BrasileirasPeloMundo.com
Armênia Turismo Pelo Mundo

Dez pontos turísticos de Yerevan

Yerevan é uma cidade surpreendente, bela em sua simplicidade, e com muitos pontos
turísticos. De alguns dos seus pontos turísticos, é possível ver uma paisagem panorâmica da capital da Armênia. Muito arborizada e cheia de parques, os monumentos históricos e
culturais estão espalhados por toda a cidade. Caminhando por Yerevan, há sempre um
cantinho lindo pra observar. Na primavera, tudo floresce. No inverno, a neve cobre prédios e parques. No verão, o sol brilha até 21h, e as temperaturas elevadas nos inspiram a aproveitar o espaço público. E, se a sede bater, é só aproveitar a água límpida que jorra das Tsaytagbyur, os bebedouros que estão por toda a cidade.

Cascade e Cafesjian Center for the Arts

O complexo Cascade foi originalmente concebido pelo arquiteto Alexander Tamanyan (1878 – 1936), que desejava conectar as partes central e norte da cidade com uma vasta área verde de cascatas e jardins. A obra, ainda incompleta, agora abriga o Cafesjian Center for the Arts, com admissão gratuita.

Praça da República

Durante o período soviético, a Praça da República era chamada Praça de Lenin. Considerada o principal espaço cívico da Armênia, a Praça da República fica exatamente no centro da cidade. Ela é formada por duas seções: uma seção oval, e uma seção trapezoide. Na praça, encontram-se cinco grandes prédios, construídos com pedra tuff, nas cores rosa e amarela, em estilo neoclássico. Estas construções abrigam a Casa do Governo, o Museu de História e a Galeria Nacional, o Hotel Marriott, o Ministério de Relações Exteriores e o Ministério de Transporte e Comunicação. A praça foi concebida por Alexander Tamanyan em 1924, e a maioria dos prédios ficaram prontos na década de 1950.

Museu de História da Armênia

Localizado na Praça da República, o museu expõe as mais diversas peças que datam desde o período paleolítico até a proclamação da república na Armênia; entre elas, carroças muito
antigas, obras de arte, e até mesmo as primeiras notas e moedas de Drams. Fundado em 9 de setembro de 1919, só passou a admitir visitas a partir de 20 de agosto de 1921, e o seu amplo acervo permite pintar uma figura integral da história e da cultura da Armênia. O Museu fica aberto de terças a sábados entre 11h e 18h, e aos domingos entre 11h e 17h. Agendando-se previamente, é possível fazer visitas guiadas em armênio, russo, inglês, francês, alemão e italiano. É proibido fotografar dentro do museu.

Ópera

Também projetada por Alexander Tamanyan, a Ópera de Yerevan é belíssima, localizada no
centro da cidade. Há concertos e apresentações na maior parte dos dias, com ingressos
disponíveis a preços muito acessíveis, e a experiência de assistir a uma apresentação em uma das duas salas do grande teatro é sensacional.

Complexo Tsitsernakaberd: Museu do Genocídio e Memorial do Fogo Eterno

O Museu do Genocídio Armênio foi inaugurado em 1995, ano em que os massacres
completaram 80 anos. O Museu oferece tours em inglês, francês, russo, armênio e alemão. O acervo conta a história da luta do povo armênio pela sobrevivência desde a época do Império Turco-Otomano. A visita é emocionante, daquelas experiências difíceis de explicar!

Museu Ararat

Produzido desde 1887 a partir de uvas brancas de cinco variedades diferentes, o cheiro do
conhaque armênio invade nossos sentidos no momento em que entramos na Fábrica do
Ararat, que fica num prédio monumental à beira do rio Hrazdan. A visita deve ser agendada
com antecedência, e estão disponíveis tours em armênio, russo, inglês, francês, alemão e
espanhol.

Parque da Vitória

Localizado na cidade alta de Yerevan, o nome do parque celebra a participação da Armênia
Soviética na Segunda Guerra Mundial. Com ampla área arborizada, um grande lago artificial, brinquedos, cafés, uma vista incrível para o centro de Yerevan, o Parque da Vitória também abriga um monumento em homenagem aos filhos da guerra, e a estátua da Mãe Armênia.

Mãe Armênia (Mayr Hayastan)

Acima do museu, em homenagem aos mortos de guerra, está a enorme estátua da Mãe
Armênia, que substituiu, em 1967, uma monumental estátua de Stalin, criada como memorial da vitória da Grande Guerra Patriótica. O design de Ara Harutyunyan personifica a mulher armênia, simbolizando a paz por meio da força, e relembrando os importantes valores atribuídos às mulheres mais velhas das famílias da Armênia, com papel relevante na sociedade.

Metrô

As estações de metrô de Yerevan são gloriosas, muito amplas e iluminadas, no estilo soviético. O metrô de Yerevan atende a toda a cidade e, em determinado momento da viagem o metrô deixa de ser subterrâneo e conseguimos avistar várias fábricas “abandonadas”, é uma paisagem interessantíssima.

Matenadaram

O Mesrop Mashtots Institute of Ancient Manuscripts, também conhecido como Matenadaran, é um museu incrível de manuscritos antiquíssimos e belíssimos! Os manuscritos e desenhos encantam com sua beleza, bem como as encadernações riquíssimas. O museu fica localizado no prédio antigo e original do instituto, com exibição de manuscritos, fragmentos de manuscritos, documentos, livros impressos antigos, encadernações preciosas, miniaturas individuais etc. O museu funciona de terças a sábados, entre 10h e 17h; não é permitido fotografar dentro do museu. É possível agendar visitas guiadas em armênio, russo, inglês, francês, alemão, italiano, espanhol, português e árabe.

Related posts

Filmes para assistir antes de visitar Istambul – Parte 1

Juliana Lima

10 lugares imperdíveis em Malta

Thaís Cardoso

Ecoturismo nas Vias Verdes espanholas

Camile Wyatt

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação