BrasileirasPeloMundo.com
Natal Pelo Mundo Qatar

Natal no Qatar

Natal no Qatar.

“Bate o sino, pequenino…”

Então já é dezembro, já é quase Natal, e eu quero falar um pouco do Natal no Qatar. E este é o meu primeiro Natal longe de casa. É também o primeiro Natal que passarei em um país não cristão. Confesso que a saudade ficou mais acentuada neste final de ano. O Natal é sem dúvida um dos motivos para tal.

Eu sempre fui simplesmente apaixonada por essa época do ano, o Natal sempre me maravilhou. Aquele clima de paz e amor que deveria estar nos corações das pessoas o ano todo, mas que no Natal se faz presente. As pessoas desejam coisas boas às outras, abraçam com mais frequência, fazem caridade, dizem coisas bonitas que na maioria das vezes passam o ano todo sem falar. Sem contar com as luzes, os cheiros, os gostos, os sons e os sorrisos espalhados por todo lado.

É, deu para perceber o quanto gosto do Natal, não é? Por isso, confesso que estava um pouco aflita com a chegada dele aqui no Qatar.

O Natal é uma data comemorativa que, para o Cristianismo, simboliza o nascimento de Jesus Cristo. Ocorrida no dia 25 de dezembro, essa é uma data cuja motivação é religiosa, e por consequência disso ela acaba não sendo comemorada em alguns países. O Qatar é um deles.

Existem países que restringem a celebração a tal ponto que é proibido comercializar ou simplesmente expor produtos típicos natalinos, como árvores de natal, guirlandas, gorros de Papai Noel, ou qualquer coisa que remeta ao Natal. Há até mesmo a proibição de comidas natalinas e troca de presentes. Em contrapartida, alguns outros países muçulmanos permitem a celebração do Natal, desde que não seja feita em público.

Apesar de o Qatar ser um país regido pelo Islamismo, a sua grande particularidade, como já citei em posts anteriores, é justamente o fato de ser extremamente multicultural. O fato de o país possuir uma população formada em sua maior parte por imigrantes faz com que haja uma boa tolerância com diversas religiões. Existe até uma igreja católica aqui no país, na qual acontecem as tradicionais missas, permitindo então que cristãos realizem suas celebrações de Natal.

Não há decorações nas ruas, nem luzes nas casas. Não existem comemorações públicas aqui no Qatar. Diferente de outros países muçulmanos, como os Emirados Árabes Unidos, que já chegou a ter uma árvore de natal de 30 metros em um de seus centros comerciais, aqui no Qatar não existe nenhuma decoração muito chamativa em locais públicos.

Porém, o clima de Natal aqui é perceptivo, seja pela presença de muitos cristãos em sua população, ou pelo fato de nas lojas existirem diversos produtos natalinos à venda. Ou seja, os locais não são decorados com essa temática, mas ali no cantinho da loja você encontra vários itens relacionados ao Natal (às vezes corredores inteiros destes itens). Aqui é fácil de encontrar todo tipo de produto com a temática natalina, desde enormes pinheiros decorativos até Papais Noéis. Óbvio que essa cultura importada não poderia ser barata, por isso, qualquer item relacionado ao Natal é extremamente caro por aqui.

A única coisa que confesso ainda não ter encontrado em lugar algum foi o real motivo deste feriado festivo. O menino Jesus. Não existem presépios à venda aqui. Ou qualquer coisa que remeta ao nascimento de Cristo. Ou seja, o Natal é aceito, desde que em público seja exposto apenas a vertente materialista e comercial, a data aqui se resume a árvores de natal e Papais Noéis. Nada de expor o motivo religioso da comemoração.

Apesar disso tudo, é bom lembrar que o Qatar recebe muitos turistas nessa época do ano, turistas vindos de diversos lugares do mundo, e por consequência alguns hotéis internacionais oferecem jantares de Natal e comemorações do ano novo cristão. Essa é uma opção para quem vai estar aqui na data e não quer deixar passar em branco. E, claro, outra opção são as comemorações feitas em casa, essas são liberadas, não há impedimento algum para isso. Desta forma, é possível fazer suas orações e lembrar o real valor e motivação da data.

Enfim, estou muito ansiosa para a chegada do Natal aqui. Penso que será muito especial, pois independente do lugar do mundo, ou da religião, a mensagem sempre é a mesma: o amor! Amar ao próximo como a ti mesmo.

Desejo um Feliz Natal repleto de sentimentos bons, compaixão e paz para você, independente do lugar em que você esteja no mundo.

Leia mais sobre Natal Pelo Mundo

Related posts

Novas tradições de Natal

Carleara Weiss

Natal na Argentina

Fabi Lima

Natal na Inglaterra além do discurso da Rainha

Kamila Bianchi

5 comentários

Karyna Dezembro 14, 2017 at 6:03 pm

Gisele, eu comprei um presépio no Monoprix ano passado. Esse ano eu não fui lá, então não sei se tem. As imagens são pequenas , mas são bem bonitas. Eu amo presépio.

Resposta
Gisele Pezente Dezembro 17, 2017 at 6:47 pm

Oi Karyna. Que legal! Bom saber que você achou presépio por aqui. Apesar da oferta dos itens de natal ser pequena, percebo que a cada ano têm aumentado considerávelmente. Vou procurar lá sim. Obrigada pela dica! beijos

Resposta
Rodrigo Bonassa Dezembro 17, 2017 at 10:53 pm

Show, feliz natal!

Resposta
Lidiane Dezembro 18, 2017 at 1:56 pm

Adorei teu blog Gi!
Te desejo um feliz Natal e um ano novo cheio de luz e amor! ??

Resposta
Greicy Janeiro 13, 2018 at 12:23 am

Olá…adorei te achar…estou para ir morar em.Doha e estou cheia de dúvidas… gostaria muitoo de conversar com você… abraço

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação