BrasileirasPeloMundo.com
EUA

Uma vida equilibrada no litoral do Alabama

Localizadas às margens do Golfo do México, na pontinha sul do estado do Alabama, ficam duas cidades cobertas de charme: Gulf Shores e Orange Beach.

O slogan de Gulf Shores é: “cidade pequena, praia grande”. A vizinha Orange Beach também esbanja espaço na areia para quem procura um lugar ao sol.

Eu já tive vontade de morar em uma cidade pequena na costa da Carolina do Norte, porque o meu seriado favorito na adolescência era filmado lá, mas eu nunca ouvi alguém dizer: “Nossa, meu sonho é morar no interior do Alabama!”

Em geral, o brasileiro – euzinha inclusive – quer ir para as grandes metrópoles, como Nova Iorque, Miami ou Los Angeles. Às vezes para Washington, D.C. ou Chicago. O grupo que se mostra mais interessado em explorar caminhos menos traçados é o composto por Millennials, a turma com uma curiosidade que vai além do querer conhecer centros de compras dos destinos visitados.

Leia também: Praias do estado de Maryland nos EUA

Sair da rota mais popular compensa. Em Gulf Shores e Orange Beach, os aventureiros são recebidos por uma costa de areia branquinha, água azul-turquesa e um pôr do sol belíssimo com a participação de golfinhos. O clima é quente durante grande parte do ano, o que faz com que seus moradores tenham mais facilidade de permanecerem ativos.

Imagem: Nathalie Sousa

As duas cidades se esforçam para oferecer um equilíbrio entre trabalho, diversão e qualidade de vida. Elas já eram populares entre os aposentados do norte do país, mas vêm cada vez mais conquistando os jovens à procura de segurança, conforto e bons salários.

Leia também: Tudo o que você precisa saber para morar nos EUA

As opções de lazer são diversas e vão do SUP (Stand Up Paddle) e do golfe ao vôlei de praia e pesca. Gulf Shores inaugurou recentemente um calçadão à beira-mar e restaurou o Gulf State Park, que agora inclui um luxuoso hotel ecológico. Os fãs de frutos do mar ficarão contentes com a seleção e qualidade dos alimentos oferecidos em diversos pontos das duas cidades.

A região é bastante visitada nas férias da primavera, o Spring Break, e no verão, quando turistas americanos lotam seus hotéis e restaurantes. Hospedagem é o que não falta. O inventário é de cerca de 17 mil aluguéis de temporada.

A população das duas cidades juntas não soma 20 mil habitantes, mas ao longo da alta temporada chegam a receber em torno de 5 milhões de turistas.

Com o sucesso da introdução do Hangout Music Fest em 2013, os organizadores e autoridades locais foram obrigados a rever a infraestrutura oferecida e contratar mão de obra para comportar o fluxo inédito de frequentadores.

Gulf Shores é um lugar especial para mim. Foi o meu primeiro lar nos Estados Unidos. Lá também vive uma pequena comunidade brasileira, hoje em sua terceira geração. Eu acredito que a qualidade e o custo de vida são o seus maiores atrativos. A região é extremamente segura, as escolas públicas são boas e a taxa de desemprego é de três a quatro pontos abaixo da média nacional.

Uma grande amiga, a pernambucana Nathalie Sousa, trocou a agitação de Nova Iorque, onde viveu durante vários anos, pelo estilo de vida de Gulf Shores. No litoral do Alabama, ela encontrou o balanço ideal entre saúde mental e trabalho, além de identificar um cenário propício para abrir a sua empresa de sucos naturais, Press & Co.

Apesar de o Alabama ser um dos líderes dos maus hábitos alimentares, no seu litoral há um crescimento de conscientização, interesse e busca por um modo de vida saudável.  A semente que ela plantou com o seu negócio é uma forma de contribuir com o bem-estar da comunidade que a acolheu.

Apesar de os americanos do sul do país terem fama de racistas, em Gulf Shores e Orange Beach os imigrantes são normalmente bem recebidos.

Viver no paraíso tem uma desvantagem. As duas praias ficam na rota de furacões. Porém, a última grande tempestade a atingir a região foi Ivan em 2004. O boom gerado durante o processo de reconstrução serviu para impulsionar o desenvolvimento do litoral. Construção civil é uma de suas maiores indústrias e emprega muitos brasileiros.

Para chegar neste canto precioso dos Estados Unidos é preciso um pequeno esforço. Gulf Shores e Orange Beach ficam a mais ou menos uma hora de carro dos aeroportos das cidades de Mobile, AL e Pensacola, FL. Ou 6 horas de carro de Atlanta e 3 horas de Nova Orleans. O difícil mesmo é querer ir embora.

Related posts

Curiosidades de um Mardi Gras em Nova Orleans

Cristina Wollenberg

Onde comer e beber em Nova Orleans

Cristina Wollenberg

Ensino Superior e os “Student Loans” nos Estados Unidos

Lorrane Sengheiser

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação