BrasileirasPeloMundo.com
Imigração Suécia Vistos & Cidadanias Pelo Mundo

Como morar legalmente na Suécia

Muitas vezes o sonho de viver no exterior é tão grande, que as pessoas acabam fazendo loucuras, dando o tal “jeitinho brasileiro”, ingressam em um país, e ali permanecem sem a devida permissão legal. Pode funcionar? Pode. É vantajoso? Não. Hoje vou falar sobre como morar legalmente na Suécia.

O medo e o risco de ser deportado impactam diretamente na qualidade de vida, além do fato de que, sem o visto, não há direitos para a pessoa, já que ela é ilegal e está burlando o sistema do país. É ainda como ser invisível aos olhos do mercado de trabalho, para as oportunidades de educação e também para o fisco. Assim, se você tem vontade de viver nas terras escandinavas da Suécia, vou explicar um pouco sobre os tipos de visto aqui existentes, e os requisitos para obtê-los.

Preliminarmente, se faz saber que, para cidadãos brasileiros, não é necessário visto de turismo para uma estadia que não ultrapasse 90 dias. Assim, se você vem a passeio, a estudo ou a trabalho, e o período é inferior ao de 90 dias, pode vir sem medo. Porém, não se esqueça de comprovar o motivo da sua visita, ter um passaporte com validade superior a 90 dias (assim: sua estada + 90 dias), recursos financeiros para se manter no país por este período, seguro saúde aceito pela UE (União Européia), e passagem de volta.

Agora, vamos aos tipos de Visto!

Visto de Estudante

Você pesquisou e encontrou um curso oferecido na capital da Escandinávia, então agora é a hora de colocar a mão na massa e aplicar para o visto.

Faculdade e Universidade
A primeira etapa do processo consiste em aplicar para o curso que você deseja cursar na web page da universidade e, então, ser aceito. Como regra geral, para ser considerado apto à permissão de residência para estudar na Suécia, deve-se ser aprovado para estudos em tempo integral, dominar o idioma inglês, além de ser capaz de se sustentar financeiramente durante o período de estudos, e ter um passaporte.
Não é comum a oferta de bolsas de estudo para graduação, sendo mais comum essa oferta para mestrado e doutorado, portanto, se informe certinho.
Algumas faculdades/universidades podem cobrar taxas preliminares, então isso também deve ser checado antecipadamente.
Detalhe importantissímo: a permissão de residência deve ser obtida e finalizada antes da sua viagem para a Suécia.
Mais detalhes sobre como ingressar em uma Universidade Sueca você enconta no site Study in Sweden.

Visto de Trabalho

Apesar de parecer simples, se faz necessário preencher uma série de requisitos para receber a permissão de residência através do visto de trabalho. O primeiro deles é ter recebido uma oferta de emprego.
Desta forma, antes de ingressar com o pedido de visto, você já deve ter sido selecionado para trabalhar para um empregador na Suécia, porque não existe uma autorização que conceda o direito de vir até a Suécia e procurar um emprego quando chegar aqui .
Os requisitos variam de profissão para profissão. Como estou falando apenas sobre os requisitos gerais, procure informações mais específicas sobre a sua profissão.

Para obter uma autorização de trabalho, de acordo com o site da imigração, você deve:

• Ter um passaporte válido
• Ter recebido uma oferta de condições de emprego com um salário equivalente às estabelecidas pelas convenções coletivas suecas, ou que são habituais dentro da ocupação
• A posição oferecida deve permitir que você se suporte/sustente financeiramente
• Seu empregador deve fornecer um seguro que cubra saúde, vida, emprego e pensão quando você começar a trabalhar.

Portanto um comprovante da oferta de emprego e quaisquer outros documentos que tenha recebido do seu empregador deverão ser anexadas ao pedido, dentro das modalidades acima descritas.
Para mais informações sobre como trabalhar legalmente na Suécia, visite o site Working in Sweden.

Visto por vínculo familiar

Há ainda outra seara: o visto por vínculo familiar, seja a trabalho ou estudo. Em caso de trabalho, caso você receba uma autorização, seu marido ou esposa e filhos solteiros menores de 21 anos também recebem uma autorização de permissão de residência pelo mesmo período que o recebido pelo seu visto de trabalho.
Tratando-se de estudos, preenchendo-se os requisitos necessários, é possível que o solicitante traga um membro da família (marido ou esposa, ou filho menor de 18 anos), sendo possível assim obter uma permissão de residência pelo mesmo período que o do estudante.

Au Pair

Aqui vou falar de um dos casos singulares de visto de trabalho, que é o visto de Au Pair. Escolhi abordar este visto, uma vez que este foi ele que me deu a oportunidade de “descobrir” a Suécia. O objetivo do programa de Au Pair é o de proporcionar uma experiência internacional e a possibilidade de aprender a língua sueca e de vivenciar a cultura sueca.
A Au Pair é uma pessoa selecionada por uma família para viver em sua casa e ajudar com as crianças, e com serviços domésticos leves. O período máximo para esse tipo de visto é de um ano, justamente pelo fato de que ser Au Pair deve ser muito mais voltado ao sentido de intercâmbio cultural do que ao trabalho de fato.
As peculiaridades começam já no salário: 3,500 KR, ou seja, mais se assemelha a uma ajuda de custo que de um salário. A  Au Pair deverá trabalhar, no máximo, 25 horas semanais, e a família, além do salário e da moradia, também deverá prover alimentaçäo e um curso de língua sueca.
Vale ressaltar que a candidata ou candidato (Sim, na Suécia meninos e meninas podem ser Au Pair) deve ter entre 18 e 30 anos, demonstrar um grande interesse em estudar o idioma sueco e em “imergir” na cultura Sueca. O meu trabalho consistia em preparar as crianças pela manhã, preparar o café da manhã e deixá-las na escola. À tarde, pegá-las na escola, preparar lanche ou jantar, e brincar com elas e entretê-las até que os pais chegassem do trabalho. Na casa eu ajudava a pôr/tirar a mesa, passar o aspirador de pó, colocar a louça na lava-louças/guardar a louça, e ajudava a lavar as roupas. Comparando com as outras Au Pairs que conheci, a rotina acaba sendo mais ou menos essa, com variações de família para família.

Do ponto de vista pessoal, posso acrescentar que é uma experiência de fato enriquecedora: poder viver com uma família sueca, vivenciando diáriamente seus costumes, estilo de vida, e participar das tradições de um povo tão diferente vale muito a pena!
Como adendo, vale ressaltar que todos os vistos citados tem uma taxa de aplicação, portanto observe com atenção antes de aplicar.
Levando-se em consideração as alternativas de visto apresentadas, vou concluir o texto com um pedido: caso você esteja pensando em deixar o Brasil, seja para a Suécia ou qualquer país do mundo, por favor, o faça com cuidado. Verifique quais são as possibilidades, se são viáveis, se são factíveis, e se esse sonho vai valer a pena. Se sim, busque o meio legal. Viver legal é viver de consciência tranquila e paz de espírito.
No mais, boa sorte!

Fontes:
www.swedenabroad.com
www.migrationsverket.se
sweden.se/collection/working-in-sweden
studyinsweden.se

Related posts

Cinco coisas que você DEVE saber antes de mudar de país

Lyria Reis

A vida do imigrante ilegal na Alemanha

Karina Finke

Coabitação na Bélgica

Ana Elisa Miranda

2 comentários

gutenberg Janeiro 26, 2017 at 6:42 pm

adorei juliana parabéns estou pensando em me mandar do brasil..tenho formação superior em administração de empresas bacharelado,gostaria de conseguir entrar por meios legais,e conseguir trabalhar ter vida melhor,sou funcionario publico municipal frustado,e vejo que cansei da minha ilusão desse pais,e a vida de nos brasileiros termos oportunidades,melhores neste pais…estou tentando aprender inglês,e estou em busca de dicas,todas uteis por onde começar,nunca deixei pais,nem passaporte eu tenho..todas dicas sao validas pra mim..quem puder me ajudar..meu email [email protected]

Resposta
gisela Fevereiro 6, 2017 at 10:47 pm

Parabens juliana, tambem queria muito conseguir um servico de Au pair, mais infelizmente estou com 34 anos e nao sera possivel.
Amei as informacoes obrigada .

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação