BrasileirasPeloMundo.com
França

Diferenças entre Paris e São Francisco

Se você já pensou em passar uma temporada fora do Brasil, provavelmente ouviu alguém te avisando: Aproveite, porque o tempo passa muito rápido quando você resolve morar fora. Todo dia você aprende uma coisa nova, descobre um novo canto na cidade, conhece um monte de gente diferente de você. A lista de coisas boas que acontecem quando a gente se muda não para de crescer. Mas a lista de desafios também.

Quando eu resolvi vir morar em Paris eu fiquei tão animada que vinha morar no coração da Europa que acabei esquecendo um pouco o quanto é difícil recomeçar a vida, ainda mais num lugar onde você não conhece quase ninguém.

Paris é uma cidade linda, mas não é uma cidade que te dá boas vindas. É bem provável que o seu primeiro mês na cidade a sua vida se torne uma Olimpíada de problemas. É tanta burocracia, tanto leão pra matar e tudo é tão difícil que sua vontade vai ser chorar no vôo de volta pra casa.

A primeira coisa a fazer é abrir conta num banco, mas pra isso você precisa de um endereço fixo. Só que pra alugar apartamento você precisa… De uma conta no banco. São dias correndo atrás do próprio rabo, vendo o tempo passar e os Euros irem embora. Tudo isso, muitas vezes, sem entender bulhufas do que falam pra você. Parece uma comédia barata, mas é difícil não perder o bom humor.

Talvez essa a principal diferença entre a minha chegada a Paris e a chegada a São Francisco, onde eu morei antes de vir pra cá. Os Estados Unidos tem uma longa lista de defeitos, mas chegar na Califórnia foi muito mais fácil do que me estabelecer aqui. É claro que lá tinha a vantagem de já falar bem Inglês, o que ajuda muito, o que não foi o caso quando aqui. Eu não falava muito além de Olá, eu me chamo Luana; bom dia por favor gostaria de um pão… E um queijo, e um vinho 😉  Vim morar aqui e foram uns 3 meses tomando fora na rua e sem entender nada do que falavam pra mim. Cheguei a Paris no 0 x 0.

Mas qual das duas cidades é melhor?

A primeira impressão é que nos Estados Unidos as regras do jogo são mais claras. Se você tem direito a estar naquele lugar, basta apresentar os documentos certos que a vida vai se agilizando pra você. Não existe muita burocracia e os serviços são bem automatizados; Você acha o seu apartamento pela internet, monta sua casa num garage sale e até a conta no banco você abre no mesmo dia se quiser. Time is Money, então basta apresentar os documentos certos que a coisa nos EUA anda muito fácil sem que você precise implorar pela boa vontade de alguém.

Em Paris, mesmo tendo o direito de estar aqui, foram 30 exaustivos dias indo várias vezes ao banco, chegando ao meu limite emocional em Português, Inglês e um semi-Francês. É muito difícil abrir uma conta e estar com a carte bancaire nas mãos. Como você precisa da conta pra começar a vida aqui, é bom vir preparada pra ter muita paciência até a coisa funcionar. São Francisco 1 x 0 Paris.

Já com a conta o banco, todo o resto vai se encaminhando. Eventualmente você vai conseguir alugar um apartamento, fazer uma conta de celular e até instalar internet em casa – porque, diferente dos EUA, na França as contas todas são em débito automático e não há muito o hábito do cartão de crédito por aqui. São Francisco 2 x 0 Paris.

C’est pas grave, mas é tudo bem cansativo quando você acabou de chegar e tudo o que deseja é conhecer a sua nova cidade. E é claro que eu falo de uma posição muito privilegiada, de uma pessoa que foi morar em outro país porque quis e com um trabalho garantido – tudo isso conquistado à base de muito suor, mas, ainda assim, é um privilégio esse suor. É muito mais difícil essa chegada quando você não tem os famosos papéis e dinheiro pra pelo menos 3 meses de aluguel até a vida começar a caminhar (além de, claro, TODOS os documentos que você puder imaginar com tradução juramentada). Reconheço e agradeço o privilégio de poder viver essa temporada aqui.

[Não quero desanimar ninguém; acho que vale demais a aventura. A diferença é que “sem papéis” você acaba gastando mais dinheiro e perdendo mais a paciência até a vida entrar nos eixos – se é que a vida entrar nos eixos é ter vida convencional e rotina, mas isso é assunto pra um outro texto].

Tenho amigos gringos que moraram no Brasil e falam que a burocracia pro imigrante é bem difícil também. Eu até acredito, mas a questão é que no Brasil a gente foi se tornando adulto aos pouquinhos. Um dia você faz o seu CPF. Meses depois, abre uma conta no banco. E sabe-se lá quanto tempo vai demorar até alugar o seu primeiro apartamento. Quando você resolve morar em outro país você precisa de muita agilidade e muita organização pra resolver tudo de uma tacada só.

Mas, Luana, você só sabe reclamar de Paris? De jeito nenhum! Eu sou apaixonada por essa cidade aqui. Acho Paris charmosa, elegante, multicultural. Uma cidade onde você tem contato com pessoas de todos os cantos do mundo; muito mais do que no Brasil ou nos Estados Unidos, onde as pessoas realmente diferentes acabam se misturando menos, mesmo em grandes metrópoles como São Paulo, São Francisco ou Nova York. Mas, como boa carioca, eu diria Paris é uma cidade que não te dá mole. Ela tá lá, te ignorando solenemente, só sendo linda e blasé. Sendo Paris. É preciso correr muito atrás pra fazer dela a sua morada.

Só que aí, quando ela se tornar sua casa… Meu Deus, essa cidade é demais. Cheia de gente jovem, de restaurantes legais e de coisas pra fazer. Uma cidade multicultural, interessante e em constante mutação. Sem contar que você vai estar morando na Europa tendo acesso a tudo do legal que o Velho Mundo tem. Paris 1 x 2 São Francisco.

E, se tem uma coisa que o Velho Mundo tem de incrível, ela se chama transporte público. E esse é onde Paris dá um baile em São Francisco. Paris tem 380 estações de metrô – dá pra imaginar? E ainda tem diversas linhas de ônibus e trens funcionando até depois da meia-noite pra facilitar sua vida, caso o metrô não sirva pra você. Nasci no Rio, que é uma cidade deprimente em transporte público de massa e depois de 35 anos acabei indo parar em São Francisco, que, apesar de ter um sistema de ônibus razoável, praticamente nem tem metrô. Com exceção de Nova York, quase todas as cidades dos EUA te fazem dependente do carro se quiser se divertir. Pra mim, que nem dirijo, Paris é a cidade ideal. Pra melhorar, se é que isso é possível, as bicicletas públicas daqui também são infinitamente melhores do que de todas as cidades onde eu já fui. E Paris ainda é uma cidade praticamente plana – Se tem algo de que eu realmente não sinto saudades são as ladeiras de San Francisco. São Francisco 2 x 2 Paris.

o maravilhoso metrô de Paris

Culturalmente, as duas cidades são ótimas. Sempre tem algum show rolando, muitos festivais ao ar livre e nas duas têm museus pra cidade nenhuma do mundo botar defeito. São Francisco 3 x 3 Paris.

A culinária das duas cidades é também muito boa. Paris com sua alta gastronomia, seus chefs estrelados e o charme dos seus bistrôs. San Francisco com seus restaurantes asiáticos e a fortíssima cultura de comida orgânica – que saudade que me deu agora <3. Os pães das duas cidades também são incríveis – até agora não consegui decidir se prefiro o Sourdough de São Francisco ou a Baguette da França.

E vamos acabar essa conversa porque fiquei ela me deixou até com fome. Definitivamente, deu empate entre San Francisco e Paris no meu coração.

Related posts

Sistema de saúde francês

Marcella Delfraro

Casamento num castelo francês

Marcella Delfraro

Preparando a mudança para a França

Lisa Elkaim

2 comentários

Loscar Julho 7, 2017 at 12:14 pm

Muito bacana! Obrigado por compartilhar essa experiência com a gente 🙂

Resposta
Emiko Miyata Julho 8, 2017 at 2:51 am

Que legal, Luana! Adoro Paris, mas nunca morei aih. Eu sou de Brasilia e moro no Japao ha mais de 20 anos.
Quando vier para esses lados, vamos marcar um vinho (ou sake…)!
Beijos e boa sorte nessa nova etapa da sua vida!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação