BrasileirasPeloMundo.com
Dubai Emirados Árabes Unidos

5 motivos para morar em Dubai

5 motivos para morar em Dubai.

Estando aqui em Dubai há 6 meses e eu já consegui aprender muitas coisas novas. Muitas boas. Outras, nem tanto.

Mas, no geral, a experiência tem sido muito boa! Todo dia acontece algo novo, assimilamos uma nova perspectiva e percebemos que ainda temos muito o que conhecer nesse mundão de Deus!

Hoje eu vou te apresentar 5 motivos que te farão considerar ser meu mais novo vizinho!

1. Segurança

Morar em Dubai é andar na rua (quase) sem preocupações. Para uma carioca, acostumada a tiroteios e assaltos, estar aqui em Dubai é quase estar em outro planeta.

É claro que acontece uma coisa aqui e outra ali. Já ouvi uma história de uma brasileira que foi furtada no supermercado: um rapaz puxou seu carrinho, com a bolsa, e levou embora. A polícia nada fez: “Insha’Allah (se Deus quiser) nós vamos achar a bolsa da senhora”.

Mas, olhando de uma forma geral, aqui é sim uma cidade extremamente segura. Eu, particularmente, não tenho medo nenhum ao andar na rua. Já peguei uber voltando do deserto às 4 da manhã com uma amiga. No Rio eu não faria isso nem a pau!

Leia também: Como obter documento e visto de trabalho em Dubai

2. Diversidade

Só não coloquei esse como o primeiro ponto, porque segurança é indispensável. Mas, a diversidade que temos aqui é uma coisa muito bacana!

A força de trabalho mais “braçal” é formada, majoritariamente, por filipinos e indianos. No todo, temos jordanianos, paquistaneses, afegãos, srilankeses, ingleses, franceses, americanos, mexicanos, colombianos, sauditas, omanis, sírios, italianos, egípcios, iraquianos, iranianos, libaneses, turcos, russos, chineses, brazucas… é gente que não acaba mais!

Essa mistura de gente faz a gente enxergar o mundo de uma perspectiva diferente e, com isso, respeitar diferenças. Aprendemos também que a maioria do que se vende na mídia está distorcido para defender o interesse de alguém, ou certas coisas que a gente nunca teria ouvido se não fosse por um local!

3. Pé de meia

Talvez o ponto mais importante para muitas pessoas: juntar dinheiro.

A maioria das pessoas que trabalham aqui são indianos, filipinos e paquistaneses. Vou deixar embaixo uma conversão de moedas que fiz no último dia 28 de março:

Conversão de moedas. Fonte: Google

Ficou claro pra você que vale a pena, principalmente para essas pessoas, ficar longe da família por alguns meses ou anos? É um sacrifício que vai fazer a diferença na vida das pessoas que ficaram no país natal.

Claro que somente a conversão da moeda não quer dizer tudo. Existem outros pontos a serem considerados para podermos estabelecer o poder de compra. O que quis mostrar é a disparidade de uma moeda para outra.

É poder pagar por comida, roupas, educação, saúde. Uma realidade muito distante de muitos de nós.

4. Infraestrutura

Tudo aqui funciona. Não é o país das maravilhas da Alice, mas é impressionante.

As ruas estão sempre limpas, plantas bem cuidadas, metrô funcionando, sistema de ônibus bem distribuído e eu já falei que é seguro, né?

Mas é aquilo: não dá pra gente se iludir. Sabe a fama do funcionalismo público do Brasil? Então, eu tenho uma notícia ruim pra te dar: não é muito diferente. É difícil ter uma informação exata se você procurar algum órgão do governo e também acontece de demorar bastante pra que os processos andem, ou seja, nada a que não estejamos já acostumados.

Mas, ainda com defeitos, simplesmente funciona.

Leia também: Cinco lições  profissionais que aprendi como expatriada em Dubai 

5. Serviços

Em Dubai, pra onde você olha tem aplicativo.

Você pode chamar alguém pra lavar o seu carro dentro da sua garagem. Você pode pedir que busquem seu cachorro pra banho e tosa e o devolvam cheirosinho! Existem também serviços de manutenção, onde você poder agendar serviços de faz tudo, elétrica, hidráulica, limpeza, e por aí vai.

Para nós, mulheres, existem vários serviços de cuidados estéticos. A gente pode agendar manicure, pedicure, escova, corte… É ter o cuidado de salão em casa!

Farmácia, supermercado, hospital, delivery de comida… É um mundo de opções, e o mais importante: você não paga a mais por isso!

Qualidade de vida

Esse é o resultado da soma de todos os pontos que mencionei acima.

Morar aqui tem sido uma experiência incrível. Conhecer gente de todo canto do mundo, aprender sobre religiões, tradições e comidas novas é bom demais.

Temos uma teoria que o voo da Emirates dura 14h pra chegar aqui porque na verdade a gente viaja para uma outra dimensão. As coisas são inacreditáveis. Parece outro mundo!

E se der saudade de casa, a gente sempre acha uma churrascaria brasileira, um açaí na praia e um sushi tradicionalmente brasileiro que tem até coxinha!

Related posts

30 coisas para fazer antes dos 30

Thais Cunha

A retomada da profissão: de dona de casa a advogada em Dubai

Thais Cunha

10 motivos para não morar em Abu Dhabi

Pollyane Martins

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação