BrasileirasPeloMundo.com
Austrália Vistos & Cidadanias Pelo Mundo

Visto de Trabalho para graduandos da Austrália

Você sabia que a Austrália oferece um visto para estudantes internacionais permanecerem na
Austrália, mesmo depois de terminarem seus cursos?

Este visto se chama Subclass 485 Graduate Temporary Visa e basicamente oferece a chance de
morar na Austrália por 18 ou 24 meses, com direitos ilimitados de trabalho, à estudantes estrangeiros.
O visto 485 existe desde 2008, mas vem sofrendo mudanças desde então, sendo que a mais notável delas aconteceu em Novembro de 2011, que introduziu os caminhos atuais pelos quais o visto pode ser pedido. Essas vertentes do visto são chamadas de:
Temporary Work
Post Study Work Rights
Entre 2011, quando o visto foi criado, e 2013, quando vistos começaram a ser concedidos sob duas vertentes distintas, muitas pessoas ficaram confusas. A maioria delas não entendia a diferença entre as vertentes, enquanto outras pessoas achavam que o governo tinha, na verdade, criado 2 vistos diferentes.

Foi um período bem conturbado, porém hoje a confusão se foi, mesmo que muitos estudantes internacionais ainda não saibam que esse visto existe ou quais os requerimentos para adquirí-lo e assim deixam de aproveitam o que seria um período interessante, lucrativo e de enriquecimento pessoal e profissional.
Segue abaixo então um resumo dos requerimentos desse visto. Esse resumo será útil se você já
estiver estudando aqui na Austrália ou se estiver pensando em vir estudar, pois poderá se programar para que possa pedir esse visto ao final de seus estudos, isso porque ele não está disponível a todos os estudantes:

Leia também: Novos vistos e mudanças para imigrar para a Austrália em 2019.

Vertente Post Study Work Rights
Esta vertente está disponível à pessoas que completam um curso na Austrália, enquanto portadoras de um visto de estudante, contanto que:
– O curso tenha duração mínima de 2 anos (ou 92 semanas letivas).
– O curso seja em nível superior, mais precisamente um bacharelado, um mestrado ou um
doutorado.
– Não importa a área ou profissão do curso.
– A pessoa não tenha tido um visto de estudante para a Austrália antes de Novembro de
2011.
Esse último requisito pode parecer estranho mas é devido a mudança que ocorreu em 2011, isto porque o governo australiano queria que ela só estivesse disponível a “novos” estudantes e não a pessoas que já estivessem aqui estudando a muito tempo, fazendo um curso atrás do outro.
Isso deixou muita gente a ver navios, como por exemplo, as pessoas que vieram estudar inglês na
Austrália no passado e, alguns anos depois, voltaram para fazer um curso superior e descobriram que não podiam pedir esse visto.

Se aprovado, este visto dá 24 meses de estadia ao estudante, com permissão de trabalho ilimitada.

Vertente Temporary Work
Esta vertente está disponível à pessoas que completam um curso na Austrália, enquanto portadoras de um visto de estudante, contanto que:
– O curso tenha duração mínima de 2 anos (ou 92 semanas letivas).
– O curso seja em nível superior, mais precisamente um bacharelado, um mestrado ou um
doutorado, mas também são aceitos cursos técnicos, como Diploma, Advanced Diploma ou, em
alguns casos de carreiras técnicas (como carpintaria, culinária, elétrica, ou similares), um Certificate III ou Certificate IV.
– O estudante tem que ter uma profissão dentro de uma lista específica de profissões que
estão em demanda na Austrália e estão sendo buscadas pelo governo. Essa lista se chama MLTSSL (Medium and Long Term Skills Shortage List).
Esta lista muda a todo momento. O último ajuste foi em março de 2019, onde incluíram as seguintes profissões:
– Professor de Tênis
– Dançarino
– Coreógrafo
– Bioquímico
– Biólogo Marinho
– O estudante também tem que obter uma validação oficial de sua profissão aqui na
Austrália. Cada profissão tem um órgão responsável e requerimentos diferentes.
O estudante pode trazer consigo já uma profissão, e ser reconhecido sem ter que estudar aqui, mas terá que completar 2 anos de estudo mínimo para poder pedir esse visto.
Em outros casos, o estudante obtém formação mínima em uma profissão aqui através desse curso, e já completa todos requisitos, como por exemplo, fazendo um curso de Commercial Cookery (Culinária Profissional) por 2 anos, ou um bacharelado em Educação por 3 anos.
– O curso concluído aqui tem que ser relacionado com, e similar à, profissão nomeada. Por
exemplo, um professor de tênis não pode pedir o visto 485 se tiver estudado Contabilidade na Austrália.
Não importa se a pessoa já teve visto de estudante no passado.
Se aprovado, este visto dá 18 meses de estadia ao estudante, com permissão de trabalho ilimitada.

Leia também: como alugar apartamento na Austrália

Critérios em comum entre os dois vistos
Pessoas pedindo este visto, independente da vertente precisam ter:
– menos de 50 anos de idade;

– nível de proficiência em inglês mínimo, o que o governo considera “competente” (nota 6 na média
do exame IELTS General, ou nota equivalente nos exames TOEFL, PTE ou Cambridge Advanced);
– estar bem de saúde;
– não ter ficha criminal séria na polícia, nem na Austrália, nem em outros países onde tenha morado.
A pessoa requerente do visto pode incluir o cônjuge no pedido (casado legalmente ou não) e também filhos menores de 18 anos.

Related posts

Cheguei em Sydney e agora?

Lívia Campos

Como obter a residência permanente na Polônia?

Vivian Kulpa

Inverno em Perth

Aline Arruda

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação