BrasileirasPeloMundo.com
Alemanha Maternidade Pelo Mundo

O enxoval do bebê na Alemanha

Quem vive na Alemanha já sabe que os nativos são consumistas, mas observam atentamente a variação de preços. Não poderia ser diferente quando o assunto é o enxoval de seus pequenos. Além disso, as mães imigrantes podem enfrentar dificuldades para saber o que comprar, se a Alemanha tiver condições climáticas diferentes de seus países de origem. Nesse texto, explicarei o que é necessário e quanto pode custar.

Todas as mães e pais sabem que dependendo da época em que o parto está previsto, o enxoval pode se diferenciar. A Alemanha é um país bem mais frio que o Brasil e com temperatura mais instável. A primavera pode ainda ser bem fria. O verão pode decepcionar no quesito calor. O outono é bastante chuvoso e com ventanias. O inverno é gelado, com previsão de neve em algumas regiões. É importante estar preparado para qualquer situação. Seguem então duas listas de um enxoval inicial para ajudar.

Lista de enxoval inicial para bebês de verão:

– 10 bodies de manga curta (5 no tamanho 56 e 5 no tamanho 62)
– 6 blusas finas de manga comprida ou jaquetinhas, que podem ser usadas em cima dos bodies ou por baixo dos macacões (3 no tamanho 56 e 3 no tamanho 62)
– 6 macacões com os pezinhos cobertos (3 no tamanho 56 e 3 no tamanho 62)
– 2 gorrinhos finos de algodão
– 1 chapéu de sol
– 2 pares de meias de algodão grossas
– 2 pares de luvas de algodão para bebês com as mãos geladas
– 1 coberta fina

Lista de enxoval inicial para bebês de inverno:

– 10 bodies com manga comprida (5 no tamanho 56 e 5 no tamanho 62)
– 6 blusas grossas de manga comprida ou jaquetinhas, que podem ser usadas em cima dos bodies ou por baixo dos macacões (3 no tamanho 56 e 3 no tamanho 62)
– 6 macacões com os pezinhos cobertos (3 no tamanho 56 e 3 no tamanho 62)
– 2 gorrinhos finos de algodão
– 1 gorro grosso de algodão para passear
– 2 jaquetas quentes para passeios no carrinho (1 no tamanho 56 e 1 no tamanho 62)
– 2 pares de meias de algodão grossas ou sapatinhos de pelo
– 2 pares de luvas de algodão para bebês com as mãos geladas
– 1 macacão térmico para passear no carrinho
– 1 coberta

Se o bebê nascerá na primavera, é bom comprar uns itens de inverno, apenas para o caso de fazer frio. O mesmo vale para o outono. Essas listas são básicas, apenas para iniciar um enxoval. É o que recomendam os médicos. Faltam, claro, as toalhas, fraldas, etc.

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar na Alemanha

Berço seguro

Segundo médicos e doulas, o berço não deve ter aquele protetor lateral, almofadas, bichos de pelúcia, travesseiro, cobertor e coisas do gênero por aumentar muito o risco de asfixia. A doula do hospital, onde fiz o curso preparatório do parto, informou a todos que os bebês costumam se mexer para procurar um contato físico. Com isso, podem se aproximar desses protetores e deixar a cabecinha bem próxima deles, sem espaço para respirar. Ela ainda explicou que os pais não precisam se preocupar com os bebês batendo a cabeça no berço. Mas é claro que vai de cada um seguir essa recomendação ou não.

O ideal, de acordo com a recomendação médica na Alemanha, é o berço ter um lençol, um protetor contra água/incontinência urinária para ficar entre colchão e lençol, e o bebê adormecer em sacos de dormir, como na foto abaixo. Junto à babá eletrônica, isso é o suficiente. Os pais podem comprar uns 4 lençois e 2 sacos de dormir para variar quando sujar (os sacos devem ser de inverno ou verão, dependendo da época do nascimento).

Alguns itens do enxoval: à esquerda, com motivo de marinheiro, está o saco de dormir; à direita, com uma aplicação de ursinho, está o macacão térmico. Preso ao colchão está a proteção contra água/incontinência urinária. (Foto: arquivo pessoal)

O que levar para a maternidade

As malas maternidade podem ser mais simples por aqui, porque muitos hospitais oferecem roupinhas e fraldas para os bebês durante a sua estadia. O que é necessário é o bebê conforto, senão os pequenos não recebem alta por questão de segurança no carro, e um conjunto de roupas e macacão para a saída da maternidade. Mas isso deve ser questionado no hospital escolhido com antecedência.

Para as mamães é o mesmo caso. Protetores de seios, absorventes e outras coisas são oferecidas pela maternidade. As grávidas devem levar uns pijamas ou camisolas com abertura na frente para amamentação, uma blusa antiga para a hora do parto, um cd com músicas relaxantes, barrinhas de cereais para comer se for permitido, shampoo e sabonete líquido para o banho, uma pantufa confortável, uma ou duas calças de moletom, umas poucas blusas para transitar no hospital e refeitório. Enfim, a lista pode ser solicitada ao hospital escolhido. Assim as grávidas ficam sabendo mais precisamente o que é desnecessário levar.

A doula que acompanhará o pré e pós-parto poderá informar melhor os produtos de higiene que são usados com os bebês. Normalmente são elas que cuidam da limpeza do umbigo.

Leia também: Maternidade na Alemanha

Roupas usadas e promoções

E onde os alemães conseguem o enxoval mais barato? Por meio de amigos ou de conhecidos. Aqui muitos gostam de comprar roupinhas de bebês pequenos já usadas, mas sem manchas e limpas, de conhecidos ou no mercado das pulgas (produtos de segunda mão). É possível fazer uma bela economia.

Os pais de crianças que não cabem mais nas roupinhas vendem sacolas de umas 15 ou 20 peças em tamanhos específicos e pedem por volta de 25/30 euros. É possível encontrar boas ofertas assim para carrinhos ou bebê conforto usados. Se viver na Alemanha, pesquise no Facebook por algum grupo, como Flohmarkt (mercado das pulgas) e o nome da sua cidade. A maioria dos posts será de desapego de roupinhas de bebês.

Outra dica é acompanhar as promoções nos sites da C&A e H&M, ou mesmo dar uma olhada pessoalmente na DM Markt, já que algumas filiais possuem roupas de enxoval. Para outros produtos, como fraldas e coisas de higiene, é interessante fazer o cadastro virtual nas drogarias, como Rossmann e DM Markt, na Amazon, na Pampers e em lojas de artigos infantis, como a Babywalz. Eles liberam para cadastrados, às vezes, ofertas especiais.

Related posts

Maternidade e Pré-Natal na África do Sul

Michelle Braga

Gravidez na França

Fernanda Libardi

O dia em que me tornei mãe em Nova Iorque

Debora L. Juneck

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação