BrasileirasPeloMundo.com
Alemanha Custo de Vida Pelo Mundo

Quanto custa morar na Alemanha?

Custo de vida na Alemanha

É difícil imaginar quanto custa viver em outro país, ainda mais pensando em outra moeda e outros valores. Muita gente tem uma ideia errada do custo de vida na Europa; percebi isso na minhas últimas férias no Brasil, onde quase todos meus amigos e familiares acreditavam que era preciso muito dinheiro para viver na Alemanha, por exemplo – pelo menos, muito mais do que gastaria vivendo no Brasil.

Mas na verdade, é muito mais barato viver aqui.

Para entender o custo vida do país você precisa parar de pensar em reais porque, afinal, quem vive aqui não ganha em reais, então o valor da conversão da moeda fica sem sentido.

quanto-custa-alemanha

Salário

O salário mínimo na Alemanha é de 8,50 euros por hora, então se você trabalha 40 horas semanais sua renda mensal seria de 1.360 euros (menos impostos, que variam se você é solteiro, casado, tem filhos, aposentado, etc.). No meu estado (Hessen) uma pessoa solteira pagaria em média 340 euros de impostos sobre o valor citado acima – sim, imposto aqui é muito caro! Mas mesmo sobrando apenas 1.020 euros na sua conta, ainda dá para viver bem.

Aluguel

O aluguel aqui é muito parecido com o do Brasil: quanto mais central o apartamento, mais caro. Por outro lado, casas enormes em cidades pequenas são baratas. A única diferença é que aqui não existem essas taxas malucas e absurdas de condomínio. A cidade também conta muito; em Munique o aluguel é muito mais caro que em Hamburgo, assim como Hamburgo é mais cara que Berlim.

Um apartamento de 70 m² em um bom bairro de Berlim pode variar de 500 a 800 euros, mas tudo depende das condições do imóvel. Lembrando que isso não inclui gastos com luz e aquecimento ou água.apartamentos-berlin-aluguel

Alimentação

Ir ao supermercado é uma das coisas que mais espanta os brasileiros: todos que recebi aqui até agora ficaram de boca aberta com os preços encontrados. Para começar, a tão famosa Nutella, que no Brasil é considerado um pequeno luxo, aqui é baratíssima. Um pote de 700 g custa em média 4 euros. Em produtos de limpeza você jamais vai pagar mais de 3 euros por qualquer um deles. Até mesmo frutas e verduras que muitos acreditam serem caríssimas, não são. Muitas custam apenas centavos. Eu e meu marido gastamos em média uns 70 euros por semana, e nós não somos muito econômicos, compramos tudo que temos vontade.

Roupas

Com a grande competição entre as lojas de departamento não é difícil encontrar coisas super baratinhas. Ainda mais se você não liga para marcas de luxo: dá para renovar o guarda roupa a cada ano. Um jeans custa entre 15 e 50 euros; camisetas, camisas e vestidos podem custar até mesmo 9 euros, e um bom casaco pode variar de 40 a 150 euros.

Eu já fiz alguns vídeos mostrando preços de lojas como New Yorker, H&M e até mesmo Ikea (de móveis e decoração) que você pode ver aqui.

Carro

Ter um carro aqui demanda muitos custos – você precisa pagar os impostos, seguros e combustível mas, ainda assim, é mais barato que manter um automóvel no Brasil. Com um carro popular da marca Opel Astra de 2006, por exemplo, você gasta 70 euros para encher o tanque; um seguro barato para o mesmo modelo pode custar em média 50 euros por mês e impostos, 120 euros ao ano. No caso de carros movidos a diesel o imposto pode triplicar, simplesmente por serem mais poluentes.

Pagamento a prazo

Essa cultura de pagar tudo parcelado quase não existe aqui – nem mesmo no cartão de crédito dá pra dividir o que quer que seja. Mas a verdade é que nem é necessário, pois é possível comprar tudo o que você quer se economizar um pouquinho. Pagamentos parcelados funcionam somente através de financiamento direto com o banco ou em algumas lojas de eletrônicos.  Eu acho que isso é até melhor, porque assim você evita dívidas desnecessárias.

Espero que eu tenha ajudado e tirado um poucos das dúvidas de quem está planejando viver na Alemanha ou simplesmente estava curioso. Qualquer outra pergunta é só deixar nos comentários que eu respondo.

Related posts

Licença maternidade pelo mundo

Ann Moeller

Dez dicas para cozinhar em Berlim

Catia Pietro

Desafios de uma mãe em outro país

Monique Abbehusen

16 comentários

Wendy Dantas Novembro 19, 2015 at 2:05 pm

Ótimo texto e bem especificado. Não há diferenças entre Alemanha e Noruega nesse sentido! 🙂

Resposta
Daisy Penido Novembro 19, 2015 at 4:00 pm

Uma coisa muito importante q vc disse. Ta aqui , pensa na moeda daqui. Moro em Londres, e tirando transporte e moradia, o resto e mais barato q Brasil

Resposta
Ana Valéria Novembro 19, 2015 at 9:11 pm

Bom texto, gostei. E nem comentou sobre os custo de internet, celular serem muito mais baratos. Também se pode comprar em prestações pelo preço a vista se juros. E emprestar dinheiro do banco sem os juros exorbitantes que conhecemos no brasil. Isso seria possível aí também, falta a intervenção do Estado, como existe aqui. Queria pedir, por favor, a título de informação, acrescente ao preço do aluguel – aqui só está o “Kaltmiete” – os custos dos prédio e de aquecimento o chamado “Warmmiete”. Este é no fim o preço total do aluguel. Por exemplo vc pode pagar mais 300 pelo aquecimento e manutenção do prédio (uma espécie de condomínio).

Resposta
Munique Rossoni Novembro 23, 2015 at 5:54 pm

Oi Ana, vdd menina telefone aqui é tbm mto baratinho, tá longe de ser um luxo.
Quanto ao “Warmmiete”, optei por deixar de fora mesmo, para não confundir de mais a galera, até porque no BR agente já entende aluguel diretamente como o “Kaltmiete” alemão. Em todos os lugares que morei sempre paguei aquecimento+luz separadamente e felizmente nunca paguei nenhum outro tipo de taxa. Por isso, acho difícil comparar com as taxas de condomínios no BR que são mensais para manunteção de elevadores, pagamento de porteiros, sistema de segurança, etc. Mas adorei que você complementou as informações aqui com seu comentário, outras experiências são super bem vindas. Acredito que em grandes edifícios exista esse tipo de cobrança.
Um beijão!

Resposta
Igor Novembro 20, 2015 at 3:45 am

Muito bom o post! Gostei, não vou morar na Alemanha mas é até boma para saber quanto gastaria em uma viagem para lá.

Resposta
Isabel Novembro 20, 2015 at 7:10 pm

Viver em Berlim, mesmo com o transporte caro e a alta dos aluguéis, ainda é mais barato que em São Paulo…

Resposta
DricaBeleza Adriana Novembro 22, 2015 at 4:59 pm

Informações de fato importantes para quem desconhece ou tem noção equivocada mas tem interesse de saber!

Resposta
Rodrigo Sixel Agosto 20, 2016 at 3:35 pm

Adorei o post. Estamos em nos mudar para a Alemanha em breve e esta sua iniciativa foi de grande ajuda para sanar algumas dúvidas que estamos tendo.

Parabéns pela iniciativa e pelo texto.

Resposta
Claus-Peter Setembro 25, 2016 at 3:54 pm

Olá! Muito obrigado pelas dicas.Vamos nos mudar – primeiro meu filho mais velho e eu – para Berlin em fevereiro de 2017 e nos ajudou bastante!!!Obrigado.Parabéns!!!

Resposta
Ron Fevereiro 22, 2017 at 4:48 am

Obrigado Munique. Muito útil o texto. Parabéns!
Fiquei curioso pelo site que mostraste de busca de moradia. Saberias me indicar alguns?

Resposta
Eduardo Krug Junho 29, 2017 at 8:45 pm

Minha dúvida seria em relação ao padrão de vida da classe média alta no brasil e na Alemanha. Custos de moradia numa casa ou apartamento de 170 a 200m2 numa pequena cidade próxima a munique por exemplo, plano de saúde, carro, escola, faculdade, esportes ou academia, funcionária que ajude com a casa e crianças

Resposta
Beatriz Junho 30, 2017 at 6:05 pm

Olá Munique!

Gostaria de saber quanto ao custo de transporte público por aí. Quanto se gasta em média?

Abraços!

Beatriz

Resposta
Ana Paula Gomes Novembro 13, 2017 at 10:26 pm

Não entendi muito bem. Você disse que dá pra viver bem com mil euros, ok? No entanto, um aluguel sai de 500 a 800 euros. Como é possível então?

Resposta
Liliane Oliveira Novembro 15, 2017 at 2:17 pm

Olá Ana Paula,
A Munique Rossoni parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na Alemanha.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
joziel Fevereiro 1, 2018 at 6:17 pm

ola, minha esposa tem uma tia que mora na alemanha, será que seria um pouco mais fácil para conseguirmos morar la? a final teríamos uma pequena ajuda…

Resposta
Liliane Oliveira Fevereiro 1, 2018 at 8:31 pm

Olá Joziel,
A Munique Rossoni parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na Alemanha que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação