BrasileirasPeloMundo.com
China Transporte Público Pelo Mundo

Acessibilidade e transporte em Qingdao

Acessibilidade e transporte em Qingdao.

Qingdao é uma cidade de alta qualidade de vida aqui na China. É moderna, bonita e bem planejada. Se locomover por aqui não é muito difícil, visto que o transporte público é eficiente, confortável e barato.

Ônibus

O meio de transporte coletivo mais utilizado dentro da cidade é provavelmente o ônibus. Os coletivos são novos, bem conservados, possuem piso baixo e alguns trazem local reservado para cadeira de rodas. Outros possuem assentos destinados às pessoas com alguma limitação física, grávidas e idosos. Alguns ônibus são elétricos e outros são híbridos, eles fazem pouco barulho e não emitem gases poluentes. A passagem é muito barata, custa 1 ou 2 RMB (ou yuan), dependendo da linha, se distrital ou interdistrital, o que corresponde a mais ou menos 0,50 centavos a 1 real. Não existe cobrador, você paga o dinheiro para o motorista – no valor certo, pois ele não devolve troco -, ou, então, se você for residir aqui, pode fazer o cartão recarregável, como os passes de ônibus do Brasil.

Eu já tive a oportunidade de viajar longo trajeto, entre o distrito de Huangdao e Qingdao, de ônibus com o carrinho de bebê, e classifico como satisfatória a experiência. O coletivo com destino aos locais turísticos no verão enche até sua capacidade máxima nos fins de semana, mas a viagem é tranquila e confortável. Os motoristas dirigem com muito cuidado e são bem respeitosos com os pedestres.

Como Qingdao é uma cidade balneária, destino turístico de muitos chineses nas férias de verão, neste período as linhas de ônibus sofrem algumas modificações para atender à demanda da população sazonal.

Metrô

Qingdao também dispõe de metrô moderno e acessível, mas apenas duas linhas estão funcionando atualmente. As obras de expansão do metrô estão a todo vapor, e a previsão é de que até 2050 Qingdao disponha de 16 linhas ativas, sendo que duas delas cruzarão a baía em dois pontos diferentes, o que tornará a ligação entre Huangdao e Qingdao ainda mais eficiente.

Por enquanto, não há metrô em funcionamento no distrito de Huangdao, então quando queremos passear em Qingdao, onde há grandes shoppings, opções de bons restaurantes e as principais atrações turísticas, usamos ônibus até a estação de trem, e lá podemos pegar o metrô em direção aos locais de interesse.

Didi

Na China não existe Uber, mas há um aplicativo de celular semelhante que se chama Didi. Para dirigir carro alugado aqui, todos os estrangeiros precisam tirar a carteira de motorista chinesa, ou seja, passar por todo o processo burocrático e fazer uma prova.

Veja também: Como tirar carteira de motorista na China

Sendo assim, o Didi tem se mostrado a melhor opção de transporte, a meu ver. Ele permite que você utilize os serviços de carros mais simples e baratos, ou os carros mais luxuosos com a tarifa um pouco mais cara. Para nós que moramos em Huangdao e gostamos de passear em Qingdao, o Didi é excelente, pois a corrida de táxi a esta distância é cara e não é muito confortável, e para agravar a situação os taxistas costumam negar a corrida quando percebem o destino.

Outras opções de traslado urbano para pequenas distâncias são as populares bicicletas elétricas, bicicletas de aluguel por aplicativo de celular, motocicletas, pequenos carros elétricos de aluguel “Share’n go” , como aqueles existentes em algumas cidades italianas, e táxi. Uma curiosidade é que para pilotar bicicletas elétricas não é necessário ter habilitação. Por isso, é uma forma de locomoção muito usada pelos estrangeiros.

Táxi

O táxi em Huangdao tem a bandeirada inicial de 10 RMB (por volta de 5 reais), podendo chegar a 20 RMB nos trajetos mais longos dentro do próprio distrito. Não me lembro de ter pago mais que isso por uma corrida até hoje. Uma dica para quem vem a turismo é tirar foto do local que você deseja e mostrar para o taxista, pois a comunicação para iniciantes é bem complicada.

Outra dica muito boa para quem acabou de chegar ou para quem está aqui a passeio e não sabe nada de mandarim é buscar o nome do ponto turístico que você quer conhecer no Trip Advisor. Ele informará a opção do endereço e o nome no idioma local. Isso é extremamente útil, uma vez que os taxistas só sabem ler os ideogramas. Não adianta mostrar o endereço ou a localização de onde você quer ir em pinyin (nomes em letras latinas para representar os sons do mandarim). Tentar falar o nome do local também não costuma dar certo, pois muitos lugares têm nomes diferentes para os chineses e às vezes impronunciáveis para os turistas.

Acessibilidade nas ruas

Apesar da boa qualidade do transporte público, das pistas reservadas para bicicletas e do baixo custo do transporte por táxi e Didi, observo que a população local utiliza muito os carros particulares. O excesso de carros em Huangdao é um pouco inconveniente, principalmente porque parece que não há estacionamentos públicos ou particulares suficientes e os motoristas estacionam nas calçadas, bloqueando completamente a passagem dos pedestres.

Em Qingdao, e também em Huangdao, na maior parte dos locais por onde já transitei, as calçadas são novas e conservadas, possuem piso tátil e rampas de acessibilidade. A cidade possui, também, em alguns cruzamentos, avisos sonoros para auxiliar a travessia de pessoas com deficiência visual, em mandarim, claro.

Eu diria que a maior dificuldade para pessoas com deficiência, pessoas com seus carrinhos de bebê e pedestres de modo geral, são os carros estacionados nas calçadas obstruindo a passagem. Este é um problema sério, pois praticamente anula os esforços urbanísticos em oferecer acessibilidade nos padrões internacionais.

Qingdao é uma excelente cidade, bem organizada, com boa mobilidade, possui farto transporte público, metrô acessível e está em constante modernização.

Related posts

Transporte público em Helsinki

Lili Simmelink

Sistema de transporte na Índia

Kate Yamaguti

Moda – Conceito e o mercado de luxo na China

Evelyn Pinheiro

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação