BrasileirasPeloMundo.com
Cursos Pelo Mundo EUA

Morando numa cooperativa estudantil em Los Angeles

Los Angeles é uma cidade cara pra chuchu. Quando o assunto é aluguel então, nem se fala! Por isso quando eu decidi estudar roteiro em Los Angeles, foi essencial descobrir um lugar barato pra morar. E esse lugar foi a Co-op UCHA, uma das maiores cooperativas estudantis dos Estados Unidos.

Aberta em 1938, ela é uma alternativa acessível e bem localizada para os estudantes da UCLA, UCLA Extension, como é meu caso,  e Santa Monica College, contando hoje com cerca de 400 moradores. Ela é governada pelos próprios estudantes através de seus Conselhos, e administrada também pelos estudantes, que se dividem em diversas equipes de tarefas. Confira algumas outras particularidades do lugar.

Tarefas

A Co-op tem pouquíssimos funcionários; cerca de 10 (para uma estrutura de 3 prédios e cerca de 400 habitantes). Por isso, todos os membros devem dedicar 4 horas por semana pra trabalhar numa das equipes da Co-op. E tem equipe pra tudo: Cozinha, Manutenção, Tecnologia da Informação, Loja, Correios, Escritório etc.

Outra tarefa requerida é limpar seu banheiro cerca de 4 vezes a cada trimestre. A limpeza é organizada, tem horário e dia certo pra acontecer, além de estar sujeita a aprovação. Se você falta às suas tarefas, ou não as realiza direito, leva uma multa e perde pontos no seu seniority (já te explico o que é isso).

Quartos

A Co-op tem um quarto quádruplo, quartos triplos, duplos, suítes (um duplo separado por uma parede) e singles. Os quartos são distribuídos segundo o seniority que simplesmente é uma pontuação baseada no número de dias que você mora na Co-op. Quanto mais tempo, maior seu seniority.

Todos os quartos vêm com uma cama, uma escrivaninha e um armário para cada morador. O tamanho dos quartos varia bastante, já que temos três prédios diferentes. Mas em média, um triplo tem cerca de 3,35×6,21m, e um duplo, 3,29×5,54m.

Quem acaba de chegar e tem seniority zero é colocado num quarto transitório (geralmente triplo) e deve escolher seu quarto permanente no BUMP. Novamente, o que é BUMP? Pois é, a Co-op é cheia desses termos que só quem mora por lá conhece!

O BUMP é um evento que acontece todo trimestre, quando os quartos vagos ficam à disposição dos membros que não se mudaram. Quem quer mudar de quarto se candidata ao processo. Daí num sábado todo mundo se reúne na cafeteria e os nomes são chamados por ordem de seniority para escolha dos novos quartos.

Lembra que eu falei que quem não cumpre suas tarefas perde pontos de seniority? Pois é, dependendo de quantos pontos negativos você tem, pode perder TODO seu seniority e ser obrigado a participar do BUMP sem nenhum ponto. Ou seja, melhor se manter em dia com suas obrigações!

Agora que você já conhece as regras gerais, vamos ponderar os prós e contras de morar na Co-op.

Vantagens

  • A Co-op fica a duas quadras do campus da UCLA, são cerca de 10 minutos de caminhada (isso porque tem uma mega ladeira no caminho).
  • Também estamos bem pertinho de Westwood Village, um centrinho muito seguro e limpo, onde você encontra diversas lojas, restaurantes, cinemas, bares e grandes mercados como Ralphs e Target.
  • O valor pago inclui aluguel, 3 refeições nos dias de semana e 2 refeições no fim de semana, além de água, gás, aquecimento, internet, manutenção, etc. O estacionamento custa $50 por mês.
  • Com todos esses benefícios, tem ainda o preço do Room and Board (aluguel e alimentação) que é imbatível (entre $1521 e $1895 POR TRIMESTRE*). Eu duvido que exista um lugar mais barato num bairro tão bom.
  • Você nunca estará sozinho na Co-op (nem que você queira). Como a maioria das pessoas chega aqui sem conhecer ninguém, a abertura pra fazer amizades é muito grande. As mesas da cafeteria são todas comunitárias, você vai trabalhar com um monte de gente, e quase todo fim de semana tem alguma festinha.

Desvantagens

  • Como os serviços são feitos por estudantes, nem sempre contamos com aquele profissionalismo desejado. A limpeza não é um primor e varia bastante dependendo dos hábitos de cada morador. Mas não chega a ser uma situação de insalubridade.
  • A comida é de graça mas nem sempre é a mais gostosa. Enjoa! Fora do horário de refeição tem sempre bebidas, pães, cereais e leite à disposição, pelo menos de fome você não vai morrer!
  • Conseguir um bom quarto demanda tempo e também um pouco de sorte. O mesmo acontece com o roommate, você precisará dividir o quarto, pelo menos no começo, com gente que nunca viu na vida.

O choque cultural pode pegar nessa hora, afinal a Co-op tem estudantes do mundo todo, com diversas idades e modos de vida diferentes. Coisas que pra você são senso comum básico, pra outras não são.

Exemplos: Divido banheiro com um cara que não dá descarga no xixi. Minhas duas primeiras roommates eram super diferentes uma da outra. Uma era um amor de pessoa mas deixava prato de comida (meio comido) no quarto e pedaços do aplique de cabelo dela pelo chão. A outra era limpinha, mas chata pra caramba; não dava nem bom dia.

Se a Co-op for uma boa opção pra você, seguem algumas dicas na hora de se inscrever:

  • Você vai precisar provar que foi aceito na UCLA ou Santa Monica College, além de enviar cópia do I-20 e do visto americano. Ou seja, essa será uma das últimas partes do seu processo de intercâmbio.
  • Como a Co-op é bem requisitada e muitas vezes não tem vagas suficientes, o ideal é você adiantar tudo (TOEFL, matrícula na escola, visto…) pra se candidatar à Co-op com pelo menos uns 3-6 meses de antecedência.
  • O trimestre mais fácil de ser aceito na Co-op é o Verão (Julho-Setembro), quando a maioria dos alunos vai passar as férias com a família.
  • Se você conhece alguém que mora na Co-op peça pra ele te indicar pro Executive Director.
  • Tem uma empresa chamada Vive Campus que te ajuda com os documentos gratuitamente. Tendo a indicação deles também é mais fácil ser aceito.

Se interessou? Visite o site da Co-op para mais informações.

*Valores baseados na tabela de Fevereiro de 2017

Related posts

EUA – Las Vegas – Sin City

Cleo Vassiliou

Reentry Permit para Green Card – O que é isso?

Lorrane Sengheiser

Marco Rabello – Dono do Taste of Brazil Restaurant no Missouri

Renata Tavares

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação