BrasileirasPeloMundo.com
Comemorações Pelo Mundo Japão

3 incríveis festivais para conhecer no Japão

3 incríveis festivais para conhecer no Japão.

O Japão é conhecido como a terra dos festivais. Existem aproximadamente 300 mil festivais durante o ano e cada qual possui características e significados associados principalmente a celebrações religiosas, datas comemorativas, estações do ano e eventos locais. Diz-se que o fato de os japoneses conseguirem manter vivas tantas tradições, deve-se, em grande parte, ao culto e respeito a estas celebrações.

Os japoneses seguem um verdadeiro ritual para comemorar cada um deles. As famílias se reúnem e os amigos se encontram para comemorar a data usando quimono (traje típico japonês) e acompanhar o evento. A atmosfera local lembra uma quermesse: há barracas de comidas tradicionais (lanches e petiscos, tais como espetinho, bolinho de arroz, batata assada, maçã do amor, bombons, yakissoba…), bebidas e atividades recreativas para as crianças (pescaria, acertar a bola, tiro ao alvo…).

Como todo evento no Japão, tudo é muito organizado para gerenciar o fluxo do grande número de pessoas. Sempre há uma estrutura especialmente preparada para esse fim: instalação de banheiros químicos, orientação com informações e sinalização – quase sempre feita por voluntários. Normalmente recomenda-se utilizar o transporte público, pois os estacionamentos costumam ficar lotados.

Leia também: Festivais no Japão

Existem festivais para todos os gostos e desejos. Existem sites onde é possível pesquisar por localidade, época do ano e tipo de festival. O importante é entrar na cultura local e aproveitar como os nativos. Conheça abaixo três festivais incríveis:

Fonte: arquivo pessoal – Festival realizado em Kuki, Saitama.

1. Matsuri 祭り

Antigamente, acreditava-se que as mortes causadas por doenças nas cidades era um castigo dos deuses enquanto que nas áreas rurais, a maior preocupação era afastar as pragas e o mau tempo. Dessa forma, muitos Matsuri surgiram nessa época como forma de afastar os espíritos zangados ou garantir uma boa época de cultivo.

O Matsuri é um evento religioso, normalmente patrocinado por um templo/santuário (budista/xintoísta) realizado anualmente e organizado pela comunidade. A maioria dos festivais celebra a divindade do local ou um evento sazonal ou histórico e podem durar vários dias. Um elemento importante dos festivais japoneses são as procissões, nas quais a divindade (kami) percorre a cidade em palanquins (mikoshi), seguida por carros alegóricos (dashi) e acompanhada por pessoas tocando tambores e flautas.

Um Matsuri bastante frequentado pelos estrangeiros é o Festival da Fertilidade que celebra a fertilidade. Esse festival originou-se por volta do século XVII atendendo ao pedido de mulheres que oravam pedindo proteção contra as doenças sexualmente transmissíveis. Hoje é comum as pessoas ficarem um longo tempo na fila para ter a chance de entrar no templo e encontrar diversas imagens de falo: esculturas em madeira, pirulitos, chapéus e doces variados. É um destino certo para casais que querem ter filhos, mulheres que desejam um parto saudável e curiosos de plantão.

Fonte: arquivo pessoal, Festival de Toro Nagashi, realizado às margens do Rio Sumida, em Tóquio.

Leia também: Festivais de verão no Japão

2. Tooro Nagashi 灯籠流し (Festival das Lanternas Flutuantes)

No mês de agosto, homenageia-se os espíritos dos mortos. Nesse festival, após uma breve cerimônia são lançadas nas águas de um rio, lanternas artesanalmente feitas de papel que carregam mensagens para os entes queridos. Acredita-se que esse ato serve para iluminar os espíritos dos mortos e  auxiliá-los em seu caminho de volta ao mundo espiritual.

A imagem das lanternas deslizando pelas águas do rio é impressionante. As pessoas se aglomeram para assistir ao espetáculo e prestar uma homenagem aos seus entes queridos. Atualmente esse evento possui também uma preocupação ambiental. Por isso, poucos metros depois de lançadas no rio, as lanternas já são recolhidas por meio de uma rede e retiradas para serem descartadas.

Fonte: arquivo pessoal – Festival de Fogos no Japão

3. Hanabi Taikai 花火大会 (Festival de Fogos de Artifício)

Símbolo do verão japonês, essa estação é tão aguardada quanto o espetáculo das cerejeiras em flor.  Originalmente produzido para afastar os maus espíritos, o show pirotécnico acontece em todo o Japão, normalmente às margens de um rio ou praia, nos meses de julho e agosto.  O evento dura em torno de duas horas e muitas pessoas costumam chegar bem cedo para guardar o local e estender sua lona. É um ótimo momento para reunir a família, encontrar os amigos, fazer piquenique e assistir ao espetáculo.

O Hanabi é organizado pela prefeitura local e existem inúmeros em todo o Japão. É possível até encontrar eventos simultâneos ocorrendo paralelamente em distritos diferentes, ao longo de um mesmo rio. Mesmo nesse caso, nenhum evento concorre com o outro, pois o público se beneficia da dupla contemplação e é respeitado o tempo de cada jornada de disparo dos fogos, alternando o intervalo dos disparos.

Os grandes espetáculos atraem multidões e é possível adquirir previamente o ingresso para ter acesso à área VIP, que oferece cadeiras numeradas estrategicamente posicionadas para se ter a melhor vista do local. No ano de 2018, o evento realizado pela província de Hyogo foi considerado o mais popular: atraiu mais de 300 mil pessoas com demonstrações de até 15.000 disparos de fogos.

O Hanabi Taikai é considerado um dos festivais de fogos mais bonitos do mundo. Os fogos de artifício são produzidos por artesãos locais e utilizam técnicas avançadas. A palavra hanabi花火, significa “flor de fogo” e na performance é possível vislumbrar muitas imagens de plantas, mas também há outras imagens, tais como: cascatas, estrelas, animais personagens – o público se diverte tentando descobrir as formas iluminadas.

E como todo show, o último disparo é espetacularmente belo, assim como a chuva de pétalas das flores de cerejeira no final da estação. O Hanabi termina com disparo de pétalas de fogo e aplausos entusiasmados de um público que segue uma tradição de quase 300 anos.

Related posts

Costumes e hábitos japoneses que adquiridos com o tempo

Alessandra Ozbir

Dicas de turismo no Japão

Juliana Platero

Quinhentos anos da reforma protestante na Alemanha

Monique Abbehusen

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação