BrasileirasPeloMundo.com
Irlanda

A incrível cidade de Cork na Irlanda

A incrível cidade de Cork, na Irlanda.

Apesar de ser uma cidade do interior da Irlanda, seria quase impossível falar tudo sobre Cork. Há muitas informações importantes e curiosidades para saber sobre essa cidadezinha encantadora.
Começando pelas informações da antiguidade, Cork é a segunda maior cidade da Irlanda, com 120 mil habitantes. A cidade foi fundada entre 915 e 922 d.C., cerca de quatro mil anos atrás, pelos famosos vikings que, por sua vez, fizeram da cidade um vilarejo de mercadores. Por volta de 1173, a cidade foi conquistada pelos colonizadores do império anglo-normando (atual império da Inglaterra). Somente no ano de 1900 que foi definido pela realeza que Cork seria uma cidade.

A palavra Cork, em irlandês, é Corcaigh, que significa lugar pantanoso. A cidade fica localizada às margens do rio Lee e possui o segundo maior porto natural do mundo, depois de Sydney, na Austrália. O porto natural não deixa de ser importante para a cidade, pois faz com que cresça e tenha um movimento constante na economia, atraindo inúmeras empresas de todo o mundo. É uma cidade com arquiteturas medievais, repleto de castelos espalhados. Permite que o turista do mundo todo possa conhecer e viver as experiências da época, sentindo-se imersa a toda beleza arquitetônica.

Essa é uma dica para os amantes desse tipo de arquitetura, uma vez que a ilha Esmeralda possui cerca de 400 castelos entre ruínas, restaurados ou até mesmo praticamente perfeitos. Além dos que são abertos para o público, atualmente possuem famílias irlandesas que vivem dentro dos castelos que provavelmente pertenciam aos seus antepassados.

Em meio a todo seu charme de cidade do interior, é possível ter uma vida social e cultural bastante agitada. Temos a noite tão badalada quanto à da capital Dublin. O clima de uma pequena cidade universitária atrai bastante jovens, o que permite deixar a cidade agitada todo tempo. Por conter universidade conceituada e ser grande o mix de diversidades culturais, Cork recebe estudantes do mundo inteiro. É comum, na Irlanda, as pessoas se encontrarem em pubs para tomar as famosas “pints” (copos de 500 ml de cerveja) e passarem à noite conversando ou até mesmo dançando, pois, existem alguns pubs que, após certo horário, tornam-se baladas.

Leia também: Cidade ideal para morar na Irlanda

Diferente do Brasil, as festas costumam acabar mais cedo, por volta de 2h da manhã. A vantagem é que com uma extensão considerável menor do que uma cidade grande tem mais segurança e tranquilidade. A facilidade de se locomover entre um lugar e outro também é um ponto relevante. Com apenas o uso do transporte público ou até mesmo caminhando, é possível ter fácil acesso aos lugares.

Já venho desse clima de interior. No Brasil, morava em São José dos Campos, interior de São Paulo, que, por sinal, adoro minha cidade. Há cerca de um ano, quando decidi fazer meu intercâmbio, escolhi Cork para morar. Os motivos são simples: segurança e tranquilidade. Quando comecei pesquisar sobre as cidades da ilha associei Cork como um sinônimo de desaceleração, exatamente o que eu buscava. De agitada já não bastasse a minha pessoa.

Muito charmosa essa cidade conquistou meu coração e tenho um apego sentimental por esse lugar. Com jeitinho de interior, as pessoas se cumprimentam na rua, se ajudam quando necessário e na maioria das vezes são bastante simpáticas. Com o passar do tempo você acaba percebendo as mesmas pessoas e acaba fazendo amizades. Eu adoro essa conexão! Para mim, é viver a vida em câmera lenta. Para mim, é uma forma de fugir da rotina diária que normalmente é bastante corrida. Ao mesmo tempo, quando você procura uma vida noturna mais badalada, é possível encontrar. É possível, também, encontrar nas ruas diversos artistas que oferecem seus trabalhos em trocas de moedas para sobreviver. A arte está espalhada por todo canto da cidade. Chega a ser divertido e confesso que às vezes fico parada só observando o talento deles.

Diferente de uma capital, o custo de vida em Cork é mais baixo. Mas é válido ressaltar que esse assunto é variável e vai mudar dependendo do estilo de vida de cada pessoa. O padrão de vida e os objetivos escolhidos de pessoa para pessoa são os fatores que vão influenciar. Em média, uma pessoa gasta em torno de 800 euros por mês. Esse valor está incluso aluguel, comida, contas (energia, gás e Internet) e lazer. Geralmente, as casas são compartilhadas com cinco ou seis pessoas, podendo ser quarto individual ou compartilhado, quem fará a escolha será você.

Bom, como tudo na vida tem seus pontos positivos e negativos, Cork não seria diferente. Pra mim, considero como pontos negativos da cidade a umidade, os dias chuvosos são constantes, ou seja, São Pedro não dá uma trégua. Como consequência, temos o céu cinza quase todos os dias, principalmente no inverno. Como toda a Europa, Cork é uma cidade fria, chegando ao verão numa máxima de 16ºC.

Então, se você tem certo preconceito com os dias de chuva e os dias frios, esteja consciente de que será presente em sua vida quando se mudar para Cork. Eu viajei informada sobre o clima que fazia na Irlanda e mesmo assim me surpreendi no inverno, pois o inverno não vem pra brincadeira. Coloquei, para mim, esse fator que eu considero negativo como um desafio durante esse período que estou morando no país. Hoje, posso dizer que estou mais adaptada e que consigo digerir melhor o clima da região e estou aceitando que não existem somente os dias de sol. É perceptivo o valor que damos aos dias ensolarados depois de dias ou meses somente de chuvas.

Related posts

O idioma oficial da Irlanda: Gaélico Irlandês

Débora Bertling

Tem muito brasileiro na Irlanda?

Bárbara Hernandes

Transporte público na Irlanda

Annaline Stepien

3 comentários

Francisco Abril 10, 2019 at 12:01 pm

Ótimo artigo, mas senti falta de mais fotos da cidade! Obrigado.

Resposta
Jhennifer Abril 22, 2019 at 3:29 pm

Olá Ludmila, gostei muito do artigo.
Estou pensando em abandonar a vida aqui no Brasil e partir para um intercambio no próximo ano, e confesso que estou ficando muito interessada em CORK, apesar de estar cheia de dúvidas.

Resposta
Melchisadec Outubro 8, 2019 at 11:02 am

Parabéns pelo seu artigo. Fiz uma viagem de Google por toda Cork, kkkk e deparei com seus cometários sobre a cidade, que por sinal é muito linda, limpa e organizada. Busquei o local em virtude de um sobrinho que está de mudança pra aí , a serviço, e quis saber mais sobre a cidade. Parabéns por encarar o desafio de morar fora e muito sucesso pra você!!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação