BrasileirasPeloMundo.com
Advogadas Pelo Mundo Portugal

Inscrição na Ordem dos Advogados Portugueses

Inscrição na Ordem dos Advogados Portugueses.

Muitas pessoas já me perguntaram como posso ser advogada em Portugal, tendo me formado em Direito no Brasil.

A resposta é simples: O Estatuto da Ordem dos Advogados Portugueses dispõe que os cidadãos de nacionalidade brasileira diplomados por qualquer faculdade de Direito do Brasil ou de Portugal, legalmente habilitados a exercer a advocacia no Brasil, podem se inscrever na Ordem dos Advogados Portugueses, desde que idêntico regime seja aplicável aos advogados de nacionalidade portuguesa inscritos na Ordem dos Advogados Portugueses que queiram se inscrever na Ordem dos Advogados do Brasil.

Este regime de reciprocidade permite a inscrição do advogado brasileiro com dispensa da realização de estágio e da obrigatoriedade de realizar exame final de avaliação e agregação.

Assim, se o advogado brasileiro tiver as anuidades em dia e não tiver condenação em processo disciplinar, poderá requerer o seu registro e inscrição como advogado da OA.

Leia também: tudo que você precisa saber para morar em Portugal

No entanto, se o advogado brasileiro não tiver residência legal em Portugal, emitida pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, um advogado português devidamente inscrito deve se responsabilizar e indicar o seu domicílio profissional como o do advogado brasileiro.

A inscrição na OA permite o exercício profissional em Portugal mas não substitui a necessidade do advogado inscrito ter residência legal no país para aqui permanecer e trabalhar.

Leia também: custo de vida em Lisboa

Tragicômico, já ouvi de funcionários do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras casos de advogados brasileiros que acompanhavam seus clientes para a legalização e ao serem questionados pela própria residência legal mostraram que, além dos clientes, também estavam ilegais. Certamente não é uma situação agradável.

Outra questão que deve ser ressaltada é que este processo não dá equivalência do curso de Direito realizado no Brasil; ele apenas autoriza o exercício da profissão.

Se o interessado desejar comprovar o curso de Direito para prestar um concurso, por exemplo, deverá realizar um processo de equivalência de curso. O direito brasileiro e o português são muito parecidos, existindo maior diferença na parte processual.

Leia também: como obter o Cartão Azul/Blue Card para morar em Portugal

Inscrever-se e simplesmente abrir um escritório e trabalhar sozinho não é uma boa ideia. É fundamental ter apoio, ter um advogado amigo e paciente que possa socorrer nas dúvidas que, no início, são muitas.

Se no seu próprio país é importante a troca de informações e impressões com colegas, num país diferente a importância de um apoio é ainda maior.

Caso tenham interesse na inscrição, são necessários os seguintes documentos:

1. 2 Vias da certidão de nascimento (validade 6 meses)

2. Registro de antecedentes do Brasil (validade 3 meses) = Registro/atestado de antecedentes criminais

3. Fotocópia do processo completo de Inscrição na OAB

4. Certidão passada pela OAB, com a indicação de que a inscrição se encontra em vigor

5. Certificado de curso (se não constar do processo de inscrição)

6. Carteira de Identidade de Advogado (só exibir)

7. Carteira de Identidade ou Passaporte

8. 3 Fotografias (tipo passe a cores – 3×4 cm)

9. Comprovante de Residência em Portugal (1)

10. Registro Criminal Português

11. 300,00 € (dinheiro, cheque ou M.B.) (Delib. Do Cons. Geral de 16/07/1999)

Related posts

Por que mudar da Irlanda para Portugal?

Carol Cândido

Processo inicial para fazer Doutorado em Nutrição no Porto

Thais Borba

5 dicas para cursar pós-graduação em Portugal

Ana Paula Torquato

209 comentários

Alex Holanda Janeiro 9, 2015 at 5:04 am

Olá Adrina, parabéns pelo texto muito bem explicado.
Estou no último ano do curso de direito no BR, e pretendo começar a carreira em PT.
Preciso saber como está o mercado… Qual seria a melhor cidade p inciar… Salários iniciais…
Desde já agradeço. abrçs!

Resposta
AdrianaSilvaCouto Janeiro 14, 2015 at 12:01 pm

Alex,

Obrigada pela leitura ao Blog.
O mercado em Portugal, na área do Direito, não está passando uma de suas melhores fases.
É difícil dizer a melhor cidade para iniciar. Vai depender sempre do tipo de trabalho que pretende realizar, se será sozinho ou não, das áreas de atuação.
E quanto a salários, sabemos que advogados não tem salários. Recebemos de acordo com o que trabalhamos.
Eu, por exemplo, inicialmente não recebia nada.
Montei um escritório porque precisava ter uma estrutura para receber os meus clientes, mas até que eu, estrangeira e sem qualquer vínculo com o local, tivesse clientes que confiassem no meu trabalho e começassem a indicar os meus serviços levou algum tempo.
As coisas não costumam ser nada fáceis no início, mas as dificuldades passam. É isto que importa.
O negócio é persistir e acreditar. Estudar e esforçar-se para tudo correr pelo melhor.
E, a não ser que vá para um escritório já montado e que já tenha uma cartela de clientes
, esquecer que vai abrir o seu e no primeiro mês vai ter muitos clientes e ganhar dinheiro. Isto não existe.

Resposta
Bianchi Janeiro 17, 2015 at 12:59 am

Olá Adriana,
gostei do seu blog, parabéns!
Um advogado brasileiro que quer se inscrever na ordem dos advogados portugueses precisa ter domicilio em Portugal? ou pode ser em outro lugar da união europeia também? o advogado brasileiro, depois de conseguir a inscrição na ordem dos advogados portugueses, é um “advogado europeu”, podendo exercer a profissão em qualquer lugar da união europeia, verdade?
Obrigada

Resposta
AdrianaSilvaCouto Janeiro 21, 2015 at 12:27 pm

Bianchi, se o advogado brasileiro não tiver residência legal em Portugal, um advogado português deverá declarar que a morada profissional do Colega brasileiro é o seu escritório.
Residência legal é a emitida pelo SEF – Serviço de Estrangeiros e Fronteiras.
Como advogado em Portugal, poderá exercer a advocacia em alguns Estados Membros da União Européia, mas não é de forma automática.
Poderá ter de realizar provas.

Resposta
Nadja Abril 15, 2015 at 1:06 pm

Desculpe a intromissao e a falta de acentos. Sou advogada no Brasil, Italia e Portugal. Um advogado inscrito em qualquer estado-membro da Uniao Europèia pode exercitar como advogado estabelecido em qualquer outro estado-membro, sem a necessidade de fazer alguma prova, bastando para isso que tenha o suporte de um advogado inscrito no pais no qual pretende se estabelecer. Claro que é necessario falar muito bem a lingua e ter um conheceimento decente do ordenamento juridico do pais em que se pretende atuar. A proposito, depois de me inscrever em Portugal, eu tranquilamente obtive a inscriçao na ordem italiana, onde atuo como penalista hà quase 5 anos. Um abraço.Colega Adriana, se precisar de algo em Milao, entre em contato. Muito bom o seu blog!

Suellen Maio 7, 2015 at 12:53 am

Nadja, boa noite, gostaria de mais informações acerca da inscrição de advogada na Europa, por gentileza, você teria um e-mail para contato? Desde já agradeço.

Lindemberg Junho 1, 2015 at 12:19 pm

Ola Nadja, Minha esposa e eu pretendemos morar na Itália, ela é advogada aqui em Fortaleza-Brasil, seria muito difícil para ela arrumar um trabalho ai na Itália, estamos pensando em mudar pois a irmã dela mora em Monza e elas são muito apegadas está muito difícil ficar longe e por isso estamos pensando nessa possibilidade, pode dar algumas dicas? algum escritório ou alguém que esteja precisando de uma advogada? manda email [email protected] obrigado!

Adriele Rocha Junho 18, 2015 at 10:25 pm

Boa noite Nadja. Estou tirando a minha carteira da OAB e em Dezembro me mudarei para Milano. Se possível, você teria um e-mail para que eu possa entrar em contato? Gostaria de mais informações para poder advogar na Europa. Também me interessa saber quais áreas do direito tem mais demanda/oferta em Milano; pois possuo experiência em antitruste, direito regulatório, PPP´s, aduaneiro entre outros. Meu e-mail é [email protected] obrigada!

Adriele Rocha Junho 18, 2015 at 10:47 pm

Boa noite Adriana. Parabéns pelo blog. Informação de qualidade, bem escrita, simples e objetiva.

Fernanda Setembro 2, 2015 at 5:15 pm

Nadja, vc poderia teria um email de contato?
Obrigada!

Isabelle Mancuso Julho 10, 2017 at 11:38 pm

Boa noite!

Gostaria muito de ir para Portugal advogar e viver, mas não conheço ninguém que possa me ajudar inicialmente! Alguma dica? Grata! Adorei seu post!

Marciana Julho 21, 2015 at 5:28 pm

Oi Adriana, boa tarde!
Meus parabéns pelo blog, muito informativo. Sou advogada brasileira, recém formada e em processo de inscrição na OA. Tenho muitas dúvidas de como começar a exercer a advocacia aqui em Portugal e ler seu texto sobre como está o mercado, as expectativas que devemos ter (e as que não devemos) me foram muito úteis, pois me identifiquei bastante, tendo em vista a minha situação atual. Já imaginava que iniciar a carreira em um país diferente seria mais difícil e concordo que para começar o ideal seria conhecer alguém que tivesse disposto a ajudar, compartilhar informações. Ainda não conheço nenhum colega aqui, caso saiba de algum, peço encarecidamente uma indicação, estou disposta, inclusive a trabalhar sem remuneração inicialmente, até adquirir experiência. Também gostaria de estudar a legislação portuguesa, a organização judiciária e prática jurídica. No Brasil, em função da demanda de cursos para concursos, temos uma vastidão de informações disponíveis e a preços acessíveis, mas aqui estou com dificuldades em encontrar cursos rápidos. Teria alguma dica de onde eu posso obter informações sobre cursos online ou até mesmo presencial, ou manuais de prática jurídica para o advogado iniciante, algo desse gênero? Acredito que tendo passado pela mesma situação, teria boas dicas…
Um abraço
Marciana Lima

Resposta
Leonardo Setembro 6, 2015 at 3:53 pm

Boa tarde Marciana, tudo bem? Estou morando em Portugal há 3 meses. Vim fazer mestrado e concursar. Suas dúvidas são as mesmas que as minhas. Gostaria, se não for incômodo, que me enviasse a resposta da Adriana sobre seus questionamentos.
Meu email é: [email protected] Ficaria muito agradecido!! 🙂
Atenciosamente,
Leonardo C. d Oliveira.

Resposta
EVERTON MIGUEL SILVA DA SILVA Abril 6, 2016 at 5:41 pm

COLEGA, MORO EM FLORIANÓPOLIS E ESTOU PENSANDO EM UM MESTRADO EM PORTUGAL, COMO FAÇO PARA CONSEGUIR UMA OPORTUNIDADE? TENHO POS GRADUAÇÃO EM PROCESSO CIVIL SOU FORMADO DESDE JANEIRO 16, E ESTOU BUSCANDO APERFEIÇOAMENTO.. PODES ME ORIENTAR JÁ QUE ESTA FAZENDO O QUE ESTOU QUERENDO FAZER. UM ABRAÇO EVERTON MIGUEL

raquel Abril 16, 2016 at 6:52 pm

Ola Marciana, tudo bem?. Ja passaram mais de 9 meses desde seus posto. Gostaria muito de saber como andas, suas duvidas são as mesma q tenho no momento. Eu ainda estou juntando meus docs. Se preferir meu email é [email protected]. Agradeceria qq informação poder dispensar.
Melhores cumprimentos,
Raquel

Resposta
Pedro Fernandes Abril 19, 2016 at 4:25 am

Boa noite Marciana!
Espero que tenha ocorrido tudo certo no seu processo de inscrição na OA. Gostaria, também, se possível, de um breve esclarecimento das dúvidas que tinhas em junho do ano passado. Meu email é [email protected] . Qualquer esclarecimento é bem-vindo.
Muito grato desde já,
Pedro Fernandes

Resposta
Rosalina Feltrin Agosto 19, 2015 at 9:31 am

Obrigado por informar. Da um norte , é de suma importância , as alertas que destaca.

Resposta
Angela Almeida Julho 2, 2019 at 12:24 am

Boa noite sou bacharel em direito gostaria de sabe como que faço pra tira a carteira da OAP morando aqui no Brasil tenho um amigo infelizmente perdi contato com ele ,ele tirou a carteira dele no Portugal mas ele não foi mora lá ,como aqui está cada dia mais difícil tira seja sonhada carteira da OAB resolvi tirar a minha tbm em outro lugar já que estou ficando velha e não vejo meu sonho realizar qual procedimento devo fazer pra ter minha carteira gostaria mto de uma resposta pelo e-mail por favor alguém me ajuda

Resposta
Liliane Oliveira Julho 2, 2019 at 3:21 pm

Olá Angela,
A Adriana Silva Couto, infelizmente parou de colaborar conosco.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
valtermenezes Janeiro 15, 2015 at 1:02 pm

Olá Adriana! parabéns pelo Blog, muita informação de qualidade e bem escrita.
Tenho uma dúvida, minha esposa é filha de português, moramos em São Paulo e estamos casados a mais de 10 anos. Ela é química/farmacêutica. Estamos dando início ao pedido de cidadania dela e na sequência o meu pois pensamos em nos mudar para Portugal. Aí surgiram algumas dúvidas.
Os diplamas de Farmácia e Química são válidos aí?
Temos que nos mudar primeiro, e depois eu peço minha cidadania, ou já posso dar entrada nas duas juntas?
Qual a melhor forma de adquirir um imóvel, tendo em vista a questão de envio de dinheiro para um país estrangeiro.

Sou neto de portugueses, mais meu pai já faleceu sem tirar a cidadania e os documentos de minha avó estão bem complicados, achei melhor tirar minha cidadania através de minha esposa, que penso ser mais fácil.
Ví que é advogada e gostaria de saber se presta assessoria nestes casos.

Muito obrigado e mais uma vez parabéns pelo blog.

Resposta
AdrianaSilvaCouto Janeiro 21, 2015 at 12:13 pm

Obrigada pelos elogios ao Blog.
Quanto aos cursos, vocês deverão pedir equivalência dos mesmos para que sejam válidos em Portugal.
Se você quiser entrar e sair de Portugal quando quiser e sem precisar preocupar-se com a imigração, o melhor é vir com a nacionalidade portuguesa.
Se a sua nacionalidade for pela descendência, poderá dar entrada em conjunto com a sua esposa. No entanto, sendo neto, a sua nacionalidade será por naturalização e demorará mais tempo que a da sua esposa.
Se a desejar dar entrada na nacionalidade através do casamento, além de ter mais de 3 anos de casado deverá comprovar a ligação efetiva com a comunidade portuguesa: http://www.assessoriajuridica.eu/ligacao-efetiva-comunidade-portuguesa/
Sendo casado, desde que comprovem ter meios de subsistência, poderá pedir o cartão de residente por ser casado com uma cidadã nacional.
Se desejar adquirir um imóvel, poderá fazê-lo. No entanto, deve estar atento às taxas de envio e à declaração de entrada de dinheiro no país para evitar a dupla tributação. Quanto a este assunto, o melhor será entrar em contato com um contabilista.
Para evitar expor questões pessoais, escreva para [email protected] e poderei auxiliá-lo nas suas dúvidas.

Resposta
Cleo Vassiliou Janeiro 17, 2015 at 1:10 am

Oi Adriana, excelente post e muito informativo.

Acredito que muitas pessoas (inclusive advogados) não sabiam dessas vantagens oferecidas por Portugal para os advogados brasileiros.

Esperando por mais posts.

Beijos

Resposta
AdrianaSilvaCouto Janeiro 21, 2015 at 12:14 pm

Obrigada, Cleo.

Resposta
MARCO AURÉLIO BRITO LOUREIRO Maio 26, 2016 at 4:37 pm

OLA ADRIANA, SOU BACHARÉL EM DIREITO, ESTOU MORANDO NA ITÁLIA E GOSTARIA DE SABER COMO VALIDO E PRESTO O EXAME DE ORDEM EM PORTUGAL. POR ONDE COMEÇO? DESDE JÁ FICA MEU AGRADECIMENTO.

Resposta
Cristiane Leme Maio 26, 2016 at 9:03 pm

A Adriana parou de colaborar conosco.
Edição BPM

Resposta
sarah Novembro 19, 2016 at 2:16 pm

Adriana, boa tarde.

Sou bacharel em Direito aqui no Brasil, pretendo morar em Portugal. Consequentemente quero trabalhar na área jurídica em Portugal. Necessito fazer algum curso obrigatório para atualização e logo após o exame da Ordem doa Advogados em Portugal? Necessito urgente de resposta.
Obrigada Linda

Por gentileza, envia a resposta para o e-mail:
[email protected]

Grata

Resposta
sueli areias Novembro 22, 2017 at 9:50 am

Olá, Adriana. estou na mesma situação que a Sarah. sou bacharel e nunca fiz minha inscrição na OAB, pois trabalhava em outra área, nunca tive interesse. estou vivendo em Portugal tem 1 mês e penso na possibilidade de realizar minha inscrição na OA. Existe algum curso para atualização e preparação para o exame? inclusive já tenho uma oferta de estagio aqui em PT.
Fico grata se puderes enviar resposta ao meu e-mail
[email protected]
abraço fraterno

Resposta
Liliane Oliveira Novembro 22, 2017 at 2:18 pm

Olá Sueli,
A Adriana Silva Couto parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas em Portugal.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Bruno Farias Janeiro 22, 2015 at 3:27 pm

Oi, Adriana. Excelente post!

Sou advogado e moro em Recife, mas tenho grande desejo de morar, e exercer minha profissão, em Portugal.

Fora esse processo de inscrição na Ordem dos Advogados Portugueses, o que seria necessário para eu conseguir advogar em Portugal? Como eu poderia arrumar um emprego em algum escritório? Como eu posso residir legalmente?

Atenciosamente,
Bruno Farias.

Resposta
ANDRÉ ARAÚJO Dezembro 17, 2015 at 6:25 pm

Bruno, você obteve alguma resposta? Rapaz, sou advogado em Natal (RN) e gostaria muito, se fosse possível, de me mudar para Portugal e advogar lá.

Resposta
Patrícia Fevereiro 4, 2015 at 3:29 pm

Oi Adriana, gostei muito do teu blog! Muito esclarecedor! Gostaria de saber se com a inscrição na ordem de Portugal cessa a necessidade de continuar com o vínculo com a do Brasil, ou seja, continuar pagando as mensalidades.. Digo isso, para caso eu queira advogar somente em Portugal, claro. Obrigada pela atenção!

Resposta
Lívia Araújo Fevereiro 4, 2015 at 6:07 pm

Parabéns pela matéria. Me ajudou bastante. Você saberia informar se antes de se inscrever na OA portuguesa é necessário fazer a revalidação do diploma de bacharel em direito em portugal???

Resposta
sarah Novembro 19, 2016 at 2:18 pm

Oi Lívia, tenho as mesmas dúvidas que você. Alguém sanou sua dúvida?

Resposta
Manot Fevereiro 13, 2015 at 12:17 am

Oi Adriana.

Acabei de descobrir esse blog e já gostei. Conteúdo, desing, tudo muito lega!

Nos casos dos Brasileiros com nacionalidade portuguesa (dupla nacionalidade) é necessária a Residência Legal emitia pelo SEF ou será que essa exigência é apenas para os não nacionais?
Resumindo: A nacionalidade portuguesa faz alguma diferença, traz alguma facilidade nesse processo?

Um Abraço!

Resposta
Fábio Fevereiro 23, 2015 at 6:35 am

Olá, Adriana!

Eu sou advogado, graduado pelo Mackenzie em 2011, um desistente do mundo dos concursos (não adianta passar, ser nomeado que é a grande questão). Ocorre que irei dar entrada na minha cidadania italiana, inclusive, depois de eu ter estudado e dominado o processo de reconhecimento, eu e um primo resolvemos estabelecer uma consultoria/assessoria em cidadania italiana. E ter uma parceria em Portugal abriria portas para eu poder atuar na Itália, especialmente na luta para reconhecer a cidadania dos descendentes da linha materna que tenham nascido pré-1948 (existe jurisprudência da Corte de Cassazione, de 2009).

Tenho duas perguntas, uma é complementar de um já realizada neste mesmo espaço de comentários.

Primeiro, é difícil conseguir um escritório ou advogado que seja, digamos, o meu sponsor? Tudo o que eu preciso é uma ponte com o mercado jurídico europeu. Tenho menos de 4 anos de formado, pouca experiência (culpa dos concursos), mas venho de uma formação de primeira linha e estou com muita vontade de crescer (domino inglês e vou começar o curso de italiano, mas também a vontade de aprender holandês).

Segundo, se a resposta para a minha angústia for sim, você poderia me indicar o caminho das pedras, ou mesmo passar o contato de alguém que tenha interesse de fazer uma parceria nesse terreno da assessoria jurídica relativamente às cidadanias, bem como em direito internacional?

Ficarei imensamente feliz se obtiver uma resposta.

Att.

Fábio

Resposta
Eliane Abril 27, 2015 at 3:17 pm

Oi Fábio! Meu nome é Eliane. Sou advogada brasileira (oab/sp) de mudança para a Itália em breve. Entre em contato comigo caso veja esta resposta: [email protected]

Resposta
Eddie Maio 4, 2015 at 5:27 pm

Olá, Fábio. Sou recém-formado em Direito, já cidadão italiano e tenho o mesmo interesse (trabalhar com assessoria na área de cidadania italiana), Entre em contato: [email protected]

Resposta
Fernanda Setembro 2, 2015 at 4:53 pm

Olá Fábio! Acabei de ler sua mensagem. Estou passando pela mesmo coisa que você. Sou formada há 5 anos e durante este período trabalhei em escritórios em SP e estudei para concurso. Pretendo tirar a cidadania pela linha materna (processo judicial) mas ainda não decidi nada pelo fato do valor ser exorbitante. Quero advogar na Itália. Por favor, entre em contato comigo [email protected].
Obrigada!

Resposta
Gabi Março 9, 2015 at 10:33 am

Ola Adriana!
Ja venho acompanhando o blog ha algum tempo mas eh a primeira vez que comento. rs
Esse post veio a calhar pq ja estava pensando em fazer minha inscricao em Portugal; porem, tenho tido uma dificuldade em encontrar um escritorio/advogado portugues que possa me ajudar.
Vc sabe dizer se eh comum os portugueses darem essa ajuda aos brasileiros que desejam se inscrever?

Obrigada
Gabi

Resposta
Ana Paula Rocha Teixeira Março 11, 2015 at 12:58 pm

Adriana, minha filha está morando em Portugal, fazendo o curso de Engenharia Civil em Coimbra. A casa dela pode servir como minha residência em Portugal? Gostaria de entrar em contato com vc de forma particular para contratá-la para me ajudar nessa minha mudança para Portugal. Vc tem interesse?

Resposta
izabel Fontenelle Agosto 5, 2015 at 5:06 am

Olá Ana Paula. Minha filha começará em setembro engenharia civil em Coimbra, e eu vou também. Sou advogada, meu face é Izabel Fontenelle, me adiciona? Podemos nos ajudar, quem sabe?

Resposta
Dani Rosario Março 15, 2015 at 12:30 am

Adriana, parabéns pelos seus esclarecimentos.
Graduada em Direito, porém sempre exercendo atividade docente nas Universidades de Direito Brasileiras.
Agora casada com um Português e de mudança para Portugal.
Como faço para realizar minha inscriçao na Ordem de Portugal?
Muito grata se puder responder algo.
Abraços
Dani Rosa

Resposta
Mariana Anselmo Março 21, 2015 at 7:52 pm

Adriana, adorei teus esclarecimentos. Sou advogada no Brasil e pretendo ir morar em Portugal com meu marido ano que vem, quero fazer mestrado aí e advogar. Tenho parentes residindo em Maia e nossa ideia é ficar próximo, pensamos em morar em Porto. Certamente, irei me socorrer em ti para mais dicas.

Abração!

Mariana Anselmo

Resposta
Beatriz Gaiotto - Cascais Março 25, 2015 at 4:06 pm

Olá Adriana, ótimo post, parabéns pelo Blog.
Estou aqui na região de Cascais e vou me inscrever na Ordem de Portugal.
Quando da sua inscrição pediram “documento comprovativo dos requisitos necessários para que os Advogados Portugueses se possam inscrever na Ordem dos Advogados do Brasil (documento emitido pela secção de Inscrição da OAB)” ?
Trouxe todos os outros que constam de um arquivo pdf da Ordem dos Advogados de Portugal, mas depois um outro link do site deles inclui mais esse na lista dos documentos que o advogado brasileiro deve apresentar.
http://www.oa.pt/cd/Conteudos/Artigos/detalhe_artigo.aspx?sidc=31634&idc=8351&idsc=31639&ida=117764

Agora não sei o que fazer… se você se lembrar desse detalhe e puder compartilhar, agradeço imensamente.

Obrigada

Beatriz

Resposta
Raquel Gay Maio 19, 2015 at 10:14 am

Ola Beatriz, bom dia. Voce conseguiu resposta para sua pergunta. Estou atualmente em Portugal e tambem, assim coo voce, gostaria me habilitar aqui. Se nao for incomodo, me mande seu email para conversarmos privado. Lhe agradeco desde ja.
Cumprimentos,

Raquel

Resposta
natalia cavalcanti Abril 6, 2016 at 3:41 pm

Vocês podem me dar o e-mail de vocês para contato? estou pensando em mudar para portugal no final do ano ou inicio do próximo e gostaria de mais informações.

Resposta
Guilherme Maio 29, 2015 at 5:35 am

Prezada colega, conseguiu o documento faltante? Creio que junto a OAB Brasil. Como foi o processo? Deu tudo certo? Já advogo aqui há 11 anos. Pretendo me mudar para Portugal ano que vem. Abraço!

Resposta
Ana Paula Setembro 3, 2015 at 12:42 pm

Preciso de uma assessoria para inscrição OA de Lisboa, se alguém souber de algum escritório ou qualquer forma de ajuda agradeço.
[email protected]

Resposta
sandra Agosto 3, 2016 at 8:54 pm

Sou bacharel e pos graduada. Quero mudar para portugal e fazer um mestrado. O que preciso para me inscrever no exame da ordem e quais requisitos?

Resposta
Edgard Setembro 21, 2015 at 6:49 pm

Olá colega, tudo bem?

Estou com a mesma dúvida. Conseguiu alguma informação? Caso positivo, por favor, poderia me enviar no [email protected]

Desde já agradeço!

Resposta
esther Março 31, 2015 at 11:12 pm

Ola!
Tenho uma grande dúvida, por favor, se puder me esclarecer! rsrsrs
me formei em direito no final de 2014, atualmente estou em Portugal mas ainda não prestei prova pra OAB, como posso fazer para advogar ou fazer algum curso de especialização por aqui?

Resposta
SANDRA F. SILVA Maio 10, 2016 at 12:02 am

TENHO A MESMA DUVIDA, [email protected]
ME FORMEI EM 2008 E ESTOU ME MATRICULANDO EM LISBOA PARA MESTRADO.
COMO FAÇO A PROVA OA AI?

Resposta
Cristiane Leme Maio 10, 2016 at 12:11 am

Olá. A Adriana parou de colaborar com o blogue.
Edição BPM

Resposta
LEANDRO ROQUE DE OLIVEIRA NETO (marcas e patentes) Abril 7, 2015 at 6:02 pm

Dra. Adriana, boa tarde. É necessário realizar o Exame de Ordem para inscrição na OA ou apenas a apresentação do diploma?

Resposta
Caroline Calçada Outubro 27, 2015 at 4:57 pm

Olá boa tarde Dra., tenho a mesma duvida, já entrei em contato com a OA no Porto mas a moça não soube me explicar o procedimento, disse apenas que estavam em fase de mudanças…ou seja, já fiz milhares de pesquisas, e inclusive fui na faculdade de direito do Porto em busca de mais informações mas também não responderam a minha pergunta: Sou bacharel em direito, formada no Brasil, para a inscrição na ordem o que devo fazer, por onde começar?
Estou morando em Portugal a quase um ano e não resolvi nada sobre isso porque pra onde vou ninguem me explica em condições o que preciso fazer ao certo.
Por favor preciso de informações claras urgentemente.
Att. Caroline Calçada

[email protected]

Resposta
ELISE CRISTINA SEVERIANO PINTO Abril 8, 2015 at 2:08 pm

Adriana… gostaria de saber se há algum escritório em Portugal (ou o seu) que ajuda o advogado a se inscrever na OAB de PT.
Sou advogada no Brasil e pretendo morar na Itália.
Gostaria de me inscrever na OAB Portugal para facilitar.
Você pode me informar como faço para conseguir essa questão do endereço.
Obrigada
[email protected]
http://www.elise.adv.br

Resposta
Thuany Abril 9, 2015 at 8:00 pm

Oi Adriana, esse texto me tirou muitas duvidas! Obrigada pela disposicao em escreve-lo.
Eu so queria me informar de uma coisa, meu plano seria ir para portugal me registrar como advogada para que dai eu possa exercer a profissao na Irlanda, atraves de uma prova de transferencia para advogados europeus.
Sabe se isso e possivel?
Obrigada mais uma vez!

Resposta
Leonardo Abril 10, 2015 at 3:18 pm

Ótimo texto! Gostaria de saber quanto a carreira pública, existe concurso público aí em Portugal/União Europeia? Tenho cidadania italiana, isso será que ajuda nesta área pública? Depois de realizar esta etapa explicada, posso então concorrer a algum concurso de juiz, por exemplo?
Obrigado, e desculpe pela minha ignorância no assunto!

Resposta
Eliane Abril 27, 2015 at 3:25 pm

Olá Adriana! Parabéns pelo artigo, o mais completo sobre o assunto.
Sou advogada brasileira de mudança para a Itália e gostaria de entrar em contato com você.
Também gostaria de obter os emails da Nadja e o Fábio que comentaram logo mais acima e que já estão/irão viver na Itália.
Desde já agradeço a atenção recebida e espero poder receber um email com os contatos requisitados.
Muito obrigada!

Resposta
thales Abril 29, 2015 at 5:00 pm

Se eu me formar Em uma universidade portuguesa , poderei fazer a prova da OA ? Ou precisarei da cidadania portuguesa ? Caso não acha possivel passar na prova da OAB com os estudos das universidade portuguesa ? Obrigado pela atenção !

Resposta
Livia Maio 4, 2015 at 4:29 am

Thales, me formei em Coimbra e passei na OAB já na minha primeira tentativa. Então a resposta para a sua pergunta é: sim, é possível. Abraços

Resposta
Elizabete Gonçalves Novembro 6, 2017 at 6:33 pm

Livia como faço para me inscrever na OA de Portugal ? sou bacharel aqui no Brasil, tenho que fazer adaptações de disciplinas antes? poderia me informar, estou levando o Histórico apóstilado e possua a cidadania portuguesa também. Grata

Resposta
Silva Maio 5, 2015 at 2:36 am

Registo Criminal Português?

Resposta
LHSAN Maio 9, 2015 at 9:55 pm

Parabens pelo Blog Adriana, atualmente estou em Portugal, e so tenho uma duvida. Este certificado de residencia legal, deve ser permanente, ou pode ser temporario? Pergunto pois estou cursando uma pos aqui e vou entrar com o pedido de residencia, mas nao sei se a declaracao emitida pelo SEF sera a declaracao propriada. Obrigado

Resposta
Paula Barroso Barcelos Maio 10, 2015 at 3:17 am

Boa noite!

Meu marido recebeu proposta para trabalhar na Irlanda. Sou advogada especialista em Relações Internacionais e Mestre em Propriedade Intelectual e Direito da Concorrência. Pretendo fazer Doutorado na Irlanda.Se me inscrever na Ordem dos Advogados de Portugal poderei atuar na Irlanda?

Grande abraço!

Resposta
Ana Maria Lopes Maio 15, 2015 at 7:54 pm

Adriana, boa tarde!
Tenho uma dúvida que não consigo que seja explicada.Já fiz diversas pesquisas e ainda não consegui uma resposta.
Sou brasileira e tenho a cidadania Portuguesa. Caso eu mude para Portugal, quais os documentos são necessários para que eu possa trabalhar em Portugal?
No Brasil temos a Carteira de Trabalho, CPF, PIS..

Tem como me ajudar?

Ana Maria

Resposta
Raquel Gay Maio 19, 2015 at 10:18 am

Adriana, bom dia. Meus parabens pela sua iniciativa. Boas informacoes e diretas.

Sucesso!

Resposta
Pedro Ivo Maio 20, 2015 at 12:08 am

Bom dia Adriana. Adorei o seu artigo. Me fez pensar seriamente sobre esse sonho que venho alimentando dentro de mim. Estou me formando agora e pretendo passar na OAB o quanto antes, aliás, estou pensando em procurar uma pós graduação ai em Portugal.

Sucesso !

Resposta
Raphael Goulart Maio 22, 2015 at 7:57 pm

Prezada,

Existe a necessidade de pagamento de anuidade também em Portugal?

Aguardo o seu breve retorno.

Cordialmente,

Raphael Goulart

Resposta
Ed Filho Maio 31, 2015 at 11:15 pm

Boa noite Adriana! Parabéns pelo post!
Você sabe informar se existe alguma Faculdade de Direito em Portugal que ofereça a especialização em Direito da Seguridade Social na modalidade EAD? Desde já, muito obrigado!

Resposta
Diego Junho 6, 2015 at 12:03 am

Boa noite. A dúvida que tenho é se um Bacharel em Direito, não aprovado no Exame de Ordem no Brasil, mas formado e com diploma por instituição brasileira também pode advogar em Portugal, ou seja, sendo somente Bacharel, se pode estagiar sob a supervisão de um advogado e depois conseguir sua permissão pra advogar naquele país.

Resposta
GUSTAVO LOURENCO CARNEIRO Abril 3, 2017 at 6:50 am

Não, não pode. Tem q estar inscrito na Ordem no Brasil.

Resposta
Pedro Manuel P. Silva Junho 7, 2015 at 12:31 am

Olá Adriana, muito bom seu texto, me tirou algumas dúvidas, estou me organizando para poder retornar a Portugal, mas estou com uma dúvida, sou nacional português, legalmente residente no Brasil, desde os 2 anos, aqui fiz minha graduação e advogo, minha esposa é brasileira, mas sou divorciado de um casamento anterior, preciso homologar meu divocio ai em portugal, como posso proceder? Também quero saber se como cidadão português irei precisar de todo esse processo para conseguir advogar ai? Desde já agradeço a ajuda.
OBRIGADO

Resposta
lara gomes Junho 9, 2015 at 9:27 pm

OI aDRIANA,

como funciona o dia a dia como advogada ai? Conte mais de suas experiencias com audiencias….e como são os clientes? tem mais abertura do que no Brasil? Como as empresas enxergam a figura do advogado? e brasileiro? são acessíveis?

Resposta
Suany Santana Junho 11, 2015 at 7:03 pm

Olá Adriana, adorei seu blog, parabéns!

Gostaria de tirar uma dúvida, estou terminando o curso de direito no Brasil, eu posso tentar tirar minha OAB em Portugal? ou tenho que ter a OAB do Brasil antes , para poder pedir equivalência e exercer a profissão aí. Tenho planos de morar aí com meu marido em 2016.

Resposta
Marion Siqueira Outubro 17, 2015 at 11:54 pm

Suany Santana, a minha dúvida é a mesma que a sua gostaria de saber se você obteve a resposta, Pois me formo no final do ano e estou indo para Portugal. Não fiz a OAB gostaria de saber se consigo realizar o exame lá.
Desde já agradeço.

Resposta
Eduardo Silveira Junho 17, 2015 at 5:44 pm

Olá. Bem, perfeito o texto. Sou aluno do mestrado científico na Universidade de Lisboa e morei na Capital durante um ano. Bem, eu e minha esposa ficamos apaixonados com o pais e a qualidade de vida, que não tem luxo, mas tem paz. Estou vendendo uma empresa que tenho em BH e penso seriamente e voltar para Lisboa. Obrigado pelo texto.

Resposta
Diego Maia Junho 25, 2015 at 1:27 pm

Cara Adriana,

muito obrigado pela sua disposição em disponibilizar esse conteúdo, encontrar essa página na internet é como respingar um colírio em meus olhos… São tantas dúvidas que nem sei por onde começar!

Estou cursando o oitavo semestre de Direito no Brasil e já faz algum tempo (uns dois anos) que eu e minha noiva pretendemos, e inclusive planejamos, morar em Portugal. Através das pesquisas que vimos realizando desde o início desse sonho, descobrimos que eu poderia atuar como advogado em Portugal, bastando para tanto preencher os requisitos e passar pelo procedimento que você descreveu acima. Até aí tudo bem. Ocorre que, não sei se você enfrentou esse mesmo tipo de dificuldade enquanto estava aqui no Brasil, mas conseguir informações mais precisas acerca do exercício da advocacia em Portugal é um pouco difícil, especialmente para brasileiros. Sempre que encontrava algo a respeito da atividade era de autoria portuguesa e, quase sempre, se tratava de críticas, reclamações, queixas em geral sobre as baixas remunerações e as dificuldades que os advogados enfrentam em Portugal.

Como penso em fazer um mestrado aí, mais precisamente em Lisboa, estamos juntando dinheiro há algum tempo para isso. Inclusive tenho visto que os custos, após convertidos, são praticamente os mesmos quando comparados com os daqui, isso quando não mais barato. Você acredita que o fato de estar estudando aí pode vir a facilitar meu ingresso no mercado de trabalho?

Embora eu saiba que a sorte é uma virtude individual e que o tempo funciona diferente para cada um, gostaria de saber quanto tempo levou até que você conseguisse se estabelecer com uma remuneração mensal capaz de bancar todas as suas despesas e te proporcionar um padrão digno de qualidade de vida.

Conforme comentado no texto, há muita desconfiança, o que é natural e bastante compreensível até certo ponto para o estrangeiro que atua em atividade intelectual fora de seu país. Tive um professor português que até hoje é alvo de duras críticas entre meus colegas de sala simplesmente pelo fato de possuir uma metodologia de ensino um pouco diferente da dos brasileiros. No entanto, é possível ganhar essa confiança do mercado? Qual lapso temporal você entende necessário para a conquista dessa confiança, um, dois anos?

Diante dessa dificuldade inicial, na qual você menciona ser importante ter indicações e contar com ajuda de colegas portugueses (ou brasileiros atuando em Portugal) para que se consiga alcançar um lugar de “conforto” no mercado, você conseguiria, pessoalmente, indicar alguns contatos que pudessem me ajudar com essa transição? Se pudéssemos estabelecer um contato (poderia ser pelo Facebook ou até por e-mail) seria extremamente valioso para mim! 😉

Gostaria muito de ler sobre a sua história, sobre como transcorreu sua mudança para Portugal, as dificuldades e vitórias que você experimentou…

Muitíssimo obrigado novamente e peço perdão pelo tamanho do meu texto: acredite, ele não reflete o tamanho de meu sonho de advogar em Portugal! 🙂

Abraço.

Resposta
Lygia Junho 29, 2015 at 1:30 pm

Bom dia Adriana,

À tempos procuro informações sobre advogar em Portugal, e seu conteúdo foi o mais completo que encontrei e com informações mais exatas.

Entretanto, ainda me resta uma dúvida. Você diz na matéria que devemos ter residência legal no país.

Para que se configure essa residência, basta eu comprar um casa ou algo assim em meu nome para provar a situação legal? e daí eu buscar emprego em algum escritório ou algo assim?

Sou advogada no Brasil e pretendo ir embora em 2 anos, pois quero ter recursos para os primeiros tempos.

O que acha?

Obrigada e parabéns pelo blog.

Resposta
tainahpaulain Julho 6, 2015 at 2:44 pm

Adriana,

Agradecemos enormemente suas dicas. No entanto continuo com algumas pulgas; ao vir morar em Portugal cancelei minha inscrição na Ordem do Brasil. Como devo proceder? Faço uma inscrição normalmente?

Agradeço mais uma vez.

Tainah Paulain Peres

Resposta
Thatiane Lamonica Julho 7, 2015 at 3:02 pm

Olá Adriana. Adorei o blog, parabéns!

Sou formada desde o fim do ano em direito no Brasil e tenho a inscrição na OAB. Estou pesquisando sobre fazer Mestrado em Portugal, talvez Lisboa, Coimbra ou Porto. Minha pergunta é a seguinte, nesta hipótese os escritórios ou empresas costumam contratar para advogar ou para algum tipo de estágio? Se sim, a entrevista é feita apenas pessoalmente ou fazem online ainda quando estiver no Brasil?

Agradeço desde já!

Thatiane.

Resposta
Luciana Julho 7, 2015 at 6:30 pm

Olá Adriana. Parabéns pelo Blog e pelo post. Foi muito esclarecedor e meu deu alguma esperança. Já faz um tempo que me relaciono com um rapaz português, de Lisboa e agora estou pensando em me mudar para Lisboa. Eu sou advogada em Belo Horizonte, com 6 anos de experiência, mas não sei como fazer para conseguir uma colocação em Lisboa. Você teria alguma dica? Meu contato é [email protected]

Resposta
Jean-Marc Joseph Julho 10, 2015 at 11:27 pm

Hola,
Quero saber se uma analista juridica (com diploma de abogada) pode tambem exercer em Portugal?

Resposta
Theodora Julho 15, 2015 at 8:53 pm

Olá. Adriana sou advogada em Salvador e quero ir morar em Portugal, preciso de um escritório parceiro que me convide, tenho interesse em trabalhar advogando, sou especialista em tributário e atuo nas áreas cível empresarial e direitos reais. Como faço poderia me ajudar.

Contato [email protected]

Resposta
Marinalva Pereira de Lima Julho 17, 2015 at 6:56 pm

Olá Adriana. Parabéns pelo seu blog. Sou a advogada com pós graduação em Tributário. Quero passar um tempo em Portugal, mais para conhecer outras culturas e pessoas, viver um tempo fora do Brasil, para isso preciso trabalhar para me sustentar, embora tenha condições de me manter por um tempo. Não é necessário que seja na minha área mas é importante que seja num escritório para adquirir experiência. Poderia me dar uma força? Obrigada! Contato: [email protected]

Resposta
Mari Lima Julho 17, 2015 at 7:44 pm

Por favor, sou Marinalva Pereira de Lima, acabei de postar um comentário, gostaria de alterar meu nome para Mari Lima apenas no comentário acima.
Obrigada!

Resposta
matheus Julho 28, 2015 at 11:29 am

Ola!
Tenho uma grande dúvida, por favor, se puder me esclarecer!
me formo em direito no final de 2015, atualmente pretendo ir morar em Portugal mas ainda não prestei prova pra OAB, como posso fazer para advogar ou fazer algum curso de especialização por aqui?

Resposta
Bianca Guimaraes Julho 29, 2015 at 8:51 am

Bom dia Adriana,

Muito obrigada pelo post, muito elucidativo. Tenho procurado informações sobre registro de Advogados em Portugal e alguns blogs são confusos. Suas informações foram objetivas e úteis, e por isso agradeço.
Sou advogada brasileira registrada também no Reino Unido, onde tenho um escritório. Gostaria de fazer meu registro em Portugal e suas informações sobre residência me ajudaram muito. Você sabe quanto tempo demora o processo?

Obrigada mais uma vez e caso venha passear por aqui, tomamos um chá?

Att,

Bianca

Resposta
Márcia Couto Julho 29, 2015 at 3:35 pm

Olá!
Meu nome é Márcia. Sou advogada com experiência profissional de 15 anos no contencioso cível e trabalhista e especialização nas 2 áreas.
Estou estudando a possibilidade de me mudar para o sul da França com marido e filhos de 3 e 6 anos de idade, em busca de melhor qualidade de vida.
Não posso me queixar do sucesso profissional aqui, mas não quero continuar morando no Brasil e gostaria que meus filos crescessem numa sociedade civilizada.
Temos amigos no sul da França e meu marido recebeu uma proposta verbal de trabalho.
Pensei em tentar um trabalho como paralegal ou assistente jurídico apenas para me estabelecer lá sem ficar na ilegalidade. Aceitaria trabalhar em outras áreas, sem problemas.
A ideia é ir, não ficar ilegal e buscar minha qualificação profissional como advogada para atuar lá.
O que vc me sugere?

Grata,
Atenciosamente.

Márcia Couto.

Resposta
Carlos Silva Julho 31, 2015 at 7:45 pm

Olá Adriana, gostei do seu post e acho que até poderia me ajudar caso pretendesse exercer a minha profissão em Portugal. Porém, vi que as primeiras perguntas dos seus leitores foram respondidas, mas depois você simplesmente silenciou, deixou as dúvidas de muita gente sem resposta.
Parabéns pelo seu post, pela iniciativa e talvez pela sua boa intenção em ajudar, mas considero imperdoável começar um trabalho desses e abandonar pela metade, deixando muita gente sem resposta.
Por isso mesmo deixo de solicitar a sua impressão sobre alguma dúvida, pois considero que seria igualmente ignorado.
Abraço e sucesso.

Resposta
Andréa Agosto 3, 2015 at 6:07 pm

Oi Adriana.
Sou formada em Direito,mas não fiz a prova da OAB. Estou indo morar em Portugal no mês de setembro. Já me disseram que leve o diploma e o histórico da faculdade até a OA no Porto.
Será que fazendo as equivalências consigo a carteira portuguesa para advogar?
Tenho residência em Portugal, assim como a nacionalidade portuguesa.

Resposta
Tony ll Agosto 3, 2015 at 7:14 pm

Oi Adriana, parabéns pelo artigo!
Dra. Adriana, o que a Senhora tem de informação sobre com o registro da ordem portugues vir a trabalhar em outros países da comunidade Europeia, como Inglaterra ou Itália?
Este endereço em Portugal poderia ser apenas uma Caixa Postal ou é necessário que seja um escritório de advocia??
No caso de um escritório, a senhora conhece escritórios idôneos que ofereçam este tipo de “ajuda”??

Grato pelo tempo e atençao,
Cordial e Atenciosamente,

Tony ll

Resposta
Lucas Velozo Agosto 4, 2015 at 7:46 pm

Olá, ótimo texto, muito esclarecedor.
Sou advogado no Brasil, estou fazendo pós graduação.
Depois de muita pesquisa, decidir ir para Portugal.
Não conheço nenhum advogado que mora ai.
Se alguem puder me ajudar.. pretendo ir ainda esse ano.
[email protected]

Resposta
ANA FLÁVIA MOUTINHO RIBEIRO Agosto 10, 2015 at 1:12 pm

Ei Adriana, meu nome é Ana Flávia tenho nacionalidade portuguesa e sou advogada também. Tenho pensado muito em mudar para Porto, onde tenho uma grande amiga. Meu marido é médico. Você sabe como faço para registrar/reconhecer aí o curso dele e as especializações? Eles aceitam que médicos brasileiros trabalhem aí?
Obrigada.

Resposta
Pâmela Cristina Furtado Agosto 10, 2015 at 1:36 pm

Olá Adriana, acabei de me formar em direito aqui no Brasil, mas estou indo morar em Portugal. Preciso fazer a prova da OAB aqui antes de ir? ou não é necessário e faço a prova portuguesa?
Ou ainda, você acha mais fácil ter passado aqui no Brasil, e depois ir???Poderia me dar esta luz.
obrigada. Seu blog é ótimo.

Resposta
Gabriel Agosto 17, 2015 at 3:06 pm

Parabéns pelo blog, que muito elucida nas dúvidas, sou advogado praticamente recém formado no Brasil, pois formei em Janeiro, E peguei minha carteira da OAB faz pouco tempo, pois passei na OAB no final do quinto ano de direito, atualmente faço um intercâmbio na Inglaterra, e tenho muita vontade de conhecer o judiciário Português, e trabalhar como advogado em Portugal, não importando a remuneração, pois primeiro tenho que aprender. O problema é que não conheço nenhum advogado em Portugal, e precisava da ajuda de algum advogado português, pois pretendo ir para Portugal a partir do ano que vem, quero conhecer a fundo a legislação e a jurisprudência portuguesa, pretendo morar na cidade do Porto. Se tiver alguém disposto a me ajudar, agradeceria muito.
Meu email: [email protected]

Resposta
Lucia Souza Agosto 17, 2015 at 6:53 pm

Boa tarde!!!
Parabéns pelo blog.

Resposta
Lucas Agosto 19, 2015 at 5:16 pm

Olá Adriana, boa tarde! Tudo bom? Parabéns pelo seu blog!
Achei fantástica sua postagem, mas ainda tenho uma dúvida quanto a validação da OAB de brasileiros em Portugal: Sou brasileiro e possuo “dupla cidadania” (italiana), seria possível que eu validasse minha OAB/SP em Portugal, mas ainda assim utilizasse minha cidadania italiana para morar aí ou teria de “escolher” a nacionalidade brasileira caso queria exercer advocacia em portugal?
Desde já muito obrigado e parabéns por seu blog!

Resposta
Paulo Leonardo Agosto 20, 2015 at 3:16 am

Lucas, você deve se inscrever na OAP como brasileiro, por conta da reciprocidade existente para inscrição dos advogados entre os dois países. Para morar, você deve utilizar sua cidadania italiana junto ao SEF, para garantir a permanência legal no país. Um abraço!

Resposta
Paula Agosto 20, 2015 at 1:17 pm

Ola, querida!| Adorei seu texto, pois preciso muito tirar a Ordem de Portugal. Sou advogada brasileira e moro no Reino Unido. Voce nao precisou tirar o Cartão de contribuinte? esta na lista de documentos requeridos e eh o unico documento que nao possuo.

Resposta
Anônimo Maio 19, 2016 at 3:34 am

Olá Paula, boa noite. Estou com a mesma dúvida. Você teve algum esclarecimento? Obrigado,

Resposta
Rodrigo Crepaldi Negrato Agosto 20, 2015 at 5:11 pm

Boa tarde!
Adriana, muito bom e rico em informações o seu blog…sabe indicar algum escritório em Portugal que aceitam advogados brasileiros, ou que façam pelo menos algum tipo de seleção?

Resposta
Marie-Ana PontesGuichard-Diot Agosto 27, 2015 at 11:46 am

Neste caso,obtendo a OAB de Portugal, e caso o advogado seja franco-brasileiro ele tb pode advogar nos outros países da Uniao Europeia?

Resposta
Danielle Setembro 10, 2015 at 10:23 pm

Dra. Adriana, boa noite. Estou em fase de finalização do meu processo de cidadania Italiana e pretendo morar lá. Inicialmente, pensei em morar um tempo em Portugal para advogar, nem que seja em um escritório de terceiros, como forma de estágio. Ainda estudo Italiano e precisarei fazer um curso língua italiana direcionada para a área jurídica e também um curso específico para advogar na Itália, quando conseguir me estabelecer na Europa. Sabe dizer quais são as oportunidades de emprego para advogados brasileiros em escritórios portugueses?

Resposta
André Miranda Setembro 10, 2015 at 10:54 pm

Boa Noite;

Muito bom blog, vem mesmo de encontro com a necessidade e angústia de muito brasileiros que buscam melhor sorte em Portugal.

Minha dúvida e curiosidade é quanto concursos públicos. Como funciona por ai? é igual ao Brasil, brasileiros com dupla nacionalidade têm oportunidades nesse caminho? é por provas?….etc. O que souber sobre o assunto será de muita ajuda.

Obrigado

Resposta
DAIANE VALINOTI ASSUMPÇÃO Setembro 17, 2015 at 6:21 am

BOA NOITE ADRIANA.

SOU BACHAREL EM DIREITO POR UMA UNIVERSIDADE AQUI DO BRASIL E GOSTARIA MUITO DE SABER SE CONSEGUIRIA ADVOGAR EM PORTUGAL SEM PRECISAR PRESTAR O EXAME DA OAB AQUI NO BRSIL? SERIA VÁLIDO APENAS EU APRESENTAR DIPLOMA DO CUSO DE DIREITO, COMPROVAR RESIDÊNCIA FIXA EM PORTUGAL E OS DEMAIS REQUISITOS, EXCETO O COMPROVANTE DE APROVAÇÃO E VALIDADE DA CARTEIRA EXIGIDA PELA OAB AQU NO BRASIL?
DESDE JÁ AGRADEÇO A ATENÇÃO E ESPERO SUA RESPOSTA. POIS PRECISO MUITO TRABALHAR E COM O GRAU DE DIFICULDADE DO EXAME AQUI NO BRASIL É DESANIMADOR E FRUSTRANTE PARA QUEM ESTUDOU CINCO ANOS E FIZ DOIS ANOS DE PÓS GADUAÇÃO, SEM CONTAR OS ESTÁGIOS DURANTE O CURSO E DEPOIS. E COM TUDO ISTO, NÃO ESTOU HABILTADA A TRABALHAR SEM QUE FAÇA O EXAME DA OAB.

Resposta
Caroline Calçada Outubro 27, 2015 at 5:00 pm

Estou na mesma situação Daiane.
Caso tenha alguma resposta por favor entra em contato comigo.
[email protected] esse é meu email

Caroline Calçada.

Resposta
Gustavo Raposo Durão Setembro 26, 2015 at 10:07 pm

Prezada Adriana,

Boa noite. Não poderia começar meu comentário, sem antes parabenizá-la e ratificar as diversas manifestações de apreço pelo site e pela sua iniciativa em compartilhar tema tão instigante.

Como muitos aqui, sou advogado e moro no Brasil. Minha área é a de Direito Público, especificamente a do Direito Administrativo. No momento, presto consultoria na área de Licitações e Contratos. Parei as demais atividades para me dedicar aos concursos públicos da AGU e das Procuradorias Federal, Estadual, Municipal. Faz 03 anos que estou nessa batalha. Contudo, diante dos contextos cada vez mais adversos no âmbito dos concursos públicos (os quais independem do candidato: o político e o econômico), estou pretendendo advogar em Portugal.

Desejo vislumbrar novos horizontes para concretizar (e adaptar) todo o conhecimento que adquiri ao longo desse tempo árduo de estudos. Ao mesmo tempo, conhecer pessoas, novos lugares e encarar novos desafios.

Deixo aqui meu e-mail para aqueles que também pretendem advogar em Portugal para diálogo, troca de experiências, eventuais parcerias e para todo e qualquer assunto relacionado a esse objetivo: [email protected]

Grato,
Gustavo Raposo Durão.

Resposta
Jadi Setembro 30, 2015 at 3:42 pm

Olá, boa tarde, sou brasileira e tenho nacionalidade portuguesa, estou terminando minha faculdade de direito e gostaria de saber como funcionam as coisas para quem tem a faculdade de direito, concursos, oab e se somos bem aceitos como profissionais em Portugal, estou pensando em ir embora do Brasil, porém não tenho conhecidos em Portugal, e ninguém que possa me informar como funcionam essas coisas, se puder me esclarecer essas dúvidas eu seria grata.

Resposta
Paulo Marcos dos Reis Outubro 5, 2015 at 10:10 pm

Boa noite Adriana!
Acabei de receber minha certidão de cidadão português por naturalização por ser neto de português. Sou advogado regularmente inscrito na OAB RJ desde 1989. Inicio meu mestrado agora em janeiro em Lisboa. Gostaria de saber se como português naturalizado formado no Brasil, mas sem residência em Portugal, posso me inscrever na OA. Desde já agradeço a atenção dispensada. Paulo Marcos dos Reis

Resposta
Michele Outubro 6, 2015 at 4:11 pm

Olá Doutores, boa tarde!

Dra. Adriana, antes de colocar minhas dúvidas gostaria de agradecer suas informações!

Sou advogada e estou morando em Porto há pouco mais de 3 meses e, graças às suas informações (li seu blog alguns dias antes de embarcar), pude chegar aqui sabendo um pouco sobre a documentação necessária para inscrição na OA.
Caso possa me ajudar, gostaria de saber se existe alguma possibilidade de vagas para atuar na área do direito aqui em Porto SEM possuir a inscrição na OA. Me refiro a vagas de auxiliar ou até mesmo estágio, ainda que sem remuneração…
Minha dificuldade é que estou morando em Porto acompanhando meu marido (que está em doutorado sanduíche), e inicialmente minha intenção era apenas estudar (fazer uma pós-graduação), eventualmente iria tentar algum “emprego” porque temos prazo de 12 meses para retornar ao Brasil.
Só que, com essa alta absurda do euro nos últimos meses, os custos tanto para estudar como para fazer minha inscrição na OA ficaram muito altos e infelizmente não sei se vou conseguir. Até porque não posso gastar todo esse dinheiro com a inscrição e voltar para o Brasil sem sequer tê-la utilizado…
Você sabe se há alguma possibilidade de conseguir alguma coisa? Porque se eu conseguisse uma vaga com alguma remuneração (ainda que em caráter de “ajuda de custo”) ficaria bem mais fácil fazer a inscrição na OA mas minha intenção é “ocupar meu tempo” com algo que acrescente na minha carreira e não a remuneração em si.
Uma última dúvida é com relação à Certidão de Nascimento, como sou casada é a Certidão de Casamento ou tem que ser de nascimento mesmo?

Desde já agradeço,

Michele Caires de Holanda

Resposta
Manoel Henrique Farias da Costa Outubro 17, 2015 at 12:14 pm

Bom dia Dra. Adriana. Inicialmente, gostaria de parabenizá-la pelo seu blog, pois é elucidativo (simple e direto). Sou advogado e em recente trabalho realizado em conjunto com a OAB/RJ fui informado sobre a possibilidade de ser advogado dativo em Portugal, tendo em vista não haver Defensoria Pública. Contudo, após diversas conversas com o atual Conselho providenciei junto ao mesmo os documentos necessários para obter a inscrição da “OAB/PT”, ou seja, certidão de reciprocidade, certidão de inteiro teor e o processo capa á capa. No entanto, gostaria de saber da doutora, via sua ótica, o desdobramento dessa função. Já tenho todos os documentos necessários para entregar no Consulado. Importante frisar que já tenho agendado o visto e a legalização de documentos.

Obrigado.

Desde já agradeço.

Resposta
Aliej Outubro 22, 2015 at 2:29 am

Olá, sou formada em direito e gostaria de saber se poderia tirar a carteira para advogar somente aí em Portugal, não tenho a OAB aqui do Brasil.. E com seria esse processo já tenho residência fixa em Portugal.
Por favor gostaria muito que me tirasse está dúvida.
Obrigada
Aline.

Resposta
Ann Moeller Outubro 22, 2015 at 10:18 am

Ola, por favor entre em contato com a Adriana através do site dela. Obrigada. Equipe BPM

Resposta
Patricia Ventura Dias Morais Marinho Outubro 23, 2015 at 3:46 am

Olá Dra. Adriana, gostaria de me cadastrar na OA. Você seria a responsável por esta documentação. Será que a Dra, poderia explicar melhor como faço para enviar esses documentos. Atualmente moro em NY e estou no aguardo do bar exam que fiz em julho. Sou advogada no Brasil desde 2005 e gostaria de me lançar na carreira internacional, focando principalmente em mediação e arbitragem. Tenho parentes em Lisboa, porém não são da área jurídica. Poderia usar o endereço deles para comprovar a residência? Obrigada pelas informações. Patricia Marinho

Resposta
Fernando Novembro 3, 2015 at 9:47 pm

Sou Advogado Português e por mero acaso encontrei este site e quando li muito do que aqui se diz sobre as facilidades de ser advogado em Portugal fiquei preocupado . Creio que quem pense em vir exercer cá em Portugal deve distinguir que uma coisa são as facilidades a nível de formalidades e burocracia para inscrição, outra bem diferente é as condições e vantagens que existem na efetiva pratica da advocacia em Portugal. Pois desde a alguns anos as condições tem vindo a ser cada vez mais difíceis, nomeadamente advogados que fazem oficiosas ficarem meses ou anos á espera dos honorários , bem como o aumento brutal das contribuições que os Advogados tem de fazer a nível de caixa de providencia e de cotas para a Ordem dos Advogados sem esquecer os custos de rendas e outras despesas de ter um escritório aberto. Salvo melhor opinião quem pretenda vir deverá pensar que não basta existirem vantagens e facilidades a nível de inscrição é necessário ponderar sobre a sobrevivência e subsistência na atividade.

Resposta
Fernando Novembro 4, 2015 at 12:47 pm

Os lapsos de escrita que resultam no texto anterior são da exclusiva responsabilidade da escrita automática do iPhone que assumiu algumas palavras incorretamente

Resposta
Danielle Maria Leão Março 28, 2016 at 6:08 pm

Olá Fernando,
Sou advogada no Brasil, com nacionalidade portuguesa, e minha família está de mudanças para Portugal (set/2016). Estou estudando as possibilidades de mercado para decidir se os acompanharei ou não, tendo em vista que não posso simplesmente abandonar minha carreira e toda a carteira de clientes que construi aqui no Brasil.
Gostaria muito de conversar com alguém que conhece a realidade do mercado de trabalho em Portugal.
poderíamos trocar emails?
Desde já lhe agradeço.

Resposta
Fábio Alexandre Godinho Novembro 10, 2015 at 1:40 am

Olá, tenho a dupla cidadania(Brasil/Portugal), advogado inscrito aqui no Brasil. Penso em fazer parceria com advogados de Portugal e também poder exercer a advocacia por aí. Tenho uma pergunta: pelo fato de ser cidadão português, o que devo fazer para me inscrever nos quadros da OA?

Resposta
Henrique Z M Novembro 11, 2015 at 5:11 pm

Olá Adriana!
Parabéns pelo texto.
Você tem notícias da relação da Ordem dos Advogados da Itália com a de Portugal?
Ouvi dizer que a Ordem daquele país aceita a inscrição de advogados que estejam atuando há pelo menos dois anos em qualquer país membro da União Europeia. Você sabe algo sobre o assunto?
Para o brasileiro que também possui a cidadania italiana, precisa do comprovante de residência para se inscrever na Ordem de Portugal? Para este também precisaria de um advogado português se responsabilizar pelo cidadão italiano que é advogado no Brasil?
Obrigado!

Resposta
Juliana Novembro 11, 2015 at 6:06 pm

Oi, sou advogada aqui no Brasil e tenho cidadania italiana, estou colhendo informações do que é necessário para advogar na França, se alguém tiver informações peço que entre em contato [email protected] . Desde já obrigada! Juliana

Resposta
Nilza Novembro 21, 2015 at 2:52 am

Adorei as informações …. Parabéns pela clareza… Li várias dúvidas sobre ser bacharel no Brasil e querer advogar em Portugal… Penso não ser possível, se não pode advogar no seu país de origem por não ter permissão como vai advogar em outro país??? No própio EAOAB fala que existem tratados entre Brasil e Portugal que permite que um advogado inscrito na OAB pode exercer a profissão em Portugal sem necessidade de prestar um novo exame.. Basta pedir autorização para OAP.
Abraços e sucesso!!!

Resposta
Reginaldo Lula Barbosa Dezembro 1, 2015 at 11:21 pm

Boa noite,tenho mais de dois anos de estágio profissional atestado pela OAB do Brasil e diploma da Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo,ou seja, tenho os requisitos do Diploma e estágio fiscalizado pela Ordem ,eu necessitaria realizar o estágio para me registrar ai em Portugal ?
[email protected]
Reginaldo

Resposta
LUCIANA VALÉRIA GONÇALVES Dezembro 16, 2015 at 2:35 pm

Bom dia , Adriana.
Eu e meu marido somos advogados. Ele possui 15 anos da OAB e já foi membro do TED, eu tenho 6 anos de ordem. Estamos pensando em migrar para Portugal, não em busca de condições financeiras mais relevantes, mas, em busca de melhor qualidade de vida. Temos uma estabilidade boa no Brasil, porém estamos cansados rsrs.
Outro fator que nos fez pensar em migra é o fato de minha mãe já viver em Portugal cerca de 15 anos, inclusive já está naturalizada e casada com um português.
Temos 3 filhos e estamos pensando num futuro melhor para eles, entende?
Enfim, gostaria de saber como são as oportunidades para advogados por aí? como fazemos para adquirir o visto para residir? e como buscamos a equivalência do curso?
Será que você tem como me ajudar?

Me chamo Luciana Gonçalves e meu marido Luciano.

GRATA.

Resposta
Antônio Francisco Viana Fevereiro 10, 2016 at 10:35 pm

Olá Luciana, eu e minha noiva estamos com o mesmo objetivo de vocês: em busca de qualidade de vida. Tenho um bom emprego e um futuro promissor na administração aqui no Brasil; também sou micro empresário e estou aguardando a publicação da minha inscrição na OAB. Contudo, a esperança de viver com qualidade de vida não me parece de fácil alcance no Brasil, sobretudo, na região Nordeste. Procuro uma sociedade onde minha educação, ética e moral sejam comuns entre os administrados. Estou iniciando um processo para revalidar meu diploma de bacharel em direito e, consequentemente, após constituir residência no Estado luso, realizar a inscrição na OAP correspondente da OAB em Portugal. Respondendo uma das suas perguntas, Portugal tem vários acordos diplomáticos com o Brasil, por exemplo, o Tratado de Amizade que consiste em cessão recíproca de direitos aos brasileiros e portugueses que pretendem sair definitiva ou temporariamente do seu país de origem. Uma das equivalências de direitos se observa em relação à revalidação de diploma de curso superior. Como aqui será impossível exaurir todo o tema, sugiro você entrar em contato com a Universidade de Coimbra e a leitura do Tratado de Amizade ou encaminhar seu email para que eu possa enviar a resposta que obtive da dita Universidade sobre revalidação de diploma de nível superior. Meu email: [email protected] Abraço e vamos em busca de dias melhores!

Resposta
Alessandra Ramos Maio 27, 2016 at 1:46 am

Olá, Antonio! tudo bem? Meu nome é Alessandra, graduada em Direito, prestarei o próximo exame da OAB, aqui no Brasil. Estou com planos de mudar no final desse ano para Portugal. Li seu post acima, sobre a revalidação do diploma…você poderia por gentileza, me enviar a resposta que você recebeu da Universidade de Coimbra. Meu email: [email protected]. Desde já, agradeço pela atenção.
Abraços
Alessandra

Resposta
Nivio Dezembro 28, 2015 at 9:17 pm

Boa Noite. Inicialmente gostaria de congratular pela iniciativa e agradecer pela oportunidade em poder tirar dúvidas.
Ocorre que, sou bacharel em Direito, graduado em 2010 e não tenho inscrição na OAB. Estou planejando minha mudança para Portugal, porém, gostaria de saber se uma vez que não sou inscrito na OAB, terei a oportunidade de
prestar o exame para OA em Portugal? ou terei que pedir equivalência primeiro para fazê-lo? Caso decida fazer algum mestrado na área jurídica, isto auxilia no processo de equivalência? Percebi ao verificar algumas universidades de Direito que o curso é de licenciatura e o nosso brasileiro é de Bacharelado. Poderia me auxiliar neste quesitos?
Agradeço desde já e desejo um ótimo Ano Novo, muito próspero e repleto de saúde e alegrias.

Resposta
Ariane Janeiro 4, 2016 at 5:24 pm

Olá! O preço é 11 mil euros mesmo? Obrigada

Resposta
Amanda Costa Janeiro 7, 2016 at 12:53 am

Oi Adriana! Primeiramente, parabéns pelo blog! Eu obtive recentemente a cidadania portuguesa (por sangue, sou filha de portugueses), tenho residência em Portugal (estou há poucos meses) e me formei em Direito no Brasil. Onde vou para poder me inscrever na OA?

Resposta
Liv Samara Bahia Janeiro 8, 2016 at 11:22 am

Olá, preciso de um advogado para averbar o meu divórcio em Portugal.
Você presta esse serviço?

Obrigada.

Resposta
Agnes Julho 11, 2016 at 3:39 am

Olá Liv! Estou na mesma situação que você. Já conseguiu algum advogado? Desde já agradeço se puder me ajudar. Meu e-mail é [email protected]

Obrigada

Resposta
Monique de Oliveira Leomil Janeiro 17, 2016 at 3:45 pm

Boa tarde!
Estou interessada em me registrar na OAP. Achava antes teria que validar meu diploma, e só depois conseguiria me registrar na OAP, mas pelo que entendi não é necessário, certo?
A validação de diploma só é necessária para concurso?
Após o registro na OAP, já consigo advogar de forma plena em Portugal?

MUITO OBRIGADA!

Abs.,

Monique

Resposta
Daniel Silveira Janeiro 24, 2016 at 2:45 am

Prezada Dra. Adriana Couto,

Possuo ascendência portuguesa (meu bisavô é português), mas nunca busquei a cidadania.
Contudo, sendo concurseiro por aqui, ocorreu-me que, caso conseguisse a cidadania, poderia prestar concurso para magistratura em Portugal.
Sendo assim, gostaria de saber a viabilidade da aquisição da nacionalidade portuguesa, nessas condições, bem como indagar sobre a dificuldade para o ingresso na carreira de juiz em Portugal, em comparação aos concursos que aqui prestamos.
De logo agradeço.
Atenciosamente,

Daniel Silveira.

Resposta
Heber Janeiro 11, 2017 at 3:18 am

Caro Daniel, vi suas indagações quanto ao ingresso na magistratura portuguesa. Ja obteve alguma resposta? Sabes como funciona o sistema de concursos em Portugal? Masgistratura exige nacionalidade portuguesa, não teria alguma regra de reciprocidade com o Brasil de modo a dispensar a naturalização portuguesa? Enfim, se puderes me ajudar… agradeço imensamente.

Resposta
Hugo S Santos Fevereiro 15, 2016 at 10:27 pm

Adriana, teria como conversar com vc via email. Agradeco, Hugo

Resposta
sonia Fevereiro 19, 2016 at 5:35 pm

Boa tarde colegas, estou em Portugal desde dezembro e ainda não encontrei alguem que pudesse fazer uma parceira ou que concedesse o endereço profissional para que eu de entrada nos meus documentos na OAP, por favor, se alguem puder me auxiliar ficarei super mega agradecida, no mais a luta é sempre a mesma, mais vamos em frente, abrços e sorte à todos meu email [email protected]

Resposta
Roseli Doreto Fevereiro 21, 2016 at 5:37 pm

Ola Adriana, suas respostas me ajudaram muito. Sou brasileira e advogo ha mais de 20 anos, quero mudar para Portugal por questoes pessoais. Tenho interesse em validar meu diploma e ter minha OAB, estarei no Porto em Abril poderia lhe encontrar? Ja gostaria de levar os documentos e hoje tenho um escritorio de advocacia portugues que podera me acolher.
Por favor me informe onde devo apresentar os documentos e qual a sua orientaçao da melhor forma de como proceder?

Resposta
Mario Fevereiro 22, 2016 at 5:01 pm

Que Deus te abençoe, sempre! Gostaria muito de sair do meu País e me instalar em portugal, incentivado em seu relato e procurando ingressar no quadro da OAB, deste País maravilhoso! Insta ressaltar, que no Brasil, está inviável passar neste Covarde exame!

Resposta
Ricardo valente Fevereiro 25, 2016 at 3:55 pm

Você possui interesse em fazer uma parceria conosco? http://www.ricardovalente.adv.br

Resposta
SANDRA F. SILVA Maio 9, 2016 at 11:54 pm

estou mesma situaçao, nao logrei exito no exame da ordem aqui, tenho duas pos graduaçao em civil e processo civil. , POSSO FAZER EXAME DA ODEM AI E UM MESTRADO? QUERO MUDAR MINHA VIDA DE VEZ. AMO O DIREITO
[email protected]
QUALQUER INFORMAÇAO ME DEEM, POR FAVOR

Resposta
Cristiane Leme Maio 10, 2016 at 12:12 am

Olá. A Adriana parou de colaborar com o blogue.
Edição BPM

Resposta
Carlos Março 8, 2016 at 5:48 pm

Gostaria de saber como é a prova da OAB, ai é muito difícil, é igual a do Brasil?
E quantas vezes tem por ano?
Favor mim de uma orientação.

Resposta
Mayra Março 9, 2016 at 7:11 pm

muito boa essa troca de informações.. como posso contata-la, talvez precise de um colega ai para uma ação que estou captando..Parabéns ´pelo blog.

em tempo: se puder mandar seu mail agradeço, ou me contate pelo meu mail cadastrado

Resposta
Felipe Março 10, 2016 at 7:50 pm

Adriana, olá! Parabéns pelo site. Sou cidadão nacional português por atribuição, bacharel em direito pela USP e com inscrição na OABSP. Minha situação seria diferente no tocante à necessidade de se ter residência legal no país para permanecer e trabalhar? Atte.

Resposta
Marcelo Monteiro Março 11, 2016 at 7:25 pm

Oi Adriana. Sou advogado atuante em São Paulo há 25 anos. Como sou filho de português estou providenciando a dupla nacionalidade. Pretendo residir em Portugal e exercer a advocacia. Assim, gostaria de obter seu e-mail para manter contato com você.

Agradeço antecipadamente sua resposta,

Marcelo ([email protected])

Resposta
Leandro Março 21, 2016 at 11:36 pm

Boa noite Adriana, meu nome é Leandro e tenho naturalização portuguesa, mesmo assim tenho que comprovar residência, e com isso eu teria maior facilidade para começar a advogar? Obrigado

Resposta
Dr. Marcelo MArques Julho 25, 2016 at 10:10 pm

Boa tarde. Leandro.

A Naturalização portuguesa corresponde como cidadão Nacional.
Quer dizer você é Português. Desconsiderando como estrangeiro.
Abraço.

Resposta
Geraldo Março 24, 2016 at 1:08 pm

Bom dia. Qual o valor da anuidade em Portugal.

Resposta
Anne Abril 3, 2016 at 10:33 pm

Oi, Adriana! Eu gostaria de saber o valor da anuidade em Portugal e como é feito o recolhimento da seguridade social. Um advogado recebe aposentadoria? Quanto ele normalmente recebe?
Obrigada!

Resposta
Ann Moeller Abril 4, 2016 at 7:23 am

Ola Anne, a Adriana não colabora mais com o BPM.

Resposta
Lília Abril 4, 2016 at 11:31 am

Ei flor Parabéns pelo blog e texto!
Os documentos que precisa levar para dar entrada no processo tem que ter carimbo aqui no Brasil no consulado portugues para valer aí? ?

Resposta
Vanessa Campos Abril 6, 2016 at 4:22 pm

Olá Adriana!

Muito bom o blog e muito útil as informações!

Você saberia me dizer de quais antecedentes criminais se referem ? Aos da Polícia Federal ou da Polícia Civil?

Obrigada 🙂

Resposta
Cristiane Leme Abril 6, 2016 at 8:54 pm

Olá. A Adriana parou de colaborar com o blogue.
Edição BPM

Resposta
Mattia Maio 13, 2016 at 1:25 pm

Eu só Italiano (de nacionalidade), moro a 15 anos no Brasil com RNE, e casado com brasileira, Tenho a OAB, a reciprocidade esta vinculada a nacionalidade ou a inscrição na OAB? o seja não sendo de nacionalidade brasileira não posso me inscrever na OA portuguesa?

Resposta
Cristiane Leme Maio 16, 2016 at 8:31 pm

Olá. A Adriana parou de colaborar conosco.
Edição BPM

Resposta
Adrielle Tavares Maio 22, 2016 at 2:21 am

Adriana, adorei seu blog, estou com a intenção de ir para Portugal também, gostaria de saber como funciona essa questão de residência, seria imóvel próprio ou de outra forma? e se puder por favor informar quais valores mais ou menos para obtenção de “pontos” para escritório e residenciais.

Obrigada

Resposta
Cristiane Leme Maio 22, 2016 at 5:26 pm

Adrielle, a Adriana parou de colaborar com o blogue e por isso deixou de responder aos comentários.
Edição BPM

Resposta
ALDO NERI DE VARGAS Maio 28, 2016 at 2:13 pm

Parabéns pela bela publicação.

Sucesso Doutora.

Resposta
Celso Eduardo Maio 30, 2016 at 10:55 pm

Adriana boa noite. Como é o procedimento para um Advogado brasileiro, tudo ok na OAB mas que possui dupla cidadania, ou seja, o Advogado tem nacionalidade Portuguesa também. Será necessário todos os itens que você relacionou? Obrigado.

Resposta
Cristiane Leme Maio 31, 2016 at 7:07 am

Conforme anunciado em outros comentários anteriores nesse texto, a Adriana parou de colaborar conosco.
Edição BPM

Resposta
Cintia Junho 22, 2016 at 1:59 pm

Parabéns pelo blog!
Gostaria de esclarcer umas duvidas:
Tenho a cidadania portuguesa e sou oficial de justiça do estado do RJ.
Ouvi dizer q há certos concursos que podem ser aproveitados em Portugal.
É possível?
Obrigada.
Cintia

Resposta
Cristiane Leme Junho 22, 2016 at 5:48 pm

Cintia, obrigada por seu comentário.
A Adriana parou de colaborar com o blogue e no momento não temos uma substituta para ela.
Edição BPM

Resposta
Claudia Vieira Julho 9, 2016 at 9:51 pm

Desculpe a intromissão.. Mas não se exige comprovante de residência em Portugal. O que se exige é um domicilio profissional que pode ser cedido por um colega inscrito na Ordem de Portugal E tb importante salientar que o Nacional brasileiro para tirar o NIF, que também é um documento necessário à inscrição, deverá ter um representante fiscal. caso contrário a inscrição na ordem de Portugal será impossível.
Estes entre outros requisitos são exigidos.. antecedentes criminais português e Brasileiro também é exigido.

As inscrições feitas por outro colega tem dado bastante dor de cabeça, O vogal somente vai à ordem uma vez por mês pra despachar e nem sempre o “seu processo”será o primeiro da fila… É bem complicado do que se pensa… Palavra de quem inscreveu um bom número de colegas. O blog está bom sim e muitos parabéns para si.

Resposta
jessica Julho 27, 2016 at 7:56 am

olá Adriana, Bom dia
Gostaria de tirar uma duvida que é o seguinte,sou Bacharel em Direito no Brasil, e no momento estou residindo em Portugal, porém, estou tambem me legalizando aqui. Quais os procedimentos para me inscrever na OAP,uma vez que nao tem o AOB? tenho que fazer equivalencia? como funciona esse procedimento? obrigada!

Resposta
Cristiane Leme Julho 27, 2016 at 8:28 am

Jessica, a Adriana parou de colaborar conosco.
Edição BPM

Resposta
Glicia Thais Salmeron de Miranda Agosto 23, 2016 at 9:11 pm

Olá Adriana!
Interessante e muita clara sua explicação sobre as exigências e documentos para requerer inscrição e exercer a advocacia em Portugal. Pretendo estudar e exercer a minha atividade no ramo de direito de família e na área de criança e adolescente. Também pretendo viver na região do Algarve. Talvez seja bom manter as duas inscrições. O que você pensa sobre essa questão. Ai seria apenas uma suplementar?
Grata,

Glicia Salmeron

Resposta
Cristiane Leme Agosto 26, 2016 at 7:48 pm

Glicia, a Adriana parou de colaborar conosco.
Edição BPM

Resposta
Rafaella Setembro 21, 2016 at 1:04 am

Boa Noite, gostei demais da sua explicaçao! mas ainda tenho uma duvida! os documentos que voce elencou têm que ser originais ou reconhecida firma em consulado portugues no Brasil ou apenas copias!? Desde ja, obrigada!

Resposta
Lili Outubro 4, 2016 at 11:34 pm

Oii, eu amei seu blog! muitas informações úteis. gostaria de saber se brasileiro também pode concorrer em concurso de juiz em Portugal, você poderia me informar? obrigada.

Resposta
ADRIANA DOMINGOS SANTOS Outubro 5, 2016 at 7:51 pm

Nossa Dr. Adriana informações muito importante e que se deu para entender muitas duvidas, obrigada. E que tenho interesse sim.

obrigada!

Resposta
ADRIANA DOMINGOS SANTOS Outubro 5, 2016 at 7:52 pm

informações importante e esclarecedoras.

Resposta
Michelle Outubro 7, 2016 at 6:53 pm

Olá Adriana, obrigada pelo texto.

Gostaria de lhe fazer uma pergunta. Eu estou me formando em dezembro e pretendo procurar emprego em Portugal a partir do ano que vem. Como eu vou estar recém formada não terei experiência como advogada no currículo, somente estágios que fiz ao longo da faculdade aqui. A senhora acha que é mais recomendável tirar a carteira de advogado estagiário em Portugal primeiro para adquirir experiência e confiança em algum escritório para então tirar a carteira de advogado brasileiro?

Obrigada desde já.

Resposta
Aline Rodrigues Moro Outubro 13, 2016 at 4:07 pm

Olá Adriana, parabéns pelo artigo…
Minha irmã está mudando pra Itália e precisa antes validar a OAB em Portugal.
Você faz ou pode indicar quem faça esse processo de validação.

Obrigada
Aguardo seu contato
Aline

Resposta
Thaís Outubro 16, 2016 at 2:03 pm

Olá, Sou Bacharel em Direito e estou indo para o Porto, fazer Mestrado em Criminologia na FDUP, no entanto, não tenho OAB. Saberia informar se posso fazer a OA em Portugal? OU só pode quem tem a OAB no Brasil?

Agradeço a atenção.
Att,
Thaís Souza

Resposta
Cristiane Leme Outubro 19, 2016 at 7:15 pm

Olá. A Adriana parou de colaborar com o BPM e também parou de responder aos comentários. Desculpe.

Resposta
Ueber Novembro 7, 2016 at 4:22 pm

Parabéns, Adriana. Muito boa suas informações. Sou advogado no Brasil e estava pesquisando o tema inscrição de advogado em Portugal.

Grande abraço.

Resposta
Monica Dezembro 1, 2016 at 10:11 pm

Adriana, vc sabe me dizer se me registrando em Portugal posso advogar nos paises da Uniao Europeia como espanha por exemplo?

Obrigada Monica

Resposta
Frederico Cesar Dezembro 7, 2016 at 3:10 pm

Boa tarde Dra. Adriana.a

Meu nome é Frederico, de Belo Horizonte, e vi umas publicações sua no Google em relação a advocacia em Portugal. Gostaria ver se consegue me ajudar, no caso sendo so bacharel em Direito, existe a possibilidade de adquirir a carteira de advogado em Lisboa? fazendo cursos complementares, ou provas, etc.

O procedimento de reconhecimento do diploma de Direito do Brasil seria complicado?

Se puder me ajudar nessa questão eu lhe agradeço desde já.

Att.

Frederico César

Resposta
Fernando Ruffolo Dezembro 9, 2016 at 8:42 pm

Olá Dra. Adriana, parabéns pelo blog! sou estudante de direito aqui em S.Paulo, tenho dupla cidadania (italiana) passaporte tudo Ok. A legislação portuguesa concede o direito para o brasileiro advogar em Portugal, no meu caso, como italiano posso residir legalmente em Portugal. (U. Europeia) tudo Ok.
Mas eu (usando da cidadania europeia) para residir legalmente em Portugal e formado no Brasil (aprovado na OAB, posso me registra na OA? Obrigado!

Resposta
Laryssa G Janeiro 26, 2017 at 2:36 pm

Boa tarde, Adriana.

Gostaria de saber o inverso. Um advogado formado em Direito em Portugal pode atuar profissionalmente no Brasil?

Agradeço só de já existir esse espaço, um abraço.

Resposta
ErnanyVitorino dos Santos Março 7, 2017 at 5:15 pm

Adriana, boa tarde.

Sou bacharel em Direito aqui no Brasil, pretendo morar em Portugal. Consequentemente quero trabalhar na área jurídica em Portugal. Necessito fazer algum curso obrigatório para atualização e logo após o exame da Ordem doa Advogados em Portugal? Necessito urgente de resposta.
Obrigado

Resposta
Cristiane Leme Março 7, 2017 at 10:36 pm

Ernany, a Adriana parou a colaboração com o BPM e não responde aos comentários.
Apagamos o seu e-mail do comentário por razões de segurança; cuidado ao divulgar informações pessoais publicamente. Tivemos leitores que nos escreveram mensagem pedindo para apagar o e-mail divulgado, pois resultou em spam e assédio. O seu e-mail é sempre visível para nós da edição e para a colunista, quando ativa.
Boa sorte com seus planos.
Equipe BPM

Resposta
Mariana Raissa Março 23, 2017 at 6:14 pm

Oi Adriana, mt bom o seu blog. Queria q vc me esclarecesse uma coisa. Eu prentendia fazer direito no Brasil e prestar concurso público. Mas, ultimamente, tenho me interessado bastante por Portugal a ponto de querer fazer direito em Coimbra. Se eu me formar lá, posso trabalhar no Brasil e/ou prestar concurso público aqui ??
Agradeço a atenção, bjs.

Resposta
Cristiane Leme Março 25, 2017 at 11:59 pm

A Adriana parou de colaborar conosco e não responde aos comentários, como já mencionado em comentários anteriores aqui.
Agradecemos a compreensão.
Equipe BPM

Resposta
Adriana Brito Abril 10, 2017 at 2:15 pm

Que coincidência, também sou Adriana e sou advogada em Portugal há 20 anos. Em lisboa no caso.

Resposta
Bianca Almeida Rosolem Maio 24, 2017 at 12:01 pm

Olá Adriana,

Bom dia.

Vi o post através do Google pesquisando “como advogar em Portugal”,rs. Estou coletando informações para saber sobre a viabilidade de seguir com a carreira por aí. Você poderia passar seu email? Obrigada!

Resposta
Mario Junho 7, 2017 at 3:45 pm

Boa tarde Adriana,
a princípio, peço perdão para minhas carências em português.
Depois, gostaria de saber se é possível – e então, se sim, como… – que um cidadão italiano, mestrado em direito (master’s degree in law: 5 anos) e estagiário para la advocacía em Italia, possa conseguir a habilitação profissional para o exercício da advocacía em Portugal.
Atenciosamente,
Mario S. A. C.

Resposta
RONALD MAC DOLW Junho 9, 2017 at 7:25 pm

Boa tarde. Sou advogado no Brasil e estou pretendendo residir em Portugal.
Pergunto: Sou Cidadão Português e no caso de requerer a minha inscrição na OA de Portugal, haveria necessidade de algum advogado ser responsável por mim, mesmo sendo Cidadão Português?
Fico no aguardo da sua resposta.
Desde já meu muito obrigado.

Resposta
Joel Passos Junho 17, 2017 at 9:41 pm

Este assunto me parece sobre maneira interessante

Resposta
Gladimir Julho 11, 2017 at 12:59 am

Há algum advogado atuando em Braga ou que tenha interesse em abrir um escritório em parceria?

Resposta
Alfredo Saroldi de Oliveira Pereira Julho 12, 2017 at 4:21 pm

Boa tarde Dra. Adriana, inicialmente gostaria de parabenizá-la pelo BLOG, redação objetiva e elucidativa. Somos colegas de profissão embora já me encontre aposentado e também minha esposa, nosso objetivo de vivermo em Portugal não diz respeito a questões financeiras, mas sim em busca de melhor qualidade de vida (pelo menos nesse final de vida). Estamos com viagem para Portugal no final de ano e, no mês de dezembro estaremos na cidade do Porto. Gostaria de agendar horário em seu escritório. Seria possível nos falarmos por email ?
Agradeço antecipadamente pela atenção dispensada.
Alfredo Saroldi.

Resposta
FERNANDO SILVÉRIO DUARTE PEREIRA Julho 19, 2017 at 8:10 pm

Dra. Adriana, saudações, meu nome é Fernando Silvério, sou um Colega seu aqui do Rio de Janeiro e já milito na profissão desde 2.001, peço a gentileza se possível for, de me informar se no meu caso em tendo a dupla nacionalidade Brasileira e Portuguêsa, Eu seria obrigado a declarar uma residência em Portugal para poder tirar a minha OAP e se atualmente há mercado para Advogados especializados em Direito de Trânsito e Transportes em Portugal, principalmente na área de multas de trânsito, já morei e trabalhei no Porto e em Vila Nova de Gaia nos idos dos anos 80 e estaria pretendendo trabalhar em Portugal. sem mais, fico no aguardo de vossa resposta se possível for. com os melhores cumprimentos. Fernando Silvério – Advogado – OAB-RJ 110.535.

Resposta
eliane siqueira Agosto 24, 2017 at 4:32 pm

Bom dia

Eu e meu marido somos advogados no Brasil e gostaríamos de fazer nossa inscrição em Portugal.

Eu sou cidadã Italiana e estou de mudança para Portugal em breve. Até já tenho conta bancária no banco BCP de Portugal.

Sua empresa faz procedimento para pedir a equiparação da profissão de advogado em Portugal?

Em caso positivo, quais documentos o Sr. necessita e quanto cobra pelos seus serviços.

PS: Já estamos com a documentação bem adiantada por aqui. Agora estamos necessitando de alguém em Portugal para dar entrada com os procedimentos locais até que nos mudamos definitivamente para lá.

Agradeço muito sua atenção e aguardo uma resposta o mais breve possível.

Att

Resposta
Danielle Scorza Setembro 27, 2017 at 7:54 pm

Olá Adriana! Parabéns pelo artigo, o mais completo sobre o assunto.
Sou advogada brasileira de mudança para a Itália e gostaria de entrar em contato com você.
Também gostaria de obter os emails da Nadja e o Fábio que comentaram logo mais acima e que já estão/irão viver na Itália.
Desde já agradeço a atenção recebida e espero poder receber um email com os contatos requisitados.
Muito obrigada!

Resposta
Cristiane Leme Setembro 27, 2017 at 8:03 pm

Olá Danielle,
A Adriana parou de colaborar com o site mas há outras colunistas em Portugal que também são advogadas. Procure pelas publicações mais recentes para deixar seus comentários.
Boa sorte!
Equipe BPM

Resposta
romulo Outubro 27, 2017 at 2:04 pm

Sabendo que a Adriana parou de colaborar com o site, tem alguém que possa me informar se eu posso fazer a prova da Ordem Portuguesa sem ter OAB? Sou funcionário público a muito tempo e bacharel em direito, mas nunca tirei OAB, até porque era impedido por ser funcionário do judiciário. Gostaria de saber se é possível ingressar na .Odem Portuguesa sem possuir registro na OAB. Obrigado.

Resposta
Liliane Oliveira Outubro 27, 2017 at 3:17 pm

Olá Romulo!
A Adriana Silva Couto parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas em Portugal.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
romulo Outubro 27, 2017 at 9:46 pm

Oi Liliane, eu saquei que ela já não está mais respondendo. Publiquei pra ver se alguém que saiba sanar minhas dúvidas as tire. Mas obrigado.

Resposta
Liliane Oliveira Outubro 28, 2017 at 2:18 pm

Olá Romulo!
Sim, a colunista não colabora mais conosco, mas escreva para outras colunistas que moram em Portugal.
Espero que alguma delas consiga te ajudar de alguma maneira.
Bos sorte!
Um abraço,
Liliane

Resposta
Gastao Dezembro 5, 2017 at 4:57 pm

Boa tarde, eu dei entrada no meu pedido na OAP Lisboa e me disseram que só a análise levaria até três meses. É isso mesmo?

Resposta
Liliane Oliveira Dezembro 6, 2017 at 2:28 pm

Olá Gastao,
A Adriana Silva Couto parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas em Portugal.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Fabiana da Rocha Janeiro 23, 2018 at 2:47 pm

Oi Adriana, fiquei na dúvida sobre a certidão de nascimento, quando vc fala em validade de 6 meses. Como assim? Estou organizando a minha documentação da OAB para Portugal. A certidão é a que já tenho e a validade que vc fala é da data que farei o meu apostilamento, é isso? Obrigada pela ajuda!
Fabiana

Resposta
Liliane Oliveira Janeiro 23, 2018 at 3:11 pm

Olá Fabiana,
A Adriana Silva Couto parou de colaborar conosco, mas temos outras colunista em Portugal que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Frederico Filgueiras Fevereiro 1, 2018 at 12:12 pm

Boa tarde,

Sou advogado e estou me mudando para Portugal em abril deste ano com minha família. Por acaso vc conhece algum advogado que poderia já me inscrever na OAB de Portugal?

Resposta
Liliane Oliveira Fevereiro 1, 2018 at 8:26 pm

Olá Frederico,
A Adriana Silva Couto parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas em Portugal que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Leonardo Martin Fevereiro 22, 2018 at 4:34 pm

Olá Adriana.
Parabéns pelo texto extremamente elucidativo.
Gostaria de saber se o fato de estar habilitado a exercer a atividade de advocacia em PT, bem como ter seu registro regular na OA, implicaria de algum modo a facilitar ou prover a aquisição de um visto de trabalho ou semelhante.
Agradeço desde já.

Resposta
Liliane Oliveira Fevereiro 22, 2018 at 6:10 pm

Olá Leonardo,
A Adriana Silva Couto, infelizmente parou de colaborar conosco.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Marta Março 22, 2018 at 5:18 pm

Olá, ainda sou bacharel em direito , porem assim que pegar minha OAB, pretendo me mudar para Portugal, minha dúvida é a seguinte depois de solicitar todos esses documentos junto a OAB, preciso levar esses documentos na embaixada de Portugal para pegar o visto de trabalho, ou é só ir p Portugal e dar entrada na inscrição junto a OAP?
Desculpe a pergunta que pra muitos pode ser besta , mas não tenho nenhum entendimento sobre o assunto.
att,
Marta

Resposta
Liliane Oliveira Março 24, 2018 at 3:03 pm

Olá Marta,
A Adriana Silva Couto parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas em Portugal que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação