BrasileirasPeloMundo.com
Coaching França

Eneagrama e expatriação

Eneagrama e expatriação.

Começo, aqui, uma série de 4 artigos sobre expatriação, do ponto de vista do Eneagrama.

Para quem não conhece o Eneagrama, ele é um estudo de personalidade cuja origem se perde ao longo do tempo. De acordo com este estudo, cada um de nós desenvolveu uma estratégia (quase sempre inconsciente) para viver no mundo. Esta estratégia criou modelos que moldam nossas maneiras de pensar, sentir e agir, e nos leva a usar, geralmente, apenas um dos três centros de inteligência que temos em nós: os centros mental, emocional e instintivo.

Quanto mais nos apegamos à nossa personalidade, ao nosso ego, mais nos distanciamos de nossa essência e vivemos de acordo com os automatismos criados por nós mesmos. Esses automatismos são mais fortes, especialmente quando estamos sob o efeito de estresse ou de ansiedade.

O Eneagrama identifica nove estratégias e seus modelos de pensamento, de sentimento e de ação, que chamamos de “as nove personalidades típicas”. Cada um tem suas peculiaridades e usa como pilar um dos centros de inteligência, deixando de aproveitar os recursos dos outros dois.

O objetivo do Eneagrama é, portanto, identificar qual é a estratégia que eu uso e, em seguida, permitir-me de parar de viver no automático e passar a usar tudo o que eu já tenho à disposição dentro de mim e que eu nunca uso.

Nesta série de artigos, proponho uma viagem pelos nove tipos de personalidades, em relação aos expatriados e cônjuges. Sob o olhar do Eneagrama, quais seriam os padrões típicos da pessoa que foi expatriada através de seu trabalho e da pessoa que o acompanha? Cada artigo trará três personalidades, suas características principais e descreverá alguns caminhos de evolução para cada uma.

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar na França

Hoje falarei rapidamente sobre os 10 tipos para que você já possa tentar se identificar com um deles … ou não! Não tenho a pretensão de ter a palavra final sobre o assunto – sou apenas uma estudante entusiasmada do Eneagrama e meu objetivo é compartilhar com vocês a experiência que tenho recolhido ao longo dos meus cinco anos como expatriada e como coach que acompanha expatriados e cônjuges. Através dessa série de artigos, quero oferecer uma opção profunda e poderosa para o autoconhecimento, para a auto descoberta – o Eneagrama. Importante: as descrições, abaixo, são gerais e obviamente não levam em conta os diferentes níveis de consciência de cada um, e que atenuam (ou não) as características mencionadas. Muito do que é descrito, abaixo, também atua no nível inconsciente, e não é percebido no dia a dia. Vamos lá?

Tipo 1

O tipo 1 acredita que o mundo pode ser muito melhor do que é hoje e que ele tem uma função primordial em colaborar para isso. Assim, ele procura ser um bom exemplo em tudo o que faz, o que às vezes pode levá-lo a ser muito rígido e preocupado com padrões e regras. Tem um alto nível de exigência consigo mesmo e com os outros, e um crítico interno que muitas vezes é bastante rigoroso e severo consigo mesmo, repreendendo a menor das falhas. Acha erros muito facilmente e, quando em alta consciência, pode ser muito inspirador e realmente contribuir para a evolução dos outros.

Tipo 2

O tipo 2 acredita que ajudar os outros é a sua missão. É muito atencioso e útil ao meio em que vive, e está sempre à disposição de todos, sendo bastante generoso. Sabe identificar muito bem o que cada um precisa. No entanto, não tem tanta habilidade em identificar suas próprias necessidades e vive muito em função das relações que cria. Pode se sentir muito triste e frustrado quando não recebe o reconhecimento pela ajuda que oferece.

Tipo 3

O tipo 3 acredita que precisa ter uma excelente performance para ser aceito e amado. Sendo assim, vive em função dos objetivos que define para si mesmo e tem muita dificuldade em lidar com fracassos, sejam eles grandes ou pequenos. Para ele é importante passar a imagem de ser uma pessoa de sucesso. Costuma ser uma pessoa de inteligência acima da média, bastante prática e muito perspicaz. Mas também tem problemas em acessar seus próprios sentimentos e emoções, pois acredita que será menos produtivo se deixar seus sentimentos aflorarem.

Tipo 4

O tipo 4 acredita que existe uma situação ideal de vida que ainda não conseguiu alcançar. Assim, sempre acha que tem algo faltando e que a vida dos outros é melhor do que a sua, e pode se tornar muito idealista. Tem uma certa afinidade com a melancolia e muda de humor muito rapidamente. Tem um senso estético muito refinado e é muito criativo, deixando um toque pessoal em tudo. Tem profundo conhecimento de suas próprias emoções e sentimentos.

Tipo 5

O tipo 5 acredita que o mundo exige muito de si e dos outros. Desta forma, procura viver da maneira mais independente possível, o que o leva a estudar muito (para entender como o mundo funciona), a buscar a autossuficiência e a se isolar das pessoas que podem ser um pouco invasivas. Sente-se muito bem consigo mesmo e tende a preferir ficar mais a sós do que a média das pessoas. Possui o raciocínio muito rápido e a capacidade de agir de forma eficaz, mesmo em situações de muito perigo ou pressão.

Tipo 6

O tipo 6 acredita que o mundo é um lugar um tanto o quanto perigoso e, por isso, tende a desconfiar de todos e de tudo. Isso o fez desenvolver uma excelente capacidade de “ler” ambientes e pessoas e de analisar cenários, identificando prós e contras de diferentes situações. Geralmente sente muita ansiedade e, se pudesse, teria toda a sua vida futura planejada nos mínimos detalhes. Quando confia, torna-se alguém absolutamente fiel e presente. Quando em alta consciência, é uma das personalidades mais corajosas do Eneagrama.

Tipo 7

O tipo 7 tem horror à rotina e à qualquer coisa que possa lhe colocar “pra baixo”. É viciado em novidades e precisa sentir que tem várias opções para tudo. Está sempre ocupado em mil atividades no dia, e tem dificuldade em relaxar (inclusive para dormir). Sua mente não para nunca. Faz conexões entre ideias que aparentemente não têm nada a ver entre si, e muitas pessoas têm dificuldade de seguir seu pensamento (que é muito rápido e criativo). É uma das pessoas mais otimistas que existe. Está sempre sorrindo e brincando, e isso pode lhe trazer problemas em ser visto como uma pessoa séria e centrada.

Tipo 8

O tipo 8 acredita que o mundo é dividido entre fortes e fracos, e ele escolheu pertencer ao primeiro grupo para se proteger e ter o respeito dos outros. Geralmente são pessoas vistosas, fisicamente grandes, com o tom de voz alto. Ocupam seu espaço, lideram atividades e não fogem de conflitos. São muito diretos e objetivos. Usam a raiva como energia de movimento. Têm grande preocupação com a justiça, e por isso protegem aqueles que estão próximos. Viveriam melhor se aceitassem sua própria vulnerabilidade.

Tipo 9

O tipo 9 precisa de harmonia para viver. Por isso, evita conflitos ao máximo e muita das vezes prefere não emitir opinião ou fazer pedidos para si mesmo. De tanto abafar suas necessidades, pode não mais identificá-las. São pessoas muito amáveis, inclusivas, que conseguem ver os diferentes lados das questões. Gostam da rotina e se adaptam bem a diferentes grupos. Mas não tente controlá-lo: o tipo 9 tem horror à ideia de que alguém está dizendo o que ele tem ou não tem que fazer.

Identificou o seu tipo? Nos próximos artigos falarei mais sobre cada um deles. Até lá!

Related posts

Acordo de Previdência Social entre Brasil e França

Rafaela Prado

É possível se realizar profissionalmente em outro país?

Roberta Caraco

Sabotadores mentais que atrapalham a adaptação à vida no exterior

Roberta Caraco

2 comentários

Ana Abril 21, 2019 at 12:25 am

Stella, adorei saber mais sobre o eneagrama! Não conhecia! Mas me identifiquei com mais de um tipo, na verdade me identifiquei com 3 tipos. Pode acontecer de sermos um mix?

Resposta
Stela d'Escragnolle Klein Abril 21, 2019 at 12:11 pm

Olá Ana! O Eneagrama é muito forte, pois nos revela padrões automáticos que a gente nem se dava conta que tinha e que podem estar alimentando crenças e atitudes limitantes. É normal, no início, a gente se identificar com mais de 1 tipo, mas cada pessoa só se enquadra em uma única personalidade. O que acontece é que personalidades diferentes têm comportamentos em comum (e por isso a gente se vê inicialmente em vários tipos), mas MOTIVAÇÕES diferentes. Assim, procure se perguntar o que lhe motiva a pensar, a sentir e a agir de determinada maneira. É conhecendo em profundidade as motivações por trás da sua forma de viver, que você vai identificar bem o seu tipo de personalidade e trabalhar em sua evolução. Boa reflexão pra você!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação