BrasileirasPeloMundo.com
Áustria

7 motivos para não morar em Viena

Eu sou uma loucamente apaixonada por Viena e quem lê meus textos identifica isso rapidinho. Quando escrevi 10 razões para morar em Viena não imaginava que teria tantas pessoas me escrevendo para saber informações daqui, especialmente depois que a cidade foi qualificada por 6 anos consecutivos como a melhor cidade do mundo para se viver.

Viena é, sim, uma cidade que parece um conto de fadas. Quem vem passar férias na capital da Áustria se encanta com tudo, mas morar aqui também tem seus aspectos negativos.

E olha que eu tive e tenho um mega suporte do meu marido que é austríaco. Isso contribuiu com mais de 80% para facilitar minha adaptação na cidade. Mas isso não acontece com todo mundo – tenho várias amigas que vieram na mesma situação, mas odeiam Viena.

Eu sei que a cidade não faz parte do roteiro de muitas pessoas que pretendem morar fora do Brasil, mas caso você queira conhecer um pouquinho, vou te contar o outro lado da moeda.

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar na Áustria

1. Clima – Acho que o número um no ranking das reclamações por aqui é sem dúvida o frio. O inverno dura cerca de seis meses, de novembro a abril. E estou falando de frio mesmo, aquele que dói no osso. A meia estação dura cerca de quatro meses. Ou seja, de verão são só dois meses e com direito a dias chuvosos, o que significa que se chover a temperatura cai consideravelmente.

Viena é uma cidade onde venta muito e isso a deixa mais fria e muito cinzenta, o que traz sempre aquela depressão de inverno. Eu tenho isso e posso te garantir que é terrível. E o pior… Percebo que quanto mais tempo a gente morar por aqui, em vez de melhorar parece que piora, pois vamos ficando saturados de termos poucos dias de calor. Se quiser mais sobre o inverno, acesse esse link.

Se você for uma pessoa que ama o calor e o sol, certamente o seu lugar não é aqui. E se você acha que gosta de frio, não se iluda, o frio daqui é insuportável. Tenho uma amiga que ao chegar em Viena sempre mencionou amar o frio. Depois da primeira temporada de inverno, mudou rapidinho de ideia. Frio é lindo em foto.

7 razoes- lingua
Foto: www.paulistanaalemanha.de

2. Língua – Na Áustria se fala alemão. A língua é muito difícil, especialmente para quem nunca teve contato anterior com o idioma. É um processo bem frustrante e eu cheguei até a chorar durante o aprendizado.

  • Primeiro porque tinha pressa e a língua não se aprende em 4 meses.
  • Segundo porque a sensação de incapacidade é enorme, principalmente nos primeiros 6 meses e continua por alguns anos.
  • Terceiro e o pior de tudo é que você tem a sensação de que praticamente o que você aprendeu na escola não serve para quase nada. Afinal os austríacos se comunicam em dialeto, que quase chega a ser uma outra língua. Há inclusive uma piadinha que diz assim: “eu falo 9 línguas estrangeiras, todas elas em alemão austríaco”. Ou seja, a piada nada mais é que um retrato da realidade, onde cada estado possui um dialeto.

Não conheço ninguém que não tenha passado por essas etapas. Você até consegue sobreviver por um tempo com inglês por aqui, mas é imprescindível aprender o alemão. Isso facilita a vida de qualquer um, pois tudo está escrito em alemão. O dia a dia é em alemão: as informações nas estações de metrô, os produtos no supermercado, as placas na rua etc. Inclusive os filmes nos cinemas são dublados. Até para ir ao hospital é melhor que você converse com o médico em alemão do que em inglês.

Para conviver com austríacos, isso é essencial. As pessoas até conversam com você em inglês para ser gentis, mas depois elas voltam a conversar entre elas em alemão e você fica meio que isolado. É natural que isso aconteça.

3. Mau humor e grosseria – Austríaco é meio mal-humorado, especialmente em Viena. Por aqui há uma cultura de jammerei que nada mais é do que reclamar de tudo e de todos o tempo todo. Mas nem tudo está perdido. Existem dois tipos de vienense: aquele que é super brincalhão e aquele que é super grosso e reclamão. Tudo isso você só descobre depois que aprende a língua.

Fora isso, tem muitos, especialmente os estrangeiros, que são meio brutos. E há uma tática interessante: se você é gentil com alguém e recebe uma resposta de forma grosseira, o jeito é ser grosseiro que a pessoa passa a ser gentil com você. É triste falar isso, mas essa é uma realidade por aqui.

4. Preconceito – Nunca sofri nenhum tipo de preconceito, mas conheço algumas pessoas que já passaram por isso – especialmente mulheres morenas ou negras. E é verdade porque já presenciei uma cena. A filha de um amigo meu tinha oito anos e reagiu de uma forma constrangedora quando viu uma amiga minha. Ela ficou extremamente nervosa e chamando pela mãe falando, “mamãe, mamãe, ela é negra!”. Daí eu cuidadosamente expliquei para ela que existem várias raças e etc.

Esse foi um episódio para ilustrar que existem centenas de outros casos cometidos por adultos. Além do preconceito racial existe o preconceito social e cultural. Estrangeiros especialmente do leste europeu e da Turquia são bem discriminados por aqui. Existem ainda outros tipos de preconceito de forma velada.

5. Atendimento médico – O sistema de saúde é bom, mas o atendimento é ruim. Os médicos por aqui não gostam de te informar exatamente o que você tem. Eles se incomodam quando começamos a questionar. Além disso, existe um procedimento bem estranho. Por exemplo, você vai ao ginecologista, faz o exame de rotina e volta para casa com a seguinte informação: se o seu exame acusar alguma infecção a gente te liga. Esquisito né? Além disso, a maioria dos médicos se enquadra na categoria descrita no ponto três.

poupanca
Foto utilizada no site dinehirodigital.sapo.pt

6. Poupança – Não venha com a ideia de construir um patrimônio ou fazer dinheiro rapidamente, como a gente sempre ouve falar de casos bem sucedidos nos Estados Unidos. Aqui se vive bem, mas os custos são elevados e os impostos são altos, o que consome bastante seu salário bruto. Ah! Na Áustria, quando se fala de salário se menciona sempre o valor bruto, nunca o liquido que é em torno de 35 a 50 por cento inferior ao salário bruto.

7. Distância da família – Se você for muito apegado à sua família certamente sofrerá em terras estrangeiras. As famílias austríacas são bem diferentes. Pelo menos nas que eu conheço há uma certa reserva em termos de envolvimento. Há muita cerimônia entre os integrantes das família. Tios e amigos não interferem na educação e formação das crianças. Eu no inicio achei muito estranho, mas depois me acostumei. Confesso que sinto saudade dos abraços calorosos e divertidos dos familiares.

Essas são algumas das dificuldades de morar por aqui. Espero ter contribuído com você.

Abraços e até o próximo post!

Related posts

A briga na pracinha em Viena

Ana Dietmüller

Dez opções imperdíveis de passeio em lagos, rios e montanhas na Áustria

Kely Martins

Licença maternidade pelo mundo

Ann Moeller

42 comentários

Luigi Junho 25, 2015 at 4:33 pm

Olá, Kelly. Sempre acompanho o seu blog e você está de parabéns, ele é fantástico! Por aqui, consigo matar um pouco da saudade dai!
Pois bem, minha mãe, minha irmã e eu moramos em Viena de 1999 até 2001. Nesse período, eu com 13 anos, estudei e convivi com austríacos e imigrantes nas escolas e eram muitos imigrantes! Ainda mais nessa época que tinha a guerra na separação da antiga Iugoslávia, e cada semana chegavam refugiados vindos dessa região, sem contar com os turcos, que também tinham bastante, mas fiz muitas amizades com todos eles, inclusive com os austríacos. Demorei um pouco pra me adaptar com os novos costumes e o difícil idioma, minha irmã que é mais nova, se adaptou muito mais fácil, normal, né? Tivemos excelentes experiências morando em Viena, a organização, os lindos lugares, a neve(mesmo sendo legal só pra quem visita a cidade, conviver com ela muito tempo não é nada fácil),o transporte público que funciona de verdade, a educação do povo mal humorado, sim isso mesmo, eles são educados e mal humorados ao mesmo tempo, rsrsrs. E com certeza o fator que mais pesou no meu retorno, foi a saudade da família e amigos, você sabe, o povo ai não é muito caloroso, mas sabe que eu até entendo eles? Eu acredito que o inverno rigoroso dai, mexe muito com o humor das pessoas e que com o tempo, só piora! Enfim, a saudade e o frio contribuíram bastante para o nosso retorno ao Brasil, mas tenho muita vontade de retornar à Viena e certamente irei, pra relembrar esses 3 anos que morei ai. Ir na escola onde estudei, nos lugares que eu frequentava, nas ruas onde eu passava…Essa sensação de nostalgia me emociona, só de lembrar.
Enfim, dei muitas risadas com esse post em especial, cada palavra é verdade! rsrsrsrs
Um abraço,
Luigi

Resposta
Kely Martins Junho 26, 2015 at 8:00 pm

Olá Luigi,
obrigada por compartilhar sua experiência conosco.
Fico feliz que de alguma forma te trouxe boas recordações.
Beijos
Kely

Resposta
Rafael Abril 1, 2017 at 7:21 pm

Olá tudo bem
Queria mais informações
Vou lhe mandar meu email
[email protected]

Resposta
Kely Martins Abril 6, 2017 at 6:52 pm

Olá!
Neste caso favor enviar email para [email protected]
Abraço
Kely

Resposta
Harlley Alvez Junho 26, 2015 at 12:48 am

Não apenas o seu, mas a maioria dos testemunhos desse site são incríveis. Informativos e com sentimento. Abraços e obrigado por dividir sua experiência.

Resposta
Kely Martins Junho 26, 2015 at 7:59 pm

Obrigada Harlley. agradeço em nome de todas as colaboradoras.
Beijos mil
Kely

Resposta
Juraci Pike Junho 29, 2015 at 3:28 pm

Kely, a minha filha morou na Austria por 2 anos e uma amiga por 20 anos e confere com tudo que vc disse no seu texto. Quanto a minha propria experiencia, como foi de apenas uma semana, achei tudo lindo, muito frio e so’. Obrigada por nos comtemplar com o seu texto.

Resposta
Kely Martins Julho 15, 2015 at 8:25 pm

Olá Juraci,
Obrigada pela leitura e comentários. Beijos

Resposta
MarceloHambran Hambran Julho 17, 2015 at 2:32 pm

Olá. Sou empresário no Brasil no ramo de móveis planejados e interiores, estou na eminência de fechar as empresas e sair do país, estou pesquisando sobre a Áustria de modo geral, seria possível você me repassar por email fotos de padrões de móveis utilizados nas residências? Não estou encontrando referência. É difícil constituir uma empresa neste segmento na Áustria? Qual estado você indicaria? PS. Sou eu negro, seria um impecilio real para se morar e constituir empresa por aí? [email protected]

Obg.

Resposta
Kely Martins Julho 18, 2015 at 6:40 am

Oá Marcelo,

Quanto a padrão de móveis é complicado a maior parte das pessoas usam móveis do IKEA, uma rede baratinha de artigos de casa. Você tem passaporte europeu? fala inglês e alemão?

Quanto a abertura de empresas não tenho a menor idéia da burocracia. aqui nao é esse paraíso todo não. Tem seu lado muito negativo. Tenho dois textos bem legais sobre isso.

Dá uma olhada nos links. Espero ter te ajudado. Abraços

http://www.brasileiraspelomundo.com/austria-7-motivos-para-nao-morar-em-viena-161015588
http://femmevolatil.com/2015/01/15/36-coisas-que-nao-te-contaram-sobre-o-inverno/
http://femmevolatil.com/2015/06/10/viena-fora-da-poesia/

Abraços.
Kely

Resposta
Michele M Setembro 9, 2015 at 9:51 am

Kelly, eu amo o seu blog! Suas dicas me ajudaram muito nos dias que fiquei em Viena. Atualize sempre, amo o que vc escreve!

Ps: Ameeeeeeeeeeeeeeeeeeiiii Viena! Volto assim que possível! Bj ! ????

Resposta
Kely Martins Outubro 25, 2015 at 1:50 pm

Oi Michele, legal!!! Obrigada !! Beijos

Resposta
Denise timotek Setembro 23, 2015 at 2:59 am

Olá. Conheci você faz pouco tempo,estive a procura de paises para visitar e estou muito confiante de viena. Mas so tenho o inglês o que você poderia me indicar.

Resposta
Kely Martins Outubro 25, 2015 at 1:51 pm

OlÁ Denise, que tipo de indicação você precisa?
Beijocas
Kely

Resposta
Kiria Março 3, 2016 at 6:12 pm

Olá kely, pretendo ir para viena no inicio do ano que vem com minha mãe, e talvez minha prima, ela sabe um pouco de inglês e eu estou querendo aprender alemão. Você acha que esses apps para aprender são bons? Estou tentando um que se chama German, eu particularmente achei legal, mas queria saber de você se realmente funciona, já que você mora ai na Áustria.

Resposta
Kely Martins Março 9, 2016 at 9:13 pm

Oi Kiria,
se vier só de férias o inglês ajuda muito. Quanto ao alemão, se for só para viagem aconselho aprender o inglês mesmo já que alemão é uma língua do cão. Lógico que se vc gostar da língua dou o maior apoio. Eu nao sei sobre nada sobre aplicativos porque qd aprendi alemão nao tinha essas coisas modernas eu usava dicionário e gramática de papel hahahah. Bom vou ficando por aqui e se precisar de algo adicional manda um email. Beijos kely

Resposta
Kiria Março 13, 2016 at 4:25 am

Realmente, tenho pouco tempo nesse app, mas pelo que vejo é bem difícil o alemão mesmo kkkl. Eu queria aprender, pois eu gosto muito. Enfim, muito obrigada, bjs ????

Resposta
Kely Martins Março 16, 2016 at 9:50 pm

De nada:-) Beijos

Resposta
Kely Martins Março 16, 2016 at 9:50 pm

i Kiria,
se vier só de férias o inglês ajuda muito. Quanto ao alemão, se for só para viagem aconselho aprender o inglês mesmo já que alemão é uma língua do cão. Lógico que se vc gostar da língua dou o maior apoio. Eu nao sei sobre nada sobre aplicativos porque qd aprendi alemão nao tinha essas coisas modernas eu usava dicionário e gramática de papel hahahah. Bom vou ficando por aqui e se precisar de algo adicional manda um email. Beijos kely

Resposta
Be Grand Junho 9, 2016 at 2:59 am

Sou brasileira Conheci um austriaco q mora em Londres e vem me visitar .Qual a comida preferida ,e habitos alimentares,?Como se vestem as mulheres .. Modernas ou tradicionais?

Resposta
Kely Martins Junho 26, 2016 at 6:26 pm

Olá Be essa é uma pergunta bem complicada se come ide tudo aqui, mas a carne a milanesa é uma delicia. E tem gente que come desde vegan até muita salsicha e porco. As mulheres são modernas. Em algumas cidades elas usam os trajes típicos mas o mundo globalizado integrou todo mundo. espero ter ajudado e desejo sucesso.
Beijos

Resposta
Deby Junho 25, 2016 at 4:20 pm

Olá Kely estou adorando ler seus post…….
Meu esposo é italiano e adora a Áustria mas eu tenho a mesma impressão q vc, frio de doer nos ossos rsrs

Resposta
Kely Martins Junho 26, 2016 at 6:17 pm

Olá Deby,
nao vou te mentir, mas 8 meses de frio é dureza. A gente até esquece o que é calor. Mas nos adaptamos a tudo nessa vida.
Obrigada por comentar.
Um beijo
Kely

Resposta
Luís Renato Julho 3, 2016 at 2:37 am

Olá Kely ! Muito legal o seu blog! Talvez possa me esclarecer um dúvida. Estou conseguindo Cidadania Italiana, Eu e minha mulher temos mais de 60 anos e situação economica estabilizada. Pretendemos nos mudar para Viena de forma permanente, Considerando que seremos cidadãos europeus (mas não austríacos), sabe me informar o que teremos de benefícios com relação a saúde pública oferecida pelo Governo? Quais seriam os nossos direitos em caso de doenças? Agradeço todas informações que me repassar !

Resposta
Luiza Agosto 6, 2016 at 10:06 pm

Olá! Vou a Viena em outubro. Eu, meu marido e meu neném de 1 ano. Acho que o frio ainda e suportável né? Vou chegar umas 16h no Adágio City. Queria saber se próximo, caminhando, consigo achar uma boa loja de departamento pra comprar roupa de frio pra bebe! Moro no nordeste, aqui não temos. Vou levá-com o básico daqui e casaquinho, mas queria saber se consigo comprar roupa de frio de verdade assim que chegar, obrigada!

Resposta
Ana Paola Villalva Braga Outubro 10, 2016 at 5:42 pm

Olá, Luiza. Eu acabei de voltar de Bratislava, na Eslováquia, e passei 1 dia em Viena para pegar o avião. A impressão que eu tive (a Kely pode me corrigir, se quiser) é que você consegue comprar muito mais coisa se pegar um trem até Bratislava. São 55 km, pertinho. Lá é tudo muito mais barato (menos da metade) do que os preços que eu vi pelo centro de Viena.

Resposta
Kely Martins Outubro 11, 2016 at 12:06 pm

Isso mesmo Ana Paola, Bratislava tem um custo de vida mais baixo que em Viena.abracos Kely

Resposta
Erika Jatobá Outubro 13, 2016 at 7:46 am

Hallo Kelly Guten Morgen!!! Estou aprendendo alemão e suas informações são sempre úteis pois meus marido recebeu uma proposta para lá de trabalho, ele é europeu eu brasileira, temos uma filha em comum portuguesa e meu filho está conosco cá todos esses anos há quase 8 anos ele tem.13, vou pedir agora a dupla nacionalidade minha e dele,.como funcionam a Austria em termos de educação infantil e principalmente tratamento infantil de filhos de imigrantes, fiquei preocupada pois recentemente saiu na TVI aqui em Portugal uma reportagem muito chocante “Love you Mom” de mães que tem seus filhos retirados dos braços simplesmente por serem imigrantes na Inglaterra se aparecem com uma nódoa eles sem investigar fizem logo que foi agressão e mandam para adoçao :O e fiquei também sem saber quanto ganha o que chamam fora” butcher” cortador de carnes, já informaram ao meu marido que lá essa profissão ganha muuuuito bem… Eu tentei pesquisar pq brasileiro quando a esmola é demaisyo cego desconfia hahahaha vc sabe a média de salário para esta profissão ou como se chama ba Austria? Bjokas vou te mantendo informada da nossa aventura na Austria 🙂

Resposta
Mariana Pimentel Janeiro 19, 2017 at 4:25 am

Kelly, infelizmente adoeci na minha viagem a Viena. Estou com amigdalite, precisando de antibiótico. Como posso fazer? Preciso de ajuda ou uma orientação. Estou sofrendo com dor de garganta mas perdida quanto ao que fazer.

Resposta
Kely Martins Janeiro 19, 2017 at 5:11 am

Bom dia Mariana estou no Brasil de férias. Acredito que vc deva ir ao médico para tomar antibióticos uma ver que farmácia não vende remédio sem receita neste caso. Eu se estive no seu lugar iria a uma farmácia e perguntaria se há algo para amenizar e pediria instrução ou então vá a um hospital. Espero que eu tenha te ajudado. Melhoras

Resposta
rafael dias Março 7, 2017 at 2:07 pm

Olá Kelly!

Recebi uma proposta de emprego na Áustria. Em Graz, para ser mais preciso.
Sou casado e temos uma filha de 7 meses. Fico pensando se é realmente uma boa ideia ir simplesmente porque a menina é muito pequena.

Você sabe me dizer se o clima de graz é muito diferente do de Vienna? Os pontos que vc elencou no texto também se aplica à eles?

muito obrigado!

Resposta
Kely Martins Março 7, 2017 at 2:32 pm

Olá Rafael, Graz acho eu que é mais frio que Viena, o inverno é bem similar. A cidade fica cerca de 2 horas e meia de Viena de carro. Quanto aos pontos elencados são minhas percepções em Viena, mas acredito que seja assim em muitos lugares. Mas cada pessoa tem uma experiência diferente nao é mesmo?
Veja o que for melhor para você e siga sua intuição. Fica dificil opinar qualquer coisa pois não conheço a sua história de vida. Espero ter ajudado. Um abraço
Kely

Resposta
Rene Março 27, 2017 at 1:32 am

Pois bem. Graz e differente de viena!! Alias de todos os 9 estados da Áustria a Viena fica em último lugar referente hospitalidade das pessoas ect…. Graz e muito procurado por universitários de todos os lugares. O frio é mais rigoroso do que em Viena podendo chegar uns 30 negativo. O texto da kely confere quase 100% e posso dizer isso pq sou austríaco kkkk. Mesmo assim hoje depois de 10 anos morando aqui no Rio de Janeiro prefere a Áustria 1000 vezes mais do que esta bagunça total no Brasil

Resposta
Kelli Dettmann Abril 4, 2017 at 2:42 pm

Rene, Graz é um bom lugar para conseguir trabalho? Tenho cidadania Italiana, e concordo com você, o Brasil realmente esta uma bagunça, e principalmente sem segurança alguma.

Resposta
Luiz Abril 23, 2017 at 7:09 pm

Boa tarde Kelli, achei interessante a sua postagem sobre Viena, mas me assustei um pouco, pois pretendo visitar essa cidade. Certamente terei grande dificuldade com a língua.

Resposta
Kely Martins Abril 24, 2017 at 7:43 am

Bom dia Luiz, não se preocupe se você vem de férias inglês é tranquilo para passar uns dias por aqui.
essa postagem é para quem mora e enfrenta o longo e tenebroso inverno.
Viena é uma cidade linda.
Se divirta.
Beijos
Kely

Resposta
Jessica Abril 30, 2017 at 11:57 pm

ACHO QUE ESSE É O PAÍS PRA MIM. NÃO VOU SER OBRIGADA A SER SIMPÁTICA COM NINGUÉM. PARTIU ÁUSTRIA.

Resposta
Victor Schulz Maio 27, 2017 at 1:56 pm

Hallo Kelly . Wie geht´s?. A minha esposa está terminando o nível A1.1 e eu estou indo para o nível A4 , pretendemos ir para o sul da Alemanha , Suiça e a Austria ( de onde são meus bisavôs e onde vou solicitar minha dupla nacionalidade) . Pretendemos ficar 1 mês nesses locais , você acha que eu e a minha esposa vamos conseguir nos virar bem com o alemão já que não falamos inglês?

Abraços e parabéns pelo seu blog.

Resposta
Sandra Julho 24, 2017 at 6:41 pm

kelly, boa tarde e parabéns pelo seu blog.
Gostaria se possível obter algumas informações e fala com vc através do meu email.
Grata

Sandra

Resposta
Amanda Rosa Agosto 10, 2017 at 7:16 pm

Olá! Cheguei ao blog por acaso enquanto pesquisava sobre o um suposto preconceito dos vienenses com turistas ou algo do tipo, pois estive por alguns dias na cidade e usei o transporte público, e foi aí que percebi algo estranho. Vou relatar o que aconteceu apenas pra compartilhar o ocorrido: eu e meu marido entramos em um ônibus sem muitas pessoas e percebemos que uma mulher aparentemente vienense que estava sentada do outro lado do banco que sentamos começou a falar sozinha e se referindo a nós (em alemão – e nós não entendemos), e depois de muito falar, apararentemente irritada, ela desceu no ponto seguinte, mas antes, nos olhou e disse algo que eu acredito ter sido algo de forma grosseira, pelo tom e pelos gestos. Enfim, ela ficou visivelmente incomodada com a nossa presença. Triste!

Resposta
Dionise Teixeira Julho 11, 2018 at 9:14 pm

OLÁ Kelly. Como eu descubro onde fica o registro de nascimento d emeu avô que veio pequeno da Austria durante a 1ª querra. Gostaria de obter a cidadania que sei ser possível pela linhagem hereditária de segunda geração, e ele nasceu lá. Obrigada!

Resposta
Liliane Oliveira Julho 12, 2018 at 2:27 pm

Olá Dionese,
A Kely Martins parou de colaborar conosco, mas temos outra colunista na Áustria chamada Ana Dietmüller que talvez possa te ajudar.
Você pode entrar em contato com ela deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação