Gastronomia no Qatar

0
2115
pixabay.com
Advertisement

Gastronomia no Qatar.

Com grãos, legumes variados e temperos peculiares, as comidas típicas do Qatar não se resumem apenas a esfirras e quibes. Muito pelo contrário, as refeições aqui são acontecimentos importantes dentro das famílias e por isso elas são símbolos de união, gratidão e partilha.

Por isso, apesar da enorme influência desta culinária milenar, a gastronomia daqui não se restringe apenas à culinária árabe. A comida Qatari é uma mistura de sabores árabes mas também de toda a Ásia, com influências muito fortes principalmente da cozinha indiana, iraniana e libanesa.

É importante salientar que o Qatar tem uma forte tradição portuária e uma ligação histórica com a pesca, sendo assim, com constância encontramos peixes e frutos do mar nos cardápios daqui.

Leia também: Gastronomia australiana

Confesso que uma das coisas que mais me chamou atenção quando cheguei ao Qatar foi o fato de existirem restrições, não só alimentares, mas inclusive de compra de certos alimentos e bebidas. Por conta de sua religião, os muçulmanos não consomem carne de porco, ou qualquer derivado do porco, bem como também não é permitido o consumo de bebida alcoólica. Porém, diferente de outros países muçulmanos, aqui não é permitido nem comprar esses itens. Mas calma, vou explicar isso melhor.

Os muçulmanos são terminantemente proibidos de adquirir ou consumir derivados do porco e bebidas alcoólicas, mas nós estrangeiros estamos liberados tanto para o consumo quanto para a aquisição. Porém, não é tão simples como no Brasil, que íamos até o super mercado e voltávamos com meio quilo de salaminho e uma caixa de cerveja. Os supermercados aqui não têm estes produtos a venda. Na realidade, existe apenas um mercado no país todo que vende este tipo de produto e o mais interessante é que só é permitido comprar neste mercado se você possuir uma autorização de compra, uma espécie de credencial emitida por uma agência governamental e que permite que nós estrangeiros possamos ir até este único mercado comprar nossa caixa de cerveja e beber dentro das nossas casinhas (é proibido o consumo em público).

Outra opção são os hotéis internacionais, nestes encontramos restaurantes, bares e até baladas. Lá é possível consumir carne de porco ou tomar umas cervejinhas. O preço é que não é lá muito atraente. Uma long neck de Heineken, por exemplo, sai em média 50 qatari ryal (45 reais brasileiros).

Outra coisa que muito me chamou a atenção foi o consumo de carne de cordeiro. Lá no sul do Brasil não é algo tão fácil de se encontrar. Aqui a carne de cordeiro é muito comum nas refeições. Lembrando que os muçulmanos estão constantemente preocupados se sua comida é Halal ou Haram (principalmente em relação as carnes).

De acordo com o sagrado Alcorão, Halal significa lícito ou permitido, ou seja, comidas e bebidas Halal são aquelas cujo consumo é permitido por Allah. Por exemplo, as carnes consumidas pelos muçulmanos são sempre carne Halal, ou seja, aquela na qual o processo de criação e abate do animal foram feitas seguindo essas normas. Já produtos Haram são aqueles considerados ilícitos, ou “pecaminosos”, traduzindo ao pé da letra. O consumo de bebida alcoólica por exemplo pode ser considerado um Haram.

Bem, dito isto tudo sobre a gastronomia, leis e costumes culinários daqui, vamos ao que realmente interessa: comida.

O popular café da manhã aqui é composto de muita azeitona, queijo, leite, iogurte, pães e café. Um café um pouco diferente do nosso por ser muito, realmente muito, encorpado e bastante aromatizado, alguns inclusive com misturas de cardamomo e outras especiarias.

O almoço é a principal refeição, e é bastante comum os almoços tardios, lá pelas duas ou três da tarde. Para falar a verdade, esta foi outra coisa que me chamou muito atenção no início, visto que ao meio dia os restaurantes eram vazios e às duas da tarde estavam todos lá almoçando. Outro ponto muito interessante é a mistura de nozes ácidas, sementes, maças e romã nas comidas salgadas.

Alguns dos pratos mais típicos do Qatar são:

  • Humus: pasta de grão de bico.
  • Machbous: um tipo de risoto muito temperado com carne ou marisco.
  • Haruf: Arroz e cordeiro assado.
  • Umm Ali: pudim de pão delicioso com nozes e uva passas.
  • Mehalabiya: flan com pistache, perfumado com água de rosas.

Como metade da população que vive aqui no Qatar é composta por indianos, outra receita muito popular é o típico arroz Biryani. Um arroz temperado acompanhado de frango assado, tudo muito apimentado. Esta comida indiana é muito apreciada, principalmente pelo povo árabe.

Além de todas as comidas típicas, é nítida a preferência dos nativos por fast foods, então as melhores e maiores cadeias mundiais são encontradas em todo o canto por aqui. Além de restaurantes com menus internacionais, inclusive os brasileirinhos com o nosso típico feijão com arroz. Existem dois restaurantes brasileiros aqui, o Ipanema, em Doha, e o Copacabana, em Al Whakra, e claro que o povo daqui também ama nossa culinária. Assim como nós amamos a deles.

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.