BrasileirasPeloMundo.com
Curiosidades Pelo Mundo Portugal

“Atão”, é mesmo português ou não?!

“Atão”, é o mesmo português ou não?!

Se você é brasileiro, e acabou de chegar, desculpa lá, mas com uns termos vai ter que acostumar!

Aqui em Portugal as raparigas usam cuecas e o gajos camisolas, oras! 

Te controlas!

Se calhar, o melhor que tens a fazer é deitar fora parte das palavras que conheces! É o que estou a fazer! Tu não estás a perceber?

Por cá, se faz calor, pego o autocarro e vou tomar um gelado, porém, se está frio, saio para tomar um galão! Não é fixe, meu irmão?

Aliás, por sinal, fixe quer dizer legal! Nada mal!!

Se apetecer aos seus miúdos comer um sande com cola, eles não podem esquecer de meter lá no tabuleiro a palhinha! E, se calhar, uma sopinha, que até no Mc Donalds tem! Bem diferente, veja bem!

E para me fazer entender, já vou adiantar em lhe dizer, por cá raparigas são mulheres, cuecas são calcinhas, gajos são homens, camisolas são camisas, autocarro é ônibus, gelado é sorvete,  galão um é café grande, miúdos são crianças, sande é sanduíche, cola é coca-cola, tabuleiro é bandeja e palhinha é canudo, pode ficar tranquilo que te explico tudo!

Atão, se sair com o bebê não te esqueças de levar o biberrão! Se for no horário do trabalho, não deixes de pedir a justificação!

A pastilha, por cá, não é para garganta! E se preciso organizar documentos, o agrafador  será necessário, entendestes o vocabulário?

No computador nada de mouse, usamos o rato…não o vás matar pois vai dele precisar, ô pá!

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar em Portugal

Se o telemóvel toca atendo “tô sim” ou “tô” e se queres ir ao banheiro, procure pela casa de banho, por favor.

Ora pois, se pedires um empadão vai receber um escondidinho…e não saia de fininho!

Mesmo porque fino, aqui, é de beber…mas não exagere ou você vai ver!

O açougue cá é talho e, para uma bifana, muitas vezes vai enfrentar uma bicha. Caiu a ficha? 

Caraças, que grande confusão! Ou pensas que não?

Achas porreiro? Ô pá, sejas verdadeiro!

Que abacaxi! Aliás, que por aqui chama-se ananás!

Pensas que atravessar o oceano vai ser fácil? Vais ter que dar um desconto…

Pronto!

Por cá biberrão é a nossa mamadeira, agrafador é grampeador, telemóvel é celular, bifana é bife, bicha é fila, porreiro é legal, guarda redes é goleiro, carta de condução é carteira de motorista, passadeira é faixa de pedestres, paragem é ponto de ônibus, sumo é suco e comboio é trem. Acostume-se bem! 

Ufa…vou precisar de uma chávena de café para organizar os pensamentos, por favor! Ou será que estou ficando doido, doutor??

Acho que vou passear e espreitar montra, assim não fico tão tonta!

Se o gajo vai ao casamento usa fato e pode optar por conduzir ou aproveitar uma boleia. Ixi! Não é fixe?

Pedágio aqui é portagem, xícara é chávena, vitrine é montra, terno é fato, carona é boléia, legal é fixe, fazenda é quinta, time é equipa, água sanitária é lixívia, presunto é fiambre, creme de leite é nata e café da manhã é pequeno almoço! Não é osso? 

Estás a ficar confuso? Também eu! Entendeu?!

Aqui o Flamengo não é mais do Brasil, é do Jorge Jesus! E por mais que diga que os portugueses no Brasil são vascaínos, de Vasco não querem saber os meninos!

Por cá, bairro é freguesia, nosso limão é lima, pois limão é o siciliano! Academia é ginásio, vestiário é balneário, padaria é pastelaria, mensalidade é propina, vaso sanitário é sanita, paciente é utente, babá é ama, van é carrinha e reprovar é chumbar. Vá lá, ô pá!

Eu confesso a vocês que por oras piro…mas, no fundo, é giro! Que nada mais é que legal…não entenda mal! 

Estás a brincar comigo?! Ouvimos dizer todo dia, em clima de alegria!

E me diga lá se há coisa mais linda que a diversidade cultural?! Eu acho surreal!

E assim vou me despedindo de vocês, com essas dicas show, pois já lá vou! 

Aproveito e repito a primeira dica…veja se esta fica!

Se você acabou de chegar…desculpa lá, mas com uns termos vai ter que acostumar! Ô pá! 🙂

Related posts

O que comprar nas farmácias e nos mercados americanos

Alessandra Ferreira

Raridades encontradas nas Maldivas

Camilla Nobre

Filmes para assistir antes de visitar Istambul – Parte 3

Juliana Lima

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação