BrasileirasPeloMundo.com
Dicas para aprender idiomas Dubai Emirados Árabes Unidos

Qual o idioma falado em Dubai?

Qual o idioma falado em Dubai?

Como a população de Dubai é extremamente diversa, você vai ouvir de tudo por aqui. Filipinos falando tagalo, indianos falando hindi, paquistaneses falando urdu, árabes falando árabe e por aí vai…

As línguas mais faladas aqui são: árabe e inglês. O árabe, por ser a língua oficial do país, e o inglês por ser um ponto comum dentro dessa mistura de gente. No aeroporto, no trânsito, no shopping tudo estará sinalizado em árabe e em inglês.

Mas eu quero deixar aqui as curiosidades de toda essa mistura.

Leia também: Como obter documento e visto de trabalho em Dubai

Árabe

Por ser a língua oficial, é o que mais a gente vê por aqui. Mas pode ficar tranquilo: sempre do lado tem o significado em inglês.

Eu, particularmente, acho muito bacana a pronúncia do árabe. Adoro o som que a letra K e H fazem juntas: parece som de R. Por exemplo: tem uma gíria super comum por aqui, que se fala “khalas”, usada quando se quer dizer que está acabado, definido, ponto final. A pronúncia é “ralas”. Interessante, né?

Algumas gírias são interessantes de aprender pra se enturmar por aqui:

  • Insh’Allah: ao contrário do que aprendemos com a novela O Clone, não tem nada a ver com riqueza. O significado desse termo é “se Deus quiser”. Tudo aqui é “Insh’Allah”: “Insh’Allah” sua encomenda será entregue, “Insh’Allah” o seu problema será resolvido…
  • Shukran: obrigada;
  • Hala: é uma forma mais informal de dizer olá. Se estiver falando com uma pessoa próxima, querida, é só falar duas vezes: “hala hala”;
  • Asalam-ualeikum: é uma saudação muçulmana, que quer dizer “que a paz esteja com você”;
  • Ualeikum-asalam: é a resposta da saudação acima, quer dizer “que a paz esteja com você também”;
  • Marhaba: significa “oi”, em árabe. Mas como a grande maioria é muçulmana, eles acabam usando mais o “asalam-ualeikum”.
  • Mash’Allah: é uma expressão usada para comemorar alguma coisa alegre que aconteceu. Literalmente, a tradução seria “a vontade de Deus aconteceu” – considerando que a vontade de Deus é sempre uma coisa boa;
  • Yalla: seria o bom e velho “vambora!”. E tem suas variações: se você estiver falando com uma pessoa querida, pode falar “Yalla, bina!”, que seria “vamos, querido!”;
  • Imshe: é uma forma de pedir que não te perturbem. Mas se você adiciona o “khalas” e fala “imshe khalas”: você está falando, de uma maneira bem dura, ME DEIXA EM PAZ!
  • Habibi: é usado para se referir a um amigo, para os cariocas seria uma boa substituição ao nosso brother. Se quiser falar com uma mulher, é só adicionar um “t” no final, falando “habibit”;
  • Kefak: é como se pergunta “como vai”;
  • Hamdullah: significa “louvado seja Deus”, como uma forma de ser grato por estar bem.

Leia também: Como economizar em Dubai

Inglês

As expressões mais comuns entre árabes e “não árabes”, na maioria das vezes falado em inglês, são:

  • No worries: para um carioca seria “tá beleza”;
  • Hello, my friend: seria a forma de dizer em inglês a expressão “hala hala”, quando se está dizendo oi a um amigo querido, uma pessoa próxima;
  • Boss ou big boss: pode ser usado de maneira carinhosa ou então quando se refere a uma pessoa que é meio “sabe tudo”.

O que eu acho mais legal disso tudo é a mistura que se forma. É uma cidade que se transforma todos os dias, afinal tem sempre algo novo chegando por aqui.

Em cada esquina a gente escuta uma língua diferente. Ou até a mesma língua, mas com um sotaque diferente. A gente aprende a distinguir as origens pelos sotaques.

Sem falar na alegria que dá ao ouvir alguém falando português pela rua. Volta e meia eu passo por um brasileiro aqui por Dubai e dá uma sensação de “não estou sozinha” quando ouço alguém falando português. Me divirto tentando descobrir de onde a pessoa vem, pelo sotaque. São cariocas, paulistas, gaúchos, nordestinos… Por aqui a gente vê de tudo!

De tudo mesmo: curiosamente, nos cinemas, é comum um filme ter legendas em árabe e em francês. Metade da tela é ocupada com legendas – e não se vê tanto francês por aqui. Vai entender…

Toda essa troca cultural é o ponto mais alto da nossa aventura em Dubai. A gente aprende tanta coisa diferente, costumes, comidas, palavras, músicas, e tantas outras coisas! Às vezes nem percebemos, só absorvemos as novidades.

Como eu falei acima, aqui também são falados outros idiomas como tagalo, pelos filipinos; hindi, pelos indianos e urdu, pelos paquistaneses. Mas as expressões desses idiomas eu conto num próximo texto.

Related posts

Dicas para estudar holandês

Cintia Beatrice

Profissões pelo mundo: empresária em Dubai

Juliana Bordião

Como tirar carteira de motorista em Abu Dhabi

Pollyane Martins

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação