pela sua dedicação em responder cada post! Sempre vou caçando pessoas pra tirar dúvidas e é cada grosseria q recebo. E vc responde tudo gentilmente. Então, primeiro Parabéns!
Minha dúvida: quero estudar diploma em early childhood, achei um college, reconhecido, em brisbane por 17 mil por 2 anos ou 12 mil intensivo 1 ano. Vc acha que é o preço mesmo ou devo procurar outra coisa?
2- vc vê acontecer com frequência ou nunca viu: uma childcare sponsor um visto de trabalho depois q os dois anos de curso acabarem?
3- considerando q tetia essa sorte, se eu quiser estudar o bachelor na universidade, já sendo sponsorada, o preço seria de citizem ou de internacional studente. Pois é uma diferença gigante entre os preços de cursos!!!!
Obrigada florzinha….pena q escolhi brisbane. ..se não ia até querer te agradecer pessoalmente.

Resposta
Aline Arruda Outubro 27, 2016 at 5:34 am

Oi Marcelle, imagina.
Sabe que eu ouvi isso de uma pessoa que ajudei pelo blog e conheci aqui quando chegou a mesma coisa. Que as pessoas são grossas quando se pede informação, ou até respondem com uma certa arrogância do tipo, eu pastei, você que se vire. Para mim é tudo carma do bem.
Fico feliz em ajudar e feliz que você esteja gostando. No meu blog pessoal tem mais coisa e artigos diferentes (www.fuilogoali.com).
Suas dúvidas:
1. O diploma é mais caro mesmo. Primeiro você precisa fazer o Certigficate III e depois o diploma. O certificate custa em média $5mil e o Diploma de $8-$15mil. É caro mesmo.
2. Sim, aconteceu comigo, meu trabalho me esponsorou. Eu já estava lá há dois anos quando surgiu o assunto, mas acontece sim.
3. Se você tem a residência Permanente paga o preço de australiano. Beeeem mais em conta sim, você esta certa. Para ter uma ideia, Doutorado para residente e cidadão é de graça e para estrangeiro em média $24 mil por ano :-/

Imagina, tendo mais d;uvida pode mandar. E nada nos impede de nos conhecer quando você vier conhecer Perth ou eu passear em Brisbaine :-).

Beijos

Resposta
MANUELLA Outubro 30, 2016 at 11:20 pm

Olá, Aline! Parabéns pelo post e pela atenção com cada comentário!!
Estou pensando em fazer este curso, mas estou receosa quanto a questão da língua. Pois, por mais próximo da perfeição que fique o meu inglês, ele nunca será como o de um nativo e penso que por ser um curso da área da educação essa questão possa pesar mais, não? Você vivenciou algo neste sentido?
Obrigada! Abs.!

Resposta
Aline Arruda Outubro 31, 2016 at 2:35 am

Oi Manuella, tudo bem?
Obrigada 🙂
Educação Infantil tem uma carência muito grande de profissionais, então não ter o inglês perfeito não é um problema. Para dar aula em escola é sim. Ai seu inglês tem que ser muito bom. Meu inglês é fluente e nunca tive problema nem com pais ou crianças.
Boa sorte,
Abs

Resposta
Jurema Fevereiro 20, 2017 at 3:28 am

Olá Boa Noite,
Você sabe se para ministrar aulas de dança na Austrália e preciso fazer algum curso especial ou seguir alguma legislação.
Meu inglês é fluente e também falo espanhol, básico de francês e russo.
Obrigada.
Um Grande Abraco

Resposta
Aline Arruda Fevereiro 20, 2017 at 8:56 am

Ola JUrema, tudo bem?
Olha, eu fiz uma busca rápida no google e apareceu que sim. Eu imaginaria que sim, porque aqui para tudo se precisa de um certificado.
Mas para ter certeza, aconselho consultar uma agência de imigração.
E caramba, você fala até russo? UAU! 🙂
Boa sorte, Abraços
Aline

Resposta
Angélica Junho 15, 2018 at 5:53 pm

Boa tarde querida! achei sua postagem muito esclarecedora! demais!
a minha dúvida seria a seguinte, na Australia eles encaixam os professores específicos (como música, artes…) nessa mesma profissão de “early childhood teacher” ? Porque no brasil é uma formação separada. Pergunto isso pois sou professora de música formada no Brasil e queria entender se também vou precisar fazer esse curso quando chegar em Sydney (vou para lá semana que vem trabalhar com o Working Holiday VISA). Muitíssimo obrigada pela ajuda!!!

Resposta
Liliane Oliveira Junho 16, 2018 at 7:49 pm

Olá Angélica,
A Aline Arruda parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na Austrália que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação