BrasileirasPeloMundo.com
Canadá

No Canadá ninguém usa sapatos dentro de casa

No Canadá ninguém usa sapatos dentro de casa.

Sendo este meu primeiro texto no Brasileiras pelo Mundo, pensei em abordar esse assunto como minhas boas-vindas, assim como nas boas-vindas canadenses pedimos, delicadamente, para os que não conhecem o costume de deixar os sapatos na entrada.

No Brasil eu não tinha esse costume e sempre achei um pouco desconfortável ficar sem sapatos em casa. Talvez seja por conta de que minha avó sempre brigava comigo se me visse descalça. Logo dizia que eu ia pegar um resfriado. Aquela mesma história que acontece quando estamos brincando no sereno. Por conta disso, eu sempre fui acostumada a ficar de sapatos em casa, mesmo vindo da rua.

Certa vez, quando eu já era grandinha alguém comentou que na cultura japonesa eles têm o hábito de não pisar em casa com os sapatos da rua e na minha cabeça fiquei com aquela dúvida: Mas qual o motivo? Meus sapatos não são desconfortáveis a ponto de não querer mais usá-los dentro de casa (sempre andei de tênis). Na minha ignorância do verdadeiro motivo, julguei sem pensar: Ah! Esse pessoal é cheio de frescuras. Aqueles erros bobos da adolescência…

Continuei usando sapatos dentro de casa, até conhecer meu marido, que é canadense.

Lembro a primeira vez que ele foi à casa da minha mãe e logo se meteu a tirá-los na entrada do apartamento. Achei estranho, mas como estávamos no começo do relacionamento, eu tive receio de perguntar o por quê. Passou-se um tempo e minha curiosidade veio à tona quando lhe perguntei e a resposta dele foi a mais óbvia possível: “A casa está limpa e pra mantê-la assim eu prefiro tirar os sapatos e evitar que a sujeira da rua entre aqui.”

Depois de muito pensar no assunto, concordei. Aquelas palavras, ditas de uma maneira tão básica faziam todo o sentido. Imagina todas aquelas bactérias vindas das calçadas, ruas, ônibus… Todas se instalando nos tapetes da sala, nos tapetes de crochê, nos lençóis (nunca pisei em sofá ou em cama de sapatos, mas conheço muita gente que o faz). Fiquei apavorada! Como nunca tinha pensado nisso antes?

 

Mas a verdade é que os costumes são muito difíceis de serem mudados e embora tenha tentado deixar meus sapatos na entrada de casa algumas vezes nos primeiros dias, a tentativa foi por água abaixo bem rapidinho. E assim continuei usando meus sapatos sujos em casa por muito tempo. Até o dia em que decidimos passar um Natal, aqui em Quebec, com a família dele e logo na entrada vi aquele monte de sapatos acumulados. Tive logo um clique, pensando ser uma coisa da família dele e retirei os meus também. O que acontece é que não somente a família dele tem esse costume, a grande maioria da população daqui também tem.

Como percebi que todos por aqui têm esse costume, fiquei sem graça de perguntar se seria por questão de limpeza, já que vi casas bem sujinhas por dentro. Com o tempo e a vivência aqui me dei conta que tudo começou a partir da limpeza sim – até porque você não quer entrar com suas botas cheias de neve e sal na sua casa ou na casa do seu colega – mas como hoje em dia esta já é uma questão pra lá de natural, virou uma questão de respeito.

Você chega na casa da alguém, e na entrada mesmo deixa seus sapatos com aqueles que ali estão (tem gente que se empolga e deixa todos os sapatos da casa na entrada).

Confesso que quando decidimos morar aqui em Montreal, demorei a me acostumar com isso e até hoje não fico totalmente confortável descalça ou de meias em casa. Estou sempre de pantufas ou chinelinho. Essa coisa da minha avó dizer que eu pegaria uma gripe se ficasse descalça se enraizou na minha cabeça e nos meus costumes.

Related posts

A cena musical feminina no Québec

Ana Carolina Sommer

8 coisas para fazer no Banff National Park

Elisa Rabello

Vancouver e o caso de amor com a vida ao ar livre

Isabel Arruda

12 comentários

Antonia Sílvia Hess R. Sagardoy Maio 10, 2016 at 9:18 pm

Adorei o texto. Parabéns Mirella!

Resposta
Mirella Secassi Agarelli Junho 22, 2016 at 3:55 pm

Olá Antonia, obrigada pela visita 🙂

Resposta
Regina Maio 11, 2016 at 2:44 am

Oi Mirella

Gostei muito do seu texto. Quando eu era pequena , não havia asfalto na rua que eu morava , e como a rua era de terra , nossos sapatos sempre estavam empoeirados ou com barro quando chovia , e sempre entrávamos em casa , e os sapatos ficavam ao lado da porta.
Quando cresci e nos mudamos para S.Paulo , o costume foi esquecido , pois nossa rua tinha asfalto.
Quando viajei pra Alemanha , Bélgica , Bulgária , Suiça , vi que todos deixavam os sapatos ao lado da porta , e havia chinelos pra serem usados em casa , ou sapatilhas próprias. Adorei a idéia , pois a casa se mantinha limpa por mais tempo.
Quando um casal de amigos vieram me visitar na casa que eu estava hospedada na Alemanha , eles trouxeram seus chinelos dentro de uma bolsa , e colocaram pra ficar dentro de casa, e quando fui visitá-los eles ja tinham um par de chinelos pra eu usar. Isso aconteceu também na Bulgária. Fui visitar uma família , e na entrada da casa havia vários pares de chinelos para as visitas , e trocamos nossos sapatos pelos chinelos.
Existem tanto na Alemanha como na Bulgária , sapatilhas feitas de tricô próprias pra se usar em casa , e algumas tem uma textura anti-derrapante na sola.
Creio que é um costume em vários países da Europa também , porque a maioria não tem empregadas como no Brasil e também pela higiene , e confesso que achei ótima essa idéia.
Quando voltei pro Brasil , implantei esta idéia em casa. Demorou pro pessoal acostumar , mas agora já é normal todos deixarem os sapatos , e entrarem usando chinelos .
Não sabia que no Canadá também existe este costume.
Parabéns…você escreve muito bem. Gostei de ler e aprender mais sobre o Canadá.
Um abraço
Regina

Resposta
Mirella Secassi Agarelli Junho 22, 2016 at 3:59 pm

Regina,

Que legal saber um pouco mais das suas experiências de vida. Realmente retirar os sapatos na porta de casa é um hábito que nos ajuda bastante na hora de manter a casa limpa por mais tempo, pois aqui também pagamos caro para o serviço de diaristas.
Acho muito legal que tenha conseguido implantar o costume aí na sua casa 🙂
Obrigada pela visita e volte sempre !

Resposta
Elizabeth Henriques Maio 11, 2016 at 5:04 pm

Mirella, adorei ler seu texto e reflexões sobre este assunto. Creio que tirar os sapatos na porta de casa é um ato de educação e respeito para com as pessoas que voce visita ou convive. Nós tomamos essa decisão assim que nos mudamos para Santos e hoje deixamos sandálias, tênis, sapatilhas usadas na rua em um lugar separado e usamos chinelos dentro de casa. A razão principal é limpeza mesmo!!! rs Santos é uma cidade com muitos cães e infelizmente nem todos os guardiões aprenderam a recolher as fezes de seus animais e também levar uma bisnaga com água para lavar onde seu cão urina. Faço isso com Maya Hime: lavo seu xixi e recolho seu cocô. Escreva mais… beijos de Beth

Resposta
Mirella Secassi Agarelli Junho 22, 2016 at 4:02 pm

Oi Beth, fico feliz com sua visita por aqui.
Seria bom se todas as pessoas tivessem essa consciência quanto às necessidades de seus animais, mas de uma forma ou de outra, retirar os sapatos é um costume higiênico e esperto de se adquirir.
Aproveitem Santos!
Beijos

Resposta
Simone Maio 12, 2016 at 10:18 am

Legal o texto Mirella, eu adotei esse hábito depois de morar por 3 anos na Malásia. Hoje moro nos Estados Unidos e trouxe esse costume pra sempre em minha vida. A primeira coisa que os visitantes ouvem quando vão a minha casa é “por favor tirem os sapatos”. Alguns acham estranho mas logo entedem e outros até adotaram o hábito. Beijo

Resposta
Mirella Secassi Agarelli Junho 22, 2016 at 4:03 pm

Oi Simone, que legal que seus amigos também adotaram o hábito.
Você morou 3 anos na Malásia? Que demais!!
Obrigada pela visita 😉

Resposta
Mariana Lourenco Maio 12, 2016 at 10:32 am

Mi achei bem interessante o titulo do seu texto e vim checar, aqui em Berlin também todo mundo tira os aparto antes de entrar em casa, em Londres tb era bem comum… amo isso e acho que faz todo o sentido do mundo a rua é imunda e não faz o menor sentido sujar uma casa limpa. Quando era adolescente sempre odiava quando me mandavam por o sapato em casa la no brasil, estava sempre de meias perambulando pela casa então quando cheguei na europa foi fácil adaptar 🙂
Enfim, belo texto, parabens! Beijo Mary

Resposta
Mirella Secassi Agarelli Junho 22, 2016 at 4:05 pm

Oi Mari,

Legal saber que esse costume é comum em muitas partes do mundo. Mais legal ainda é saber que pra você foi fácil a adaptação, quase que uma “libertação” né? Hehehehe
Obrigada pela visita e espero nos encontramos por esse mundão qualquer dia desses 😉
Beijos!

Resposta
Carlos Fevereiro 16, 2017 at 12:14 pm

No sul, principalmente no Vale do Itajaí, as pessoas tem o costume de tirar os sapatos. Quando fui para o Canadá me senti em casa. Os mais jovens e os recem chegados veem como frescura e esse costume está se perdendo. É uma pena…

Resposta
Angela Março 17, 2018 at 12:20 pm

Olá, gostei muito de seu blog. É informativo e fiquei sabendo de vários países que também adotam o costume de tirar os sapatos. Na minha casa minha familia todos tiram os sapatos mas enfrento problemas de cara feia quando alguém vem em casa. São pessoas amigas, profissionais que prestam serviço. Morava no Brasil e agora moro na Espanha e as pessoas daqui são muito resistentes e não entendem. Perguntam porque. E muitas vezes sou obrigada a responder : “É minha casa, tem que tirar o sapato, aqui mando eu “. E aqui na minha casa compro Pro-pé, uma sapatilha de plástico descartável para as mais ” resistentes “.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação